Thaisa Galvão

24 de janeiro de 2013 às 9:18

Operação Hígia: tudo pronto para o julgamento [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Com o processo concluído, e sem filas para julgamentos na Justiça Federal do Rio Grande do Norte, os envolvidos na Operação Hígia poderão ser julgados muito em breve.

A confirmação foi dada pela secretaria da Justiça Federal ao repórter Paulo Nascimento, do Novo Jornal.

Tanto os réus quanto o Ministério Público Federal no RN já entregaram suas alegações finais – defesa e acusação – referentes ao processo, e desde o dia 15 passado o processo aguarda para ser julgado.

Segundo o NJ, no dia 21 de maio, o Ministério Público Federal pediu a condenação de 13 réus e absolvição de Genarte de Medeiros Brito Júnior, então servidor da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

Também pediu a concessão de delação premiada para Jane Alves, por ter acrescentado ao processo, “esclarecimentos importantes”, e a retirada do processo do ex-marido dela, Anderson Miguel, que foi assassinado.

Serão julgados Lauro Maia (advogado e filho da ex-governadora Wilma de Faria), João Henrique Lins Bahia Neto (ex-secretário adjunto de Esporte), Rosa Maria D’Apresentação Caldas Simonetti (procuradora do Estado), Jane Alves de Oliveira Miguel da Silva (empresária), Edmilson Pereira de Assis (empresário), Francinildo Rodrigues de Castro (servidor público), Francisco Alves de Sousa Filho (Administrador da EST Engenharia), Herbeth Florentino Gabriel (Emvipol), Luciano de Sousa (funcionário da Líder Limpeza Urbana LTDA), Maria Eleonora Lopes D’Albuquerque Castim (ex-Coordenadora da Secretaria de Saúde), Mauro Bezerra da Silva (dono da Líder Limpeza Urbana LTDA), Marco Antônio França de Oliveira (servidor público), e Ulisses Fernandes de Barros (funcionário da Emvipol).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*