Holiday

Thaisa Galvão

3 de dezembro de 2012 às 20:39

Paulo Davim critica governos por não oferecerem apoio psicológico às famílias que perderam os filhos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Vice-presidente da CPI do Tráfico de Pessoas, do Senado, que promoveu audiência pública hoje na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o senador Paulo Davim (PV) criticou o posicionamento do governo em relação às famílias das 5 crianças desaparecidas no bairro Planalto, na capital potiguar, há 14 anos.

Para Davim, o governo não garantiu suporte psicológico às famílias que tiveram seus filhos tomados pelo tráfico de pessoas.

Governos de 14 anos, por onde passaram a atual governadora Rosalba Ciarlini, os ex-governadores Iberê Ferreira e Wilma de Faria…e o ex-governador e atual ministro, Garibaldi Filho…senador da cadeira ocupada por Davim.

Foi através de Paulo Davim que o assunto voltou à tona.

Hoje, na audiência, ficou acertado que o delegado Bem-Hur Medeiros, titular da Delegacia de Capturas (Decap), passará a investigar o caso…

Certamente que não será fácil, 14 anos depois.

As crianças desapareceram entre novembro de 1998 e dezembro de 2001, durante o governo Garibaldi.

Mas a Polícia Civil do RN só retomará o caso se a Polícia Federal não entrar, como solicitado em maio passado, na primeira audiência realizada em Natal.

Presidente da CPI, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM)  também participou da audiência na Assembleia Legislativa.

Senadores Vanessa e Davim, presidente e vice da CPI (Fotos: Márlio Forte)

Famílias apresentaram fotos das crianças desaparecidas

3 de dezembro de 2012 às 20:09

Anunciada a gravidez mais badalada do mundo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Vem aí os 9 meses mais badalados do mundo…

Catherine Middleton, a duquesa de Cambridge, mulher do príncipe britânico William, está grávida.

Certamente, a barriga de Kate será a mais fotografada do mundo nos próximos meses.

O bebê será primogênito de William, que é o segundo na linha sucessória do trono, atrás de seu pai, o Príncipe Charles, e tem grandes chances de um dia ser rei…ou rainha.

No mundo da moda…atenção para os lançamentos.

De mamadeiras, sapatinhos, bolsas, carrinhos, vestidinhos…

Quando se casou com William, uma bolsa de Kate virou objeto de desejo de fashionistas do Brasil…e do mundo: a Cambridge Sachel, feita a mão e sob encomenda no Reino Unido.

Pelo simples fato dela…usar a bolsa.

 

 

3 de dezembro de 2012 às 20:02

Prefeito eleito de Tangará também foi colocado na campanha minutos antes de encerrar prazo [6] Comentários | Deixe seu comentário.

A substituição do ex-prefeito de Canguaretama, Jurandir Marinho, pela esposa, Fátima Marinho, eleita prefeita no dia 7 de outubro, está sendo questionada pela Procuradoria Regional Eleitoral.

Mas o caso de Canguaretama não é único.

Em Tangará, a situação é bem igualzinha.

Com a candidatura sub júdice, o ex-prefeito Gija passou o comando da campanha para o filho.

Também poucos minutos antes de encerrado o prazo de registro de candidaturas.

O filho foi eleito.

Assim como a mulher de Jurandir.

*

Em outros municípios do Rio Grande do Norte, também foram feitas substituições urgentes…e em cima da hora.

Mas a maioria perdeu a eleição.

Questionar o quê?

 

 

3 de dezembro de 2012 às 19:57

Procuradoria Eleitoral questiona candidatura da prefeita eleita de Canguaretama [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Da assessoria da Procuradoria Eleitoral à imprensa do RN:

 

 

Canguaretama: parecer da PRE considera ilícita substituição de candidato na véspera da eleição

Jurandir Marinho (PSD) renunciou à candidatura a prefeito de Canguaretama, sendo substituído pela ex-esposa, poucas horas antes do início da votação.


 

O parecer da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), entregue à Justiça Eleitoral nesta segunda-feira (3), aponta irregularidade na substituição de um dos candidatos a prefeito de Canguaretama, ocorrida na véspera do dia da votação. Jurandir Freire Marinho (PSD) teve seu registro de candidatura indeferido em 1ª e 2ª instâncias, devido à rejeição de sua prestação de contas, tendo a última decisão sido proferida em 28 de agosto. Porém, a renúncia à candidatura somente ocorreu às 18h43 do dia 6 de outubro, véspera das Eleições 2012.

O respectivo pedido de substituição em favor de sua ex-esposa, Maria de Fátima Borges Marinho (PSD), foi apresentado às 18h46 do dia 6 de outubro, ou seja, renúncia e substituição ocorreram faltando aproximadamente quinze minutos para o término do expediente na Justiça Eleitoral, na noite anterior ao dia da votação.

O procurador Regional Eleitoral Paulo Sérgio Rocha ressaltou em seu parecer que uma situação desse tipo impede o eleitorado de saber que a pessoa cuja identificação apareceu na urna eletrônica não é mais candidata e o voto nela foi destinado a terceiro, o que viola o direito à informação garantido ao eleitor.

Além disso, para o procurador, o direito do eleitor à informação no processo eleitoral é composto tanto pelo direito ao acesso às informações básicas sobre quem é o verdadeiro candidato, quanto pelo direito às informações oriundas de suas ideias e propostas. Quando uma substituição é promovida de última hora, o novo candidato não divulga suas ideias ao eleitorado nem se expõe às críticas dos adversários.

O parecer da PRE destaca que os princípios da representatividade; da soberania do voto livre e consciente; da moralidade; da publicidade e da igualdade impedem substituições de candidatos feitas de modo abusivo e fraudulento. “A Justiça Eleitoral não pode nem deve compactuar com práticas que maculam o processo eleitoral e retiram a credibilidade da sociedade relativamente às instituições e ao próprio Poder Judiciário”, destaca.

O Recurso Eleitoral nº 474-54.2012.6.20.0011 será julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte e é de relatoria do juiz Jailsom Leandro.

3 de dezembro de 2012 às 19:47

Ministro Garibaldi Filho representa a presidente Dilma amanhã em Macaíba [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro Garibaldi Filho vai representar a presidente Dilma Rousseff, amanhã de manhã em Macaíba.

Às 11 horas, horário de Brasília, 10 horas no Rio Grande do Norte, Dilma estará no Palácio do Planalto fazendo a entrega de 1 milhão de casas construídas pelo governo federal através do projeto ‘Minha Casa, Minha Vida’.

O evento será transmitido ao vivo e representantes do governo irão interagir em 5 localidades brasileiras: Macaíba (RN), São Leopoldo (RS), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF) e a comunidade quilombola de Angico, na zona rural de Bom Conselho (PE),.

A festa no Palácio do Planalto será transmitida ao vivo pela EBC (Empresa Brasil de Comunicação), via satélite, e em Brasília Dilma e seus convidados acompanharão em tempo real, através de videoconferência.

Em Macaíba, além do ministro Garibaldi estão confrmadas as presenças da governadora Rosalba Ciarlini, e da prefeita local, Marília Dias.

O ministro, representando Dilma, vai inaugurar o Residencial Minha Santa, com 500 apartamentos, no Bairro Bela Vista.

 

3 de dezembro de 2012 às 18:27

Fiern adia para 10 de dezembro fim do prazo de inscrições para Prêmio de Jornalismo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Federação das Indústrias do RN adiou o fim do prazo para inscrições do Prêmio Fiern de Jornalismo.

Por causa de novos jornalistas interessados em participar, ainda estarem recebendo o registro da DRT, documento exigido no edital do concurso, a Federação optou pelo adiamento.

Com isso as inscrições vão até o dia 10 de dezembro.

Sem novos adiamentos.

Prazo final.

 

3 de dezembro de 2012 às 15:41

Coluna do meio [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na eleição para conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, na vaga destinada à indicação pela Assembleia Legislativa, um detalhe pode ser a surpresa não esperada…

Na apuração, poderá aparecer votos em branco.

Huummm…

3 de dezembro de 2012 às 15:36

Mutirão da Urbana retira mais de mil toneladas de lixo só da zona Leste de Natal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Prefeitura de Natal divulga balanço a operação limpeza no final de semana.

O Projeto Limpa Natal, mutirão da Urbana em parceria com Exército, Marinha, Aeronáutica, CBTU, DER, Sinduscon e Fecomércio, retirou só no sábado e domingo, mais de mil toneladas de lixo da zona Oeste da capital.

 

Os 150 garis atuaram nos bairros de Mãe Luíza, Cidade Alta, Rocas, Ribeira, Santos Reis, Praia do Meio, Petrópolis, Tirol, Alecrim, Lagoa Seca, Quintas e Bairro Nordeste.

O prefeito Paulinho Freire e o presidente da Urbana, João Bastos, mais o promotor de Defesa do Meio Ambiente, João Batista Machado e o interventor da Urbana, Lúcio Henrique Pereira Torres, acompanharam a operação.

Domo da empresa Líder, Alexandre Maia foi convocado pelo promotor do Meio Ambiente para acompanhar a operação em razão das muitas reclamações de moradores das áreas visitadas sobre a falta de coleta regular. 

“Este e diversos outros pontos da cidade já estavam se transformando em áreas de grande lixão. Nossa atuação, em conjunto com as entidades parceiras, deixará a cidade limpa até o final do ano”, disse o prefeito Paulinho Freire, numa rua próxima ao viaduto do Baldo.

A operação continua: nos 15 e 16 a limpeza será na zona Norte.

Nos dias 22 e 23, nos bairros da zona Oeste.

E nos dias 30 e 31, na zona Sul.

Prefeito Paulinho acompanhando o mutirão (Fotos: Alberto Leandro)

Sujeira sendo retirada

 

3 de dezembro de 2012 às 15:27

Em noite de autógrafos, João Faustino vendeu 568 exemplares de Eu Perdoo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-deputado e ex-senador João Faustino está satisfeito com o resultado do livro “Eu Perdoo”, lançado em Natal na quinta-feira passada.

Só na noite de autógrafos foram vendidos 568 exemplares.

O livro agora passa a ser vendido nas livrarias Saraiva e Potilivros, e na Banca Cidade do Sol, na Afonso Pena.

O livro é um relato de João Faustino, que teve o nome envolvido e foi preso em uma operação (Sinal Fechado).

3 de dezembro de 2012 às 15:26

Micarla diz que se sente um ‘arquivo vivo’ e que passou a ser perseguida depois de dizer ‘não’ a figurões que queriam se beneficiar de sua gestão [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A Folha de S. Paulo de hoje publica entrevista da prefeita afastada de Natal, Micarla de Sousa.

A entrevista foi concedida no sábado à jornalista Renata Moura.

Eis a íntegra da entrevista:

 

Prefeita afastada afirma ter sido condenada por ‘indícios’

RENATA MOURA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, EM NATAL

 

 

Afastada da Prefeitura de Natal há um mês sob suspeita de desviar dinheiro público, Micarla de Sousa diz ser um “arquivo vivo” e que foi “condenada moralmente” apenas por “indícios”.

Em entrevista à Folha, a jornalista de 42 anos, cuja gestão era reprovada por 92% da população, afirma que seu “martírio” começou após “dizer não” a “poderosos e influentes” do Estado.

Segundo a Promotoria, havia uma “rede de corrupção” na prefeitura, alimentada por verbas da saúde e da educação. Os recursos teriam bancado supermercado, joias e até funcionários pessoais da prefeita afastada.

Com base em documentos e em dados telefônicos e fiscais, o Ministério Público afirma ainda que servidores do primeiro escalão da prefeitura agiam como tesoureiros pessoais de Micarla e do ex-marido.

Dona da afiliada local do SBT, Micarla diz que já vinha de família rica, e que se endividou por ajudar “pessoas necessitadas”. Afirma que a crise de gestão em Natal, que enfrenta caos em diversas áreas, é resultado do baixo crescimento do país. Leia a entrevista concedida no último sábado (1º), mesmo dia em que o PV a retirou da presidência estadual do partido:

 

 

FOLHA – Como está a rotina desde o afastamento?

MICARLA DE SOUSA – É a primeira vez que sou mãe “full time”. É um aprendizado. No começo foi difícil. Porque antes eu acordava às 6h30, tomava café com os meus filhos e ia para a prefeitura. Sempre cheguei tarde, não almoçava em casa. Quando aconteceu isso [afastamento], eu me perguntava: o que eu vou fazer hoje?

*

 

O que foi mais difícil nesse período?

Trabalho desde os 16 anos. Estou com 42. Sempre trabalhei fora, como jornalista, executiva, empresária, como política e empresária –porque quando fui deputada continuei cuidando das empresas da minha família– e depois como política em tempo integral. Mas o mais difícil para mim, o maior aprendizado, não foi a rotina. Foi ver quantas máscaras caíram nesse período e como o poder faz amigos e a falta dele afasta as pessoas. Posso confirmar aquela frase que diz que o poder embriaga porque 90% ou mais das pessoas que me rodeavam desapareceram da noite para o dia.

*

 

A sra. recorreu para tentar voltar à prefeitura. Se tivesse obtido decisão favorável, como teria sido esse retorno?

Tenho pensado muito sobre isso. Porque sou a primeira gestora na história do país cassada por liminar judicial. Não fui julgada, não fui denunciada. Não existe nada. Existem, apenas, como é colocado pelo Ministério Público, indícios de que haja alguma coisa. E por indícios eu fui julgada, condenada moralmente e afastada do meu cargo. Isso tem sido doloroso porque fui eleita por 193 mil votos, por 50,8% da população. Fui julgada sem direito à defesa. Nem o pior dos bandidos passou pelo que passei.

*

 

Como avalia as acusações?

É muito fácil acusar as pessoas. Queria só lembrar que vim de família que já tinha estrutura financeira que me permitia desde jovem ter acesso a algumas coisas. Agora chegar e dizer que Micarla teve gasto mensal de R$ 140 mil. Onde? [Francisco] Assis, que era secretário-adjunto financeiro da Saúde, trabalhava comigo antes de meu pai falecer. Meu pai faleceu há 14 anos. Ele [Assis] sempre cuidou da minha vida financeira. Encontraram na casa dele uma planilha mostrando quanto eu devia e não quanto eu gastava. Será que o fato de alguém dever, de ter cheque especial estourado, de estar sem cartão de crédito há dois anos, dá a alguém o direito de pensar que é uma pessoa má, que não tem caráter?

*

 

Como chegou a essa situação de endividamento?

Por não conseguir dar “não” a pessoas necessitadas. Quantas vezes peguei meu salário, meu cartão de crédito, para ajudar alguém que chegava e dizia: preciso fazer tratamento em São Paulo e preciso de passagem e hospedagem? Quantas vezes reconstruí casas que estavam para cair na cabeça das pessoas. As pessoas podem achar piegas ou duvidar. Mas isso provocou um descontrole financeiro meu. Chegaram ao ponto de dizer que a prefeita usava o dinheiro [público] para pagar a escola dos filhos. A escola está no Imposto de Renda do meu ex-marido. O que querem provar de mim? Até agora o que conseguiram provar é que tenho muito débito.

*

 

O Ministério Público aponta indícios de que a sra. e seu ex-marido tenham recebido propina em contratos na área de educação

Encontrou-se um papel em que estava escrito “M” e “W” [segundo a Promotoria, as iniciais de Micarla e Weber, o ex-marido]. “M” com certeza não é Micarla. Posso provar e afirmar. Querem me transformar em uma bandida e eu não sou.

 

*

A sra. usou verba pública para fins pessoais?

Nunca. Durmo com minha consciência tranquila. Pedi ajuda à minha mãe com minhas contas. Isso é crime?

*

 

A Promotoria aponta que seus auxiliares se desdobravam para pagar suas contas pessoais. A sra. avalia isso como normal, considerando que ambos ocupavam cargos públicos?

Talvez tenha errado nesse ponto. Deixei a mesma pessoa [Assis] por questão de confiança. Porque ele fazia isso pra mim há mais de dez anos. Mas não acho que tenha algo de obscuro nisso. Ele trabalhava com a minha família há muito tempo. Ele fazia o trabalho dele na Saúde. Desdobrava-se às vezes, sim, mas nunca teve dinheiro público envolvido nisso.

*

 

Todos esses indícios são então inverdades, em sua visão?

Todos esses indícios me levam a crer que sou muito temida pelos poderosos. Tenho a sensação de que sei demais, de que sou um arquivo vivo de muitas coisas. O que aconteceu comigo foi uma grande história, uma grande estrutura montada, e não foi da noite para o dia. Acho que havia mais ou menos uma crônica da morte anunciada a partir do momento que comecei a dar “não” a algumas figuras.

*

 

Quais figuras?

A partir do momento que comecei a dar “não” às pessoas mais fortes e influentes do Estado minha vida começou a se transformar em um martírio, um calvário. Enquanto alguns sentiam que me tutelavam minha vida era tranquila. Quando viram que eu era um cavalo selvagem, que não tinha como colocar cabresto, a minha vida começou a tomar outro rumo.

*

 

Inimigos políticos deram munição ao Ministério Público?

Não posso dizer quem fez ou deixou de fazer isso. Foi uma somatória de questões como interesses quebrados e falta de apoios. Minha vida política foi meteórica. Em quatro anos participei de três campanhas e venci as três. Fui vice-prefeita em 2004, fui a deputada mais votada em Natal em 2006 e em 2008 fui eleita prefeita no primeiro turno contra todas as estruturas de poder da época. Fiz uma parceria com o povo.

*

 

Quais foram os frutos dessa parceria?

Entreguei 53 escolas de educação infantil em três anos. Investi muito em saúde. Entreguei três Ames [ambulatórios médicos de especialidades], uma UPA [unidade de pronto atendimento], o Hospital da Criança Sandra Celeste, reinaugurei o Hospital dos Pescadores, o Hospital da Mulher. Entreguei três maternidades. Passei de 2.000 crianças na pré-escola para 16 mil crianças. Três mil e duzentas famílias que moravam em favelas agora têm casa.

*

 

Atualmente vemos algumas dessas áreas com problemas. A educação ameaça suspender o ano letivo, há problemas de limpeza pública, ruas esburacadas. Você se sente responsável por essa situação?

Não. Natal não é uma ilha. Está no contexto do Brasil, que quando assumi tinha taxas de crescimento superiores a 8% e que vai crescer 1,9% neste ano. Um país em que para os metalúrgicos da região do ABC paulista, uma das maiores praças eleitorais do PT, não serem demitidos, retirou-se o IPI dos carros. O IPI e o Imposto de Renda são formadores do Fundo de Participação dos Municípios. Todos os municípios enfrentam empobrecimento. Outro ponto agravante é que tivemos nesse último ano bairros com inadimplência de 86% em relação ao IPTU. Alcançamos na média geral 50% de IPTU não pago. Não existe mágica. É igual na nossa casa. Se você tem despesa “X” e começa a ganhar menos, você tem que cortar. E chega uma hora que não tem mais de onde cortar.

*

 

O descontrole financeiro pessoal da sra. não se refletiu na prefeitura?

De forma alguma. Que atire a primeira pedra o município brasileiro que diga que não tem problemas. Em Fortaleza, em Recife, as pessoas reclamam de lixo e buraco. Há exemplos positivos, claro. O Rio de Janeiro, por exemplo, onde [o prefeito] Eduardo Paes [PMDB] tem apoio incondicional do governo federal e do Estado. Em Natal falta apoio do Estado. No âmbito do governo federal, quando Dilma assumiu consegui conquistar muitos projetos. Sempre tive apoio dela. Infelizmente nada chegou em tempo por causa de burocracia.

*

 

O que explica o índice de rejeição de 92% de sua gestão?

A falta de apoio político fez com que eu fosse um alvo fixo. E o fato de eu não abrir exceções fez com que todos quisessem que eu não estivesse mais ali. Eles precisam de alguém que seja manipulado, algo a que não me propus.

*

 

Acredita que pode voltar ao cargo antes do dia primeiro [de janeiro de 2013]?

O mínimo que deveria acontecer seria me darem o direito de voltar e fazer a minha defesa. Se sou colocada como bandida, como sustento depois os meus filhos? Vai ter sempre alguém me olhando e desconfiando se a história é verdade. Isso afeta não só a mim, mas aos meus filhos, minha família. Como cristã, fico pensando quando Jesus estava ao lado de Barrabás e Pilatos perguntou se ele queria se defender. Até ali, do lado do pior bandido, Jesus teve direito de defesa. Eu não tive isso. Temo que isso abra precedente para que outros gestores sejam julgados moralmente, condenados, tenham suas vidas completamente dizimadas antes de um processo judicial ser completamente concluído. Isso abre um precedente perigoso para a democracia do país.

*

 

Qual é a Natal que você entrega a Carlos Eduardo [Alves, PDT]?

Uma Natal que por um lado tem possibilidades imensas. Consegui conquistar R$ 338 milhões de recursos para a Copa. Tem um túnel, com mais R$ 140 milhões, que vai acabar com todos os problemas de alagamentos em Natal. Entrego uma cidade com R$ 10 milhões para asfaltamento. Entrego uma cidade com possibilidades mil por conta da Copa, mas também uma cidade que tem problemas sérios que são vivenciados pelos gestores brasileiros, de redução de arrecadação e isso faz diferença grande. Deixei uma Natal com certeza melhor do que quando assumi. E ele [novo prefeito] vai ter a sorte que não tive: a questão dos apoios. Eu desejo a ele muita sorte.

*

 

Quais são seus planos para 2013?

Eu saí da política. Volto a cuidar do que é meu, minha casa, minha vida como jornalista, minhas empresas. Quero ficar com os meus filhos. Quero escrever um livro, fazer uma trilogia sobre o início da cruz até os dias futuros.

*

 

Vai continuar filiada ao PV?

Não. Acho que a Justiça, o Ministério Público, até parte da população que não me conhece podia me tratar de forma distante, desconfiar de mim ou colocar qualquer tipo de questionamento. Mas o meu partido e meus companheiros não tinham esse direito. Durante oito anos fui presidente do partido. E agora, no dia que acontece o afastamento, me trataram da mesma forma do que os desconhecidos e a Justiça. Ninguém da direção nacional chegou para me prestar solidariedade, perguntar o que estava acontecendo. Simplesmente decidiram me afastar da presidência do partido. Não fui convidada nem sequer para o ato do novo presidente. O PV me tratou com ingratidão. Minha história com o PV sempre foi de amor. Agora esse amor acabou. Essa dor do PV foi infinitamente maior do que a dor da injustiça da Justiça. Vou me desfiliar nos próximos dias e fechar esse ciclo.

3 de dezembro de 2012 às 13:17

Camisas do Burro Elétrico serão entregues a partir de amanhã [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Abrindo o Carnatal 2012, o bloco Burro Elétrico, que tradicionalmente reúne jornalistas, publicitário, políticos e agregados, sairá na próxima quinta-feira puxado por Capilé & Banda no trio, pelo Dj Berto no carro de apoio, e por uma bandinha de frevo no fim da fila…

O Burro é o único bloco em que o abadá dá direito a cerveja, água, refrigerante e petiscos…

Os kits estão sendo vendidos na Atlântico Operadora de Turismo – telefone (84) 3642-3335.

As camisas serão entregues a partir das 15 horas de amanhã, até às 17 horas da quinta, em um stand da Construtora Ramalho Moreira, em frente ao colégio Atheneu, em Petrópolis.

3 de dezembro de 2012 às 12:34

Câmara Municipal: Escolha de Parlamentar do Ano e da Legislatura será amanhã [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Será amanhã à tarde que os jornalistas que cobrem os trabalhos da Câmara Municipal de Natal, escolherão o Parlamentar do Ano.

O Comitê de Imprensa da Câmara também vai eleger o Parlamentar da Legislatura 2009-2013.

A votação será das 14 às 16h30.

Na eleição para escolha de Parlamentar do Ano, no ano passado, ficaram empatados os vereadores Edivan Martins e Raniere Barbosa.

 

 

3 de dezembro de 2012 às 8:30

Samanaú é escolhida em NY a segunda melhor cachaça do mundo [2] Comentários | Deixe seu comentário.

O empresário caicoense e ex-deputado Vidalvo Costa – Dadá Costa – está hoje em Nova Iorque para receber medalha de prata para sua cachaça, a Samanaú.

A cachaça produzida em Caicó foi apontada como segundo melhor destilado do mundo.

A indicação foi em Nova Iorque, há duas semanas, durante o New York International Spirits Competition, competição que avalia os melhores destilados do mundo.

A Samanaú obteve 89% de aceitação entre os 20 integrantes do corpo de jurados, que escolheram entre 400 marcas de licores, conhaques, whisks e cachaças.

 

Detalhe da premiação: a Samanaú foi medalha de prata numa categoria que não teve ouro.

Nenhuma cachaça  ganhou medalha de Ouro.

3 de dezembro de 2012 às 8:10

Pedetista histórico diz que Carlos Eduardo fará uma gestão exemplar [0] Comentários | Deixe seu comentário.

No Senadinho do Natal Shopping, o nome do pedetista histórico, Afrânio Amorim, é tido como certo para ocupar um cargo na gestão do prefeito eleito Carlos Eduardo (PDT).

Ao Blog, Afrânio disse que se for confirmado, ele tem muito a oferecer à gestão.

“Com minha experiência tenho muito a colaborar, e tenho certeza que vamos fazer uma gestão exemplo para todo o Brasil”, disse Afrânio, afirmando ser essa uma marca do PDT.

 

 

3 de dezembro de 2012 às 7:46

Terminam amanhã inscrições para Prêmio de Jornalismo do Ministério Público [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Terminam nesta terça-feira as inscrições para a segunda edição do Prêmio de Jornalismo do Ministério Público.

Os vencedores nas categorias rádio, televisão, jornal e web receberão 3 mil reais em dinheiro.

Poderão concorrer reportagens veiculadas de primeiro de dezembro de 2011 a primeiro de dezembro de 2012, em jornais, revistas e portais, e exibidas em emissoras de rádio e televisão do Rio Grande do Norte.

Um jornalista pode concorrer com mais de um trabalho, em categorias distintas.

A ficha de inscrição e o regulamento do concurso estão disponíveis no portal do Ministério Público: www.mp.rn.gov.br

 

 

3 de dezembro de 2012 às 6:57

Destaque na corrida noturna do Sesi ‘pedalou’ 10 km com as mãos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na IV Corrida Noturna do Sesi, no sábado, em Natal, destaque para o cadeirante Pablo Gustavo Ferreira, de 27 anos.

Que participou com sua handbike.

Bicicleta que ele ‘pedala’ com as mãos.

Força de vontade, perseverança e muitos aplausos.

Foram 10 quilômetros na bicicleta adaptada.

Bicicleta adaptada

Foram 10km 'pedalando' com as mãos

 

3 de dezembro de 2012 às 6:55

Presidente da Fiern participou da Corrida Noturna do Sesi [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Cerca de 3 mil inscritos participaram da IV Corrida Noturna do SESI, no sábado, em Natal, com provas de 5 e 10 quilômetros.

Entre os corredores, natalenses e moradores de outras cidades do Rio Grande do Norte e de outros estados.

 

“O Sesi tem esse papel social de envolver as pessoas. Então nada melhor do que um evento como esse para fazer a integração de empresários, industriários e trabalhadores do Sistema Fiern”, disse o presidente da Fiern, Amaro Sales, que pela segunda vez participa da corrida, que este ano teve como tema as festas natalinas.

Amaro Sales antes da largada

Corrida natalina

3 de dezembro de 2012 às 2:32

Fiern promove evento com presença do superintendente da Sudene [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Com presença do superintendente da Sudene, Luiz Gonzaga Paes Landim, e do secretário do Meio Ambiente da Bahia, Eugênio Spengler, o presidente da Fiern, Amaro Sales, abre hoje, às 9 horas na Casa da Indústria, a 7ª Reunião Regional do Coema (Conselho de Meio Ambiente da CNI).

Em discussão, perspectivas econômicas do Nordeste e a segurança jurídica e a governança no licenciamento ambiental.

Os desafios da legislação ambiental para industrialização do Nordeste também serão discutidos.

Participam do evento o secretário executivo do Coema, Shelley de Souza Carneiro; o secretário estadual do Meio Ambiente, Gilberto Jales; e o presidente da Comissão de Energia e Meio Ambiente da Fiern, Flávio Azevedo, que também faz parte do Conselho Nacional.

Do Coema, ainda, o vice-presidente da Fiern, Pedro Terceiro, e o diretor-tesoureiro, Roberto Serquiz.

3 de dezembro de 2012 às 2:02

Micareta em Parnamirim: Governadora participa da formatura de turma do Proerd [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em Parnamirim, a formatura de uma turma do Proerd, neste domingo, foi em ritmo de Carnatal.

A Micareta do Proerd – Programa de Erradicação das Drogas – contou com a presença da coordenadora do programa, Coronel Margarida Brandão, e da governadora Rosalba Ciarlini e .

Que se mostrou bem na foto em Parnamirim, ao desfilar no trio elétrico pela cidade.

“Hoje vamos cantar, dançar, gastar nossas energias com coisas boas, dizendo sim à vida e não às drogas”, disse Rosalba.

A Micareta do Proerd foi puxada pela Banda Geração Proerd e pela cantora Kelly Wanger.

Rosalba na Micareta do Proerd (Fotos: Demis Roussos)

Governadora no trio elétrico

 

3 de dezembro de 2012 às 1:38

CPI do Tráfico de Pessoas volta a Natal hoje para ouvir familiares de crianças desaparecidas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em mais um capítulo da CPI do Tráfico Nacional e Internacional de Pessoas, familiares das cinco crianças desaparecidas no bairro Planalto, em Natal, serão interrogadas nesta segunda-feira.

Moisés Alves da Silva, Joseane Pereira dos Santos, Yuri Ribeiro Cardoso, Gilson Enedino da Silva e Marília da Silva Gomes, filhos pequenos de famílias carentes, desapareceram entre os anos de 1998 e 2001.

 

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), do Senado, volta a Natal e promove audiência pública na Assembleia Legislativa, começando daqui a pouco, às 8 horas.

O senador Paulo Davim é vice-presidente da CPI.

Esta é a segunda audiência da CPI em Natal este ano.

 

Foram convidados a participar da audiência, o secretário de Segurança, Aldair da Rocha, o delegado Márcio Delgado e o Procurador-Geral de Justiça Manoel Onofre Neto.