Holiday

Thaisa Galvão

30 de setembro de 2015 às 23:39

Ex-governador Fernando Freire deverá se submeter a uma cirurgia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-governador Fernando Freire continua internado no Hospital São Lucas, em Natal.
Sob custódia do Estado, com guarda da polícia militar, a lista de visitas autorizadas é bem restrita.
A mulher de FF, Eliane Freire, que mora em Brasília, veio visitar o marido essa semana.
Chegou bem tarde da noite ao hospital, vindo do aeroporto.
O ex-governador do Rio Grande do Norte está fazendo exames e deverá se submeter a uma cirurgia nos próximos dias.
Fernando Freire, condenado por desvio de recursos públicos, estava preso há mais de dois meses no Comando Geral da PM, e a Justiça autorizou sua transferência para o presídio de Alcaçuz.
No dia em que seria levado para o presídio comum, passou mal e foi internado.

30 de setembro de 2015 às 23:34

PL fora das eleições do próximo ano [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1

TSE adia análise sobre registro do Partido Liberal

Presidente da Corte, Dias Toffoli pediu mais tempo para analisar processo.
Termina nesta quinta prazo para partidos se habilitarem a disputar em 2016

Renan Ramalho

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, pediu nesta quarta-feira (30) mais tempo para analisar o processo de registro do Partido Liberal. Com o pedido de vista, diminuem as chances de o partido conseguir disputar as eleições do ano que vem, já que a lei exige que um partido esteja registrado a pelo menos um ano do pleito.

O PL pediu o registro em março deste ano, mas enfrenta contrariedade de partidos de oposição e do PMDB, que veem na nova sigla uma tentativa do governo em aumentar sua base de apoio no Congresso.
Parlamentares peemedebistas acusam o ministro das Cidades e presidente do PSD, Gilberto Kassab, de articular a criação do PL para fundir as duas siglas, criando um partido capaz de medir forças com o PMDB.
O Palácio do Planalto apoia a estratégia porque teria um partido na base aliada capaz de neutralizar a dependência do governo ao PMDB.
Em agosto, o TSE já havia rejeitado um pedido do PL para continuar coletando assinaturas de apoio durante o andamento do processo. Até então, o partido não havia apresentado todas as assinaturas necessárias para o registro. Por isso, o registro foi rejeitado e ficou decidido que um novo processo deveria ser iniciado.

O julgamento marcado para esta quarta no tribunal julgaria o recurso apresentado pelo PL contra a decisão de agosto.
Na última segunda (28), a Procuradoria Geral da República já havia recomendado a rejeição do recurso.
Ainda nesta quarta, o PL sofreu outro revés, com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de validar regra recém-aprovada pelo Congresso que estabelece um prazo mínimo de cinco anos para que uma nova legenda se funda a outra. A decisão inviabiliza uma imediata fusão do PL com o Partido Social Democrático (PSD), fundado por Kassab.

30 de setembro de 2015 às 23:23

Documentos sobre supostas contas de Eduardo Cunha e familiares na Suíça chegam ao Brasil [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério Público da Suíça já enviou ao Brasil os autos da investigação sobre o presidente da Câmara, Eduardo Cunha.
São documentos de contas bancárias que podem ser de Eduardo Cunha e de familiares.
O presidente da Câmara tem evitado falar sobre o assunto.
Deixa a missão para seus advogados.
Ele mesmo nem diz que sim nem que não.
Três delatores já disseram que o deputado recebeu 5 milhões em propina.
Dois deles, lobistas-operadores ligados ao PMDB.
Os documentos enviados pelo Ministério Público da Suíça foram recebidos pela Procuradoria Geral de Justiça, do Brasil.

30 de setembro de 2015 às 22:53

Renato Janine teve passagem meteórica pelo Ministério da Educação [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro Renato Janine Ribeiro, da Educação, foi informado que estava demitido.
Mais um que a presidente Dilma pede licença para executar o plano de agrado ao PMDB.
Janine sai e assume Aloízio Mercadante, homem forte do ex-presidente Lula, que já ocupou a pasta da Educação.
Na Casa Civil, onde desagradava aos próximos, mais do que agradava, Mercadante é substituído pelo petista, assim como Mercadante, Jacques Wagner.
Janine foi para o facebook confirmar a demissão.
Aliás, o facebook do ex-ministro da Educação tem polemizado nos últimos dias.
Tudo por causa de um barraco digital entre sua namorada e uma mulher que fez um comentário elogioso ao papel de Janine como ministro.
A namorada quis dizer que o elogio só tinha chegado porque Janine era ministro.
Pronto.
Não é mais.
Renato Janine foi nomeado titular da Educação no dia 6 de abril, e durou somente quase 6 meses no cargo.
Nem o tempo de uma gestação.
*
Ribeiro foi o quinto ministro da Educação desde o início do primeiro mandato de Dilma Rousseff, em janeiro de 2011. Antes dele passaram pelo MEC Fernando Haddad, Aloizio Mercadante, José Henrique Paim e Cid Gomes, que deixou o cargo em 18 de abril, após discutir com parlamentares na Câmara dos Deputados.

30 de setembro de 2015 às 22:30

Potiguar Marcelo Navarro toma posse agora como ministro do STJ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Rio Grande do Norte em peso no plenário do STJ, em Brasília, na posse do novo ministro do Superior Tribunal de Justiça, Marcelo Navarro Ribeiro Dantas.

O ministro do Turismo Henrique Alves está em uma ponta, acompanhado do ministro Luís Adams, e lá do outro lado, ao lado do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria.

   
 

30 de setembro de 2015 às 22:30

RN bem representado na posse do “ministro Ribeiro Dantas”, o novo potiguar no STJ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

 Fotos Vanessa D’Olivier

 

Desembargador federal, presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, o potiguar Marcelo Navarro Ribeiro Dantas agora é ministro do Superior Tribunal de Justiça.

A partir de hoje será chamado, na Corte, de Ministro Ribeiro Dantas.

A posse, no final da tarde, com jantar de adesão na sequência, foi bem concorrida e a representatividade do Rio Grande do Norte foi completa.

O governador Robinson Faria estava acompanhado do filho deputado federal Fábio Faria, e nos cumprimentos se juntou à senadora Fátima Bezerra.

Cumprimentos de amigos do governador com o ministro Ribeiro Dantas, sempre ao lado da mulher, Ariadna Rocha Ribeiro Dantas, e da filha Helena.

  

O ministro do Turismo, Henrique Alves, também cumprimentou o ministro em clima de amigos. Tapinhas nas costas e tudo mais.

  

O senador Garibaldi Filho foi à solenidade. Depois de dias internado, deu uma quebrada no repouso e foi à posse. Não ficou para a festa.

  

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves prestigiou o novo ministro. Estava acompanhado do secretário de Turismo, Fred Queiroz.

No jantar de adesão, chapa completa: Carlos Eduardo e a vice Wilma de Faria.

Há quem jure que os dois continuarão juntos no próximo ano, e que o nome dela pode ser indicado pelo PMDB, que não dispõe de um nome forte como o de Wilma para formar chapa com o prefeito.

No jantar da posse do ministro Ribeiro Dantas, tudo às mil maravilhas.

  
E o abraço mais efusivo do ministro foi na ex-governadora Rosalba Ciarlini, que estava com o marido Carlos Augusto Rosado, o filho Kadu e o deputado federal Beto Rosado.

A turma do PP.

Olhando as fotos abaixo, o que Carlos Augusto fazia o ministro se lembrar?

  

O vice-governador do Rio Grande do Norte, Fábio Dantas, também foi à solenidade.

Nos cumprimentos, os deputados da bancada do RN, Rogério  Marinho e Zenaide Maia.

  

Pai e filho nos cumprimentos: o deputado estadual Ricardo Motta e o federal Rafael Motta.

 

Entre os muitos amigos, o casal empresário Arnaldo Gaspar e Denise Gaspar, com o filho Sérgio, e no jantar com o governador Robinson Faria.

  

  
Também foram à posse os senadores Garibaldi Filho – saindo do repouso – e José Agripino Maia.

30 de setembro de 2015 às 18:05

Financial Times diz que impeachment põe em risco reputação do Brasil [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Imprensa brasileira repercute artigo do Financial Times:

 

  

 Um eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff “poderia pôr em risco a reputação do Brasil de construir instituições firmes”, diz o jornal britânico Financial Times, principal diário de finanças do país, nesta quarta-feira.
Em reportagem de página inteira intitulada “Na linha de fogo”, o jornal financeiro cita a crise econômica e política do país e diz que os pedidos de impeachment da presidente são um “teste crítico” para uma “das maiores e também mais jovens democracias do mundo”.

“A grande questão para os políticos brasileiros é se seria prejudicial remover um presidente eleito apenas por ser impopular, ou mesmo incompetente, sem ter comprovadamente cometido um crime”, diz o texto.

“O que era antes uma economia vibrante está em recessão, a elite política está atolada em um grande escândalo (da Petrobras) e, agora, oponentes querem o impeachment da presidente Dilma Rousseff em uma ação que ameaça levar o país a uma paralisia”, diz o texto.

“Com grande parte do Congresso envolvido no escândalo da Petrobras há também a questão se qualquer substituto teria a legitimidade de dar o remédio forte – como aumento de impostos para balancear o Orçamento – que a economia em dificuldade precisa”, diz a reportagem.

Para retirar Dilma, oponentes teriam de provar que a presidente é culpada por maquiar as finanças públicas, em medidas conhecidas como “pedaladas fiscais”, ou que ela esteve diretamente envolvida em corrupção. A presidente nega as acusações.

O jornal expõe a situação complicada da economia do país – enfrentando uma recessão que deverá se prolongar por 2016 e a forte queda do real ante o dólar – e as dificuldades do governo em aprovar medidas no Congresso para balancear as finanças públicas.

Diz que a política econômica de Dilma é “inconsistente”, que poderia levar à saída do ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

  
O FT diz que “no lado positivo”, Dilma poderá ser obrigada a abraçar “reformas mais agressivas para melhorar as finanças do país e, assim, aliviar um pouco a pressão do mercado por sua saída”.

No início deste mês, o jornal disse em editorial que o sistema político “podre” do Brasil “não funciona” e que o governo não conseguia responder à crise econômica. Citou “bagunça” na economia e finanças públicas em “desordem” para dizer que a situação no país era “cada vez mais instável”.

Em editorial publicado em julho, o Financial Times comparou a situação do Brasil a um “filme de terror sem fim”. E, no mês passado, reportagem disse que o país passou de “um dos motores da economia global” para o “homem doente” dos mercados emergentes.

30 de setembro de 2015 às 16:42

Presidente Franklin Capistrano formaliza pedido para Câmara de Natal se integrar à Rede Legislativa de Rádio [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Câmara de Natal, vereador Franklin Capistrano, entregou hoje ao secretário de Comunicação da Câmara dos Deputados, Cleber Verde, em Brasília, o pedido de formalização para ingresso na Rede Legislativa de Rádio. Franklin foi à Câmara acompanhado do deputado federal Rafael Mota (PROS).
“Estamos em fase de expansão da Rede Legislativa de Rádio e com essa manifestação da Câmara de Natal vamos incluir o município no acordo de cooperação técnica que será firmado no dia 17 de novembro”, garantiu Cleber Verde.
“Caberá à Câmara de Natal ampliar sua estrutura de rádio web já existente e aguardar a abertura do canal de rádio”, detalhou Verde.
Diretora da TV Câmara, a jornalista Virgínia Coeli também participou da audiência.

“Esse novo veículo vai ampliar nossa estrutura de comunicação e aumentar a transparência das atividades realizadas no Legislativo municipal”, disse Virgínia.
“Agradeço a sensibilidade do secretário de Comunicação da Câmara, que desde o início foi sensível ao nosso pleito, e o apoio do deputado federal Rafael Mota. A Rádio FM Câmara será uma conquista que vai marcar nossa gestão”, declarou Franklin Capistrano.

  

30 de setembro de 2015 às 12:27

No twitter, Mineiro diz que não há mudança na liderança do governo [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Fernando Mineiro continua afirmando: permanece líder do governo.

No twitter, a afirmação que não há alteração.

No governo a informação é de que não há mudança.

Se isso for questão de tempo, convém aguardar.

30 de setembro de 2015 às 9:29

Pré-candidata à presidência da OAB/RN, advogada Magna Letícia recebe título de cidadã natalense [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Pré-candidata a presidente da OAB/RN, a advogada e procuradora do Estado Magna Letícia recebeu ontem, na Câmara Municipal de Natal, o título de cidadã-honorária da Capital Potiguar. O título foi proposto pelo vereador Bertone Marinho (PMDB).
“Concedemos títulos a pessoas que prestam grande serviço à população da nossa cidade. Magna Letícia se encaixa nesse perfil e constitui uma referência da advocacia do Rio Grande do Norte. Trata-se de uma personalidade renomada, que merecidamente recebe a cidadania natalense”, destacou o vereador que também é advogado.
“Eu já sou natalense de coração e alma. Natal me ofereceu colo, caminhos e possibilidades. O reconhecimento da Casa do Povo indica que segui a direção correta”, discursou a homenageada.
Magna Letícia é natural de São Rafael e mora em Natal desde 1970. Ela atua há 28 anos como advogada nas áreas cível, empresarial, previdenciária e trabalhista, além de ser procuradora desde 1994. 
Fotos Verônica Macedo 

  

30 de setembro de 2015 às 9:07

Deputado Dison deve assumir liderança do governo na Assembleia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Apesar de dizer ao Blog que é um “soldado do governo” e que permanece na liderança do Governo na Assembleia Legislativa até quando o governador Robinson Faria achar que deve, o deputado Fernando Mineiro (PT) pediu para deixar a função de líder.

O governador sabe que tem um nome para a missão: o deputado Dison Lisboa (PSD).

O processo de transição já foi iniciado.

30 de setembro de 2015 às 8:56

Coluna de Lauro Jardim n’O Globo será semanal e estreia no dia 11 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Fora da Veja, o jornalista Lauro Jardim estreia no domingo, 11 de outubro, nas páginas do jornal O Globo.

Coluna impressa só aos domingos, e diária – hora a hora – no portal d’O Globo.

A coluna Radar, comandada por Jardim até dias atrás, terá o comando, a partir de 2ª feira, 5 de outubro, de Vera Magalhães, ex-editora da coluna Painel, da Folha.

Na Folha, também no dia 5, a repórter Natuza Nery assume a coluna Painel.

30 de setembro de 2015 às 8:35

Unimed emite nota de solidariedade à funcionária que teve filho assassinado pelo pai [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Unimed Natal acaba de emitir nota de solidariedade à sua funcionária Silvana Furtado.

Ela é mãe do menino de 3 anos assassinado hoje pelo pai, que se matou em seguida.

Eis a nota:

NOTA DA UNIMED PARA OS SEUS FUNCIONÁRIOS 
Ainda inteiramente transtornados e com profundo pesar, compartilhamos com todos os que fazem a Unimed a irreparável dor que a nossa colega Silvana está sendo obrigada a viver nesse momento.
Oremos a Deus que Ele possa ajudar a Silvana e a toda a sua família a encontrar as forças necessárias para suportar agora a ausência do pequeno Felipe – um Anjo de Luz que nesse instante encontra abrigo ao lado do Senhor.

30 de setembro de 2015 às 8:05

Médico e pré-candidato a prefeito de Triunfo Potiguar é assassinado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Pré-candidato a prefeito de Triunfo Potiguar, o médico Leonardo Macedo foi assassinado por volta das 7 horas de hoje.

Segundo informação de um leitor do município, ele foi assassinado com vários tiros na frente de sua clínica, no centro de Triunfo Potiguar.

  

30 de setembro de 2015 às 7:17

Tragédia em Natal: antes de cometer suicídio, pai mata o filho de 3 anos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1-RN

Pai assassina o próprio filho e depois se mata em prédio no Tirol, em Natal

Caso aconteceu na madrugada desta quarta-feira (30). O garoto, segundo a Polícia Militar, tinha 3 anos

Por Anderson Barbosa

  
Um homem ainda não identificado matou o próprio filho a tiros, um garoto de 3 anos, e depois tirou a própria vida. Segundo a Polícia Militar, o caso aconteceu na manhã desta quarta-feira (30) dentro de um prédio no bairro do Tirol, na Zona Leste de Natal.

Ainda de acordo com informações do 1º Batalhão da PM, os pais do menino estão em processo de separação. A mãe é quem tinha a guarda. No entanto, o pai teria ligado para a ex-mulher nesta terça (29) pedindo para que a criança passasse o dia com ele. Já por volta das 21h, a mãe ligou para o ex-marido querendo saber se ele iria ou não devolver o garoto, mas o celular do pai estava desligado.

Com o passar do tempo, a mãe ficou preocupada e acionou o plantão judiciário para pedir uma intervenção. Na ocasião, ela recebeu a informação de que um oficial de Justiça e um policial iriam ao apartamento do ex-marido dela. Às 5h desta quarta, quando a equipe chegou ao imóvel, que fica no 10º andar, encontraram a criança e o pai mortos.

30 de setembro de 2015 às 6:09

Governo termina setembro autorizando aumento nos preços da gasolina e óleo diesel [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Uma ótima notícia para terminar setembro: vem aí mais aumento no preço dos combustíveis.
O reajuste já foi autorizado para as refinarias e em questão de dias chegará ao bolso do consumidor, que só assiste o governo distribuir ministérios com aliados…e reajustes com a população.

Do G1

Petrobras anuncia reajuste da gasolina e do diesel nas refinarias

Aumento para a gasolina foi de 6% e para o diesel, de 4%. Novos valores entram em vigor a partir das 0h desta quarta-feira (30)

Por Karina Trevizan

A Petrobras informou nesta terça-feira (29) que realizou reajustes nos preços de venda da gasolina e do diesel nas refinarias. O aumento anunciado para a gasolina foi de 6% e para o diesel, de 4%. Segundo a empresa, os novos valores entram em vigor a partir das 0h desta quarta-feira (30).
A alta nas refinarias deve resultar em aumento para o consumidor. O percentual, no entanto, não é necessariamente o mesmo: o valor do combustível nas bombas depende de determinação dos postos.

A empresa, endividada em dólar, já vinha sendo pressionada pelo câmbio alto nos últimos meses. Em 2015, o dólar acumula alta de 52% sobre o real.
Aumentos anteriores


Em novembro de 2014, a Petrobras já havia aumentado o preço de venda nas refinarias da gasolina e do diesel, com altas de 3% e 5%, respectivamente. Em janeiro de 2015, a tributação incidente sobre a gasolina e o diesel também foi elevada, conforme o decreto presidencial 8.395, publicado no “Diário Oficial da União”.

O aumento foi repassado ao consumidor pelos postos de gasolina. De acordo com o Fisco, o impacto do aumento seria de R$ 0,22 por litro para a gasolina e de R$ 0,15 para o diesel. Porém, o aumento variou em postos diferentes.

Em agosto, a Petrobras anunciou também aumento do preço do gás de cozinha – o gás liquefeito de petróleo para uso residencial, envasado em botijões de até 13 kg (GLP P-13). A alta média anunciada foi de 15%.

30 de setembro de 2015 às 6:02

Retrato da Crise: Enquanto população espera corte de 10 ministérios, PMDB espera ganhar 7 ministérios [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Brasil continua à espera do corte de 10 ministérios como anunciado pela presidente Dilma Rousseff.

Só isso poderá justificar – e olhe lá – o preço pago pela população com a justificativa esfarrapada de que o país está em crise.

Os dois aumentos na tarifa de energia elétrica, totalizando 28% em menos de um mês, é um pequeno exemplo do que vem ganhando os brasileiros, que esperam, sentados, que a presidente mantenha a palavra e corte os 10 ministérios.

Já o PMDB espera que Dilma lhe entregue 7 ministérios.

30 de setembro de 2015 às 5:55

Pouco preocupado com o Brasil, PMDB só pensa em se manter no poder [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Enquanto o povo brasileiro amarga a crise, em Brasília os políticos só pensam nos cargos.

Alguém aí acredita que o PMDB está preocupado em tirar o país da crise?

Ou em como se salvar dentro da crise que ajudou a criar?

Em Brasília, vice-presidente e ministros só pensam em como se manter nos cargos que rendem muito mais do que o simples salário.

Rendem poder, status, benesses, e em alguns casos rendem votos.

Ah, foro privilegiado também, o que é fundamental em tempos de lava jato.

Leia notas da coluna d’O Globo de hoje:

  

30 de setembro de 2015 às 5:33

Dilma sanciona reforma que permite que deputado federal troque de partido 7 meses antes da eleição [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha:

Dilma sanciona reforma política com veto a doações de empresas


Sob pressão de partidos da base aliada, a presidente Dilma Rousseff publicou nesta terça-feira (29) em edição extraordinária do “Diário Oficial da União” sanção a projeto de lei da reforma política aprovado pela Câmara dos Deputados.
Como antecipado pela Folha, a petista vetou dois trechos da proposta: o que permitia o financiamento empresarial a campanhas eleitorais e o que previa que as urnas eletrônicas imprimissem o voto do eleitor, o que criaria um custo adicional de R$ 1,8 bilhão à Justiça Eleitoral.
“A possibilidade de doações e contribuições por pessoas jurídicas a partidos políticos e campanhas eleitorais, que seriam regulamentadas por esses dispositivos, confrontaria a igualdade política e os princípios republicano e democrático, como decidiu o Supremo Tribunal Federal”, justifica o texto.
Para evitar agravar a atual crise com o Congresso Nacional, a presidente decidiu sancionar regra que altera fidelidade partidária. Com a mudança, deputados federais só podem mudar de partido sem risco de perder o mandato no sétimo mês anterior às eleições.
O presidente nacional do PSD,o ministro Gilberto Kassab (Cidades), havia pedido ao governo federal que vetasse a proposta. A mudança afeta os planos políticos do ministro, que tenta recriar o Partido Liberal, sigla que tem como objetivo ajudar na formação de um bloco governista que rivalize com o PMDB.
O adiamento da publicação do decreto presidencial, que seria inicialmente divulgado na sexta-feira (25), irritou partidos da base aliada como PMDB, PR e PP, que ameaçaram derrubar os vetos presidenciais na sessão desta quarta-feira (30) do Congresso Nacional.
Segundo a Folha apurou, a manobra teria como objetivo permitir que o Partido Liberal fosse autorizado pela Justiça Eleitoral e se beneficiasse de uma janela partidária antes da publicação da sanção presidencial.

30 de setembro de 2015 às 5:27

Lula continua aparecendo como lobista da Odebrecht [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha:

E-mails indicam que Lula fez lobby para Odebrecht no exterior

GRACILIANO ROCHA

FELIPE BÄCHTOLD

DE SÃO PAULO

E-mails trocados entre executivos do grupo Odebrecht indicam que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva agiu para defender interesses da empreiteira na África e na América Latina enquanto esteve à frente do governo.
As mensagens foram encontradas pela Polícia Federal em computadores da Odebrecht durante buscas realizadas pela Operação Lava Jato, que investiga a corrupção na Petrobras e em outras empresas estatais. O presidente do grupo, Marcelo Odebrecht, e outros executivos estão presos desde junho.
Em uma das trocas de mensagens, datada de 11 de fevereiro de 2009, o executivo da Odebrecht Marcos Wilson pede ajuda do então ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, durante um encontro entre Lula e o então presidente da Namíbia, Hifikepunye Pohamba, para fazer lobby a favor da empreiteira na construção da obra da hidrelétrica de Baynes, orçada em US$ 800 milhões.
A resposta do ministro de Lula veio poucas horas depois: 

“Estive e o PR fez o lobby. Aliás, o PR da Namíbia é quem começou –disse que será licitação, mas que torce muito para que os brasileiros ganhem, o que é meio caminho andado”. 

PR, segundo a PF, seria Lula.
A hidrelétrica em questão seria construída na fronteira entre Angola e Namíbia. A Odebrecht buscava ganhar a obra em consórcio com Eletrobrás, Furnas e Engevix.
Após deixar a Presidência, Lula viajou para países da América Latina e da África onde a empreiteira tem negócios financiados com dinheiro do BNDES. As viagens foram pagas pela empreiteira.
A Procuradoria da República do Distrito Federal investiga se houve tráfico de influência nesses casos.
As mensagens descrevem como autoridades federais foram procuradas para tratar de obras em países como Angola, Colômbia, República Dominicana e Venezuela.
E-mails de maio e junho de 2011 relatam a visita do ex-presidente às obras do porto de Mariel, em Cuba. Num deles, um executivo sugere à secretária de Marcelo Odebrecht a compra de um presente para o ditador Raúl Castro e autoridades do regime cubano.
Em 2008, por exemplo, a empresa pediu ajuda a ministros sobre uma disputa com o governo do Equador, onde a Odebrecht tinha projetos e foi ameaçada de expulsão.
‘D. TEREZINHA’
Muitos nomes citados nos e-mails são cifrados. Em outra série de mensagens, os executivos discutiam, em 2008, como influenciar o próximo ministro de Minas e Energia e evitar que o cargo fosse ocupado por alguém que contrariasse a empreiteira.
Um deles afirma que não adiantaria contatar o “seminarista”, que, de acordo com o relatório da PF, seria o ex-ministro Gilberto Carvalho.
Em e-mail endereçados a Marcelo Odebrecht, um executivo minimiza o poder do novo titular da pasta, que “continuará a reboque das decisões estratégicas de ‘d.Terezinha'”. 

A PF não identificou quem seria a pessoa citada no código.
No período, Dilma Rousseff chefiava a Casa Civil e era a “mãe do PAC”, responsável por decisões estratégicas do principal programa infraestrutura do governo Lula.
OUTRO LADO
Questionado sobre o relacionamento do ex-presidente com os empresários, o Instituto Lula afirmou que há uma “repetitiva, sistemática e reprovável tentativa de alguns órgãos de imprensa” de criminalizar atuação “lícita, ética e patriótica” do petista na defesa de interesse nacional.
“Temos a absoluta certeza da legalidade e lisura da conduta do ex-presidente”, diz a nota da entidade.
Procurado, Miguel Jorge, ministro de 2007 a 2010, disse que não há “nada de comprometedor” na mensagem que enviou. Ele afirma que fazer lobby por empresas brasileiras é “obrigação funcional” de um ministro do Desenvolvimento.
A Odebrecht também negou, por meio de nota, que sua relação com autoridades federais tivessem sido impróprias e criticou o vazamento das mensagens que registram “uma atuação institucional legítima e natural” e não têm relação com a investigação.