Thaisa Galvão

3 de janeiro de 2014 às 13:01

Em entrevista à TV Ponta Negra, empresário diz que, na confusão da Mercatto, desembargador estaria armado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em entrevista agora ao Patrulha da Cidade, na TV Ponta Negra, o empresário Alexandre Azevedo, que em defesa de um garçom da padaria Mercatto, em Natal, travou um bate-boca com o desembargador Dilermando Motta, disse que teme ser perseguido por ele.
“Estou enfrentando um homem poderoso”.
Ele disse que não acredita em represália agora, mas, teme que ali na frente o desembargador reaja contra ele.
*
Azevedo deu uma declaração grave: disse que o desembargador estava armado.
E citou que ele portava uma capanga bem volumosa que teria sido entregue no meio da confusão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*