Thaisa Galvão

12 de fevereiro de 2016 às 22:15

tvTG: Vereador Raniere Barbosa comenta polêmica do Plano de Educação em votação na Câmara [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Vice-presidente do PDT no Rio Grande do Norte e líder do prefeito Carlos Eduardo na Câmara de Natal, o vereador Raniere Barbosa foi nosso entrevistado hoje no Jornal da Noite, da 95FM.

Pré-candidato à reeleição, falou da gestão municipal, do mercado das Rocas, bandeira levantada por ele desde quando foi titular da Semsur pela primeira vez, que foi inaugurado mas ainda não está funcionando, e das discussões na Câmara em torno do Plano Municipal de Cultura.
Foto Erick Nobre

  

12 de fevereiro de 2016 às 17:17

Presidente da Assembleia solicita pacote de medidas ao governo para municípios do interior [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Assembleia Levislativa, Ezequiel Ferreira de Souza, solicitou um conjunto de medidas ao Governo do Estado.

Medidas nos setores hídrico e de segurança pública, estradas e saúde para os municípios de Lagoa D’Anta, Boa Saúde, Serra Caiada, Goianinha, Santo Antônio, Espírito Santo e Poço Branco.

“Fiz os pleitos diante da urgência que as medidas precisam ser realizadas junto aos municípios e para que as ações governamentais contemplem os anseios da população”, justificou o deputado.

O deputado solicitou aumento do efetivo da Segurança Pública e melhorias nas condições de trabalho; aquisição de ambulâncias; perfuração e instalação de poços e a recuperação de trechos na RN-120 e RN-003 por parte do DER.

12 de fevereiro de 2016 às 15:54

Prefeito de Antônio Martins reajusta salários de servidores em mais de 10% [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Os funcionários da Prefeitura do município de Antônio Martins, no Oeste do RN, não estão sentindo muito os efeitos da crise não…

É que o prefeito Zé Júlio autorizou reajuste salarial de 11,60% para todos os servidores do município com efeito já para o pagamento da folha de janeiro.
Para os professores, o reajuste será de acordo com o novo piso do Magistério: 11,36% para os níveis P1, P2 e P3.

No caso dos professores P1, além dos 11,36%, haverá ainda um aumento previsto no plano municipal de 6%, totalizando 17,36%.
A Prefeitura tem conseguido pagar a folha apesar das perdas dos últimos 8 meses, tanto do FPM quanto do Fundeb.
“Faremos todo o esforço para honrarmos com a nova política salarial, mesmo que esteja distante da nossa realidade financeira”, disse o prefeito, que prevê para 2016, um ano ainda mais difícil.

  

 

12 de fevereiro de 2016 às 15:27

Mais de 3 mil cédulas de RG em branco foram roubadas do Itep [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Perigo.

O jornalista Jackson Damasceno noticiou no Jornal da Noite da TV Ponta Negra: 
Mais de 3 mil cédulas de carteiras para confecção de carteiras de identidade foram levadas do Itep, em Natal.

O roubo pode ter sido no feriado do carnaval.

O risco é que, com as cédulas em branco, quem roubou vai poder fabricar documentos falsos e vender…
  

12 de fevereiro de 2016 às 15:08

Investigados na lava jato, presidentes do Senado e Câmara não participarão do programa do PMDB [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Desculpinha esfarrapada…

O PMDB está anunciando que o programa do partido que vai ao ar no fim do mês, e que terá como estrela o seu presidente Michel Temer, vai abrir espaços só para deputados e senadores que não participaram do programa de agosto do ano passado.

Fora eles, algums pré-candidatos a prefeito de capitais.

A estratégia é para não parecer que o PMDB está deixando de fora os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Eduardo Cunha.

Além dos presidentes das casas legislativas estarem enxovalhadinhos nos escândalos, o presidente do Senado não é muito simpático à reeleição de Temer para a presidência do partido.

12 de fevereiro de 2016 às 11:04

Marqueteiro de Lula e Dilma na mira da lava jato [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha de hoje:

Lava Jato vê indício de repasse da Odebrecht a marqueteiro ligado ao PT
DANIELA LIMA

MARINA DIAS

DE Brasília

GRACILIANO ROCHA

Enviado especial a Curitiba
A força-tarefa da Operação Lava Jato investiga pagamentos atribuídos a subsidiárias da Odebrecht em contas, no exterior, controladas pelo marqueteiro João Santana, responsável por campanhas do PT e da presidente Dilma Rousseff. 

A apuração envolve as finanças dele em diversos países, entre eles a Suíça.
O publicitário baiano comandou todas as campanhas presidenciais do partido desde a reeleição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006. 

Os dados sobre a movimentação financeira de Santana integram pacote de documentos enviados ao Brasil pela promotoria suíça em acordo de cooperação.
O inquérito que apura as finanças do publicitário foi aberto em novembro do ano passado e tramita em sigilo, em Curitiba. 

Ele passou a ser investigado após a Polícia Federal encontrar na casa do lobista Zwi Skornicki, ligado ao estaleiro asiático Keppel Fels, uma carta de Mônica Moura, mulher e sócia de Santana.
O manuscrito indicava contas de Santana na Inglaterra e nos EUA. A informação foi revelada pela “Veja”.
Um dos focos da investigação são valores recebidos por Santana em 2014, quando o marqueteiro fez as campanhas presidenciais de Dilma, no Brasil, e de José Domingo Arias, derrotado no Panamá -país onde a Odebrecht tem diversos interesses.
No momento, segundo a Folha apurou, não é possível estabelecer com certeza a origem destes pagamentos, se por serviços prestados no Brasil ou em outro país.
Nos últimos anos, o marqueteiro tem feito diversas incursões no exterior. 

Em 2012, por exemplo, respondeu pela comunicação das candidaturas presidenciais de José Eduardo dos Santos, em Angola, e de Danilo Medina, na República Dominicana, locais em que a construtora também tem obras.
Oficialmente, Santana recebeu R$ 88,9 milhões da campanha de Dilma em 2014. 

Outros pagamentos vinculados à campanha, se confirmados, seriam em tese caixa 2. 

As informações sobre a investigação foram confirmadas pela Folha com três autoridades que atuam no caso, advogados que acompanham a Lava Jato e pessoas ligadas a executivos da Odebrecht.
A empresa, maior empreiteira do país, cresceu nos governos petistas e é investigada por suspeita de corrupção em obras da Petrobras.
Procurado pela reportagem, o advogado de João Santana, Fábio Tofic, disse que o publicitário desconhece qualquer apuração que envolva seu nome e que, inclusive, questionou formalmente o juiz Sergio Moro, que conduz a investigação em Curitiba, sobre a existência de um inquérito contra seu cliente.
Santana não nega que receba dinheiro no exterior por campanhas realizadas, mas diz que tudo é declarado.
“Indagado há mais de 20 dias, o juiz não respondeu. Tudo leva a crer que essa investigação não existe ou temos que admitir que há abuso de autoridade, já que ele não foi informado”, disse Tofic.
O advogado acrescentou que o mesmo questionamento foi feito, dias depois, à Polícia Federal e que, novamente, não obteve resposta.
Procurada, a Odebrecht também disse que desconhece o inquérito.
MENSAGEM
E-mail apreendido pela PF no ano passado no celular do presidente da empreiteira, Marcelo Odebrecht, preso desde 2015, fazia menção ao “risco” da exposição sobre uma “cta suíça”. 

Em mensagem a um executivo da empreiteira, Marcelo escreveu: “Dizer do risco cta suíça chegar na campanha dela”.
Esse é o segundo inquérito do qual o marqueteiro é alvo. Em maio de 2015, a Folha revelou que a PF abriu investigação para apurar a suspeita de que duas de suas empresas trouxeram de Angola para o Brasil US$ 16 milhões, em 2012, numa suposta operação de lavagem de dinheiro para beneficiar o PT.
A investigação segue aberta, em segredo de Justiça. Na época, Santana disse que ela partia de “premissa falsa”. 

“Tentar criminalizar internalização de recursos beira o ridículo”, disse, concluindo que a operação fora acompanhada pelo BC, com pagamento de impostos.

12 de fevereiro de 2016 às 10:50

Lula cria assessoria jurídica forte para rebater efeitos midiático e político do Caso Atibaia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Mônica Bérgamo, na Folha:

Advogados de peso entram em caso de sítio frequentado por Lula




A equipe que assessora o ex-presidente Lula está consultando advogados de peso para se incorporarem ao caso do sítio que ele frequenta, em Atibaia. 

A ideia é formar um grupo sênior, com profissionais tarimbados e que estão acostumados a fazer não apenas o enfrentamento jurídico, mas também midiático e político de casos de grande repercussão.

REFORÇO 2

O advogado José Roberto Batocchio, que defende, entre outros, os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antonio Palocci, foi consultado para assumir a defesa de Jonas Suassuna, um dos donos do sítio. 

Fernando Bittar, sócio dele, já tinha contratado Alberto Toron, que teve atuação destacada, entre outros, no caso do mensalão. 

Os dois proprietários estão até agora calados sobre a reforma do sítio, que teria sido paga por empreiteiras.

NO CARTÓRIO

Fernando Bittar deve apresentar documentos que mostram que ele recebeu como doação do pai, Jacó Bittar (que hoje sofre do mal de Parkinson), os R$ 500 mil que usou para comprar a terra em Atibaia.


MULTIPLICAÇÃO

Já os advogados Nilo Batista, Roberto Teixeira e Cristiano Zanin seguem defendendo Lula nas várias frentes de investigação abertas contra o ex-presidente.

12 de fevereiro de 2016 às 10:41

Presos fogem do CDP da Ribeira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A sexta-feira começa com fuga de presos no Centro de Detenção Provisória da Ribeira, em Natal. 

Segundo a direção do presídio, eles saíram por um buraco na parede.

Uma recontagem será feita para saber quantos presos fugiram.

As primeiras informações dão conta de 3.

12 de fevereiro de 2016 às 10:24

Prefeito de Florânia renuncia e diz que não deseja uma prefeitura para o pior inimigo [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Florânia, Júnior de Janúncio, do PSD, renunciou ao cargo.

No ano passado, o prefeito tirou licença de 4 meses para fazer uma cirurgia.

Em contato com o Blog, à época, falou das dificuldades de se administrar hoje e adiantou que não sentia vontade de voltar.

Hoje Júnior de Janúncio apresentou  carta de renúncia à Câmara e em discurso, disse que deixa a vida pública de cabeça erguida e sem dívidas.

“Deixo a Prefeitura Municipal de cabeça erguida, com as finanças em dia, sem dever um centavo a ninguém. Além disso, deixo o montante de R$ 5 milhões de reais em obras iniciadas”.
Júnior declarou que não deseja uma prefeitura para o pior inimigo.