Thaisa Galvão

13 de janeiro de 2013 às 8:02

Festival Gastronômico de Maracajaú chega à quinta edição [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Leila e o marido oftalmologista Marísio Almeida no comando do Festival há 5 anos (Foto: Canindé Soares)

E o primeiro lugar vai….para a área jurídica.

No quinto Festival Gastronômico de Maracajaú, promovido pela procuradora do Estado, Leila Cunha Lima, a área jurídica ganhou lugar de destaque.

E o Blog participou do evento, com essa blogueira integrando a comissão julgadora ao lado da anfitriã Leila, do jornalista da revista Deguste, Washington Rodrigues, da procuradora da Fazenda, Elke Cunha, do chef Marcelo Dieb e da editora de cultura do JH, jornalista Dani Pacheco.

Em primeiro lugar na categoria “Entradas”, quem levou a melhor foi o consultor geral do Estado, José Marcelo, que concorreu com um prato que intitulou de ‘Jóia Rara’. Uma taça de lagosta com abobrinha, gazpacho (creme de tomate frio) e chantili de manjericão.

Em segundo lugar ficou o ex-vereador Emilson Medeiros, com o ‘Camarão na Moranga’.

Uma mini-moranga americana recheada  com camarão ao queijo gruyere, com pedaços de queijo Grana Padano, também ralado no final e presunto de parma crocante.

A terceira colocada foi a jornalista Janaína Amaral que fez o ‘Canudo Metido a Besta’. Uma massa italiana (Cav Giuseppe Cocco) recheada com camarão ao parmesão e creme de leite fresco, com vieiras refogadas.

Os vencedores foram agraciados com uma tela do artista Flávio Freitas, aniversariante do dia, e que esteve presente ao Festival.

Clique na imagem abaixo para visualizar melhor os pratos nas fotos de Canindé Soares.

Pela ordem, José Marcelo com sua entrada abaixo, Emilson Medeiros e Janaína Amaral (Fotos: Canindé Soares)

Na categoria ‘Prato Principal’, a vencedora foi a procuradora do Estado, Ana Cláudia Porpino, com o ‘Camarão Intenso’. Uma moqueca de camarão e frutas amarelas e um bolo de tapioca com recheio de vatapá.

A segunda colocação foi para o engenheiro Militão Chaves Segundo, com o ‘Nordestino Chique’. Uma carne de sol (maturada por 24 horas) na manteiga roxa balsâmica, com pesto de coentro, com petit gateau de jerimum e risoto de queijo manteiga.

Em terceiro lugar ficou o procurador do Estado João Carlos Coque, com o ‘Chapeu Sertanejo’. Uma massa caseira recheada com carne de sol e linguiça do sertão, e queijo coalho assado e ralado. Mel de caju com queijo assado.

Clique na foto para visualizar melhor:

Ana Cláudia Porpino, Militão Segundo e João Coque (Fotos: Canindé Soares)

E, finalmente, a categoria ‘Sobremesa’, que teve como vencedor o juiz de Direito Undário Andrade, com ‘Eternos Amantes’. Um ninho de goiaba com espuma de queijo Primadona trufada sobre creme de goiabada cascão ao balsâmico com notas de gengibre.

O segundo colocado foi Cláudio Freitas, que fez uma Ode ao irmão Flávio Freitas, aniversariante do dia. O ‘Umbu a Flávio Freitas’ é um disco de paçoquita de castanha coberto com mousse de umbu. Ele aproveitou a massa da paçoquita e modelou uma lagartixa, marca registrada da assinatura do artista plástico.

A terceira colocada foi a advogada Luíza Azevedo com a sobremesa ‘Final Feliz de Romeu e Julieta em Maracajaú’. Um sorvete de goiaba em cestinha de parmesão, calda de goiaba e queijo coalho assado.

Clique na imagem abaixo para visualizar melhor cada foto:

Pela ordem, Undário Andrade com sua sobremesa abaixo, Cláudio Freitas e Luíza Andrade (Fotos: Canindé Soares)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*