Holiday

Thaisa Galvão

11 de Fevereiro de 2013 às 23:56

Blocos da Redinha e Virgens de Pirangi animam o penúltimo dia de carnaval [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Animação de uma ponta a outra do litoral do Rio Grande do Norte, nesta segunda-feira de carnaval.

No litoral Norte, destaque para a praia da Redinha, onde até o “presidente Lula” apareceu.

No litoral Sul, o dia foi das Virgens de Pirangi. E haja homem vestido de mulher…

 

PIRANGI

As Virgens de Pirangi (Fotos: Márlio Forte)

 

REDINHA

Sonífera Ilha, com presença do prefeito Carlos Eduardo, deputada Fátima Bezerra e vice-governador Robinson Faria (Fotos: Cláudio Abdon)

Tradicional Banda do Siri com o 'presidente Lula'

 

 

11 de Fevereiro de 2013 às 22:10

Dois brasileiros na lista dos especulados para suceder Bento XVI [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Cresce a lista com nomes de cardeais que poderão suceder o Papa Bento XVI.

Entre os 10 cogitados – e haja especulação – dois são brasileiros.

Eis:

 

 

João Braz de Aviz, (Brasil, 65) trouxe ar fresco para o departamento do Vaticano para congregações religiosas quando ele assumiu em 2011. Ele apoia a preferência para os pobres na teologia da libertação da América Latina, mas não os excessos de seus defensores.

*

Timothy Dolan, (EUA, 62) tornou-se a voz do catolicismo dos EUA depois de ser nomeado arcebispo de Nova York, em 2009. Seu humor e dinamismo impressionaram o Vaticano, onde as duas coisas estão em falta. Mas cardeais estão receosos de um “superpapa” e seu estilo pode ser norte-americano demais para alguns.

*

Marc Ouellet, (Canadá, 68) é o chefe da Congregação para os Bispos. Ele disse uma vez que se tornar papa “seria um pesadelo”. Apesar de bem relacionado, o secularismo generalizado de sua Québec nativa poderia atrapalhá-lo.

*

Gianfranco Ravasi, (Itália, 70) é ministro da Cultura do Vaticano desde 2007 e representa a Igreja para o mundo da arte, ciência, cultura e até mesmo para ateus. Este perfil poderia prejudicá-lo se os cardeais decidirem que precisam de um pastor experiente em vez de outro professor como papa.

*

Leonardo Sandri, (Argentina, 69) nasceu em Buenos Aires de pais italianos. Ele deteve o terceiro posto mais alto do Vaticano como chefe de gabinete em 2000-2007, mas não tem experiência pastoral.

*

Odilo Pedro Scherer, (Brasil, 63) é considerado o mais forte candidato da América Latina. Arcebispo de São Paulo, a maior diocese do maior país católico, ele é conservador no Brasil, mas considerado moderado nos demais lugares. O rápido crescimento das igrejas protestantes no Brasil poderia pesar contra ele.

*

Christoph Schoenborn, (Áustria, 67) é um ex-aluno de Bento com um toque pastoral que o pontífice não tem. O arcebispo de Viena foi classificado como “papável” desde a edição do catecismo da Igreja na década de 1990.

*

Angelo Scola, (Itália, 71) é arcebispo de Milão, um trampolim para o papado, e muitos italianos apostam nele. Especialista em bioética, ele também conhece o Islã como chefe de uma fundação para promover a compreensão entre muçulmanos e cristãos. Sua densa oratória pode irritar cardeais que buscam um comunicador caristmático.

*

Luis Tagle (Filipinas, 55) tem um carisma muitas vezes comparado com o do falecido papa João Paulo 2º. Ele também é próximo ao papa Bento depois de trabalhar com ele na Comissão Teológica Internacional. Embora tenha muitos fãs, ele só se tornou cardeal em 2012.

*

Peter Turkson (Gana, 64) é o principal candidato africano. Chefe do escritório de justiça e paz do Vaticano, é o porta-voz da consciência social da Igreja e apoia a reforma financeira mundial.

 

Com informações da Folha Online

11 de Fevereiro de 2013 às 17:33

Carlos Eduardo, Robinson Faria e Fátima Bezerra no carnaval da Redinha [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Sonífera Ilha.

É nesse bloco que está saindo pelas ruas da praia da Redinha, que brincam neste momento o prefeito de Natal, Carlos Eduardo, o vice-governador Robinson Faria e a deputada federal Fátima Bezerra.

Na folia de momo, Carlos Eduardo segue acompanhado de sua chapa do momento: Robinson governador e Fátima senadora.

Carlos Eduardo, Fátima Bezerra e Robinson Faria

 

11 de Fevereiro de 2013 às 14:06

Luiz Almir quer ocupar Primeira Secretaria da Câmara, vaga com renúncia de Franklin Capistrano [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Com a renúncia do vereador Franklin Capistrano (PSB) da Primeira Secretaria da mesa diretora da Câmara Municipal de Natal, o vereador Luiz Almir surge como candidato à vaga.

Almir disse ao Blog que trabalhou para manter união do Grupo dos 21, que elegeu o presidente Albert Dickson, abrindo mão de qualquer indicação para mesa.

“O que interessava era a união”, disse o vereador e ex-deputado.

“Acho que agora eu merecia já que o cargo está vago. Quem está querendo é Dickson Júnior, mas ele não já foi eleito Terceiro Secretário?”, argumenta Luiz Almir, afirmando que vem conversando com os vereadores pelo telefone, mas que depois do carnaval vai intensificar as conversas, buscando um consenso.

 

“Se for pra brigar, fico onde estou, pois para ser respeitado como vereador não preciso de cargo na Mesa”, disse Luiz Almir.

“O vereador Dickson sugeriu que eu fosse para a Terceira Secretaria e ele para a Primeira. Por que isso? Por que ele não fica onde está?”, questionou Luiz Almir.

11 de Fevereiro de 2013 às 12:25

Italiano, austríaco, canadense e americano na lista de possíveis sucessores de Bento XVI [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Já surgem nomes para substituir o Papa Bento XVI.

Na lista, o cardeal Angelo Scola, arcebispo de Milão, o cardeal Christoph Schoenborn, arcebispo de Viena, e o cardeal canadense Marc Ouellet, prefeito da Congregação para os Bispos na Santa Sé.

Também na lista, com menor possibilidade, o cardeal de Nova York, Timothy Dolan.

Terão direito a voto no Conclave, a reunião secreta na Capela Sistina, no Vaticano, para escolha do novo Papa, todos os cardenais abaixo de 80 anos de idade.

O sucessor de Bento XVI deverá ser conhecido  antes do fim de março.

 

Seguindo a tradição, os papéis com os votos dos cardeais são queimados após cada rodada de votação.

A fumaça negra a queima, saindo pela chaminé da Capela Sistina, significa que o Papa ainda não foi escolhido.

Quando sai fumaça branca, o Vaticano indica que o pontífice foi eleito.

 

-Com informações da Associated Press.

11 de Fevereiro de 2013 às 12:00

Foto do Dia [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Maracajaú.

Litoral Norte do RN.

 

Um cantinho entre o mar…e o mar.

Verão.

 

11 de Fevereiro de 2013 às 11:09

Do Arcebispo de Natal, D. Jaime Vieira, sobre a renúncia do Papa: “Ele se sentia debilitado pela idade e sem condições de levar adiante seu Pontificado” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Arcebispo a Arquidiocese de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, se pronunciou ao Blog, neste momento, sobre a renúncia do Papa Bento XVI, marcada para o dia 28 deste mês.

Pelo telefone, o Blog conversou com Dom Jaime.

 

 

Thaisa Galvão – O que representa para o senhor a renúncia do Papa Bento XVI?

Dom Jaime Vieira – Para nós que vivemos a experiência de uma igreja multi-secular, milenar, certamente a renúncia é um gesto natural, mas que nos causa surpresa. Ao mesmo tempo, podemos verificar que ao longo de toda a história, aconteceu de outros Papas também renunciarem. O último foi em 1294, no século 13, o Papa Celestino Quinto. Ele está sepultado na Província de Áquila, na Itália.

 

*

Thaisa Galvão – A última renúncia aconteceu no século 13, em outros tempos. Hoje, qual seria o significado para a igreja católica?

Dom Jaime Vieira – É um fato considerável e justificável pelo que representa o Pontificado de Bento XVI, sempre lúcido e seguro, que dizia que ‘para governar  a igreja no mundo de hoje, neste mundo tão exigente e complexo, é preciso muita força. Força do espírito e força do do corpo’. E ele se sentia debilitado pela idade e sem condições de levar adiante seu Pontificado. Por isso, com humildade e lucidez, assumiu a renúncia. O presidente da França considerou a atitude respeitável. A Itália está surpresa. E na Alemanha, sua terra, a população está comovida. Mas o Direito Canônico assegura  o direito de apresentar renúncia. Papas e Bispos são aconselhados a renunciar ao completarem 75 anos.

 

*

Thaisa Galvão – Já se fala em algum nome para suceder o Papa Bento XVI?

Dom Jaime Vieira – Não posso dizer isso. Estou refletindo sobre a repercussão. Não estamos na fase de especulação. Agora é o impacto da notícia, depois virão as indicações. Ele vai renunciar no dia 28, depois a igreja convoca  a nova eleição.

 

*

Thaisa Galvão – Significa que o mundo ficará sem Papa por alguns dias.

Dom Jaime Vieira – É. A partir do dia 28. O que tiver a precedência no Colégio Cardinalício assumirá o comando da igreja enquanto não se escolhe o novo Papa.

 

 

 

11 de Fevereiro de 2013 às 11:03

Ao anunciar renúncia, Papa pede perdão pelos “seus defeitos” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Eis a íntegra do discurso do Papa Bento XVI, ao declarar que renunciará ao cargo no dia 28 de fevereiro:

 

 

“Caros irmãos:

Convoquei-os para este consitório, não apenas para as três canonizações, mas também para comunicar a vocês uma decisão de grande importância para a vida da Igreja.

Após ter repetidamente examinado minha consciência perante Deus, eu tive certeza de que minhas forças, devido à avançada idade, não são mais apropriadas para o adequado exercício do ministério de Pedro. Eu estou bem consciente de que esse ministério, devido à sua natureza essencialmente espiritual, deve ser levado não apenas com palavras e fatos, mas não menos com oração e sofrimento.

Contudo, no mundo de hoje, sujeito a mudanças tão rápidas e abalado por questões de profunda relevância para a vida da fé, para governar a barca de São Pedro e proclamar o Evangelho, é necessário tanto força da mente como do corpo, o que, nos últimos meses, se deteriorou em mim numa extensão em que eu tenho de reconhecer minha incapacidade de adequadamente cumprir o ministério a mim confiado.

 

 

Por essa razão, e bem consciente da seriedade desse ato, com plena liberdade, declaro que renuncio ao ministério como Bispo de Roma, sucessor de São Pedro, confiado a mim pelos cardeais em 19 de abril de 2005, a partir de 28 de fevereiro de 2013, às 20h, a Sé de Roma, a Sé de São Pedro, vai estar vaga e um conclave para eleger o novo Sumo Pontífice terá de ser convocado por quem tem competência para isso.

 

Caros irmãos, agradeço sinceramente por todo o amor e trabalho com que vocês me apoiaram em meu ministério, e peço perdão por todos os meus defeitos. E agora, vamos confiar a Sagrada Igreja aos cuidados de nosso Supremo Pastor, Nosso Senhor Jesus Cristo, e implorar a sua santa mãe Maria, para que ajude os cardeais com sua solicitude maternal, para eleger um novo Sumo Pontífice.

Em relação a mim, desejo também devotamente servir a Santa Igreja de Deus no futuro, através de uma vida dedicada à oração.

11 de Fevereiro de 2013 às 10:39

Quem é Joseph Ratzinger [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Quem é o Papa Bento XVI?

Eis a trajetória do religioso que deixará o mais alto posto da igreja católica até o final deste mês:

 

 

11 de Fevereiro de 2013 às 10:36

Fumaça preta: Papa Bento XVI renuncia até o dia 28 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1 – São Paulo

 

Papa Bento XVI vai renunciar ao pontificado em 28 de fevereiro

Ele fez o anúncio pessoalmente nesta segunda-feira (11). Pontífice disse que deixa o cargo por não ter mais forças para exercê-lo.

 

O Papa Bento XVI vai renunciar a seu pontificado em 28 de fevereiro.

Bento XVI anúnciou a renúncia pessoalmente, falando em latim, durante o consistório para a canonização de três mártires.

O discurso foi feito entre as 11h30 e 11h40 locais (8h30 e 8h40 do horário brasileiro de verão), segundo o Vaticano.

O Vaticano afirmou que o papado, exercido por Bento XVI desde 2005, vai ficar vago até que o sucessor seja escolhido, o que se espera que ocorra “o mais rápido possível” e até a Páscoa , segundo o porta-voz Federico Lombardi.

Em comunicado, Bento XVI, que tem 85 anos, afirmou que vai deixar a liderança da Igreja Católica Apostólica Romana devido à idade avançada, por “não ter mais forças” para exercer as obrigações do cargo.

O pontífice afirmou que está “totalmente consciente” da gravidade de seu gesto.

“Por essa razão, e bem consciente da seriedade desse ato, com total liberdade declaro que renuncio ao ministério como Bispo de Roma, sucessor de São Pedro”, disse Joseph Ratzinger, segundo comunicado do Vaticano.

Na véspera, Bento XVI escreveu em sua conta no Twitter: “Devemos confiar no maravilhoso poder da misericórdia de Deus. Somos todos pecadores, mas Sua graça nos transforma e renova”.

O Papa Bento XVI lê nesta segunda-feira (11) o anúncio de sua renúncia, durante reunião de cardeais no Vaticano. A imagem foi divulgada pelo jornal ' L'Osservatore Romano', do Vaticano (Foto: AP)

Sucessor de João Paulo II, Bento XVI havia assumido o papado em 19 de abril de 2005, com 78 anos.

 

 

28 de fevereiro
O Vaticano afirmou que a renúncia vai se formalizar às 20h locais de 28 de fevereiro (17h do horário brasileiro de verão).

Até lá, o Papa estará “totalmente encarregado” dos assuntos da igreja e irá cumprir os compromissos já agendados.

O novo Papa será escolhido pelo conclave de cardeais, como de costume.

 

 

Decisão surpreendente
O porta-voz do Vaticano disse que a decisão do Papa surpreendeu a todos do seu círculo mais próximo.

Ele afirmou que, após a renúncia, Bento XVI vai à residência papal de verão, em Castel Gandolfo, próximo a Roma, e depois irá morar em um mosteiro dentro do Vaticano.

Lombardi também disse que Bento XVI não vai participar do conclave, a reunião a portas fechadas que vai escolher seu sucessor.

O porta-voz afirmou que Bento XVI mostrou “grande coragem” no seu gesto, e descartou que uma depressão tenha sido o motivo da renúncia.

Lombardi descartou que Bento XVI vá interferir no papado de seu sucessor.

 

 

Aparência frágil
Nos últimos meses, o Papa parecia cada vez mais frágil em suas aparições públicas, muitas vezes precisando de ajuda para caminhar.

Em seu livro de entrevistas publicado em 2010, Bento XVI já havia faladosobre a possibilidade de renunciar caso não tivesse condições de continuar no cargo.

 

 

Crises no pontificado
Bento XVI foi eleito para suceder João Paulo II, um dos pontífices mais populares da história.

Ele foi escolhido em 19 de abril de 2005, quando tinha 78 anos, 20 anos mais idoso do que seu predecessor quando foi eleito.

O papado do conservador alemão foi marcado por algumas crises, com várias denúncias de abuso sexual de crianças e adolescentes e acobertamento por parte do clero católico, que abalou a igreja, por um discurso que desagradou muçulmanos e também por um escândalo envolvendo o vazamento de documentos privados através de seu mordomo pessoal, o chamado “VatiLeaks”.

O Papa era aguardado no Rio de Janeiro em julho deste ano,  onde iria participar da Jornada Mundial da Juventude, que vai reunir milhões de jovens católicos do mundo inteiro.

 

 

Repercussão
A chanceler da Alemanha, país natal do Papa, Angela Merkel, disse que está “emocionada” com a decisão e que vai se pronunciar mais tarde.

O último precedente parecido da renúncia de um Papa remonta à Idade Média, no ano de 1294, quando Celestino V abdicou antes de ser consagrado. Antes de ser designado Papa, ele havia vivido como um ermitão e disse que não se sentia preparado para assumir o comando da Igreja.

 

11 de Fevereiro de 2013 às 10:15

Mensalão será o tema indigesto dos palanques do próximo ano [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A ala radical do PT ainda bate o pé. Quer, porque quer, manter os mandatos dos deputados mensaleiros, já condenados.

Para isso, grita aos quatro cantos do Brasil que o presidente da Câmara, Henrique Alves, se comprometeu com o partido…

E que o partido se comprometeu com sua eleição, desde que os coitados dos mensaleiros condenados continuassem com os cargos na Câmara, representando o combalido povo brasileiro.

Os petistas mais moderados, como diz a Folha, concordam com a cassação.

Tentam virar a página do mensalão.

 

 

A própria presidente Dilma Rousseff poderia estimular e acatar a cassação dos deputados já condenados.

Pode não cair bem sobre sua campanha pela reeleição, o estigma de que é a chefe do Estado que apoia o descumprimento da legislação.

E mais: que apóia a corrupção.

Já se foi o tempo em que o povo não entendia os bastidores da política.

E ir para uma campanha taxada de presidente mensaleira, poderá pegar mais do que mal para a candidata.

 

 

Aqui pelo Rio Grande do Norte, o desejo desenfreado do partido de defender os deputados condenados pode respingar sobre a campanha ao Senado da deputada Fátima Bezerra.

Em campanha é assim..em certos casos, quanto mais em cima do muro, melhor.

E o caso dos mensaleiros será o mais indigesto nos palanques do próximo ano.

E como pensam os petistas moderados, de acordo com a Folha, melhor mesmo seria passar a página.

Página que está nas mãos do deputado-presidente Henrique Alves.

 

11 de Fevereiro de 2013 às 10:14

PT que elegeu Marco Maia com 375 votos, quase deixa Henrique morrer à míngua com apenas 271 [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O PT cobra do deputado-presidente Henrique Alves…

Alega que foi o partido que o elegeu para presidir a Câmara Federal nos próximos dois anos.

Acordo feito há dois anos, quando Henrique seria o candidato e teve que lançar mão de seu projeto para atender ao PT e eleger o deputado Marco Maia, como aconteceu.

O PT se comprometeu com Henrique.

Que se não tivesse rodado o Brasil, conversado com todas as bancadas, insistido…não teria sido eleito.

O PT que elegeu Marco Maia há 2 anos com 375 votos, quase deixa Henrique morrer na praia com apenas 271 votos.

Foram 104 votos a menos, e quase um segundo turno para melar o resultado.

O presidente, confiando nas promessas dos aliados petistas, esperava 350.

Foi traído.

Portanto, não há motivo para o PT se considerar responsável pela eleição de Henrique, nem cobrar dele um compromisso que o próprio partido também não cumpriu.

 

11 de Fevereiro de 2013 às 9:57

Petistas indignados porque Câmara vai cumprir Constituição e declarar vagos mandatos de mensaleiros [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Bastou o artigo na Folha de S. Paulo de ontem, assinado pelo deputado Henrique Alves, hasteando bandeira branca com os Poderes e anunciando que, em relação ao mensalão, vai cumprir o que determina a Constituição, para os petistas reagirem.

Como mostra a coluna Painel, na Folha desta segunda:

 

11 de Fevereiro de 2013 às 9:53

Mensalão: Em artigo na Folha, Henrique diz que vai cumprir o que diz a Constituição [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha de S. Paulo deste domingo…ainda em tempo.

11 de Fevereiro de 2013 às 9:00

Pura Tentação puxará o Bloco das Virgens, em Pirangi [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A atração desta segunda-feira na praia de Pirangi do Norte é o tradicional Bloco das Virgens.

Bloco que há anos faz com que os homens saiam às ruas vestidos de mulher…

O bloco será puxado pela banda Pura Tentação e desfilará pelo corredor da folia a partir das 19 horas.

Antes haverá show da Banda Cavaleiros do Forró.