Holiday

Thaisa Galvão

3 de março de 2013 às 23:00

Acariense Titina Medeiros é eleita Atriz Revelação de 2012 da Rede Globo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A atriz potiguar Titina Medeiros, que disputou com Cacau Protásio (Zezé, da novela Avenida Brasil) e Débora Nascimento (Tessália, da mesma novela) foi eleita pela opinião pública brasileira, neste domingo, Atriz Revelação do ano de 2012 da TV Globo, no prêmio anual do Domingão do Faustão.

A atriz recebeu o prêmio por ter brilhado no papel de Socorro, em Cheiras de Charme.

 

“Não estava acostumada com televisão e, no início, fiquei um pouco assustada. Mas fui me acostumado e vendo que é o carinho nas ruas é o retorno da alegria que a gente manda para as pessoas. Estou muito feliz! Não senti preconceito. Porque acho que culturalmente o nordestino é respeitado enquanto artista. Agradeço e divido a todos da novela, sobretudo à Cacau (Claudia Abreu)”, disse Titina, ao agradecer o prêmio.

 

Detalhe: a atriz, que é de Acari, no Seridó do RN, foi identificada por Faustão como sendo de Currais Novos.

Na verdade, ela só foi nascer em Currais Novos porque na época em que nasceu, por ‘irresponsabilidade’ do gestor de então, a Maternidade estava fechada.

A mãe de Titina, Maria Isabel, saiu de casa, em Acari, só para parir na cidade vizinha. Após alta médica, pegou o carro de volta para sua casa, em Acari.

Foto: Domingão do Faustão

3 de março de 2013 às 22:55

Destinação de emenda para Maternidade de Acari pode aproximar o prefeito Isaías do deputado João Maia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A emenda de 180 mil reais que o deputado João Maia (PR) vai destinar à Maternidade de Acari, não será destinada à associação que administra a unidade de saúde, comandada por adversários do atual prefeito Isaías Cabral e aliados do deputado.

A emenda terá que ser liberada via Prefeitura.

O que poderá aproximar o prefeito do PMDB do deputado do PR, já que os dois partidos estão pra lá de aliados.

Isaías não foi à maternidade para receber o deputado na visita que fez na sexta-feira.

Disse ao Blog que não foi convidado.

É que o prefeito não levou em consideração a sinalizada para parceria feita pelo deputado poucos dias antes, em Caicó, quando ambos acompanhavam a governadora Rosalba Ciarlini numa solenidade.

Foi reticente…com as palavras do deputado, que não emitiu convite oficial para ninguém.

3 de março de 2013 às 21:02

Colunista do Seridó festeja [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Prestigiada a 10ª Feijoada da Amizade, do colunista seridoense, Carlos Magno Dantas, neste sábado, na AABB, em Natal.

Evento em que ele comemorou 30 anos de colunismo e 54 anos de idade.

 

Presença de amigos, leitores, colaboradores…do presidente do Tribunal de Justiça, Adérson Silvino, da vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, do deputado Tomba Farias com a mulher, prefeita de Santa Cruz, Fernanda Costa, dos vereadores Rafael Motta, Luiz Almir, Júlio Protásio…

Aderson e Wilma de Faria com seus companheiros, na Feijoada (Fotos: Rodrigo Loureiro)

Carlos Magno com vereadores Rafael, Luiz Almir e Júlio

Fernanda Costa e Tomba Farias

 

 

3 de março de 2013 às 13:24

Semsur cadastra feirantes das Rocas nesta segunda-feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os feirantes do bairro das Quintas terão que se cadastrar na Prefeitura nesta segunda-feira.

O cadastramento dos comerciantes que atuam nas feiras livres começou no dia 24 de fevereiro e segue até o fim de abril.

Fiscais da Semsur vão às feiras colher as informações com cada comerciante, recolher a documentação e o formulário com os dados cadastrais.

 

Para o recadastramento é necessário apresentação de RG, CPF e comprovante de residência.

3 de março de 2013 às 11:12

Rosalba emite nota de pesar pela morte de Gonzaga Chimbinho [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Através de nota, a governadora Rosalba Ciarlini lamentou a morte do amigo e ex-auxiliar, Gonzaga Chimbinho.

 

Nota

 
Gonzaga Chimbinho cumpriu de forma exemplar sua vida como empresário e educador.

Teve posição muito importante na construção do novo conceito da cultura mossoroense. Imprimiu a marca da sua inteligência como Reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e nos eventos culturais da cidade, como presidente da Fundação Municipal de Cultura.
De boa convivência, sempre foi extremamente comprometido com seu trabalho.

Exemplo de lealdade, perseverança e superação, mesmo nos momentos mais críticos da doença nunca perdeu a fé e o interesse pelos assuntos do nosso Estado.
É uma morte que deixa o RN triste.

Sinto a dor da perda de um amigo muito querido.

Aos familiares, as minhas condolências.

Rosalba Ciarlini
Governadora do Estado do Rio Grande do Norte

3 de março de 2013 às 10:21

Rosalba vai a Mossoró para as despedidas de Gonzaga Chimbinho [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Rosalba Ciarlini embarca para Mossoró.

Vai ao velório e sepultamento do amigo Gonzaga Chimbinho.

Fundador e primeiro reitor da Uern, ele foi auxiliar da então prefeita Rosalba Ciarlini no setor cultural de Mossoró, quando foram lançados os projetos culturais como o ‘Mossoró Ciade Junina’.

Por declarar apoio à candidatura de Rosalba ao Senado, Chimbinho, que era presidente do diretório mossoroense do PTB, foi afastado do partido pelo então presidente estadual da legenda, senador Fernando Bezerra, que disputou com Rosalba e perdeu.

 

3 de março de 2013 às 10:13

Cláudia Regina emite nota de pesar pela morte de Gonzaga Chimbinho [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A prefeita de Mossoró, Cláudia Regina, emitiu nota de pesar pela morte do ex-reitor, professor e empresário, Gonzaga Chimbinho, que morreu de câncer neste sábado.

 

Nota

 

Mossoró está triste. A cidade perdeu, na noite deste sábado (02/03/2013), a inteligência e dedicação do professor Antônio Gonzaga Chimbinho.

Batalhador e forte, Gonzaga enfrentou com bravura o câncer que o desafiou por cinco anos. Agora vai descansar deixando uma legião de amigos e admiradores, dos quais tenho a honra de me incluir.

Chimbinho sempre foi um entusiasta quando o assunto era Mossoró. É dono de uma longa lista de serviços prestados à nossa cidade.

Foi fundador e reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e presidiu a Fundação Municipal de Cultura durante dois mandatos consecutivos da prefeita Rosalba Ciarlini e um da prefeita Fafá.

Em sua gestão, Mossoró entrou para o calendário turístico e cultural do país, a partir da execução de projetos vitoriosos como “Cidade Junina” e o “Auto da Liberdade”.

Mas, o maior legado que Gonzaga deixa é o de seu próprio exemplo de vida. Empresário, homem simples, probo, atencioso. Um professor dentro e fora da sala-de-aula.

Faço orações para que Nosso Senhor Jesus Cristo dê conforto à família enlutada, e o receba bem em Sua morada.

 

Mossoró/RN, 03 de Março de 2013 

Cláudia Regina Freire de Azevedo

Prefeita de Mossoró

3 de março de 2013 às 10:06

Ex-reitor da Uern e ex-presidente do PTB, Gonzaga Chimbinho será enterrado hoje em Mossoró [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Será enterrado neste domingo, em Mossoró, o ex-reitor da UERN, Gonzaga Chimbinho, nome que sempre teve destaque na cultura mossoroense.

Ele morreu na noite deste sábado em Natal, onde estava internado no Natal Hospital Center, com câncer.

O corpo de Gonzaga Chimbinho será velado no Teatro Municipal Dix-huit Rosado e o sepultamento será às 17 horas no cemitério São Sebastião.

Chimbinha também marcou época na política. Foi presidente do PTB, até ser afastado pelo então presidente estadual da legenda, senador Fernando Bezerra, por ter declarado apoio à candidatura ao Senado de Rosalba Ciarlini (DEM), adversária de Bezerra e que ganhou a eleição.

 

 

3 de março de 2013 às 9:50

Leonardo Rego não topa assumir a Secretaria de Saúde [3] Comentários | Deixe seu comentário.

O nome da vez….vai dizer não.

Apontado como o nome da hora para assumir a Secretaria de Saúde do Estado, o ex-prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rego, não topa a parada.

Acha que não terá liberdade.

Não em relação à governadora Rosalba Ciarlini….mas em relação ao próprio sistema, que envolve apadrinhamentos, recomendações do Ministério Público, decisões judiciais…

O ex-prefeito prefere seguir seu projeto político que é substituir o pai, Getúlio Rego, na Assembleia Legislativa.

Getúlio já disse ao Blog: seguirá sua carreira de médico.

O atual deputado está no oitavo mandato.

3 de março de 2013 às 9:11

As razões do PMDB de Garibaldi [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Quem jura por Deus vivinho que o PMDB não ia romper com o governo na reunião de segunda-feira, em Brasília, é porque não tem fonte….ou prefere se manter fazendo receita de bolo com fermento vencido.

Líder maior do PMDB, o ministro Garibaldi Filho estava certo de que iria romper.

Porque tinha a convicção que, se recompondo com o governo, o partido estaria praticando uma intervenção na gestão.

Foi convencido de que era melhor dar tempo ao tempo.

E quem quiser que conte outra…

3 de março de 2013 às 1:02

Henrique adianta: orçamento impositivo será votado até julho [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Agência Câmara

 

Alves: Orçamento impositivo será aprovado até o meio do ano

O presidente da Câmara também quer priorizar a aprovação da reforma política. Ele comemorou o fim da ajuda de custo que era dada a parlamentares duas vezes por ano

 

Em entrevista nesta sexta-feira (reprisada neste sábado) à TV Câmara, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, disse que a Casa deve aprovar até o meio do ano temas como a reforma política e a obrigatoriedade de execução das emendas orçamentárias dos parlamentares — o Orçamento impositivo das emendas. Henrique comemorou a aprovação do fim da ajuda de custo aos parlamentares, conhecida como 14º e 15º salários. “Era hora de acabar com esse salário que não tinha mais razão de existir”, disse.

Sobre a reforma política, cuja votação está prevista para o início de abril, o presidente disse que o Congresso precisa fazer um mea-culpa. “Há muitos anos falamos de reforma política e a Casa não vota. Agora, vamos ao Plenário e o que tiver maioria será votado. Se não conseguirmos avançar 80% nessa questão, que avancemos 20% e comecemos uma caminhada para fortalecer a democracia, os partidos e o Parlamento”, ressaltou.

 

Henrique Eduardo Alves informou que vai instalar, o quanto antes, uma comissão especial para analisar propostas que obriguem o governo federal a executar as emendas individuais dos parlamentares. Ele espera que esse assunto seja votado até o meio do ano pelo Plenário da Câmara, a fim de acabar com a relação entre governo e deputados na liberação das emendas. “Essas emendas são contingenciadas, não são cumpridas, e o parlamentar fica dependendo de liberação a conta-gotas, numa relação que não é boa para o governo e é humilhante para o parlamentar”, disse.

O presidente defendeu a prerrogativa dos deputados de apresentar emendas ao Orçamento. “As pessoas criticam essas emendas porque não as conhecem. São pequenas obras para os lugarejos, creches, adutoras, obras pequenas em seu valor, mas fundamentais para o bem-estar da população dos mais longínquos rincões”, defendeu.

*

 

Vetos 
Henrique defendeu a distribuição dos royalties  do petróleo para todos os estados e municípios do País. Esse é o tema dos vetos presidenciais que serão votados na terça-feira pelo Congresso. “É a distribuição dessa imensa riqueza do petróleo, que não era para estar dividindo as pessoas, mas para alegrar a todos”, argumentou. Segundo ele, a sessão será conturbada, com protestos dos deputados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, que vão lidar com perdas orçamentárias imediatas se o veto for derrubado. “Esta é a Casa da controvérsia, do debate; essas discussões animam os parlamentares”, comentou.

Ainda sobre vetos, ele disse que o Congresso precisa resgatar a prerrogativa de analisar os vetos do Executivo em 30 dias e dar, assim, a última palavra no processo legislativo. De acordo com Alves, essa medida vai forçar o governo a negociar mais com os parlamentares para evitar os vetos. “Hoje, o parlamentar apresenta modificações a uma medida provisória por demandas de segmentos e, em alguns casos, o governo desiste de discutir e a presidente veta. Isso faz que as propostas sejam apenas a vontade do Executivo”, criticou.

 

*

Pacto federativo
Os governadores virão ao Congresso no dia 13 para discutir o pacto federativo, a distribuição de direitos e deveres entre a União, os estados e os municípios. Henrique Eduardo Alves informou ter pedido aos governadores que venham com uma pauta enxuta e consensual de reivindicações, para que o Congresso consiga aprovar as propostas: “Esta Casa tem de opinar como protagonista desse novo pacto federativo, com temas que unam os governadores na distribuição mais justa das receitas”.

3 de março de 2013 às 0:59

Henrique adianta: Câmara não vai votar piso nacional de policiais e bombeiros [1] Comentários | Deixe seu comentário.

E na entrevista à TV Câmara, o presidente da Câmara Federal foi claro:

A Câmara não vai votar o piso nacional de policiais e bombeiros (tema das PECs 300/08 e 446/09).

Para o presidente, seria “irresponsabilidade” do Congresso aprovar uma proposta que os governadores não poderiam cumprir.

“É uma matéria que repercute intensamente nas economias estaduais; os governadores como um todo manifestaram preocupação de não poder honrar aquele modelo. Então, esse tema está paralisado”, disse.