Thaisa Galvão

29 de julho de 2013 às 23:19

Cláudia Regina reassume Prefeitura de Mossoró [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de participar da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro, deixando a Prefeitura sob comando do vice, Wellington Filho, a prefeita de Mossoró, Cláudia Regina, reassumiu o cargo nesta segunda-feira.

Além da Jornada, Cláudia participou de reunião no BNDES e viabilizou uma linha de financiamento de R$ 10 milhões para o projeto de modernização da máquina administrativa.

A prefeita agradeceu ao vice-prefeito e disse que ele assumirá mais vezes, pela força da parceria e confiança”, disse Cláudia.

29 de julho de 2013 às 23:12

Ônibus da biometria [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Do site do TRE-RN:

 

TRE-RN solicita à Semob linha circular de ônibus para maior conforto do eleitor

 

Com o objetivo de facilitar o acesso do eleitor ao Fórum da Justiça Eleitoral, onde se realiza o recadastramento biométrico de Natal, o juiz da 3ª. Zona Eleitoral, João Batista participou de uma reunião na manhã desta segunda-feira, 29, com a secretária da Mobilidade Urbana (Semob), Elequicina Maria dos Santos.

 

Acompanhado da diretora do TRE-RN, Andréa Campos, o juiz João Batista, que coordena o projeto, solicitou a criação de uma linha de ônibus circular, saindo da Avenida Salgado Filho, em frente ao Instituto Federal de Educação – IFRN, passando pela Avenida Alexandrino de Alencar, Rua Rui Barbosa, onde está localizado o Fórum, retornando pela Avenida Bernardo Vieira.

 

Andréa Campos argumentou que este serviço pode oferecer uma maior comodidade aos eleitores, principalmente aqueles que se deslocam da Zona Norte de Natal e desembarcam na Avenida Bernardo Vieira. Elequicina Santos ficou de levar a solicitação ao prefeito de Natal, Carlos Eduardo e dará um retorno nesta terça-feira, 30.

 

 

29 de julho de 2013 às 22:26

Papa volta a lembrar do Rio de Janeiro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O papa Francisco voltou a pedir orações.

Em seu twitter, também voltou a falar do Rio de Janeiro.

Papa Francisco ‏@Pontifex_pt – Semana inesquecível no Rio! Obrigado a todos! Rezem por mim. #Rio2013#JMJ

29 de julho de 2013 às 22:15

Rosalba anuncia corte nos gastos, redução de frotas, suspensão de diárias e contratações [2] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Rosalba Ciarlini terminou uma reunião com seu secretariado anunciando as seguintes decisões:

 

A partir de agora, para conter despesas, estão suspensas as concessões de gratificações, estão proibidas as contratações de cargos comissionados e suspensas viagens.

 

Na reunião que durou 3 horas, a governadora ouviu de cada secretário relato das metas que se propõem a executar para ajudar na redução do custeio da máquina.

A partir de agora essas reuniões acontecerão semanalmente, para que a governadora possa cobrar diretamente de sua equipe.

Também ficou definido que haverá um rígido controle nos gastos com diárias ( só serão preservadas as consideradas extremamente essenciais), controle nos gastos com combustíveis, uma revisão em todos os contratos de locação de veículos, e para a próxima semana ficou programado um mutirão na saúde para a realização de cirurgias, como forma de desocupar leitos.

Todas as secretarias terão de reduzir a sua frota, menos a Segurança.

Foto: Ivanízio Ramos

29 de julho de 2013 às 15:42

Joaquim Barbosa nega candidatura e diz que Brasil não está preparado para ter um presidente negro [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, declarou, com todas as letras, em entrevista concedida à jornalista Míriam Leitão, e publicada no jornal O Globo, que não será candidato a presidente da República.

Barbosa ainda declarou que o Brasil não está preparado para ter um presidente negro.

Eis a entrevista:

 

 

O senhor é candidato à presidente da República?
Não. Sou muito realista. Nunca pensei em me envolver em política. Não tenho laços com qualquer partido político. São manifestações espontâneas da população onde quer que eu vá. Pessoas que pedem para que eu me candidate e isso tem se traduzido em percentual de alguma relevância em pesquisas.

 

 

As pessoas ficaram com a impressão de que o senhor não cumprimentou a presidente.
Eu não só cumprimentei como conversei longamente com a presidente. Eu estava o tempo todo com ela.

 

 

O Brasil está preparado para um presidente da República negro?
Não. Porque acho que ainda há bolsões de intolerância muito fortes e não declarados no Brasil. No momento em que um candidato negro se apresente, esses bolsões se insurgirão de maneira violenta contra esse candidato. Já há sinais disso na mídia. As investidas da “Folha de S.Paulo” contra mim já são um sinal. A “Folha de S.Paulo” expôs meu filho, numa entrevista de emprego. No domingo passado, houve uma violação brutal da minha privacidade. O jornal se achou no direito de expor a compra de um imóvel modesto nos Estados Unidos. Tirei dinheiro da minha conta bancária, enviei o dinheiro por meios legais, previstos na legislação, declarei a compra no Imposto de Renda. Não vejo a mesma exposição da vida privada de pessoas altamente suspeitas da prática de crime.

 

 

Como pessoa pública, o senhor não está exposto a todo tipo de pergunta e dúvida dos jornalistas?
Há milhares de pessoas públicas no Brasil. No entanto os jornais não saem por aí expondo a vida privada dessas pessoas públicas. Pegue os últimos dez presidentes do Supremo Tribunal Federal e compare. É um erro achar que um jornal pode tudo. Os jornais e jornalistas têm limites. São esses limites que vêm sendo ultrapassados por força desse temor de que eu eventualmente me torne candidato.

 

 

Que partido representa mais o seu pensamento?
Eu sou um homem seguramente de inclinação social democrata à europeia.

 

 

Como ampliar o Estado para garantir direitos de quem esteve marginalizado, mas, ao mesmo tempo, controlar o controle do gasto público para manter a inflação baixa?
O primeiro passo é gastar bem. Saber gastar bem. O Brasil gasta muito mal. Quem conhece a máquina pública brasileira, sabe que há inúmeros setores que podem ser racionalizados, podem ser diminuídos.

 

 

O senhor disse que o Brasil está numa crise de representação política. O que quis dizer com isso?
Ela se traduz nessa insatisfação generalizada que nós assistimos nesses dois meses. Falta honestidade em pessoas com responsabilidade de vir a público e dizer que as coisas não estão funcionando.

 

 

Quando serão analisados os recursos dos réus do mensalão?
Dia 1º de agosto eu vou anunciar a data precisa.

 

 

Eles serão presos?
Estou impedido de falar. Nos últimos meses, venho sendo objeto de ataques também por parte de uma mídia subterrânea, inclusive blogs anônimos. Só faço um alerta: a Constituição brasileira proíbe o anonimato, eu teria meios de, no momento devido, através do Judiciário, identificar quem são essas pessoas e quem as financia. Eu me permito o direito de aguardar o momento oportuno para desmascarar esses bandidos.

 

 

Por que o senhor tem uma relação tensa com a imprensa? O senhor chegou a falar para um jornalista que ele estava chafurdando no lixo.
É um personagem menor, não vale a pena, mas quando disse isso eu tinha em mente várias coisas que acho inaceitáveis. Por que eu vou levar a sério o trabalho de um jornalista que se encontra num conflito de interesses lá no Tribunal? Todos nós somos titulares de direitos, nenhum é de direitos absolutos, inclusive os jornalistas. Afora isso tenho relações fraternas, inúmeras, com jornalistas.

 

 

A primeira vez que conversamos foi sobre ações afirmativas. Nem havia ainda as cotas. Hoje, o que se tem é que as cotas foram aprovadas por unanimidade pelo Supremo. O Brasil avançou?
Avançou. Inclusive, entre as inúmeras decisões progressistas que o Supremo tomou essa foi a que mais me surpreendeu. Eu jamais imaginei que tivéssemos uma decisão unânime.

 

 

Nos votos, vários ministros reconheceram a existência do racismo.
O que foi dito naquela sessão foi um momento único na história do Brasil. Ali estava o Estado reconhecendo aquilo que muita gente no Brasil ainda se recusa a reconhecer e a ver o racismo nos diversos aspectos da vida brasileira.

 

 

Os negros são uma força emergente. Antes, faziam sucesso só nas artes e no futebol, mas, agora, eles estão se preparando para chegar nos postos de comando e sucesso em todas as áreas. Como a sociedade brasileira vai reagir?
Ainda não vejo essa ascensão dos negros como algo muito significativo. Há muito caminho pela frente. Ainda há setores em que os negros são completamente excluídos.

 

 

Como o Brasil supera isso?
Discutindo abertamente o problema. Não vejo nos meios de comunicação brasileiros uma discussão consistente e regular sobre essas questões.

 

 

Como superar a desigualdade racial, mantendo o que de melhor temos?
O que de melhor nós temos é a convivência amistosa superficial, mas, no momento em que o negro aspira a uma posição de comando, a intolerância aparece.

 

 

Como o senhor sentiu no carnaval tantas pessoas com a máscara do seu rosto?
Foi simpático, mas, nas estruturas sociais brasileiras, isso não traz mudanças. Reforça certos clichês.

 

 

Reforça? Por quê?
Carnaval, samba, futebol. Os brasileiros se sentem confortáveis em associar os negros a essas atividades, mas há uma parcela, espero que pequena da sociedade, que não se sente confortável com um negro em outras posições.

 

 

O senhor foi discriminado no Itamaraty?
Discriminado eu sempre fui em todos os trabalhos, do momento em que comecei a galgar escalões. Nunca dei bola. Aprendi a conviver com isso e superar. O Itamaraty é uma das instituições mais discriminatórias do Brasil.

 

 

O senhor não passou no concurso?
Passei nas provas escritas, fui eliminado numa entrevista, algo que existia para eliminar indesejados. Sim, fui discriminado, mas me prestaram um favor. Todos os diplomatas gostariam de estar na posição que eu estou. Todos.

29 de julho de 2013 às 15:36

Papa Francisco altera Código Penal do Vaticano [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Consultor Jurídico:

 

Papa edita decreto e adota modelo laico no Vaticano

Por Gabriel Mandel

 

Dias antes de viajar ao Brasil para a Jornada Mundial da Juventude, o papa Francisco editou um motu proprio (decreto) alterando o Código Penal do Vaticano. O motu proprio é uma forma de mostrar que o papa adotará uma legislação severa para combater práticas criminosas, tomando como base mecanismos do Estado laico, algo que não fora visto no Vaticano até então. A dignidade humana deve ser protegida, e isso fica claro nas mudanças, que colocam o homem no centro do debate, e não a Igreja Católica.

 

 

Além da pedofilia e abuso sexual contra crianças e adolescentes, o motu proprio, que entrará em vigor em 1º de setembro, também versa sobre outras condutas. O Vaticano passará a adotar as convenções de Genebra contra os crimes de guerra e genocídio (1949), a Convenção Internacional sobre discriminação racial (1965) e a convenção de 1984 sobre tortura, tratamentos desumanos e degradantes, além da convenção de 1989 da ONU sobre os direitos da criança.

Para o desembargador Cláudio dell’Orto, presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj), as mudanças são um grande avanço, pois fazem com que o Vaticano adote uma legislação adequada à política criminal com base no modelo laico. Defendido pela Organização das Nações Unidas, esse modelo prevê o respeito à dignidade dos seres humanos, afirma ele.

O desembargador cita como um dos grandes avanços o fim da prisão perpétua, comutada para penas que variam de 30 a 35 anos, algo que vai de encontro ao Direito moderno. Outro ponto de destaque é a mudança nos tratados internacionais, permitindo que, a partir de agora, representantes da Igreja que cometam crimes sejam julgados tanto no país em que o caso ocorreu como no Vaticano. O presidente da Amaerj explica que isso acaba com a possibilidade de acusados por crimes fugirem para o Vaticano, já que lá determinadas condutas não eram tipificadas.

 

 

Outro importante ponto do motu proprio é a aplicação de penas em casos de crimes contra crianças e adolescentes, que serve como o reconhecimento de que casos deste tipo podem ocorrer na Igreja e que tal conduta deve ser criminalizada. Cláudio dell’Orto crê que esse é um mecanismo de resposta às manifestações que criticavam os religiosos e apontavam para a tentativa de encobertar os casos ou de buscar acordos que evitassem a punição aos responsáveis pelos crimes.

29 de julho de 2013 às 15:22

#RevoltadoBusão fará Ato de Silêncio na frente da Câmara Municipal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O movimento #RevoltadoBusão prepara novo ato para quinta-feira, primeiro de agosto.

O chamado ‘Ato do Silêncio’ será na frente da Câmara Municipal de Natal, a partir das 14 horas.

Os manifestantes estarão vestidos de branco, num protesto silencioso contra “atos de violência” na Câmara, na ocupação do dia 18 passado.

 

29 de julho de 2013 às 13:39

Do papa Francisco: “Se uma pessoa é gay e procura Deus e a boa vontade divina, quem sou eu para julgá-la?” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois da entrevista exclusiva que deu ao jornalista Gerson Camarotti, da Globonews, exibida ontem no Fantástico, o papa Francisco se soltou…

E no avião, entre o Rio de Janeiro e Roma, conversou uma hora e meia com jornalistas.

O tema que mais repercutiu foi levantado pela repórter da Globo, Ilze Scamparini, que abordou o homossexualismo.

Eis a cobertura do G1:

 

 

O Papa Francisco disse nesta segunda-feira (29) que os homossexuais não devem ser “julgados ou marginalizados” e que devem ser integrados à sociedade.

Conversando com jornalistas a bordo do avião que o levou do Rio a Roma após a Jornada Mundial da Juventude, Francisco também afirmou que, segundo o Catecismo da Igreja Católica, a orientação homossexual não é pecado, mas os atos, sim.

Se uma pessoa é gay e procura Deus e a boa vontade divina, quem sou eu para julgá-la?“, disse, em uma das mais generosas referências aos homossexuais já feitas por um pontífice.

“O Catecismo da Igreja Católica explica isso muito bem”, disse. “Ele diz que eles não devem ser marginalizados por causa disso, mas que devem ser integrados à sociedade.”

 

 

“O problema não é ter essa orientação. Devemos ser irmãos. O problema é fazer lobby por essa orientação, ou lobbies de pessoas invejosas, lobbies políticos, lobbies macônicos, tantos lobbies. Esse é o pior problema”, disse.

As declarações foram feitas quando o Papa respondia a uma pergunta sobre o chamado lobby gay do Vaticano.

“Vocês veem muito escrito sobre o lobby gay. Eu ainda não vi ninguém no Vaticano com um documento de identidade dizendo que é gay”, brincou.

 

 

Mulheres
Francisco também afirmou que a proibição de mulheres sacerdotes na Igreja Católica é “definitiva”, apesar de que ele gostaria que elas tivessem mais papéis de liderança nas atividades pastorais e de administração.

“A Igreja falou e disse ‘não’… essa porta está fechada”, disse, em seu primeiro pronunciamento público sobre o tema como Papa.

Ele se referiu a um documento firmado pelo falecido Papa João Paulo II de que o banimento do sacerdócio feminino era parte dos ensinamentos infalíveis da Igreja e é definitivo.

A Igreja afirma que não pode ordenar mulheres porque Jesus só escolheu homens para serem seus apóstolos. Defensores do sacerdócio feminino dizem que ele estava agindo conforme os costumes daquele tempo.

 

 

Banco do Vaticano
O pontífice também disse que o banco do Vaticano, envolvido em uma série de escândalos, deve ser “honesto e transparente”, e que ele vai ouvir as recomendações de uma comissão que criou para definir se o banco deve ser reformado ou mesmo fechado.

O Vaticano anunciou nesta segunda que assinou um acordo sobre a troca de informações financeiras e bancárias com a Itália para combater a lavagem de dinheiro, confirmando reportagem da Reuters na semana passada.

O Papa Francisco durante a entrevista coletiva nesta segunda-feira (29) a bordo do avião que o trouxe do Brasil (Foto: Reuters)

Viagem de volta
O avião que transportava o pontífice, um Airbus A330 da companhia Alitalia, aterrissou no aeroporto de Ciampino, em Roma, às 11h25 (6h25 de Brasília), após percorrer os 9.201 quilômetros que separam o Rio de Janeiro da capital italiana.

O Papa desceu a escada do avião carregando a sua maleta preta de mão, que havia chamado a atenção já na viagem de ida.

Do aeroporto, o pontífice foi de helicóptero até o Vaticano, pondo fim a sua primeira viagem internacional como Papa.

 

29 de julho de 2013 às 12:30

Assista entrevista completa do papa Francisco [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Foi um furo internacional a entrevista do repórter da Globonews, Gerson Camarotti, exibida ontem no Fantástico, da Rede Globo.

Pelo que diz a Igreja Católica, os papas não costumam dar entrevistas.

Bento XVI não deu…

João Paulo II também não…

Eles sempre costumaram falar com a imprensa em tom de conversa, sempre longe dos assuntos polêmicos da igreja.

Na entrevista, papa Francisco falou sobre tudo: dos escândalos da Igreja, aos bastidores do conclave que terminou por escolhê-lo para comandar o Vaticano, e aos seus hábitos do dia a dia.

 

O Blog já publicou alguns trechos da entrevista, mas se você perdeu a exibição no Fantástico de ontem, é só

CLICAR AQUI para acompanhar toda a entrevista.

 

29 de julho de 2013 às 12:21

Passarela para…cavalos? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A foto não está muito nítida.

Flagrante de um leitor do Blog…

Mas o problema é pra lá de visível: um homem montado em um cavalo atravessa a passarela que cruza a BR-101 entre os shoppings Via Direta e Natal Shopping.

A passarela liga um shopping a outro…e uma via da BR à outra…

 

29 de julho de 2013 às 12:15

Prefeito recebe presidente da Câmara no final da tarde para tratar de licitação do transporte público [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito Carlos Eduardo recebe hoje, no finalzinho da tarde, em seu gabinete do Palácio Felipe Camarão, o presidente da Câmara, vereador Albert Dickson.

Carlos Eduardo quer devolver à Câmara, o mais rápido possível, o projeto que autoriza a polêmica licitação no transporte público de Natal.

O projeto do Executivo já havia sido enviado à Câmara, mas, de acordo com a Procuradoria do legislativo, não estava completo e com algumas irregularidades, daí a devolução.

A Prefeitura justifica que o projeto continha exatamente o que os movimentos sociais tem exigido: a unificação da bilhetagem eletrônica.

 

O embate entre Prefeitura e Câmara, que deverá marcar o segundo semestre, está apenas começando…

 

29 de julho de 2013 às 12:02

Interessados em participar da RioInfo 2013 poderão se informar sobre o assunto hoje no Midway [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Representante do Rio Info em Natal, Arnóbio Medeiros vai apresentar os detalhes da edição 2013 da maior feira de tecnologia do Brasil, realizada no Rio de Janeiro no mês de setembro.

Às 19 horas, na livraria Saraiva, do Midway, Arnóbio vai explicar como participar, entre 17 e 19 de setembro, das palestras nacionais e internacionais, exposições e feiras de negócios, além do Café Majestic, evento privado onde se troca ideias e se fecha negócios com empresas e investidores.

 

29 de julho de 2013 às 11:30

Prefeitura assina contrato com Falcone nesta terça-feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, no twitter:

 

 ‏@carloseduardo12 – Amanhã, Prefeitura assina contrato com Falcone Consultores no caminho inabalável de buscar a Gestão Profissionalizada. Com prumo e rumo.

29 de julho de 2013 às 11:24

Papa em casa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Assim que chegou em Roma, depois de uma semana no Brasil, o papa Francisco usou seu twitter para informar ao mundo que estava chegando em casa…em paz.

Papa Francisco ‏@Pontifex_pt4h – Estou de retorno a casa, e lhes asseguro que a minha alegria é muito maior que o meu cansaço!

29 de julho de 2013 às 10:51

Dom Jaime Vieira recebe a imprensa hoje para falar sobre a Jornada da Juventude [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, que participou da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro, recebe a imprensa hoje para falar sobre o evento.

Do aeroporto, logo que desembarcar Dom Jaime segue direto para a Cúria Metropolitana, no subsolo da Catedral, para receber a imprensa, às 16 horas. 

Durante a Jornada, Dom Jaime foi um dos bispos catequistas e nos dias 23, 24 e 25, ele conduziu a catequese para um dos grupos de língua portuguesa. 

No sábado, Dom Jaime fez parte do grupo que almoçou com o papa.

29 de julho de 2013 às 0:51

70 mil pessoas nas ruas de Caicó [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Foi estimado em 70 mil o número de pessoas que acompanharam a procissão de Santana, neste domingo em Caicó.

A procissão, seguida de missa, marcou o encerramento da festa da padroeira da cidade.

O fotógrafo Canindé Soares registrou a beleza da festa religiosa.

Multidão (Fotos: Canindé Soares)

Peregrinas de Santana

Encerrada a festa de Santana