Thaisa Galvão

2 de fevereiro de 2013 às 18:10

Saiba quais casas noturnas foram interditas e notificadas em Natal [1] Comentários | Deixe seu comentário.

As casas noturnas de Natal, interditadas na noite desta sexta-feira, pela comissão formada pelo  Corpo de Bombeiros, Policia Militar, Crea/RN, Semurb, Covisa e 1ª Vara da Infância e da Juventude, são as seguintes:

 

1- Ecobar Casa Nova, em Candelária – os extintores estavam vencidos, estava funcionando sem a licença do Corpo de Bombeiros e a cozinha, com fogão industrial, funcionava com botijão, quando a lei exige, em caso de fogão industrial, que este seja ligado a uma central de gás.

 

2- Jazz Rock, em Candelária- os extintores estavam OK, mas a casa funcionava sem licença. Para o Corpo de Bombeiros, a boate que foi instalada onde antes era uma igreja, era clandestina. A festa parou a e casa foi interditada.

 

3- Amnésia, na zona Norte – a visita da comissão aconteceu a partir de denúncia de frequentadores. A casa estava sem licença para funcionar.

 

Os autos de interdição total das casas foram entregues às delegacias de plantão, que irão fiscalizar e garantir que elas não serão reabertas antes de cumprir as exigências.

 

Também foram feitas interdições parciais em algumas casas noturnas:

 

1- Sancho, em Ponta Negra – houve interdição até a meia noite, até que a casa corrigisse uma falha. Numa reforma feita, o botijão de gás da cozinha ficou ao lado da caixa de energia. Para continuar funcionando, cozinha foi desativada, o botijão foi levado e a festa aconteceu.

 

2- Tribo Roots Bar, em Candelária – o Habite-se está em fase de regularização, os extintores são novos, mas na cozinha, o fogão industrial, que exige central de gás, funcionava com botijão. A cozinha foi interditada e o bar continuou aberto.

 

3- No Clube América, onde aconteceria o Baile das Kengas, um palco foi montado sem o OK do Corpo de Bombeiros. O palco foi interditado, como também o mezanino do clube, que não oferecia a segurança exigida.

 

Outras casas noturnas também foram visitadas, mas apenas notificadas. Os proprietários das mesmas terão prazo de 5 dias para comparecerem ao Corpo de Bombeiros e negociar a regularização dos espaços.

 

1- Rastapé, em Ponta Negra – o Habite-se está em atraso desde agosto, mas o sistema preventido de segurança estava todo OK. Foi feita a notificação.

 

2- Aquárius, na Praia do Meio, onde havia show da Banda Grafith – os extintores estavam funcionando normalmente, o sistema de segurança OK, mas o Habite-se está vencido. A casa continuou funcionando, mas o proprietário foi notificado.

 

Algumas casas noturnas visitadas pela Comissão estavam fechadas: a Up, em Ponta Negra, o Seven Club e o Maranello, em Petrópolis.

 

O proprietário do Seven, que tem mais duas casas noturnas, já agendou visita ao Corpo de Bombeiros para que seja feita inspeção nos espaços e garantir o funcionamento seguro.

Também já procurou o Corpo de Bombeiros, o proprietário do Galpão Du Sol, que está fechado, mas com programação agendada para o carnaval.

 

No começo da semana, o Corpo de Bombeiros fiscalizou as boates Pepper’s Hall e Taverna Pub. A primeira está com processo de renovação do Habite-se em andamento, mas está fechada para reforma, e o Taverna passou o ano de 2012 inteiro com o Habite-se vencido.

O documento, vale lembrar, tem validade de 12 meses, precisando ser renovado para garantir o funcionamento da casa.

*

Hoje à noite uma equipe de plantão do Corpo de Bombeiros vai checar se as casas interditadas continuam sem funcionar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*