Holiday

Thaisa Galvão

26 de março de 2013 às 21:16

Flávio Azevedo entre os 10 brasileiros agraciados com Medalha do Mérito Industrial em 2013 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Por proposição do presidente da FIERN, Amaro Sales, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) indicou hoje o ex-presidente da Federação potiguar, engenheiro Flávio Azevedo, como próximo agraciado do Estado com a medalha da Ordem do Mérito Industrial.

Do Rio Grande do Norte já receberam a distinção, os empresários José Nilson de Sá, Orlando Gadelha Simas, Walter Byron Dore, Francisco Ferreira Souto Filho, Fernando Bezerra e Nevaldo Rocha.

A comenda é oferecida a no máximo dez pessoas por ano, escolhidas em todo o Brasil, e o nome passa pela avaliação de um comitê, que hoje aprovou o nome de Flávio Azevedo.

A Medalha foi criada em 1958, e consiste na maior honraria concedida pela CNI a personalidades que se destacam pelo empreendedorismo, ação em prol do desenvolvimento industrial, defesa dos interesses da livre empresa e manutenção de serviços de assistência e formação profissional dos trabalhadores.

A data de entrega da medalha ainda será anunciada.

Flávio Azevedo

26 de março de 2013 às 20:47

Ministro do Desenvolvimento vai à Fiern discutir política industrial para o RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da FIERN, Amaro Sales, receberá nesta quarta-feira, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Alessandro Teixeira.

Participará do encontro, um grupo de empresários  e industriais filiados à Federação.

Em pauta na reunião marcada para às 17h30, a discussão em torno de uma política industrial para o Rio Grande do Norte.

Amaro Sales vem se queixando do posicionamento do governo do Estado em relação a essa política, e tem dito que, o que tem que ser feito, será…mas pelos empresários.

O primeiro passo será a conversa com o ministro.

 

26 de março de 2013 às 20:34

Cláudia Regina dará posse amanhã ao Comitê da Defesa Civil [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A prefeita de Mossoró, Cláudia Regina, dará posse amanhã, aos membros do Comitê Municipal da Defesa Civil.

A solenidade de posse está marcada para às 10h, no Palácio da Resistência.

O Comitê será composto por auxiliares da Prefeitura e representantes da sociedade civil.

26 de março de 2013 às 20:02

Juiz manda afastar do cargo a vereadora de Acari Stella Fernandes [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O juiz Witemburgo Gonçalves de Araújo, da 22ª Zona Eleitoral, acaba de decidir pelo afastamento imediato da vereadora de Acari, Stella Bárbara Fernandes.

O magistrado julgou procedentes os embargos impetrados pela coligação adversária ao grupo da vereadora, representada pelo advogado Leonardo Braz.

Eis trecho da conclusão

 

3. Conclusão:
Ante o exposto, conheço e acolho os embargos de declaração apresentados para sanar a omissão e contradição supramencionadas e, emprestandolhes parcialmente efeitos modificativos, complementar a parte dispositiva da sentença de mérito, às fls. 654 a 659 destes autos, deliberando que a procedência da representação em face da representada Stella Bárbara Fernandes de Macêdo, com fundamento na captação ilícita de sufrágio, prevista no art. 41-A da Lei nº 9.504/1997, deve ter cumprimento imediato, cassando-lhe o diploma expedido, bem como aplicando-lhe multa, sendo os votos
atribuídos a ela computados para a legenda, nos termos do art. 175, § 4º, do Código Eleitoral.
Em consequência, determino ao Cartório Eleitoral que oficie à Presidência da Câmara Municipal de Vereadores de Acari/RN, para fins de declaração da vacância do cargo e posse do 1º suplente da mesma coligação.
Publique-se. Intimem-se. Cumpra-se.
Acari/RN, 26 de março de 2013.
Witemburgo Gonçalves de Araújo
Juiz da 22ª Zona Eleitoral

 

*

Do Blog – Apesar da decisão estar publicada no Diário Eletrônico da Justiça, com data ainda de primeiro de abril, a intimação à Câmara deverá ser feita nesta quarta-feira.

Com o afastamento de Stella, assumirá o suplente da coligação, o ex-vereador Chico Dias (PR).

De acordo com uma corrente do TSE, o suplente a assumir seria o do partido, no caso,  João de Getúlio, do PSB, que só obteve 81 votos.

Mas os autores da ação não irão recorrer da decisão judicial de empossar o suplente da coligação.

Huummm…

Um gesto de grandeza e aproximação com o deputado federal João Maia, presidente do PR…

Adversário, ainda, do prefeito eleito Isaías Cabral (PMDB).

Como PR e PMDB andam casadinhos pelo Estado afora…

26 de março de 2013 às 17:27

Ministério Público vai recorrer contra redução das penas de Carla Ubarana e George Leal [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Sobre a Operação Judas, que culminou com a condenação da ex-chefe do setor de precatórios do Tribunal de Justiça, Carla Ubarana, e do seu marido, George Leal, o Ministério Público, que vai recorrer contra a redução da pena imposta ao casal, por não concordar com a redução de 1/3, visto que o combinado pós-delação premiada seria de 2/3, emitiu nota que o Blog publica na íntegra:

 

 

 

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, através da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público da Comarca de Natal, em virtude da publicação da sentença condenatória referente a Operação Judas, na data desta terça-feira, 26/03/2013, vem prestar os esclarecimentos que se fazem necessários:
1) A referida sentença condenatória consistiu em uma resposta digna e altiva do Poder Judiciário aos delitos praticados no âmbito da Divisão de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte;
2) O Ministério Público, no curso das investigações, celebrou acordo de delação premiada com os réus Carla Ubarana e George Leal, pelo qual se obrigou a postular os benefícios previstos em lei para quem desvenda a prática do crime em todas as suas circunstâncias, identifica os agentes que praticaram o crime e restitui os bens ilicitamente auferidos;
3) Com base neste acordo, requereu em alegações finais da Ação Penal em apreço a redução da pena em favor do casal no patamar de 2/3 (dois terços). No entanto, a sentença condenatória, admitindo a colaboração dos réus, fez incidir a redução da pena em 1/3 (um terço);
4) Subsiste, neste momento, a obrigação profissional e ética do Ministério Público em prestigiar o instituto da delação premiada, reconhecendo a efetiva, decisiva e relevante contribuição do casal para a elucidação do crime e identificação dos agentes públicos que se situavam acima dos réus na escala hierárquica da empreitada criminosa;
5) Nesse sentido, informa que pretende recorrer da sentença, mediante apelação criminal, para vindicar a redução de 2/3 (dois terços) da pena imposta a Carla Ubarana e George Leal, conforme já havia requerido em alegações finais;
6) Antes disso, o Ministério Público interporá o recurso de embargos de declaração para que conste na sentença o valor mínimo de reparação do dano, pois, embora a sentença tenha mencionado esse valor nos seus fundamentos, faltou constar no dispositivo sentencial.

 

 

PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE DEFESA DO PATRIMÔNIO PÚBLICO

 

26 de março de 2013 às 8:33

Carla Ubarana é condenada a 10 anos e George Leal a 7 anos de prisão [3] Comentários | Deixe seu comentário.

A prisão do casal Carla Ubarana e George Leal, no começo da manhã de hoje, se deu após sentença condenatória do Tribunal de Justiça.

Carla foi condenada a 10 anos de prisão e George a 7 anos.

Resta saber quanto tempo os dois passarão na cadeia, vez que já cumpriram parte da pena.

Além de outros atenuantes como o fato de não terem passagem pela polícia, etc…

 

Os dois foram levados hoje cedo para a Delegacia de Capturas, para serem apresentados ao delegado Ben Hur Medeiros, que os encaminharia ao Itep, para exames de corpo de delito, e em seguida os colocaria à disposição do sistema prisional.

De acordo com o coordenador de administração penitenciária, Castelo Branco, os dois deverão passar os próximos 10 dias nos centros de triagem do estado. O masculino, no conjunto Pirangi, e o feminino, em Parnamirim.

De acordo com as vagas nos presídios, e cumprindo determinações de cuidados com a integridade física dos réus, eles serão distribuídos para os locais onde cumprirão suas penas.

 

 

 

A ex-chefe da Divisão de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Carla Ubarana, e o marido, George Leal, foram presos na manhã desta terça-feira (26). Segundo informações preliminares, os dois foram detidos preventivamente por força da sentença expedida pela 7ª Vara da Fazenda Pública, que condenou Carla Ubarana e George Leal a 10 e 7 anos de prisão, respectivamente.

26 de março de 2013 às 8:06

George Leal e Carla Ubarana serão levados para os centros de triagem e em 10 dias serão distribuídos para presídios onde cumprirão penas [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois que se apresentarem ao delegado de Capturas, Ben Hur Medeiros, o casal envolvido no escândalo dos precatórios do Tribunal de Justiça, Carla Ubarana e George Leal, serão levados para os centros de triagem do sistema penitenciário estadual.

George será encaminhado para o centro de triagem masculino, que fica no conjunto Pirangi.

Carla será levada para o centro de triagem feminino, em Parnamirim.

Segundo o coordenador de administração penitenciária do Estado, Castelo Branco, depois de um período de aproximadamente 10 dias eles serão encaminhados para as penitenciárias onde cumprirão suas penas.

“A gente faz a distribuição de acordo com o número de vagas. Vamos ter um cuidado porque esse é um caso delicado que requer a integridade física dos dois”, disse Castelo Branco ao Blog.

26 de março de 2013 às 7:59

Carla Ubarana e George Leal são condenados [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sentença condenatória.

É essa a causa da prisão do casal envolvido no escândalo dos precatórios, Carla Ubarana e George Leal.

Segundo o Delegado de Capturas, Ben Hur Medeiros, que está próximo da delegacia – preso no trânsito – o casal já se encontra no local e depois de se apresentar, ficará à disposição do sistema penitenciário, que vai indicar o local para onde os dois serão levados.

26 de março de 2013 às 7:54

Precatórios: Carla Ubarana e George Leal voltam para a cadeia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Presos hoje logo cedo, o casal envolvido no escândalo dos precatórios do Tribunal de Justiça, Carla Ubarana e George Leal.

Carla foi chefe do setor. Ela e o marido são réus confessos no processo que os acusa de desviar 14 milhões de reais do poder público.

Segundo o comandante geral da Polícia Militar, Coronel Francisco Araújo, a PM recebeu um pedido do Tribunal de Justiça para colaborar com dois mandados de prisão, mas não deu maiores detalhes.

Neste momento o casal deixa a residência, em Tirol, para se apresentar ao delegado de Capturas, Ben Hur Medeiros.

De lá, o comandante da PM não soube dizer para onde eles serão levados.

“O oficial de Justiça deve saber, pois essa informação deve constar no mandado de prisão”.

 

 

26 de março de 2013 às 7:05

Henrique Alves e Elias Fernandes: longa conversa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Foi looonga a conversa do deputado-presidente da Câmara, Henrique Alves, com o ex-diretor-geral do DNOCS, Elias Fernandes.

Foi sábado.

Vice-presidente do PMDB-RN, que é comandado pelo deputado Henrique, Elias teve a casa visitada por policiais federais que cumpriram mandado de busca e apreensão.

Na sexta-feira, Elias não foi à Câmara para a sessão solene em comemoração aos 47 anos do PMDB.

E no sábado se encontrou com Henrique…

26 de março de 2013 às 0:02

Agripino critica falta de ação do governo federal e diz como combateu efeitos da seca [3] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador José Agripino (RN) voltou a criticar a falta de atenção por parte do governo federal aos problemas causados pela seca no Nordeste.

“A presidente da República deveria chegar ao Nordeste com uma ação efetiva, uma esperança real aos brasileiros que produzem, aos pecuaristas que estão passando a maior das aflições. Deveria chegar lá com um programa de perfuração de poços para garantir água para as pessoas e para o gado”, disse Agripino, referindo-se à visita da presidente Dilma Rousseff a Pernambuco para inaugurar uma adutora em Serra Talhada.

Para Agripino, seria melhor se Dilma chegasse ao Nordeste inaugurando a transposição do rio São Francisco.

 

O senador potiguar falou de sua experiência como governador do Rio Grande do Norte e lembrou que as medidas adotadas por ele, nos períodos de grave seca, eram de socorro efetivo e soluções práticas para a aflição do nordestino. “Uma vez cheguei com um navio de ração para o gado para garantir que a atividade do produtor fosse mantida por ação do poder público. Era isso que o governo atual tinha que fazer: preservar a capacidade de geração de emprego, valorizando a vocação do trabalho para que o Brasil seja um país de lutadores”, acrescentou.

No discurso que fez no plenário do Senado nesta segunda-feira, Agripino disse como combateu os efeitos da seca quando era governador do Rio Grande do Norte, citando o Projeto Curral.

 

“Comprava gado no Sul, sorteava os inscritos, sem nenhum critério político, e eles se comprometiam a pagar com as crias, com os filhotes das vacas que vinham a nascer ao longo do tempo. Com isso muitas famílias formaram seus filhos, mantiveram a dignidade de viver não da proteção do Estado, mas de uma ação solidária dele”, frisou.

 

26 de março de 2013 às 0:01

Novos secretários aprovam realização de reuniões itinerantes para discutir seca no RN [1] Comentários | Deixe seu comentário.

As sugestões do senador José Agripino bem que poderiam ter sido discutidas na primeira reunião do Comitê de Combate à Seca com a presença dos novos secretários de Agricultura, Júnior Teixeira e, de Recursos Hídricos, Leonardo Rêgo.

Que definiu apenas que outra reunião acontecerá – não conseguiram marcar data – mas no município e Currais Novos.

“A ideia é que sejam feitas reuniões itinerantes em todo o Estado para que as demais instituições e prefeituras participem da dinâmica das discussões”, disse Teixeira.