Holiday

Thaisa Galvão

18 de março de 2013 às 23:46

Agripino e Fátima Bezerra lembram que Rosalba iniciou luta por universidade para o Seridó [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador José Agripino Maia (DEM) foi quem lembrou, durante a audiência pública realizada nesta segunda-feira, na Assembleia Legislativa.

Foi a governadora Rosalba Ciarlini, quando senadora, quem iniciou o debate sobre a criação de uma universidade federal para a região Seridó.

O senador lembrou que a então senadora chegou a apresentar um projeto propondo a criação da universidade.

“Ela apresentou e eu e Garibaldi subscrevemos”, disse Agripino, citando a bancada potiguar no Senado naquela época.

 

Animada com a declaração da governadora no fim de semana, dizendo que poderia apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff, a deputada-adversária Fátima Bezerra (PT) ressaltou o mérito da governadora em ter apresentado o projeto criando a universidade.

 

 

18 de março de 2013 às 23:20

Henrique e Agripino emplacam secretários de Agricultura e de Recursos Hídricos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os aliados do governo, deputado Henrique Alves (PMDB) e senador José Agripino (DEM), foram agraciados com seus pedidos.

Já está no Diário Oficial desta terça-feira a nomeação dos secretários indicados pelos dois.

De Henrique, o da Agricultura, José Teixeira de Souza Júnior.

De Agripino, o de Recursos Hídricos, o ex-prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rêgo.

Na manhã desta segunda-feira o Blog deu como certas as nomeações.

Assim como informou em primeira mão que o nome que estava sendo sondado para a Saúde era o do médico Paulo Xavier.

Ainda adiantou que o governo tinha dificuldade em convencê-lo a trocar a direção do Varela Santiago pela Secretaria. À tarde ele respondeu ao governo que não aceitaria.

Pois…

Agripino nos Recursos Hídricos e Henrique na Agricultura (Foto: Márlio Forte)

Para acomodar Leonardo Rêgo, a governadora Rosalba exonerou o titular de Recursos Hídricos, Gilberto Jales.

18 de março de 2013 às 22:56

Governo se dispõe a doar terreno para construção da Universidade do Seridó [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) declarou apoio à criação da Universidade Federal do Seridó.

Foi durante a audiência pública proposta pelo deputado Nelter Queiroz, para discutir o assunto.

A governadora se propôs, inclusive, a doar terreno para construção da sede.

“Estou disposta a abraçar a causa”, disse a Rosa Gove.

Rosalba disposta a ajudar (Foto: Claudio Abdon)

 

18 de março de 2013 às 22:12

No ranking dos maiores salários de prefeitos do país, Carlos Eduardo é o décimo [3] Comentários | Deixe seu comentário.

O portal Uol divulgou, nesta segunda-feira, a lista com os salários de prefeitos das capitais brasileiras.

O maior salário é o do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, do PDT, que ganha mais de 26 mil reais.

O menor salário é o do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB): recebe menos de 14 mil por mês.

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), é o décimo no ranking, com salário de 20 mil.

Veja a lista:

*

1- O salário do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), é o mais alto: R$ 26.723,13. O mesmo do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), e da presidente , Dilma Rousseff.

*

2- O prefeito de São Luís, Edvaldo Holanda Jr (PTC), recebe o segundo maior salário: R$ 25 mil.

*

3- O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), recebe o terceiro maior salário: R$ 24.117,62.

*

4- O prefeito de Aracaju, João Alves (DEM), recebe o quarto maior salário: R$ 24 mil.

*

5- O prefeito reeleito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB), recebe o quinto maior salário entre os prefeitos das capitais brasileiras: R$ 23.430,34.

*

6- O prefeito de Florianópolis, Cesar Souza Jr (PSD), recebe o sexto maior salário: R$ 22.292,35.

*

7- Com R$ 22 mil mensais, o prefeito de João Pessoa (PB), Luciano Cartaxo (PT), recebe o sétimo maior salário.

*

8- O prefeito de Porto Velho (RO), Mauro Nazif (PSB), recebe o oitavo maior salário: R$ 21 mil.

*

9- O prefeito de Campo Grande (MS), Alcides Bernal (PP), recebe o nono: R$ 20.412,22.

 

10- O prefeito de Natal (RN), Carlos Eduardo Alves (PDT), recebe o décimo maior salário entre os prefeitos: R$ 20 mil.

10 – O prefeito de Maceió (AL), Rui Palmeira (PSDB), está empatado com o prefeito de Natal e também recebe o 10º maior salário.

*

11- Com R$ 19.249,08 mensais, Clécio Luís (PSOL), prefeito de Macapá (AP), está em 11º no ranking.

*

12- Carlos Amastha (PP), prefeito de Palmas (TO), recebe R$ 19 mil mensais, o que lhe confere o 12º maior salário.

*

13- O prefeito de Vitória (ES), Luciano Rezende (PPS), recebe o equivalente ao 13º maior salário: R$ 18.478,00.

*

14- Com o 14º maior salário entre os prefeitos das capitais, Paulo Garcia (PT), prefeito de Goiânia (GO), recebe R$ 18.460.

*

15- Zenaldo Coutinho (PSDB), prefeito de Belém (PA), recebe R$ 18.038,11 mensais: o 15º maior salário.

*

16- O prefeito de Salvador (BA), ACM Neto (DEM), recebe R$ 18.038,10, equivalente ao 16º maior salário.

*

17- O prefeito de Manaus (AM), Arthur Virgílio (PSDB), recebe R$ 18 mil, valor equivalente a 17ª maior remuneração e está empatado com a prefeita de Boa Vista (RR), Teresa Surita (PSDB).

*

18- O prefeito de Teresina (PI), Firmino Filho (PSDB), recebe R$ 16.574,02: o 18º maior salário.

*

19- Com salário de R$ 16.437,40, o prefeito de Rio Branco (AC), Marcus Alexandre (PT), recebe o 19º maior salário.

*

20- Com R$ 15.891,83 por mês, o prefeito de Fortaleza (CE), Roberto Cláudio (PSB), recebe o 20º maior salário.

*

21- Com R$ 15.503,48 mensais, o prefeito reeleito de Porto Alegre (RS), José Fortunati (PDT), recebe um dos menores salários entre os prefeitos das 26 capitais.

*

22- Recebendo R$ 14.635,60 de subsídio mensal, o prefeito do Recife (PE), Geraldo Julio (PSB), tem um dos menores salários.

*

23- Ao receber R$ 14.310, o prefeito de Cuiabá (MT), Mauro Mendes (PSB), recebe o segundo menor salário.

*

24- O prefeito do Rio de Janeiro (RJ), Eduardo Paes (PMDB), recebe o menor salário: R$ 13.964,94.

18 de março de 2013 às 17:41

WhatsApp deixará de ser gratuito [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do portal Uol:

 

Aplicativo de mensagens WhatsApp passará a cobrar anuidade no iPhone, diz site

 

O WhatsApp passará a cobrar uma anuidade dos usuários de seu aplicativo de troca de mensagens para o sistema iOS (iPad, iPhone e iPod touch) ainda neste ano, substituindo o atual modelo de uma única cobrança –realizada no momento do download–, segundo o site TechCrunch.

O sistema de pagamento anual já é atualmente empregado para usuários do WhatsApp no Android, BlackBerry e Windows Phone.

“Ainda não temos certeza sobre as datas, mas seguramente será neste ano. Está no nosso cronograma”, disse Jan Koum, presidente-executivo da empresa responsável pelo app, em entrevista ao jornalista holandês Alexander Klopping, que forneceu a gravação da conversa (em inglês) ao “TechCrunch”.

O site cita, ainda, um sinal que aparentemente indicam a mudança: a página de tradução coletiva do WhatsApp contém uma solicitação de tradução da frase “compre agora” (para renovar a assinatura no iPhone).

18 de março de 2013 às 17:12

Governo e salineiros se reúnem com ministra do Meio Ambiente na próxima semana [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A esperança dos salineiros do Rio Grande do Norte, multados em mais de 80 milhões de reais pelo Ibama, é a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

Depois da audiência pública na Assembleia Legislativa, a governadora Rosalba Ciarlini, o presidente da Câmara Henrique Alves, o senador José Agripino, o deputado federal João Maia, o presidente da Fiern, Amaro Sales e o presidente do sindicato da indústria salineira, Francisco Souto, se reuniram para tentar encontrar uma saía…

Ficou agendada para a próxima terça-feira, 26, uma audiência com a ministra, em Brasília.

 

O Ibama multou as indústrias salineiras do RN, alegando que estavam funcionando sem licença.

Os salineiros e o governo alegam que a licença é de competência do Idema, e não do Idema.

E que o órgão federal teria agido indevidamente.

Com a palavra…a ministra.

18 de março de 2013 às 16:17

Fátima Bezerra: senadora de todos? [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Caso alguém dissesse que a audiência pública realizada hoje na Assembleia Legislativa fosse para lançar a candidatura da deputada Fátima Bezerra ao Senado, como ela sonha, qualquer pessoa que chegasse ali sem saber que a audiência era para discutir a criação da Universidade do Seridó, acreditaria.

É que os elogios à deputada foram mais do que rasgados, e vieram de aliados e adversários…

A primeira a elogiar foi a governadora Rosalba Ciarlini (DEM), que, ao cumprimentar os políticos e autoridades presentes à sessão, se referiu a Fátima como a parlamentar que, dentro da Educação, mais tem se destacado.

O senador José Agripino Maia, presidente nacional do DEM, também passou pelos cumprimentos ragando elogios ao desempenho de Fátima…

Já o deputado-presidente da Câmara, Henrique Alves, foi mais além…

“A deputada Fátima é uma das maiores autoridades na área de Educação. É a pesoa mais ouvida e respeitada quando se trata de Educação brasileira”…

 

E na hora do discurso de Fátima Bezerra…o retorno.

Fátima falou do mérito de Rosalba em ter apresentado, quando senadora, o projeto criando a Universidade Federal do Seridó.

 

 

18 de março de 2013 às 15:54

A convite de Henrique, vereador Luiz Almir vai trocar o PV pelo PMDB [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A bancada do PMDB na Câmara Municipal de Natal pode crescer…

Hoje o presidente da Câmara Federal, e presidente do PMDB-RN, deputado Henrique Alves, convidou o vereador Luiz Almir, do PV, para se filiar ao partido.

Henrique conta com a boa vontade do senador Paulo Davim, presidente do Partido Verde, para liberar os Verdes sem questionamentos na Justiça.

Além de Luiz Almir, o deputado federal Paulo Wagner, também do PV, já foi convidado e já aceitou.

 

O convite a Luiz Almir foi feito hoje cedo, no apartamento de Henrique.

Almir disse sim.

E até acertou de fazer uma grande festa na zona Norte para anunciar a novidade.

18 de março de 2013 às 15:50

Solução caseira na Saúde poderá ser o médico Luiz Roberto Fonseca [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A solução para a Saúde do Estado, deverá ser caseira.

O secretário deverá ser o coordenador do Samu, Luiz Roberto Fonseca.

O diretor do Varela Santiago, Paulo Xavier, sondado, como o Blog informou pela manhã, não aceitou.

E a governadora deverá oficializar o nome que sempre deu as cartas, nos bastidores, nas questões da Saúde.

 

O nome de Luiz Roberto, em outra situação, foi vetado pelo sindicato dos médicos e pelo senador Paulo Davim.

De Paulo, a governadora não tem mais que acatar sugestões, visto que decidiu romper com sua gestão.

E da categoria médica…que passou quase um ano em greve, e só voltou ao trabalho depois de pressão judicial, a governadora não deve temer mais retaliação…

Então…a hora é de assumir o que o governo sempre  quis fazer, mas atendendo a apelos de aliados, terminou mudando o foco.

18 de março de 2013 às 15:48

Luiz Roberto Fonseca na Saúde: por que não? [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O que faz com que a categoria médica se arrepie quando se fala no nome do coordenador do Samu, Luiz Roberto Fonseca, para a Secretaria de Saúde?

Durante o período em que o Estado esteve sob decreto de emergência na Saúde, Luiz Roberto acumulou o cargo de coordenador do Samu com o de coordenador de Urgência e Emergência da Secretaria.

E nesse período, implantou o ponto eletrônico para os médicos da rede pública…

Também publicou a portaria cancelando os plantões fictícios noturnos nas enfermarias…

Estava coordenando o enfrentamento do caos na Saúde no momento em que foi publicada portaria determinando o cumprimento de carga-horária pelos médicos…

 

No Samu, os médicos  cumprem 12 plantões por 40 horas…

 

Mas…nada disso deve ser motivo para a categoria médica desgostar do provável futuro secretário de Saúde.

Ou deve?

 

 

18 de março de 2013 às 11:36

Rosalba conta com Henrique para retirar multa de 80 milhões aplicada pelo Ibama aos salineiros [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de declararem apoio total e irrestrito à criação da Universidade Federal do Seridó, a governadora Rosalba Ciarlini, o presidente da Câmara Henrique Alves, o senador José Agripino e o deputado federal João Maia deixaram a Assembleia Legislativa.

Foram para a Governadoria para um encontro com empresários do setor salineiro.

Na semana passada, os salineiros potiguares receberam a visita de fiscais do Ibama, armados de metralhadoras, que definiram que as salinas estavam funcionando ilegalmente.

O total de multas aplicadas aos salineiros ultrapassa os 80 milhões de reais.

“Esse trabalho com as salinas cabe ao Idema, e não ao Ibama”, disse Rosalba ao Blog, quando saía da Assembleia.

“Eles alegaram que estavam sem licença, mas todas estão sendo renovadas”, disse Rosalba.

Ela e os parlamentares, com apoio do presidente da Câmara, tentam reverter o quadro.

18 de março de 2013 às 10:34

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado estadual Walter Alves informou agora ao Blog que seu avô, senador Garibaldi Alves, que está internado em Brasília, está bem.

Ele disse que o médico, que inicialmente pensou se tratar de um AVC, descartou o diagnóstico e atestou que ele está com infecção urinária.

18 de março de 2013 às 10:26

Henrique, Betinho e Fátima reforçam time federal na audiência pública sobre Universidade do Seridó [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Reforço federal na audiência pública para debater a criação da Universidade Federal do Seridó.

Acabam de chegar o presidente da Câmara, Henrique Alves e os federais Betinho Rosado e Fátima Bezerra.

18 de março de 2013 às 10:22

Rosalba, Agripino e João Maia debatem criação da Universidade Federal do Seridó [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O assunto do dia na Assembleia Legislativa é a criação da Universidade Federal do Seridó.

Neste momento começa audiência pública proposta pelo deputado Nelter Queiroz.

Já presentes a governadora Rosalba Ciarlini, o senador José Agripino, o deputado federal João Maia, o arcebispo Metropolitano de Natal, Jaime Vieira, o Monsenhor Ausônio Tércio, que idealizou o movimento “O Seridó é federal”, e prefeitos como Isaías Cabral, de Acari, Roberto Germano, de Caicó, Ivan Júnior, de Assu, George Queiroz, de Jucurutu, o prefeito em exercício de Jardim do Seridó, Doutor Anchieta, de Florânia, Júnior de Janúncio

 

18 de março de 2013 às 10:10

Governo tenta convencer médico Paulo Xavier a assumir a Secretaria de Saúde [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Diretor do Hospital Infantil Varela Santiago, e recém-eleito para um cargo na diretoria da Unimed, o médico Paulo Xavier é a bola da vez do governo para ocupar a Secretaria de Saúde.

Foi sondado. Está sendo convencido, mas não está fácil…

Tanto que pediu para que seu nome não fosse divulgado…

 

18 de março de 2013 às 10:04

Júnior Teixeira e Leonardo Rêgo já certos para o governo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da chaminé do governo, já saiu fumaça verde e vermelha.

Tudo certo para Júnior Teixeira, presidente da Anorc, assumir a Secretaria de Agricultura, por indicação do PMDB do ministro Garibaldi Filho e do deputado Henrique Alves.

Tudo certo para o ex-prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rêgo, assumir a Secretaria de Recursos Hídricos, por indicação do DEM do senador José Agripino.

18 de março de 2013 às 9:46

Senador Garibaldi Alves está internado em Brasília [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Garibaldi Alves (PMDB) está internado desde ontem no Hospital Santa Luzia, em Brasília.

Os médicos que o atendem estão avaliando se o quadro se dá a partir de uma infecção urinária ou um AVC, mas a informação é que ele está bem.

O ministro Garibaldi Filho, que participaria agora pela manhã da audiência pública na Assembleia Legislativa, sobre a criação da Universidade Federal do Seridó, já está em Brasília para acompanhar o pai.

Na audiência ele será representado pelo assessor do Ministério da Previdência, Jaime Mariz.

18 de março de 2013 às 7:11

Presidente interino da Câmara Federal, pai do deputado Ricardo Motta foi preso durante o ‘Levante de Brasília’ [1] Comentários | Deixe seu comentário.

kkk

Engana-se quem diz que o deputado Henrique Alves é o único potiguar que assumiu a presidência da Câmara.

Ele pode até ser o único eleito presidente.

Na interinidade, o deputado Clóvis Motta, pai do presidente da Assembleia Legislativa do RN,  Ricardo Motta, que assumiu a presidência numa ausência do titular Raniere Mazzili, chegou a ser preso durante o movimento que isolou Brasília do resto do país, e que ficou conhecido como “Levante de Brasília”.

A revelação foi feita pelo jornal O Globo do domingo, dia 10 de março.

E o Blog repercute a reportagem de uma semana atrás.

 

 

BRASÍLIA – Na madrugada de 12 de setembro de 1963, Brasília foi isolada do resto do país. Telefones cortados, aeroporto ocupado, prédios públicos tomados e os acessos a rodovias federais bloqueados. A capital estava sitiada pela ação de 630 sargentos, cabos e soldados da Marinha e da Aeronáutica. Num ato ousado, o grupo ainda prendeu dezenas de oficiais e autoridades civis, como um ministro do Supremo Tribunal Federal e até o presidente interino da Câmara, deputado Clovis Mota (PSD-RN).

 

O episódio ficou conhecido como Levante de Brasília, nos meses conturbados que antecederam o golpe militar. Documentos que detalham aquelas horas tensas estavam lacrados nos arquivos da Câmara, agora liberados. São cópias de telegramas despachados de Brasília, única forma de comunicação até que o Exército debelou os revoltosos, após nove horas de enfrentamento pelas avenidas da capital federal.

 

Num dos telex, Clovis Mota relata ao coronel Dagoberto Rodrigues, diretor do Departamento de Correios e Telégrafos (DCT), já às 7h, o drama que viveu poucas horas antes. O coronel ficava no Rio. Alertado do movimento, Mota acordara às 4h. Rumou para o Congresso, mas foi impedido por um soldado.

 

Aqui não passa nem o presidente da República disse o militar que deu voz de prisão a Mota.

 

“Fui acordado às quatro horas pelo serviço de segurança da Câmara informando-me… todos os telefones cortados. Dirigi-me à central telefônica, que verifiquei ocupada por tropas da Aeronáutica. Desloquei-me à Câmara, sendo detido na Esplanada dos Ministérios, onde fui preso por praças. Permaneci no Departamento Federal de Segurança, àquela hora, já ocupado, até 5h30m em companhia de alguns oficiais do Exército também presos. Esses oficiais foram transportados para a Base Aérea. Lograram fugir. Fui liberado, vindo diretamente aqui (na Câmara). Tropas do Exército conseguiram desalojar (os prédios de) Marinha e Aeronáutica, depois de choques armados. Situação caminha para normalidade. Só dispomos de ligação telex. Exército ainda não nos forneceu rádio para comunicação do Ministério e do Planalto. Indispensável sua permanência aí”… é o conteúdo do telex de Mota.

Naquele momento, ele ainda não sabia se o levante ocorria em outras cidades e buscava notícias.

 

O cenário era de guerra em Brasília. Os sargentos estavam armados, usavam carros e buscavam oficiais nas vilas militares para detê-los. A razão da revolta foi uma decisão do STF, que negou o direito a elegibilidade dos praças. O ministro Vítor Nunes Leal, do STF, estava entre os presos. Os insurgentes ocuparam o Departamento de Telefones e deixaram Brasília sem comunicação.

 

Clovis Mota ficou preso durante uma hora e meia no prédio do Ministério da Justiça, no gabinete do ministro, arrombado pelos sargentos. Negou-se a seguir com os sargentos para a Base Aérea e disse que resistiria. Cenas cinematográficas vieram na sequência: três oficiais levados numa caminhonete F-100 pelos praças conseguiram tomar o automóvel e o jogaram contra a portaria de vidro do Ministério da Fazenda. Mota acabou sendo libertado e seguiu para a Câmara, indo direto para o telex.

 

O Exército não aderiu à revolta e combateu os praças. Cercou as instalações ocupadas pelos sargentos, em posição de combate. Diante da grave situação, o Ministério da Guerra decidiu enviar uma tropa de paraquedistas do Rio.

Essa passagem está relatada em outro telegrama, desta vez do coronel Dagoberto para Clovis Mota. O militar responde ao deputado. Já eram 7h20m, e diz que no resto do país está tudo tranquilo.

 

O presidente titular da Câmara, Ranieri Mazzilli, no exterior, só veio a saber dos fatos quando a situação estava contornada.