Thaisa Galvão

28 de outubro de 2007 às 14:00

Prefeito de Apodi se livra do TSE mas será investigado pelo TCE [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Apodi, José Pinheiro, se livrou de perder o mandato.

Mais ou menos…

Ele está livre da punição pela troca de partido, já que deixou o PMDB para se filiar ao PR.

Mas a mudança foi antes de 16 de outubro, data limite do TSE para punir cargos majoritários que trocaram de legenda.

Mas Pinheiro vai passar por outra prova de fogo.

Sua administração será investigada pelo Tribunal de Contas do Estado, por supostas irregularidades na aplicação de recursos do Fundef.

A procuradora Luciana Ribeiro Campos, representante do Ministério Público no TCE, entendeu como ilegal o fato de Pinheiro ter contratado o serviço escolar sem obedecer ao Estatuto de Licitações e Contratos Administrativos.
As contas em análise são referentes aos balancetes de 2001, na primeira gestão do atual prefeito.

Bem que a investigação poderia ter sido feita há mais tempo…

E garanto que se o TCE decidir querer ser mais ágil, vai encontrar a mesma confusão num bocado de cidade do Rio Grande do Norte.Digite aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*