Thaisa Galvão

2 de outubro de 2007 às 23:19

Fátima Bezerra representa a Câmara no interior de Goiás [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A deputada Fátima Bezerra desembarca na cidade goiana de Luiziânia nesta terça-feira.

Para representar a Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados, na solenidade de abertura do 3º Seminário do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera).

Durante o evento será feito um balanço sobre a política de Educação no campo.

2 de outubro de 2007 às 23:12

Secretário de Administração do RN media debate sobre Reforma do Estado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Secretário estadual da Administração, Paulo César Medeiros está no Rio de Janeiro.

Nesta terça-feira, durante o VI Fórum Brasileiro sobre a Reforma do Estado, ele preside a mesa de debate sobre “Gestão de Reformas – Gerenciando Processos de Mudanças Institucionais do Governo”.

O palestrante será o professor Francisco Gaetani – secretário do Ministério do Planejamento e Gestão.

Paulo César participa do Fórum a convite da organização do evento.

2 de outubro de 2007 às 23:02

Médico oncologista diz que cianobactérias provocam câncer [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O grito do acariense Jesus de Miúdo, em defesa da descontaminação das águas do Gargalheiras, afetada por cianobactérias, ganhou destaque como reportagem de estréia da série “Desafios do Saneamento”, iniciada nesta segunda-feira no Jornal da Câmara, exibido de segunda a sexta, às 21h, na TV Câmara, de Brasília.

Foram mais de 5 minutos onde a repórter Ariadne Oliveira mostrou, através de uma bióloga da UFRN, o nível de contaminação do açude.

E através de um médico oncologista, especializado em câncer, o perigo de provocar a doença em quem consome a água, o peixe nela pescado, e até em quem, simplesmente nada no açude.

Um contraponto sem tamanho com a declaração do prefeito Juarez Bezerra.

Médico também, mas não especializado em câncer, garantindo que a cianobactéria não é um problema tão grave para a cidade…..

… (reticências significam “sem comentários”)

2 de outubro de 2007 às 23:01

Iberê diz que Estado busca recursos do PAC para saneamento [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A reportagem da TV Câmara também ouviu o vice-governador e secretário de Recursos Hídricos, Iberê Ferreira de Souza.

Que afirmou que o Estado busca recursos, através do PAC, para sanear a região.

Da Câmara também foram procurados pela emissora os deputados Vicentinho (PT), que é acariense e que já leu um desabafo de Jesus de Miúdo na tribuna da Casa…

E o deputado João Maia, que chamou atenção para a necessidade de sanear Currais Novos, já que Acari é 90% saneada.

A série “Desafios do Saneamento” terá continuidade com uma reportagem feita em Natal, onde a água é contaminada por nitrato.

Na seqüência ainda abordará o tema em Goiás e São Paulo.

2 de outubro de 2007 às 22:28

Projeto apresentado por João Maia é destaque no Jornal do Commercio [0] Comentários | Deixe seu comentário.

 

O Jornal do Commercio, edição da segunda-feira, publicou uma entrevista com o deputado João Maia, sobre o projeto apresentado por ele na Câmara, propondo o Serviço de Comunicação Eletrônica de Massa, dando acesso às empresas de telecomunicações à geração e distribuição de conteúdo brasileiro.

 O PL 1.908/07, que já está tramitando no Congresso, prevê uma reserva de pelo menos 50% na programação de tv por assinatura, para os produtores nacionais.

Leia trechos da entrevista concedida à repórter Vivian Pereira Nunes:

 

Jornal do Commercio – O projeto criaria um serviço eletrônico de comunicação de massa?

João Maia – Estamos propondo a criação do Serviço de Comunicação Eletrônica de Massa como um serviço de telecomunicações destinado a distribuição de conteúdo eletrônico estruturado em uma grade de programação com acesso mediante contrato de assinatura do serviço. O que diferencia este serviço da radiofusão aberta de sons e imagens é que ele possibilita a interatividade com o usuário e o acesso a ele é feito mediante o pagamento de assinatura mensal, portanto, destina-se apenas ao público que vier a aderir ao serviço.

 

JC – O projeto reflete o que já é a realidade das tevês por assinatura?

JM – A nossa proposta utiliza os mesmos critérios previstos na lei no. 9877/95, conhecida como Lei do Cabo. Assim, evitamos criar uma assimetria regulatória que beneficiaria os atuais prestadores de serviços de TV a Cabo. É o princípio da justa competição entre todos os players do Mercado.

 

JC – Em termos tecnológicos, isso significaria que todas as teles poderão fazer comunicação de massa?

JM – Queremos estabelecer a neutralidade tecnológica para a prestação do serviço. Portanto, as plataformas de TV a Cabo, DTH, MMDS,SMP,STFC,TVA e outras tecnologias que vierem a ser aplicáveis poderão ser utilizadas. O nosso objetivo é aumentar a penetração dos serviços de TV por assinatura no Brasil que é de apenas 8% dos domicílios , ao passo que em países como Chile é de 24% e na Argentina é de 54%. Gostaria de enfatizar que o PIB per capta destes países é semelhante ao do Brasil, o que mostra que temos potencial de mercado e o que falta aqui é a competição. Além do mais, os preços dos serviços do pacote básico de TV por assinatura no País, segundo dados divulgados pela ANATEL, subiram de R$ 40 em 2000, quando ocorreram as últimas licitações para novas outorgas dos serviços, para R$ 53, em junho de 2007, na contra-mão do que está ocorrendo no mundo.

 

JC – Como as teles ganhariam com esse serviço?

JM – O meu foco como legislador é que a solução seja a que melhor atenda aos consumidores brasileiros.

 

JC – Por que estabelecer cotas de conteúdo nacional?

JM – Esta é uma prática comum no mundo desenvolvido como instrumento para preservação das culturas nacionais e regionais e para assegurar a geração de empregos nas atividades ligadas às artes e à difusão cultural. Os reguladores da União Européia, dentre eles o OFCOM, que é o orgão regulador do setor na Inglaterra, estabeleceram cotas para conteúdo nacional e para conteúdo produzido por produtores independentes como forma de estimular o pluralismo de opiniões e pontos de vista na sociedade destes países.  

 

JC – Isso se aplicaria tanto às teles quanto às concessionárias tradicionais de televisão?

JM – O meu projeto de lei objetiva, de forma clara, regular a prestação do serviço de comunicação eletrônica de massa que visa a oferta de serviços de conteúdo eletrônico de sons e imagens a um público que pagará um valor de assinatura mensal para ter acesso aos serviços. Trata-se, portanto, de conteúdo qualificado, que hoje no Brasil só alcançou a classe A e parte da classe B.

2 de outubro de 2007 às 21:12

Presidente da Câmara some da cidade para não dar posse ao novo prefeito [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O engenheiro Nildo Galdino foi diplomado prefeito de Lagoa de Velhos, hoje à tarde, na comarca de São Tomé.

Mas uma manobra de Dão, o prefeito cassado, pode atrasar a posse de Nildo.

O grupo de Dão levou para Natal o presidente da Câmara, vereador Neguinho de Jefferson, para que ele não receba o ofício da justiça determinando que a Câmara Muncipal dê posse ao novo prefeito em um prazo de 48 horas.

Mas, caso o presidente da Câmara não apareça, o Ministério Público e a Justiça tomarão as providências cabíveis para que a decisão judicial seja cumprida.

2 de outubro de 2007 às 20:18

Compromissos impedem Flávio Azevedo de receber homenagem da Gazeta Mercantil [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Por causa de compromissos com grupos empresariais que estão no Rio Grande do Norte, o presidente da Fiern, Flávio Azevedo, não irá a São Paulo para receber, nesta quarta-feira, homenagem da Gazeta Mercantil por ter sido um dos 5 mais votados do Estado, no Fórum de Líderes Empresariais da Gazeta.

A homenagem acontecerá às 19 horas, no Credicard Hall.

Do RN serão homenageados os empresários Marcelo Alecrim, Nevaldo Rocha, Bira Rocha e Thiago Gadelha.

Flávio, que está licenciado do cargo – Amaro Sales está no comando da Fiern – pediu a um empresário de São Paulo para lhe representar no evento.

2 de outubro de 2007 às 19:57

Ministério Público Federal entra com ação contra juíza e deputado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério Público Federal no RN, através dos procuradores da República que compõem o Núcleo de Combate à Corrupção, ingressou hoje com uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra a juíza de direito Amanda Grace Diógenes Freitas Costa Dias, o marido dela, o deputado estadual Álvaro Costa Dias e contra o ex-prefeito do Município de Jardim do Seridó, Patrício Joaquim de Medeiros Júnior.

De acordo com a ação, a juíza praticou atos que “violam gravemente os deveres de honestidade, imparcialidade, legalidade e lealdade que deveria manter perante a Justiça Eleitoral”.

Isso porque ela exerceu, segundo informou a assessoria de imprensa do MPF-RN, as funções de juíza eleitoral da 23ª Zona Eleitoral, em Jardim do Seridó, de setembro de 2002 a abril de 2004, sem praticar nenhum ato processual em dois processos penais eleitorais.

Além disso, apesar de em abril de 2004 ter deixado a Zona Eleitoral de Jardim do Seridó, a juíza permaneceu com a posse dos processos até 5 de dezembro de 2005, só devolvendo, via Correios, depois de solicitação pela chefe do cartório eleitoral do Município, por ordem da nova juíza eleitoral.

Os 2 processos penais eleitorais ocultados apuravam a possível prática de crimes eleitorais por Patrício Joaquim de Medeiros Júnior, que possui laços de parentescos e vínculos políticos com o esposo da magistrada, o deputado estadual Álvaro Dias. Além disso, quando candidato ao cargo de deputado estadual em 2002, Álvaro Dias recebeu apoio do então prefeito de Jardim, Patrício Júniorm do PDT.

Em decorrência da ação, os procuradores da República enviaram ao Conselho Nacional de Justiça, pedido para que seja editado ato, proibindo o exercício da função eleitoral por magistrado que seja parente até terceiro grau, cônjuge ou companheiro de quem exerça mandato eletivo ou de quem seja candidato.

A íntegra da petição inicial está no site

www.prrn.mpf.gov.br

Com informações da Assessoria de Comunicação da Procuradoria da República no RN

2 de outubro de 2007 às 19:17

Presidente do PV volta a dizer que partido quer eleger Micarla de Sousa prefeita de Natal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente do PV nacional, Luiz Penna, disse hoje ao repórter Cláudio David, do Jornal de Hoje, que o projeto do partido ainda é eleger a deputada Micarla de Sousa, a primeira prefeita de capital da legenda.

Micarla tem conversado com os deputados João Maia e Robinson Faria, que estão dispostos a avalizar a candidatura dela a prefeita de Natal, pelo PR e pelo PP, para onde deverá ir Robinson.

Micarla tem tentado saídas depois que sentiu que o presidente de honra do PV, Rivaldo Fernandes, teria começado a queimar o nome dela junto à executiva nacional.

“Rivaldo já tem cargo demais dentro do partido”, disse Penna ao repórter, ao ser indagado sobre a possibilidade de Rivaldo assumir, em definitivo, o comando do PV no Estado.

Mas as palavras de Luiz Penna não têm muita aceitação por aqui não.

Ele já havia dito isso uma vez, mas em vez de valorizar Micarla, retirou a deputada da executiva nacional do partido.

Dá pra acreditar?

2 de outubro de 2007 às 19:16

Partido Verde: tarde e atrasado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Micarla passou a semana em Brasília.

Tentou, mas não conseguiu falar com Luiz Penna.

Acho que o presidente nacional do PV chegou aos 48 do segundo tempo….

E sabe o que eu acho?

Micarla sai do PV.

E está mais para o PP do que para o PV.

É apenas uma aposta no escuro.

2 de outubro de 2007 às 19:16

Sessão do STF é programa para o feriado dos Mártires [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Mas, todas as decisões só serão tomadas depois que o STF julgar, amanhã, a fidelidade partidária.

A sessão do Supremo, transmitida ao vivo pela TV Justiça – canal 33 da Cabo TV – começa às 14h30.

Vários grupos estão sendo formados para fazer, da sessão do STF, um programão no feriado potiguar.

Todo mundo na frente da televisão.

E como o prazo para filiações termina na sexta-feira, 5, e o processo de desfiliação de um partido e filiação em outro exige um período de 48 horas…haja pressa entre o final da sessão e o final do prazo.

Outra aposta no escuro:

Duvido que sejam cassados os políticos que trocaram de partido.

2 de outubro de 2007 às 13:39

Garibaldi vai se licenciar do Senado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sabe aquela história que circulou de que a senadora Rosalba Ciarlini iria se licenciar do cargo?

Pois bem.

Não é ela.

É o senador Garibaldi Filho.

Assim que votar a CPMF, no Senado, Garibaldi pedirá se afastará.

E por dois motivos:

Primeiro, pegar os caminhos do interior para montar as chapas para 2008.

Segundo, dar oportunidade ao suplente João Faustino, para que ele sinta o gostinho de ser senador, já que futuramente, a chance vai ser beeem mais difícil.

O senador tem direito a passar 4 meses licenciado.

Mas ele ainda não definiu se usará todo o tempo.

2 de outubro de 2007 às 11:03

Colunista do Globo comandará verba de 350 milhões por ano [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Já está sendo assinada em definitivo pelo jornalista Ilimar Franco, a coluna “ Panorama Político” do Globo, comandada há 20 anos por Tereza Cruvinel..

Tereza deixou o Globo atendendo convite para presidir a TV Pública, do governo federal, onde ela administrará um orçamento de 350 milhões de reais por ano.

A jornalista, que ainda não tem data definida para a posse, foi convidada para o cargo pelo secretário de Comunicação, Franklin Martins, que foi colega dela no Sistema Globo de Comunicação.

Ex-funcionária também do Globo, Helena Chagas assumirá a direção de jornalismo da televisão.

2 de outubro de 2007 às 1:03

Intimidade familiar prova que saída de Justina do PSB é estratégia do prefeito [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E matutando aqui sobre a saída repentina da professora Justina Iva dos quadros do PSB…para se filiar ao PC do B…

Lembrei que Justina é o nome mais próximo, entre os auxiliares do prefeito Carlos Eduardo, do prefeito de Parnamirim, Agnelo Alves e de sua esposa, Celina Alves, pais de Carlos.

Uma das “meninas superpoderosas” de Carlos.

Justina, pela intimidade que goza com a família do prefeito, não sairia do PSB acusando o chefe de não chamá-la para nada do partido.

A desculpa bem que poderia ter sido menos esfarrapada.

2 de outubro de 2007 às 1:03

Nome de Justina começa a ser trabalhado para prefeita ou vice [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O que está acontecendo é um ensaio do prefeito.

Carlos Eduardo ensaia lançar Justina como um nome para vice – assim como faz com Raniere Barbosa.

Mais uma opção, já que um vice indicado por Carlos para compor chapa com um candidato do PSB , (caso de Rogério Marinho), não poderá sair dos quadros do PSB.

Ou ainda!

Carlos poderia estar ensaiando o lançamento da candidatura de Justina à prefeita de Natal.

Assunto que já chegou a ser comentado nas colunas.

2 de outubro de 2007 às 1:02

Chapa de pré-candidatos a vereador em Natal já está completa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O PSB já tem os 32 nomes inscritos a que o partido tem direito, para disputar um cargo de vereador pelo partido em 2008.

Mas isso, caso não se coligue a nenhuma outra legenda.

Caso haja coligação, o número passará para 42.

2 de outubro de 2007 às 0:45

Apesar do PT ter 3 candidatos, Mineiro nega racha no partido [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Entrevistado no Bom Dia RN, da InterTV Cabugi, nesta segunda, o deputado Fernando Mineiro jurou que não existe história de racha dentro do seu PT.

Querendo enganar a si próprio, com certeza.

Pois vamos lá:

Depois de sacramentada a candidatura da deputada Fátima Bezerra à prefeita de Natal…

Eis que Mineiro também se lança.

E agora vem o vereador Júnior Rodoviário (PT) dizendo que o partido terá ainda outro candidato….

Que por enquanto ele prefere não dizer quem é…

Mas deve ser ele mesmo.

Eu, hein?

Três candidatos…

E não existe racha….

2 de outubro de 2007 às 0:39

Assessor investigado bem que poderia ter poupado o chefe vereador [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Bem que Klaus Charlier, assessor do vereador Emilson Medeiros, e um dos citados no processo que apura a Operação Impacto, poderia ter poupado o chefe.

Mesmo sendo investigado, Charlier se valeu do apelido – Xaxá – para se candidatar a conselheiro titular.

Foi o quarto mais votado, tendo vaga garantida para assumir o cargo com salário de quase 1.500 reais.

Xaxá obteve 552 votos.

E Emilson Medeiros uma infinidade de chateações.

Há quem garanta que Xaxá não tomará posse.

Não poderia ter evitado?