#JornalismoSemFakeNews

4 de agosto de 2022 às 8:23

Styvenson defende inconstitucionalidade ao dizer que se fosse governador seu plano para a Polícia Militar seria retornar à ativa

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Styvenson disse, na live que fez nesta terça-feira com seus seguidores no instagram, que se fosse governador teria sim, um projeto para a Política Militar.

Perguntado por um seguidor ele respondeu: “Se eu fosse o governador, me colocar na ativa. Tem programa melhor do que esse? Me ativar de novo?”, disse Styvenson que sabe mais do que eu que o projeto que ele sonha, não tem governador que possa realizar pelo fato de ser inconstitucional.

Um policial civil, federal ou rodoviário federal que se afastar para ocupar um mandato eletivo pode voltar à ativa.

Mas um policial militar, um bombeiro militar ou um militar das Forças Armadas que for eleito, diplomado e empossado, automaticamente vai para a reserva sem volta. Caso esses mesmos militares vão para a reserva por outros motivos que não seia o eleitoral, se convocados eles podem voltar, mas tendo sido empossado para mandato, jamais.

Portanto, dizer que se for governador, o plano para a PM é sua volta à ativa, é defender inconstitucionalidade.

Em mais um trecho da live do senador Styvenson Valentim, onde ele disse que nunca quis ser governador e não sabe quem inventou essa história de ser governador, o parlamentar que chega ao 4º ano do mandato e tem ainda mais 4, foi questionado pelos seguidores sobre como acompanhar seu mandato.

Mensagens lidas por ele mostravam pessoas que diziam não saber como encontrar as prestações de contas na internet.

Ele explicou como era e foi curto e grosso ao dizer que as pessoas “tem preguiça” de procurar.

“Se você não vai é problema teu”, disse o senador aos seguidores que não sabem acompanhar seu mandato na internet. Styvenson, que chamou de “alma sebosa” quem salva as lives dele, orientou os seguidores a salvar. “Pegue esse vídeo aqui e saia espalhando”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Perfil