Thaisa Galvão

25 de julho de 2014 às 23:12

Advogado Erick Pereira acredita que segunda colocada em Baraúna comandará município até fim da gestão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Responsável pela defesa da mais nova – ou antiga? – prefeita de Baraúna, Antônia Luciana, o advogado Erick Pereira não crê na realização de eleição suplementar no município que nos últimos dois anos vem vivendo um rodízio de prefeitos que começou pelo eleito Isoares Martins, passou pela segunda colocada, Luciana, e terminou no presidente da Câmara, Tértulo Alves.

Terminou nada.

Até semana passada o presidente da Câmara que estava prefeito voltou ao legislativo, e para seu lugar, retornou – retornou porque já havia assumido uma vez – a atual prefeita Antônia Luciana.

Erick também acredita que a gestora da hora cumprirá o mandato até o fim de 2016

 

Para o advogado, o TSE indica que o equívoco na prestação de conta eleitoral da prefeita não é suficiente para afastá-la do cargo.

Luciana voltou à Prefeitura após o ministro Gilmar Mendes acatar ação cautelar assinada por Erick.

 

“Eu mostrei ao ministro que foi mero erro formal (o fato de não ter declarado R$ 4.500), passível de correção”, disse o advogado.

“O ministro valorou como desproporcionalidade a decisão do TRE sobre o afastamento e mandou voltar a prefeita. Não é porque cassou o primeiro lugar nas eleições que vai ter que cassar o segundo colocado”, explica Erick Pereira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*