Thaisa Galvão

11 de junho de 2013 às 23:30

Dilma escolhe 3 ministros do STJ e deixa potiguar Francisco Xavier Pinheiro de fora [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A presidente Dilma Rousseff definiu agora à noite os nomes dos três novos ministros do Superior Tribunal de Justiça.

De cada uma das 3 listas existentes, um escolhido.

E os novos ministros – com cargos vitalícios – são Rogério Schietti, do Ministério Público do Distrito Federal e os desembargadores Regina Helena Costa e Paulo de Moura Ribeiro.

Os nomes serão publicados no Diário Oficial da União desta quarta-feira.

Regina ocupará a vaga deixada por Teori Zavascki, que foi nomeado no ano passado para o STF (Supremo Tribunal Feferal). Ischietti assumirá o posto deixado por Cesar Asfor Rocha e Paulo Dias, de Massami Uyeda.

*

Integrando a lista em que o escolhido foi Rogério Schietti, o potiguar Francisco Xavier Pinheiro Filho ficou de fora.

Era cotado, mas foi vetado por ser subprocurador-geral da República, ligado ao procurador geral Roberto Gurgel.

11 de junho de 2013 às 15:08

Ministra Miriam Belchior promete agilizar projetos do RN pendentes no Planejamento [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Em audiência com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, a governadora Rosalba Ciarlini recebeu a garantia de que os projetos do Rio Grande do Norte que estão pendentes na sua pasta, serão agilizados.

Rosalba foi ao Ministério acompanhada dos secretários do Planejamento, Obery Rodrigues, da Infraestrutura, Kátia Pinto, e da Casa Civil, Carlos Augusto. 

Entre os projetos pendentes estão a construção dos açudes Poço de Varas (Angicos) e Bujari (Nova Cruz).

Rosalba pediu ainda a liberação de R$ 13 milhões para a construção e instalação de poços tubulares no Rio Grande do Norte.

Rosalba Ciarlini e Miriam Belchior (Foto: Mariana Di Pietro)

 

11 de junho de 2013 às 15:01

Vice-governador Robinson Faria prestigia abertura da Feira Nacional de Camarão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Quando a classe política potiguar se voltava para Brasília nesta segunda-feira, quando o deputado Henrique Alves deu expediente no Palácio do Planalto como presidente da República em exercício, o vice-governador Robinson Faria foi prestigiar a abertura da Fenacam – a Feira Nacional de Camarão, que acontece no Centro de Convenções de Natal.

A Feira é o mais importante evento do setor de aqüicultura da América Latina. 


“Participo da Fenacam desde o seu início quando era presidente da Assembleia Legislativa. Tenho muita honra de ter sido o criador da Frente Parlamentar em defesa da Carcinicultura num momento de conflito e falta de diálogo entre os produtores e o Governo do Estado. Sou um entusiasta do setor porque vi na minha região Agreste o surgimento de uma nova classe média rural. Porém, me preocupa o cenário que vive a produção de camarão no Rio Grande do Norte. Em 2004 tínhamos 381 carcinicultores que produziam 30.807 toneladas de camarão. Naquela ocasião o nosso vizinho Ceará tinha 391 produtores, que produziam 19.405 toneladas. Em 2011 produzimos 17.825 toneladas e o Ceará 31.982 toneladas. E por que isso? Falta um ambiente empreendedor”, argumentou o vice-governador, que acompanhou o presidente da Associação Nacional de Criadores de Camarão, Itamar Rocha, na abertura do evento.

 

Durante a Fenacam estão sendo realizados o X Festival Gastronômico de Frutos do Mar, o X Simpósio Internacional de Carcinicultura, o VII Simpósio Internacional de Aqüicultura e a X Feira Internacional de Serviços e Produtos para Aqüicultura.

A Fenacam segue até quinta-feira, dia 13.

O discurso do vice-governador

Robinson Faria e Itamar Rocha

 

11 de junho de 2013 às 14:28

TJ pode definir na sessão de amanhã a data da votação para escolha de nova lista tríplice [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Com a publicação hoje pelo Conselho Nacional de Justiça, do Acórdão da decisão que anulou a eleição da lista tríplice pelo Tribunal de Justiça e do processo de escolha do desembargador pela governadora Rosalba Ciarlini, o TJ definirá nova data para nova eleição.

Como a publicação do Acórdão é eletrônica, o TJ receberá a notificação assim também.

Como amanhã de manhã tem sessão do Tribunal Pleno, pode ser que o presidente do TJ, Aderson Silvino, leve o assunto para discussão e definição da data.

Na próxima votação, os desembargadores irão escolher, através do voto aberto e fundamentado, quem serão os 3 nomes, da lista de 6 advogados eleitos pela categoria, que serão encaminhados para escolha pessoal da governadora.

11 de junho de 2013 às 12:58

Família ainda não teve contato com empresário raptado em Mossoró [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Começa a não ter cara de sequestro a ação de um grupo de homens que se fizeram passar por policiais e levaram ontem, da concessionária Mitsubishi, de Mossoró, um de seus dirigentes, o empresário Fábio Porcino.

Até o momento não houve contato com familiares.

Rapto é a palavra.

A Polícia tem feito todos os esforços.

11 de junho de 2013 às 11:39

Agripino confirma simpatia do PSDB pelo DEM e diz que seu nome como vice de Aécio é ‘especulação’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do senador José Agripino Maia (DEM) ao Blog, sobre nota publicada no Globo de hoje, na coluna de Ilimar Franco, apontando seu nome como um dos prováveis vices do presidenciável Aécio Neves (PSDB):

 

“É especulação de Ilimar, ele é um jogador, lança a notícia para especular, o que é natural. Mas, é normal que o vice de Aécio seja do Nordeste e que o desejo do PSDB é que o vice seja do DEM, mas ainda vamos discutir”, disse Agripino, sem deixar claro se o assunto lhe agrada ou não…

 

11 de junho de 2013 às 11:37

Para José Agripino, saída de Rosalba do DEM é ‘tema fora de pauta’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Convidado do presidente da República em exercício, deputado Henrique Alves, para o almoço de domingo, um dia depois do potiguar ter assumido o cargo político mais importante do Brasil, o senador José Agripino disse ao Blog que o encontro, de poucas pessoas, foi ‘light’, ‘familiar’, ‘sem ostentação’.

O que não permitiu muitas costuras políticas no ambiente onde juntos estavam o PMDB anfitrião e o DEM convidado, com presença dele e da governadora Rosalba Ciarlini.

Nem mesmo o clima entre os dois partidos, que vice momentos de oscilação entre às mil maravilhas, sob a ótica de Henrique, presidente do PMDB, e às mil dúvidas, sob a ótica do ministro Garibaldi Filho.

Garibaldi não foi ao almoço onde estavam além de Agripino e Anita, Rosalba e Carlos Augusto, a blogueira Laurita Arruda, noiva de Henrique, como anfitriã, e o casal Mônica Romano e Ricardo Faria, irmão do vice-desafeto de Rosalba, Robinson Faria.

 

 

José Agripino – Foi um almoço para pouca gente, num ambiente muito light e familiar. De protocolo mesmo só os carros da segurança da Presidência, do lado de fora da casa. Mas para entrar na casa (residência oficial da Presidência da Câmara, onde Henrique mora) não houve formalidade.

 

*

Thaisa Galvão – Senador, uma foto do almoço registrou uma conversa entre o senhor, a governadora Rosalba Ciarlini e o presidente Henrique Alves. Seria aquela uma conversa sobre a relação do PMDB com o DEM?

José Agripino – Não, aquela foi uma conversa sobre uma audiência que eu propus a Henrique. No sábado eu recebi o secretário de Saúde do Estado, Luiz Roberto Fonseca, aliás eu tive boas informações sobre o trabalho desse rapaz. E eu liguei e sugeri a Henrique, e nessa hora nós conversamos sobre isso, que Henrique, como presidente, chamasse o ministro da Saúde Alexandre Padilha para uma audiência com Rosalba e Luiz Roberto. Henrique topou, mas a audiência não aconteceu porque Padilha foi a Lisboa. Mas ficou para amanhã e Henrique vai como presidente da Câmara.

Rosalba, Henrique e Agripino (Instagram de @Lauritaarruda)

 

Thaisa Galvão – Ninguém falou sobre a relação do DEM com o PMDB no Rio Grande do Norte, senador?

José Agripino – Não, nem cabia. Foi um dia muito light.

 

*

Thaisa Galvão – Mas o ministro Garibaldi Filho não estava no almoço, ele não estava em Brasília?

José Agripino – Ele estava em Natal. Até liguei pra ele no sábado, brinquei com ele que ia haver mudança de presidente mas que ele estaria seguro. Eu acho que Garibaldi está muito pilotado por Denise, ele tem se mantido muito em Natal. Está fujão, ausente, e não é de agora não…

 

*

Thaisa Galvão – Senador, nos últimos dias se falou muito na possibilidade da governadora Rosalba Ciarlini deixar o DEM. O assunto, inclusive, foi notícia na Folha de S. Paulo. Ao Blog a governadora desmentiu, mas como o senhor vê essa história?

José Agripino – Pra você ver: nesse almoço tocou o telefone e era da Folha, do ‘Tiroteio’ da coluna Painel (frase publicada na edição de ontem) e quando eu falei que era da Folha, a governadora, indignada, me questionou: ‘Ainda sobre aquele assunto?’…e considerou absurdo o que foi publicado.

 

*

Thaisa Galvão -Ela nunca sequer falou com o senhor sobre possibilidade de trocar de partido?

José Agripino – Nem admito que ela falaria isso porque é um tema fora de pauta. A resposta é a indignação dela na mesa do almoço quando falei da ligação da Folha.

 

*

Thaisa Galvão – E o deputado Betinho Rosado? Como o senhor avalia essa rebeldia dele para deixar o DEM? Primeiro disse que não tinha espaço no RN, mas a reclamação foi desconstruída. Depois ele passou a cobrar espaço no Parlamento nacional…

José Agripino – Essa já é a segunda vez, né? No DEM Betinho teve todos os espaços que quis. Nas Comissões ele teve os espaços que quis ter. O que ele quer é ser governista, se filiar a um partido da base governista.

 

*

Thaisa Galvão – Qual vai ser a posição do DEM?

José Agripino – Ele perdeu a justa causa da primeira vez. Agora ele peça para se desfiliar, entre com processo pedindo justa causa e o partido vai reagir do mesmo jeito. E não é uma posição pessoal do presidente, mas a postura da executiva nacional do DEM.

 

*

Thaisa Galvão – Senador, essa decisão de impedir a saída de Betinho do DEM não causa um mal estar entre o senhor e a governadora Rosalba Ciarlini, visto que há um laço de familiaridade por Betinho ser cunhado da governadora?

José Agripino – De jeito nenhum porque, o que eu sei é que a governadora Rosalba e Carlos Augusto também não aceitam essa posição de Betinho. O secretário Esdras Alves, que é muito ligado a eles, já me disse mais de uma vez.

 

****

‘Tiroteio’ da Folha de S. Paulo da segunda-feira, citado por Agripino na entrevista:

-Quando coisas ruins entram na casa do povo, a reação acontece na hora. Essa é a pesquisa da inflação 6,5.

Do senador José Agripino Maia (DEM-RN), relacionando a queda de popularidade de Dilma Rousseff à expectativa de alta da inflação para 6,5%.

 

 

11 de junho de 2013 às 10:23

Dilma voltou [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado federal Henrique Alves já reassumiu a Presidência da Câmara.

A presidente da República, Dilma Rousseff, chegou ao Brasil na madrugada, e automaticamente voltou ao cargo da qual é titular.

11 de junho de 2013 às 9:46

José Agripino vice de Aécio Neves (?) [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E o nome do senador José Agripino Maia, presidente nacional do DEM, começa a despontar como provável vice do presidenciável Aécio Neves (PSDB).

A novidade saiu no Globo de hoje:

 

11 de junho de 2013 às 9:43

Ministro Garibaldi Filho leva deputados e assessores potiguares à visita ao presidente em exercício [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Claro que o ministro da Previdência, Garibaldi Filho, companheiro político do deputado Henrique Alves há exatos 42 anos, não ia deixar de lhe fazer uma visita no papel de presidente da República.

Garibaldi foi sim, ao Palácio do Planalto.

Mas o que chamou atenção foi a hora escolhida pelo ministro…

Gari foi ao gabinete presidencial à noite, quando Henrique já havia recebido o DEM do Rio Grande do Norte.

Coincidência…pode ser…

Ou não.

Garibaldi foi ao gabinete de Henrique com a esposa Denise e os principais assessores, todos potiguares: o chefe da Assessoria, José Wilde, o presidente do INSS, Lindolfo Sales e o secretário de Políticas de Previdência Complementar, Jaime Mariz.
Os deputados estaduais Nelter queiroz (PMDB) e Tomba Farias (PSB) também acompanharam o ministro Garibaldi.

Nelter, que andava meio atravancado para o lado de Henrique, foi agradecer ao presidente pela inclusão da barragem Oiticica nas obras a serem executadas no RN pelo governo federal.

Henrique e Garibaldi: juntos há 42 anos (Foto: Rodolfo Stuckert)

 

 

11 de junho de 2013 às 9:11

Governadora Rosalba Ciarlini permence cumprindo compromissos com o governo federal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Rosalba Ciarlini, que vive dias de governo (petista) em Brasília, continua hoje na capital federal.

Às 10h30 participa, na Escola de Administração Fazendária (ESAF), da celebração do Acordo de Cooperação Técnica entre o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e o Governo do Rio Grande do Norte.

Acordo para viabilizar a elaboração e gestão de Planos Plurianuais Municipais, e para a construção compartilhada de uma Agenda de Desenvolvimento Territorial…(?)

À tarde, Rosalba tem audiência com a ministra de Planejamento, Miriam Belchior.

11 de junho de 2013 às 9:05

Voto aberto para cassação de mandatos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em pleno exercício da Presidência da República, o deputado Henrique Alves recebeu líderes de partidos na Câmara para reunião como presidente do Parlamento.

Eis a decisão que saiu do gabinete do Palácio do Planalto:

 

Da coluna Panorama Político, d’O Globo.

11 de junho de 2013 às 8:58

Henrique presidente: um fato local [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Como o deputado Henrique Alves mesmo disse, o ato de assumir a Presidência da República era de pura formalidade e discrição seria sua marca.

Teria sido mais discreto não fosse a corrida de potiguares ávidos a conhecer o gabinete presidencial e abraçar, com ares de amigos, um presidente da República.

A curta temporada foi quase um fato local. Local do Rio Grande do norte.

Tanto que o dia no Planalto não chamou atenção da chamada grande imprensa. Notícia na imprensa potiguar, já que o político potiguar ocupava a cadeira mais importante do país, nada mais justo.

Não fosse pela presença da oposição no gabinete de dona Dilma Rousseff…como mostrou O Globo, o ato teria sido ainda mais discreto. E até a publicação do Globo, dado o registro das audiências e visitas, mostrou o lado local do ato.

A Folha de S. Paulo não deu uma linha. No jornalão paulista, Henrique tem mais espaço como presidente da Câmara.

Eis o registro do Globo:

11 de junho de 2013 às 8:26

Projeto do prefeito Carlos Eduardo visa exonerar ficha-sujas no executivo municipal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito Carlos Eduardo quer abolir de vez com a ficha suja na administração municipal.

Hoje ele encaminha à Câmara projeto de lei que proíbe a nomeação de pessoas condenadas para cargos comissionados e efetivos.

A lei vetará pessoas que foram condenadas por força de decisão judicial transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado competente, nos termos da Lei Complementar 135/2010, a chamada Lei da Ficha Limpa.

A regra vai valer para comissionados e efetivos já nomeados e que não cumpriram integralmente a sentença condenatória que lhes foram pertinentes.

Nesse caso, serão exonerados os comissionados, e os efetivos enfrentarão processo administrativo disciplinar que deverá acabar em demissão.