Thaisa Galvão

9 de janeiro de 2014 às 7:47

João Faustino: das salas de aula ao livro de sua história [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Filho do ex-deputado João Faustino, Edson Faustino, que havia informado ao Blog, por volta da meia noite, sobre a viagem do pai para tratar a leucemia recém-diagnosticada, disse agora que João vinha, há cerca de 15 dias, sentindo um forte cansaço e falta de ar.
Suspeitou de pneumonia, já que em outubro havia feito exames, inclusive de sangue, e estava tudo normal.
“Ele disse que ia deixar passar natal e ano novo pra ir ao médico”, disse Edson, afirmando que no dia 6 o cansaço já não lhe deixava andar, daí a decisão de ir ao hospital onde já ficou internado.
*
João, que era educador por formação, levantou essa bandeira para se eleger deputado federal.
Foram dois mandatos.
Em 86 foi candidato a governador numa chapa que tinha José Agripino e Lavoiser Maia como candidatos ao Senado.
Era a chapa “João, Lavô e Jajá”, na campanha onde ficou conhecido como “João do Coração”.
Os companheiros de chapa se elegeram e ele perdeu.
O governador eleito foi Geraldo Melo.
*
João foi candidato a prefeito de Natal, mas também não obteve êxito.

João foi secretário do governo do Rio Grande do Norte e adjunto da Casa Casa Civil di governo de São Paulo.
Foi o primeiro chefe da Casa Civil da gestão Micarla de Sousa, em Natal.
*
Em sua carreira política também foi suplente de senador.
Primeiro de Garibaldi Filho, quando chegou a assumir o Senado por 4 meses.
Período em que Garibaldi se licenciou para disputar a reeleição.
Agora era suplente de José Agripino.

*
João foi preso numa operação deflagrada pelo Ministério Público.
Já debilitado, mas sem nenhum diagnóstico grave, passou mais dias no hospital, com problemas cardíacos, do que no comando da PM.
Provou que era inocente e escreveu um livro.
Contou sua história.
*
João do Coração deixa viúva Sônia Ferreira e os filhos Edson, Lissa e Fafá.

I
João do “Coração” que era o slogan usado por ele nas suas campanhas políticas, saiu de professor de sala de aula para ser uma das figuras mais importantes da política do RN no final do século XX.

João foi deputado Federal por 2 mandatos, foi candidato a Governador numa chapa para senador com José Agripino e Lavoisier Maia denominada de “João, Lavo e Jajá”. Assumiu o mandato de Senador sendo suplente de Garibaldi Filho. Foi secretário geral do gabinete civil da Presidência da Republica no Governo FHC, foi secretário de diversas pastas no Governo Estadual e Municipal do RN e de Natal e era o Presidente de honra do PSDB no RN.

Um verdadeiro gentleman, João deixa uma legião de amigos.

Meus sentimentos a Dona Sonia, a Edson, Fafá e Lissa

Mais informações em instantes!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*