Thaisa Galvão

22 de agosto de 2015 às 17:20

Cláudia Regina vai assumir a presidência do DEM de Mossoró [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A prefeita afastada de Mossoró, Cláudia Regina, vai assumir a presidência do diretório municipal do DEM na convenção do partido marcada para sexta-feira.
“A convenção marcará um novo tempo. Vamos recompor os nossos quadros e reestruturar o nosso partido, com a força das novas ideias”, disse Cláudia.
A convenção será na nova sede do DEM e contará com a presença do presidente nacional do partido, senador José Agripino Maia, do deputado federal Felipe Maia e do deputado estadual Getúlio Rêgo.

Cláudia é o nome que o DEM aposta para concorrer à Prefeitura de Mossoró, mas para garantir entrar na disputa, terá que primeiro vencer a batalha jurídica que tirou a prefeita do cargo e que corre hoje em instância superior.

22 de agosto de 2015 às 11:59

Motivos de sobra para justificar o motivo que sobra [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E o PMDB se prepara para ‘sair saindo’ do governo, já que, como adiantou há mais de um mês o vice-presidente Michel Temer, o partido terá candidato a presidente em 2018.

Leia notas de Vera Magalhães na coluna Painel da Folha de hoje:

Aliados esperam ‘senha’ de Temer sobre impeachment de Dilma

O calendário de Temer A decisão de Michel Temer sobre antecipar ou não o congresso do PMDB que discutirá a saída do governo Dilma Rousseff, marcado para novembro, é vista como a chave para indicar se o vice-presidente passará a “conspirar” pelo impeachment, avaliam caciques do partido. Por ora, Temer admite apenas se afastar da articulação política, sem romper com a presidente. Mas se ele precipitar a consulta ao partido, dizem aliados, dará a senha para o avanço do processo de impedimento.

Thriller 1
Um correligionário aposta que a esperada saída de Temer da costura política aumenta o risco de Dilma não se sustentar no cargo.

Thriller 2 “Depois vão dizer, como sempre, que a culpa é do mordomo”, brinca o peemedebista, resgatando apelido que Antonio Carlos Magalhães pespegou em Temer nos anos 1990: mordomo de filme de terror.
Infiltrado Entre as razões de Temer para deixar a função de articulador está a entrada do ex-chefe de gabinete de Dilma, Giles Azevedo, nas conversas com parlamentares. O assessor recebeu membros da CPI do BNDES sem que o vice soubesse.
Sem fundo O ministro da Aviação, Eliseu Padilha, que atua como “sub” de Temer no varejo político, jogou a toalha antes do vice. A gota d’água foi a Fazenda recuar no compromisso de liberar R$ 500 milhões de restos a pagar que foram prometidos para contemplar parlamentares.
Desprestígio Temer também notou gestos hostis da própria Dilma, que não o chamou, por exemplo, para a reunião ampliada com membros do governo alemão.
Metendo… Outro ponto que irritou a dupla Temer-Padilha foi decisão da presidente de arbitrar pessoalmente uma disputa entre PSD e PP pelo comando da CBTU, companhia de trens urbanos.
… a colher “Ficava parecendo que eles eram estagiários da Dilma. Eles faziam a precursora e ela é que decidia”, diz um peemedebista.

*

Do Blog – Motivo a ser apresentado é o que não falta para esconder o real motivo: a disputa nas urnas entre o PMDB e o PT em 2018.

22 de agosto de 2015 às 10:45

Assembleia definirá ocupação de cargos de servidores afastados na segunda-feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Assembleia Legislativa definirá na segunda-feira, os nomes dos servidores que ocuparão os cargos dos servidores que foram afastados por determinação judicial e estão sob investigação.

A definição se dará durante reunião da mesa diretora da Casa.

22 de agosto de 2015 às 8:46

Mulher do ex-governador de Mato Grosso é presa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha:

Ex-primeira dama de Mato Grosso é presa na capital paulista

HELSON FRANÇA

  
A ex-primeira-dama de Mato Grosso Roseli Barbosa, casada com o ex-governador Silval Barbosa (PMDB), foi presa na capital paulista nesta quinta-feira (20). Ela é acusada de liderar um esquema de desvio de dinheiro dos cofres estaduais.
Roseli desembarcou em Cuiabá, sem algemas, por volta das 23h40, em um voo comercial da Gol, e chegou ao presídio feminino Ana Maria do Couto May na madrugada desta sexta (21).
Denunciada pelo Ministério Público no final do ano passado, a ex-primeira-dama é acusada de comandar um esquema de corrupção que teria causado um prejuízo de R$ 8 milhões nas contas da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), entre 2011 e 2014, período em que comandou a pasta.
De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Roseli vestiu o uniforme padrão das detentas (lilás, com detalhes em verde claro) e recebeu toalha, colchão, lençol e produtos de higiene pessoal antes de ser encaminhada à cela especial a que tem direito, por ter curso superior.
Ela está sozinha na cela, que possui uma cama de cimento e banheiro. Segundo a Sejudh, três refeições são servidas às detentas diariamente, sem variação decorrente do nível de escolaridade. Pela manhã, são oferecidos pão, bolacha e café com leite. Para o almoço e o jantar, há arroz, feijão, salada e um tipo de carne.
A ex-primeira-dama poderá receber visitas aos domingos, entre 9h30 e 16h30, ou nas primeiras quartas-feiras de cada mês. Toda detenta tem direito a duas horas diárias de “banho de sol”.
Segundo a Sejudh, o presídio feminino abriga atualmente 195 presas e tem capacidade para 180 pessoas.
Por meio de nota, Silval Barbosa, denunciado em outra investigação sob acusação de desvio de recursos públicos (R$ 12 milhões), disse que estava em Cuiabá no momento da prisão da mulher e que foi a São Paulo encontrá-la logo que soube da ação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado), do Ministério Público Estadual.
“O que posso dizer é que confiamos na Justiça, mas vamos combater os excessos, pois acredito que a prisão é desnecessária, uma vez que a Roseli não participou de nenhum esquema na secretaria”, declarou.
PRISÕES
Além de Roseli, foram presos pelo Gaeco na quinta-feira (20), em Cuiabá, o empresário Nilson da Costa e Faria, o ex-assessor especial da ex-primeira-dama Rodrigo de Marchi e Silvio Cezar Correa Araújo, que foi chefe de gabinete do ex-governador.
Marchi e Araújo estão no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), por terem curso superior, e Faria foi levado ao Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC).
A reportagem não conseguiu localizar os defensores dos três.
Ao todo, 36 pessoas foram alvo da denúncia do Ministério Público Estadual.
Roseli, conforme a denúncia, chefiava um esquema para superfaturar contratos de convênios feitos pela secretaria, com instituições sem fins lucrativos de fachada, para programas de qualificação e ensino profissionalizante voltados a pessoas carentes.
De acordo com a Promotoria, mais de R$ 375 mil do montante desviado da Setas serviu para quitar dívidas de campanha do candidato do PT, Lúdio Cabral, que em 2012 ficou em segundo lugar na disputa pela prefeitura de Cuiabá, com o apoio do PMDB. Lúdio nega.
O empresário Paulo Lemes, outro acusado, disse ao Ministério Público, em delação premiada, que antes de ser efetivado um convênio, em que parte do valor pago seria desviado para os integrantes do esquema, fez um “adiantamento” de R$ 40 mil a Roseli. Ele afirmou ainda que ela ficava com 40% do montante desviado.
Um dos materiais bancados pela Setas foi a cartilha preparada para a Copa do Mundo. Elaborada com conteúdo retirado do Wikipedia e de sites de humor, ela foi distribuída a estudantes de cursos profissionalizantes de turismo.
Entre várias informações incorretas, a cartilha dizia que o município de Cáceres foi fundado por “índios tabajaras, freiras lésbicas celibatárias e fugitivos de um circo de horrores holandês” e só recebeu as primeiras notícias sobre as invenções “da roda e do fogo” no início do século 20.

22 de agosto de 2015 às 8:42

Depoimento da procuradora da AL é adiado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O depoimento da procuradora afastada da Assembleia Legislativa do RN, Rita das Mercês, que aconteria ontem, foi adiado a pedido da defesa da mesma.

A nova data será marcada.

Ela seria ouvida ontem pelos promotores envolvidos na operação Dama de Espada.

Os investigados na operação desencadeada pelo Ministério Público estão impedidos de ter acesso à AL por 6 meses.

22 de agosto de 2015 às 8:34

Mossoró ocupa 1º lugar no ranking de geração de empregos do RN no mês de julho [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do mossorohoje.com.br

Mossoró lidera geração de empregos em julho, aponta Ministério do Trabalho
Mossoró teve o melhor saldo na geração de empregos no mês de julho, segundo o Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged) divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego nesta sexta-feira, 21, ocupando o 1º lugar no Rio Grande do Norte no ranking de municípios com população acima de 30 mil pessoas. 

A cidade contabilizou 2.530 admissões, ante 2.096 demissões, saldo de 434 novos empregos formais.

O setor de Agropecuária foi o que mais se destacou na geração de postos de trabalho em julho, contabilizando um saldo de 564 novos profissionais com carteira assinada. 

A Indústria e o Comércio também registraram variação positiva, com 110 novos postos de trabalho. 

Os dados fazem parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgado mensalmente.

Os números do MTE mostram ainda que, enquanto Mossoró registrou saldo positivo em julho, o Rio Grande do Norte perdeu 1.246 empregos celetistas, o que corresponde a uma variação negativa de contabilizou perda de 1.210 postos de trabalho. No mês passado, o Estado perdeu 0,28% de empregos em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do mês anterior.

“O Brasil vive hoje a pior crise das últimas décadas, o que tem refletido diretamente na geração de empregos, mas graças aos esforços da gestão a nossa cidade alcançou um excelente resultado, ocupando o primeiro lugar no Rio Grande do Norte no ranking do Ministério do Trabalho, e a expectativa é que até o final desse ano os números sejam ainda melhores, pois há setores, como o de telemarketing, que pretendem ampliar significativamente o seu quadro de funcionários”, comemorou o prefeito Francisco José Júnior.