Thaisa Galvão

3 de junho de 2014 às 15:48

DEM não negou legenda à governadora como dizem os jornais [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da entrevista do senador José Agripino Maia, presidente nacional do DEM, nesta segunda-feira, após reunião que consultou a opinião do diretório estadual do presidente sobre duas coisas: se o DEM iria para as eleições de outubro com candidatura majoritária ou somente com uma chapa proporcional coligada com o PMDB:

“A reunião do diretório é a instância consultiva e a convenção é a instância deliberativa, quem define”.

Agripino foi claro ao declarar que a reunião foi para consultar e não para definir.

Questionado sobre os próximos passos do DEM, Agripino respondeu:

“A convenção estadual que já eu vou fazer a convocação. Primeiro de tudo a Executiva para que ela receba a informação da deliberação do diretório, e depois a Executiva remeta à convenção estadual o resultado do pensamento do diretório. E a convenção que será marcada para o dia 15, domingo, daqui a duas semanas”.

Perguntei ao senador ainda ontem, na coletiva, quando o diretório nacional do DEM poderá intervir para não dar a legenda à governadora Rosalba Ciarlini, caso ela busque a reeleição.

“Não se pretende isso, não se pretende isso, não se pretende isso. O que eu pretendo é usar democraticamente as instâncias partidárias no plano local”.

Presidente do diretório municipal do DEM, Marcílio Carrilho também declarou que a governadora tem direito de se apresentar à convenção como pré-candidata.

E admitiu, inclusive, a possibilidade remota, mas, possibilidade, do DEM apoiá-la.

“Se a governadora chegar com um arco de alianças na convenção, estamos prontos para votar nisso. Mas até hoje é só conversa, nada de arco de alianças”, afirmou Marcílio.

Advogado constitucionalista, Felipe Cortez afirmou que a reunião de ontem, assim como disse Agripino, não deliberou nada.

“Essa reunião, juridicamente, não teve relevância nenhuma. A relevância foi zero. O que foi colocado em pauta lá será colocado em pauta na convenção”, disse Felipe, afirmando que orientou à governadora a nem participar da reunião.

Portanto, as manchetes de hoje não refletem o que disse o presidente nacional do DEM, senador José Agripino. Não refletem o que disse o presidente do DEM-Natal, Marcílio Carrilho. Não refletem o que diz o Direito Eleitoral, nas palavras do advogado Felipe Cortez.

20140603-155145-57105482.jpg

20140603-155504-57304390.jpg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*