Thaisa Galvão

5 de abril de 2013 às 12:04

Procurador-geral Manoel Onofre Neto reúne jornalistas para discutir “PEC da Impunidade” [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Será realizada amanhã, às 9 horas, mais uma edição do Notícia Cidadã projeto do Ministério Público do Rio Grande do Norte para debater temas de interesse da sociedade com jornalistas.

Os encontros mensais acontecem sempre aos sábados, e amanhã, o tema será a PEC 37, que tramista no Congresso Nacional e visa tirar do MP o poder de investigar, e que está sendo chamada de “PEC da Impunidade”.

Participarão amanhã o Procurador Geral de Justiça do RN, Manoel Onofre de Souza Neto e o promotor Fernando Batista Vasconcelos.

 

5 de abril de 2013 às 11:51

Concurso da Assembleia Legislativa será realizado até julho e provas serão aplicadas pela Fundação Carlos Chagas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Tudo pronto para o concurso da Assembleia Legislativa.

 

Da Assessoria da AL:

 

 

A Fundação Carlos Chagas vai realizar o primeiro concurso público da história da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. O edital do certame, elaborado pela organizadora, será publicado em maio e as provas realizadas até julho. Nos próximos dias, será designada a Comissão do Concurso Público e realizada a assinatura do contrato administrativo com a Fundação Carlos Chagas.

 

A Assembleia Legislativa deflagrou o processo administrativo para realização do concurso observando a Resolução do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN) n.º 008/2012, bem como a Lei Complementar Estadual n.º 303/05 e a Lei de Responsabilidade Fiscal. Com base no Termo de Referência, que definiu o número de vagas, área de atividade e critérios de ocupação, a Comissão Permanente de Licitação iniciou o procedimento para a definição da banca organizadora do concurso público.

 

No dia 13 de fevereiro de 2013, a Assembleia Legislativa remeteu o Termo de Referência para colher propostas e manifestação de interesse das seguintes empresas prestadoras de serviço: Escola de Administração Fazendária (ESAF), Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (FUNCAB), Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (CESPE), Assessoria em Organização de Concursos Públicos LTDA. (AOCP), Contabilidade e Consultoria Empresarial (CONSULPLAN) e Fundação Carlos Chagas (FCC).  Durante o prazo fixado no Termo de Referência, o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (IDECAN) apresentou proposta para prestação de serviços.

As Instituições CESPE/UnB e CONSULPLAN não encaminharam a documentação no prazo estabelecido.  Já a ESAF remeteu à CPL mensagem eletrônica (e-mail), com data do dia 7 de março de 2013, justificando a impossibilidade de apresentar proposta.

Desse modo, foram analisadas as documentações do Instituto AOCP, IDECAN, Fundação Carlos Chagas e FUNCAB.

 

Após examinados todos os requisitos de ordem jurídica, qualificação técnica, qualificação econômico-financeira, capacidade técnica, regularidade fiscal e trabalhista, conforme estabelece o artigo 26, parágrafo único, e artigo 27 da Lei Federal n.º 8.666/93 (Lei das Licitações), a Fundação Carlos Chagas foi a entidade que atendeu plenamente os requisitos para fins de contratação direta, especialmente por possuir experiência comprovada para a realização de certames similares, bem como ter reconhecido destaque para execução de concursos públicos de maior expressão no âmbito nacional. 

 

Vagas, Cargos e Salários 

No concurso público, serão oferecidas 85 vagas nos níveis médio e superior com salários que variam de R$ 2.609,48 a R$ 17.025,00. Para os cargos de nível superior – 25 no total – serão disponibilizadas 10 vagas de analista legislativo para qualquer área de formação, uma de arquitetura, duas de biblioteconomia, duas de enfermagem, uma de engenharia civil, três de analista de sistema, uma de medicina, uma de jornalismo, uma de psicologia e uma de assistência social e uma de assessoria técnica de controle interno. Serão 60 vagas de nível médio, sendo 46 técnicos legislativos, três operadores de som, cinco programadores, cinco taquigrafistas e quatro técnicos em hardware.

5 de abril de 2013 às 11:33

RPM hoje no palco do Teatro Tiachuelo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Noite de rock anos 80 no Teatro Riachuelo…

No palco, RPM.

Com repertório que vai de Rádio Pirata a Olhar 43, Alvorada VorazLoura Gelada

Com direito a momento acústico num pout porri que passa por Pink Floyd, The Commodores…

Com o retorno definitivo do quarteto, o RPM ainda entoará Muito TudoDois Olhos VerdesEla é Demais, Crepúsculo, Ninfa…

5 de abril de 2013 às 11:25

Em assembleia-almoço da CDL, Carlos Eduardo fará balanço dos 100 dias de gestão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito Carlos Eduardo é o convidado da CDL-Natal para a assembleia-almoço desta sexta-feira.

Evento marcado para o meio-dia, no Versailles Recepções, em Capim Macio.

O prefeito vai falar sobre os 100 primeiros dias de gestão e os planos para os próximos…

 

5 de abril de 2013 às 11:21

Alegando “motivos técnicos”, supermercado Extra da Roberto Freire está fechado há dois dias [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Segundo dia consecutivo…e a única explicação aos clientes está neste cartaz, colado no portão fechado do supermercado Extra da Avenida Engenheiro Roberto Freire.

Loja fechada por dois dias, certamente um prejuízo grande.

O que leva a crer que tem mais do que motivos técnicos por trás desse portão fechado.

5 de abril de 2013 às 10:50

Agentes de saúde do Município fazem protesto e pedem melhoria salarial [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Dor de cabeça para o prefeito Carlos Eduardo.

Neste momento, agentes de Saúde, com apoio do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Natal, fazem ato público na Praça 7 de Setembro.

Reivindicam melhoria salarial, pagamento de insalubridade…e etc…

Na frente do Palácio Felipe Camarão, a Guarda Municipal a postos para evitar invasão.

 

Dessa vez, pelo menos a rua continua liberada ao tráfego de veículos.

Sem interdição.

5 de abril de 2013 às 10:44

Piloto da Avianca avisa aos passageiros que o combustível vai acabar [21] Comentários | Deixe seu comentário.

Relato do advogado e ex-deputado Ney Lopes, que tinha uma filha e uma neta neste voo da Avianca que decolou ontem em Natal e se destinava a Brasília:

 

O drama dos passageiros, no voo Natal/Brasília da Avianca, ontem, 4

 

 

Por mais que o governo anuncie medidas de proteção ao usuário de companhia aérea há muito que fazer, ainda.

Ontem, 4, um avião da “Avianca” decolou por volta de 15.30 horas de Natal para Brasília. Voo direto. Previsão de chegada ao DF às 18.30 hs.

Como chovia torrencialmente em Brasília, o avião sobrevoou a cidade mais de uma hora.

Em seguida colocou os passageiros em pânico, ao avisar que o combustível disponível somente daria para chegar em Anápolis.

Não havia combustível para Goiana, que fica, mais ou menos na mesma distância.

Trocando em miúdos: se não fosse possível aterrissar em Anápolis, o avião cairia, por falta de combustível!!!!

Finalmente, o avião aterrissou na base militar de Anápolis, da FAB.

Ao desligar os motores, os passageiros foram avisados de que não poderiam descer. A base aérea não dispunha de escadas para aviões maiores, como o Air Bus da Avianca.

Todos os passageiros ficaram a bordo, com risco de asfixia. Pânico geral. Crianças queriam beber água e começou a faltar.

 

 

Circula a notícia de que na Base Militar de Anápolis não seria possível abastecer o avião, por inexistir posto de venda e a FAB não forneceria o combustível, em razão de ter sido adquirido para uso próprio, através de licitação.

O que fazer?

22 horas e nada se resolvia.

Os passageiros que saíram de Natal estavam a bordo e fechados, a mais de 7 horas.

Finalmente, após verdadeira via crucis, o aviso de que fora autorizado o abastecimento do avião, que seguiu para Brasília, lá chegando depois de 23 horas.

 

 

Post scriptum- Perguntas que ficam no ar, aguardando uma “aterrissagem” lógica, que explique os abusos como os de ontem, 4, no voo Natal/Brasília, da Avianca.

Por que o comandante da Avianca, sabendo que o combustível era escasso, passou tanto tempo sobrevoando Brasília?

Por que a ANAC e o Ministério da Defesa permitem que uma aeronave, cheia de passageiros, com autonomia de até 8 horas de voo, decole com o tanque sem disponibilidade de combustível para enfrentar uma situação como essa de ontem, a caminho de Brasília?

Será por economia das empresas aéreas, que gastam menos combustível, se o avião voar mais leve?

Caso verdadeiro esse argumento, haverá cumplicidade neste abuso dos órgãos do Ministério da Defesa. Não poderiam permitir tal situação. Qualquer dano ocasionado aos passageiros, esses órgãos teriam que responder civil e criminalmente, pela omissão.

No artigo 21, XII da Constituição, letra “c” está claro que compete a União – e não a Avianca ou empresas privadas – explorar, direta ou indiretamente, a navegação aérea e a infraestrutura aeroportuária.

O Código Brasileiro de Aeronáutica (CBA), aprovado pela Lei nº 7.565, de 1986, complementado pela Lei nº 11.182, de 2005, repete a responsabilidade da União, através do Ministério da defesa.

Diante de regra legal claríssima, como se explica que o Ministério da Defesa permita que, uma Base Militar como a de Anápolis, a menos de cem quilômetros do Distrito Federal, não disponha de uma escada de desembarque e de fornecimento emergencial de combustível, para casos de urgência com um avião comercial, ou militar?

Se o avião presidencial decolar de Brasília e for levado a um pouso forçado em Anápolis, o Presidente da República ficará confinado, por falta de escada de desembarque?

Um verdadeiro absurdo.

Inexplicável.

Espera-se que o “drama” da Avianca, nesta quinta, 4, sirva de alerta para providências urgentes e imediatas do Ministério da Defesa.

Pelo menos, dotar a Base de Anápolis e outras similares, de escadas de desembarque para aviões maiores e autorização de abastecimento de combustível, em urgências.

E também exigir que as companhias aéreas, permissionárias da aviação civil, abasteçam os tanques das aeronaves, com combustível suficiente para enfrentar mais horas voando, em casos emergenciais.

É o mínimo que se pode pedir.

5 de abril de 2013 às 5:43

Marcelo Alecrim palestrante de evento de empreendedores promovido pela Endeavor em Recife [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Presidente do Grupo ALE, o empresário Marcelo Alecrim participou, nesta quinta-feira, na Arcádia Boa Viagem, em Recife, do CEO Summit Nordeste.

Evento promovido pela Endeavor Brasil e a Ernst & Young Terco, e que  reuniu empreendedores, investidores e executivos C-level, que compartilharam experiências, discutiram desafios e conheceram as melhores práticas de gestão de empresas inovadoras com alto potencial de crescimento.

 

Marcelo, fundador da ALE Combustíveis e Embaixador da Endeavor NE, participou do Painel Nordeste Empreendedor, onde contou sua história de sucesso que já virou case em Harvard.

 

 

Também participaram do evento os empreendedores Emílio Odebrecht (presidente do Conselho de Administração da Odebrecht S.A); Eduardo Ourivio (sócio fundador do Grupo Spoleto); Américo Pereira (presidente da Rapidão Cometa); Marco Ferraz (sócio fundador da Agilis); e Iliane Alencar (sócia fundadora da Tecsaúde).

Os debates foram mediados por Cristiane Amaral (sócia da Consultoria Ernst & Young Terco); André Viola Ferreira (sócio da Ernst & Young Terco); Sílvio Meira (Cientista-Chefe do C.E.S.A.R); e Fernando Iunes (diretor executivo do Itaú BBA).

Foi Iunes quem mediou o debate de Marcelo Alecrim.

Marcelo Alecrim no Ceo Summit 2013, em Recife

 

5 de abril de 2013 às 4:54

Aliados juntos e misturados em Serra do Mel [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Juntos e separados…

Noite de quinta-feira, Serra do Mel.

Aliados unidos, jamais serão vencidos…

No palanque de Fabinho e Erivaneide, candidatos a prefeito e vice nas eleições suplementares de domingo, lá estavam o senador José Agripino (DEM) e o deputado federal João Maia (PR).

E lá já estiveram, há poucos dias, o ministro Garibaldi Filho, o deputado federal Henrique Alves e o deputado estadual Walter Alves: PMDB peso-pesado.

*

Agora…o ‘jamais serão vencidos’…só as urnas de domingo dirão.

É que na cidade, o clima de comoção por causa do assassinato do presidente do PT, Edinaldo Filgueira, em junho de 2011, tende a favorecer a candidatura das mulheres que disputam a Prefeitura na coligação PT-PCdoB-PTB

Na cabeça da chapa, a petista Dona Francisca, mulher do prefeito afastado, e que provocou nova eleição, Manoel Cândido. Na vice, Conceição Pinheiro.

Há poucos dias reforçaram o palanque petista, os deputados federal Fátima Bezerra e estadual Fernando Mineiro.

*

 

No ringue do andar de cima, Garibaldi, Henrique, Agripino, Felipe, João Maia…versus Fátima e Mineiro.

A esperar a contagem dos votos no final da tarde de domingo.

Coisa de meia hora depois de encerrada a votação.

 

 

5 de abril de 2013 às 4:53

Aliados juntos e separados nas eleições de Caiçara do Rio dos Ventos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Juntos e separados

Noite de quinta-feira em Caiçara do Rio dos Ventos, que assim como Serra do Mel, também realiza eleições suplementares no domingo.

 

No palanque de Ceiça Lisboa, candidata à prefeita e do vice Laécio, lá estavam a governadora Rosalba Ciarlini (DEM), o senador José Agripino (DEM) e os deputados federais João Maia (PR) e Felipe Maia (DEM).

Coligação formada pelo PR/PSDB/DEM/PSD/PP.

No palanque também já esteve nesta campanha, o vice-governador Robinson Faria (PSD).

No palanque de Ceiça, o ex-prefeito Etevaldo, José Agripino, Felipe Maia, Ceiça, Rosalba, João Maia, o prefeito afastado Felipe Muller e a atual Coinha

A candidata Ceiça Lisboa e o federal Felipe Maia

 

 

Detalhe…

No mesmo palanque não cabem os aliados do PMDB…

Na noite de quinta, representando o partido, lá estava o deputado estadual Walter Alves (PMDB) no palanque do candidato a prefeito Arnaldo e da vice Teresa.

Há poucos dias lá estiveram o ministro Garibaldi Filho e o deputado federal Henrique Alves.

Walter Alves, Arnaldo e Gustavo Carvalho

 

 

No ringue do andar de cima, Garibaldi, Henrique e Walter…versus Rosalba, Agripino, João Maia, Felipe Maia…

A aguardar as urnas de domingo…

 

5 de abril de 2013 às 4:47

Tudo pronto para as eleições de domingo em Serra do Mel e Caiçara do Rio dos Ventos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E está tudo pronto para as eleições suplementares de domingo nos municípios de Serra do Mel e Caiçara do Rio dos Ventos.

Votação das 8 da manhã às 5 da tarde e apuração dos votos, nas urnas eletrônicas, logo em seguida.

Pelo tamanho da cidade, o resultado deverá sair em no máximo meia hora após o encerramento da votação.

 

O município de Serra do Mel, que pertence a 34ª. Zona Eleitoral, conta com 9.033 eleitores que serão distribuídos em 34 sessões eleitorais (duas conjugadas) e 32 urnas.

Dois candidatos disputam o pleito: Fabio Bezerra de Oliveira (Fabinho), da coligação “Serra do Mel de Todos”, integrada por PMDB/PP/PR e Francisca Rodrigues Costa (Dona Francisca), da coligação “A mudança é pra valer, essa mudança inclui você”, composta de PT/PTB/PCdoB.

 

Já Caiçara do Rio do Vento, que pertence a 17ª. Zona Eleitoral tem 3.449 eleitores e contará com 12 urnas distribuídas em 12 sessões.

Dois candidatos estão na disputa: Arnaldo Aciole de Lima, do PMDB e Conceição de Maria Gomes Lisboa Rocha (Ceiça), apoiada pela coligação “Unidos por uma Caiçara melhor”, integrada por PR/PSDB/DEM/PSD/PP.

 

O que provocou a eleição suplementar de Serra do Mel foi o fato do candidato Manoel Cândido da Costa ter o registro indeferido por não apresentar a Certidão de Quitação Eleitoral em razão de não ter prestado contas do pleito de 2006.

Já em Caiçara do Rio do Vento, o candidato Felipe Muller teve registro indeferido pelo fato do seu pai ter exercido o cargo de prefeito por dois períodos consecutivos, o que contraria a Constituição Federal por caracterizar um terceiro mandato por pessoas pertencentes a um mesmo grupo familiar.

 

*Com informações da assessoria do TRE-RN.