Thaisa Galvão

27 de janeiro de 2012 às 7:03

Dilma antecipa demissão de Elias e PMDB ameaça convocar Pimentel para depor PMDB acena com [1] Comentários | Deixe seu comentário.

De Renata Lo Prete, na Folha de S. Paulo desta sexta:

Efeito bumerangue
Desafiada pelo líder do PMDB na Câmara, Henrique Alves (RN), Dilma Roussef não só antecipou a demissão de seu apadrinhado Elias Fernandes (ex-Dnocs) como sinalizou que a crise com o principal partido da base aliada pode se alastrar para o Senado.
Ontem, o ministro Edison Lobão (Minas e Energia) teve de entrar em campo para acalmar peemedebistas, informados de que o próximo da lista de degola seria Sérgio Machado (Transpetro), da cota de Renan Calheiros (AL).
Em conversas reservadas no Planalto, a presidente expressou indignação com a incontinência verbal de Alves, um dos capitães do time do vice, Michel Temer.

 

SEGUE O JOGO
Henrique Alves brigou por uma saída honrosa para o aliado. Temia que sua candidatura à presidência da Câmara em 2013 fosse abalada com a suspeita de desvios na autarquia. Ainda assim, o líder deve indicar o substituto de Fernandes.
CORAÇÃO
Em resposta ao desfecho do escândalo no Dnocs, ala do PMDB defende a convocação de Fernando Pimentel (Desenvolvimento), um dos ministros
mais próximos de Dilma, para explicar, na volta do recesso, suas polêmicas consultorias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*