Thaisa Galvão

7 de setembro de 2014 às 22:16

Henrique e Robinson se enfrentam em sabatina promovida por sindicatos da saúde [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Para quem acha que os debates até agora andam muito morninhos, chatinhos, sem graça…

Nesta segunda-feira tem debate-briga-de-galo – mas sem transmissão de TV – apenas entre os dois principais candidatos a governador: Henrique Alves (PMDB) e Robinson Faria (PSD).

Uma sabatina, promovida pelos sindicatos das áreas de Saúde acontecerá a partir das 20 horas, no auditório da CDL, em Natal.

Tema do debate: saúde, claro. 

E outros mais que surgirem.

*

Para relembrar…

Foi numa sabatina promovida pela classe médica que a campanha para prefeito esquentou em 2012.

Quando o então candidato Carlos Eduardo apontou o dedo na cara do também candidato Hermano Morais.

Hoje…os dois estão no mesmo palanque.

Sem dedo em riste.

7 de setembro de 2014 às 21:56

Prefeito assina decreto regulamentando o Setembro Cidadão em São Gonçalo do Amarante [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O desfile cívico das escolas em São Gonçalo do Amarante mostrou que o município adotou integralmente a campanha Setembro Cidadão.

Os estudantes que desfilaram levaram no peito um adesivo da campanha.

O desfile deste ano teve como tema: "São Gonçalo: Desenvolvendo a Educação, Construindo a Cultura, Preservando Nossa História.

Durante o desfile o prefeito Jaime Calado assinou um decreto que torna o município o primeiro do RN a regulamentar a Lei Complementar nº. 494/2013, de 27/08/2013, que criou o Setembro Cidadão no Estado.

7 de setembro de 2014 às 21:32

Depois de punir campanha de Robinson por manipulação de pesquisa, TRE pune campanha de Henrique pelo mesmo motivo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois do programa do candidato a governador Robinson Faria perder 22 segundos, ao sofrer punição da justiça eleitoral por 'manipulação de pesquisa', agora a punição é para o candidato a governador Henrique Alves (PMDB).

Analisando ação impetrada pelo jurídico da campanha de Robinson, o juiz eleitoral Alceu Cicco deferiu liminar contra material divulgado nas inserções do PMDB, e pelo mesmo motivo: manipulação de pesquisas.

A ação diz respeito à forma como foi divulgado, nas inserções, o resultado da pesquisa do Ibope.

Deferida a liminar, as inserções tem que ser suspensas.

E logo que o mérito seja julgado, assim como aconteceu com o programa de Robinson, onde durante 22 segundos foi postada uma tarja da justiça eleitoral falando da punição, as inserções de Henrique irão ao ar com o mesmo recurso.

IMG_0777.PNG

7 de setembro de 2014 às 20:58

Robinson e Fátima cancelam ‘Cicleata’ e seguem em carreata pelo Agreste [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A "Cicleata da Independência' que seria promovida na manhã deste domingo pelos candidatos a Governo, Robinson Faria (PSD) e ao Senado, Fátima Bezerra (PT), foi cancelada.

A coligação Liderados pelo Povo cumpre a agenda da tarde e noite: carreata que começou por Monte das Gameleiras, onde Robinson tem o apoio da ex-prefeita Edinha Pinheiro, e seguiria para Serra de São Bento, Passa e Fica, Lagoa D`Anta e São José de Campestre.

 

 

 

IMG_0769.PNG

7 de setembro de 2014 às 20:44

Para a presidente Dilma, seu Governo não é afetado pelo escândalo da Petrobras [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sabe de nada…inocente.

Da Folha Online, coluna Poder:

DILMA DIZ QUE NÃO EXISTEM SUSPEITAS SOBRE SEU GOVERNO NO CASO PETROBRAS

Severino Motta

A presidente Dilma Rousseff afirmou neste domingo (7) que não existem suspeitas sobre seu governo, uma vez que ninguém ainda foi formalmente acusado.

"Uma reportagem não lança suspeita nenhuma sobre o governo, na medida em que ninguém do governo foi oficialmente acusado", disse a petista.

Ela afirmou ainda que não recebeu, de maneira oficial, informações sobre as denúncias, em regime de delação premiada, feitas pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

O ex-diretor citou à Polícia Federal os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB), e da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB), como beneficiários de um esquema de suborno na Petrobras, segundo a revista "Veja".

Sem dar detalhes nem valores, a revista diz que o ex-diretor também ligou à propina o ministro Edison Lobão (Minas e Energia) e Eduardo Campos, presidenciável do PSB morto no dia 13 de agosto em um acidente aéreo em Santos (SP).

7 de setembro de 2014 às 20:33

A Veja sumiu [2] Comentários | Deixe seu comentário.

A revista Veja sumiu das bancas de Natal.

Os e-leitores correram atrás da revista e a edição se esgotou?

Ou alguém passou em todas as bancas e levou o estoque?

Com a internet como principal instrumento de campanha…difícil esconder até mesmo uma informação sigilosa, quanto mais uma revista de circulação nacional.

 

7 de setembro de 2014 às 17:38

Robinson e Fátima percorreram 6 municípios do Oeste no sábado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os candidatos Robinson Faria (Governo), Fátima Bezerra (Senado) e Fábio Faria (deputado federal), percorreram seis municípios do interior do Rio Rio Grande do Norte neste sábado.

A Caravana da Liberdade começou o dia caminhando pelas ruas de Mossoró, ao lado do prefeito Francisco José Júnior (PSD) e do candidato a deputado Galeno Torquato (PSD).

Depois seguiu para Felipe Guerra, Apodi, Itaú, Encanto e Pau dos Ferros. 

Em Felipe Guerra a Caravana foi acompanhada pelo ex-prefeito Hugo Costa (PMDB).

Em Apodi, pelo prefeito Flaviano Monteiro (PCdoB), o vice José Maria (PSD), vereadores e lideranças como o presidente do PTB, Júnior Moraes.

“Nossa campanha vem crescendo a cada dia. A melhor pesquisa é a das ruas em que as pessoas confirmam que estamos no caminho certo”, discursou Robinson num comício-relâmpago em Itaú.

A Caravana da Liberdade também parou para discursos em Encanto, com o prefeito Alberone Neri (DEM), e em Pau dos Ferros, onde acontece a Finecap.

 

7 de setembro de 2014 às 13:37

Candidato Henrique Alves volta a Currais Novos acompanhado de Wilma, Garibaldi e Walter [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O candidato a governador, Henrique Alves (PMDB), voltou a Currais Novos na noite deste sábado.

Desta vez acompanhado da candidata ao Senado, Wilma de Faria, do ministro Garibaldi Filho, do candidato a deputado federal, Walter Alves.

A Caravana da Mudança foi recebida pelo prefeito Vilton Cunha (PR), de quem tem o apoio, pelo deputado estadual Ezequiel Ferreira (PMDB) e pelo ex-prefeito Zé Lins (PMDB), que promoveram um 'Pancadão' pelas ruas da cidade.

No comício, Henrique contou a história da luta pela adutora de engate rápido que deverá ser construída para soluncionar o problema de falta d`água de Currais Novos e Acari.

“A adutora começou quando Ezequiel, Vilton e Zé Lins, juntamente com a CDL de Currais Novos nos procurou para somar nessa luta. Pois no dia 15, o diretor do Dnocs, Walter Gomes, estará em Currais Novos lançando o edital da adutora de engate rápido para resolver de vez o problema de abastecimento de Currais Novos e Acari”, discursou o Henrique.

Antes de Currais Novos, a Caravana da Mudança passou por Caicó, Timbaúba dos Batista e Jardim de Piranhas.

IMG_0694.PNG

Em Caicó, a Caravana se uniu ao deputado Vivaldo Costa, que apresentou o presidente do PROS, Rafael Motta, como seu candidato a deputado federal.

Dividindo o palanque também estava a candidata a federal Zenaide Maia (PR).

“Esta data é histórica, ela simboliza o fim do radicalismo de Caicó. O povo sabe que tenho mãos limpas e só tomo posição política com coragem. Este momento é de união”, discursou Vivaldo, lembrando que no palanque de Henrique e Wilma, em Caicó, também estão os seus adversários deputado Nelter Queiroz e ex-deputado Álvaro Dias, que não estavam ali no momento.

IMG_0695.PNG

Em Jardim de Piranhas, além do comício que reuniu o grupo do candidato a vice-governador João Maia, Henrique e Wilma prestigiaram a festa de 87 anos de idade da matriarca Anunciada Maia, mãe de João e da candidata à deputada Zenaide Maia.

IMG_0696.PNG

 

7 de setembro de 2014 às 12:51

Carlos Eduardo presente ao desfile cívico. Rosalba mandou representante [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), compareceu.

O secretário de Desenvolvimento do Estado, Sílvio Torquato (PMDB), representou a governadora Rosalba Ciarlini.

E o desfile de 7 de setembro, na Praça Cívica e arredores, reuniu, segundo números da PM, cerca de 15 mil pessoas.

 

IMG_0689.PNG

7 de setembro de 2014 às 11:30

Salada mista: em Mossoró tem eleitor votando em Fátima e torcendo pelo fim do PT [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Do twitter do vereador de Mossoró, Lahyre Rosado (PSB), sobre o apoio do DEM da governadora Rosalba Ciarlini à candidatura da deputada Fátima Bezerra (PT) ao Senado:

IMG_0654.PNG
A salada está tão misturada mesmo que quem pede voto para Fátima, quer o fim do PT.
Tudo junto, misturado e indigesto.

7 de setembro de 2014 às 11:14

O artigo de Erick Pereira e o Petrolão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A barganha das bases, o dinheiro sujo para bancá-las…
O artigo do advogado Erick Pereira no Novo Jornal do sábado e no portal de Cláudio Humberto hoje, foi a coincidência não esperada com o teor das páginas da Veja e o esquema do Petrolão.

IMG_0647.PNG

IMG_0648.PNG

IMG_0649.PNG

7 de setembro de 2014 às 10:29

Perfil em Currais Novos já quer saber quem vai liderar sucessão municipal em 2016 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Tem entrevistador do instituto Perfil em Currais Novos.

Agora ha pouco bateu na casa de um leitor do Blog. O mesminho que foi entrevistado pelo pesquisador do Certus.

Além do ritual questionamento sobre em quem vota para Governo, Senado e Presidência, e em quem não vota de jeito nenhum, uma pergunta bem local: pergunta se ele votaria em um candidato a prefeito apoiado pelo prefeito Vilton Cunha (PR) e pelo deputado Ezequiel Ferreira (PMDB) ou em um candidato apoiado pelo ex-prefeito Geraldo Gomes (DEM).

Já é 2014 olhando para 2016…

O leitor atento olhou para os questionários já respondidos na prancheta com destaque para Aécio Neves, Henrique Alves, Felipe Maia, Tomba…

Não há registro de pesquisa do intituto Perfil no TRE.

Nas internas, o Perfil faz pesquisas de acompanhamento para o PMDB.

7 de setembro de 2014 às 10:27

Algo não deu certo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E por falar em pesquisa…

O que será que não deu certo que o jornal Gazeta do Oeste não ter publicado a pesquisa do instituto Seta, registrada no TRE e liberada para publicação desde a sexta-feira?

Nas internas, o Seta faz pesquisas de acompanhamento para o PT.

7 de setembro de 2014 às 2:14

Pesquisa não é publicada [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Não entendi…

O instituto Seta registrou duas pesquisas no dia 31 de agosto.

Ambas para serem publicadas a partir de sexta-feira, dia 5.

Uma com dados de todo o Estado, foi publicada no sábado pelo portal Nominuto.

A outra, com dados somente de Mossoró…seria publicada no jornal mossoroense Gazeta do Oeste.

Mas não foi.

Nem sexta, nem sábado, nem domingo.

Na segunda não tem jornal.

Na terça…aí o tempo passou.

Nas páginas do jornal, nenhuma explicação.

A pesquisa custou 5 mil reais.

7 de setembro de 2014 às 2:10

Pesquisas mostram desinteresse geral da população pelas eleições [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E falando em pesquisas…

Nunca os índices de 'brancos e nulos', 'não sabem', 'não responderam', foram tão altos em toda a campanha como os registrados pelas pesquisas divulgadas neste final de semana.

Estariam os eleitores, até os já decididos, se afastando do processo de sucessão?

A um mês da eleição, eis os números assustadores.

Na pesquisa do instituto Perfil, veja a soma de todos esses quesitos:

Para o Governo: os que não estão nem aí para as eleições somam 37,4%.

Para o Senado, 30%.

 

A pesquisa do instituto Seta não muda muito em relação a indefinições.

Para o Governo, os desinteressados somam 30 pontos percentuais.

E para o Senado…mais de um terço do eleitorado: 39%.

 

Fazendo as contas, se é que os dados refletem mesmo a realidade do Rio Grande do Norte, pouco mais da metade da população não decidiu em quem votar.

Ou, simplesmente, não quer votar.

7 de setembro de 2014 às 1:19

Débora Seabra participa de Encontro Internacional de Educação e defende escola normal para alunos especiais [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Extra, no portal O Globo, registrando mais uma grande atuação da professora Débora Seabra.

Desta vez no Encontro internacional de Educação 360, no Rio de Janeiro.

IMG_0613.PNG

A potiguar Débora Seabra, de 33 anos, não poderia ter escolhido outra profissão, senão professora. Em sua apresentação no encontro internacional Educação 360, na tarde deste sábado, ela deu uma lição de superação e emocionou a plateia com sua história de vida: Débora é a primeira professora com Síndrome de Down no país e dá aulas na Escola Doméstica em Natal (RN) a 28 alunos da alfabetização. Ela é do time que luta pela Inclusão com i maiúsculo, como gosta de repetir.

 

A jovem destaca o suporte que encontra na família e defende a escola regular para todos os alunos, sem distinção. Ela enfrentou dificuldades, sim, mas conta que cresceu fazendo tudo o que qualquer pessoa da idade dela fez e faz, como aulas de balé, curso de teatro, "boas festas americanas em casa" e trabalhos em lojas, como modelo e recepcionista de eventos e seminários.

"A inclusão começa na família e a minha sempre foi meu porto seguro. Sempre estudei em escolas regulares porque o contrário é discriminatório. Inclusão ensina a conviver", disse ela.

 

Débora concluiu o curso de magistério em 2004, na Escola Estadual Professor Luiz Antônio, em Natal. Fez estágio e trabalhou voluntariamente como professora auxiliar na Escola Doméstica, por dez anos, em função de uma lei estadual que a impedia de receber o benefício da pensão da mãe, funcionária aposentada do Ministério Público, caso tivesse a carteira assinada. Depois de muita luta, esta foi mais uma das suas vitórias e a carteira assinada pela Escola Doméstica, onde também estudou, chega essa semana.

"Precisava de dinheiro para sair com os amigos, né?!", disse Débora, arrancando risadas das pessoas que acompanhavam sua palestra com muito carinho.

IMG_0615.PNG

A história de vida de Débora se reflete nas páginas do livro "Débora conta histórias", com oito fábulas inclusivas, apenas uma personagem humana e animais considerados "diferentes" – um sapo que não sabe nadar, uma galinha surda e um pato gay, por exemplo. A ideia surgiu em 2010, como presente de Natal para os pais e o irmão. O lançamento do livro aconteceu em Recife, no Congresso Internacional de Tecnologia da Educação. Ela agora quer se dedicar a um livro sobre o que viveu. Já começou a escrevê-lo com calma, entre um jogo e outro do ABC de Natal, que sempre acompanha com o irmão. Os domingos, segundo ela, são dos amigos:

"Gosto de sair, de passear com minhas amigas, de malhar e dançar. Essa é minha rotina: trabalho muito durante a semana e fim de semana, depois de curtir minha família, me divirto com os amigos".

 

Na escola, como professora auxiliar, participa de todas as atividades, desde o planejamento semanal de aulas, contação de histórias, eventos culturais e artísticos, organização dos arquivos e materiais e brincadeiras com a turminha. É Débora quem também conversa com os pais dos alunos e conta com orgulho que conhece todos eles. Às sextas, vira e mexe precisa intervir numa briga ou outra entre os alunos, que neste dia podem levar para a escola um brinquedo de casa:

"A gente senta numa roda e conversa com eles. Fala sobre o respeito".

 

 

Era quando faltava respeito, que Débora mais sofria. Ainda na escola, foi alvo de bullying e humilhação. Lembra de colegas que abusavam e pediam seu celular emprestado para gastar por conta. Lembra também daqueles que não a queriam nos grupos de trabalho e de disciplinas em que tinha alguma dificuldade maior. Débora lembra bem de uma garota que tirou o sapato e a fez cheirar. Neste dia, ela decidiu que seguiria em frente:

"Pensei 'não vou desistir, não vou desistir' e gritei com ela. Chamei uma amiga e perguntei o que fazia e ela gritou junto comigo".

 

 

Na plateia, a mãe de uma criança com Síndrome de Down se manifestou, querendo saber o que foi mais difícil. Uma professora que este ano recebeu na escola um aluno portador da mesma síndrome disse que a cada dia todos aprendem com o menino e quis saber sobre o relacionamento dela com as crianças. Outra educadora perguntou como os professores podem ajudar mais nessa inclusão e um rapaz a questionou sobre planos para o futuro. A cada resposta de Débora, era impossível conter a emoção:

"Ninguém pode passar pelo que eu passei, por humilhação, discriminação e exploração. Tenho dois alunos que são gêmeos e a gente trata eles igual. Meu irmão e eu somos diferentes, mas meus pais tratam a gente igual também. Não tenho uma doença, é só um jeito diferente de ser. Especial para mim é minha família. A diversidade abre caminhos para todos. Superar dificuldade nos fortalece e traz felicidade".