Thaisa Galvão

20 de fevereiro de 2016 às 22:36

Governador, presidente da AL e deputados aliados e adversários juntos no apartamento de Fábio Faria [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado federal Fábio Faria recebeu amigos da política neste sábado, como costuma fazer quando está em Natal no final de semana.

Durante a tarde estiveram no apartamento de Fábio os deputados Gustavo Fernandes (PMDB), Tomba Farias (PSB), Carlos Augusto Maia (PTdoB) e Galeno Torquato (PSD).

O vice-governador Fábio Dantas e o presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira de Souza, também apareceram.

O governador Robinson Faria também.

O novo líder do governo na Assembleia, Dison Lisboa, não pôde atender ao convite pois estava no velório da avó.

Com vários presentes ao apartamento que conversei, mesma resposta: política fora do cardápio.

Um encontro mais social para estreitar laços…

20 de fevereiro de 2016 às 17:52

Leitora denuncia lixo acumulado na Avenida 10 [1] Comentários | Deixe seu comentário.

No Instagram:

Alô Urbana!

  

20 de fevereiro de 2016 às 14:21

Fátima Bezerra sobre Lula na reunião do PT: “Se engana quem pensa que vai derrubar nosso querido presidente” [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Na reunião ampliada do PT, com participação de representantes do partido em Natal e bo interior, foi lançada uma cartilha com orientações para as eleições deste ano.

Comandaram o encontro a senadora Fátima Bezerra e o deputado e pré-candidato a prefeito de Natal, Fernando Mineiro.

  
Em seu discurso, Fátima falou sobre o encontro dos senadores do PT com o ex-presidente Lula.

“Nós encontramos Lula e ele estava sereno, tranquilo. Se engana quem pensa que vai derrubar nosso querido presidente”, disse Fátima Bezerra.

20 de fevereiro de 2016 às 13:08

Os Carcarás: Grupo do RN que estreia no Faustão no domingo 28 precisa do seu voto para continuar na disputa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O programa Domingão do Faustão estreia neste domingo o quadro “A Cappella”.
Na estreia, participação de 4 grupos onde um será eliminado através do voto da plateia no estúdio e dos telespectadores.
Aviso aos potiguares: é bom ficar de olho no programa deste domingo para entender como funciona, porque no outro domingo, dia 28, terá participação de um grupo do Rio Grande do Norte.
Os cantores Isaque Galvão, Jaima Elne, Helena Mey e Edu Sá, com produção de Marcílio Amorim, criaram o grupo Os Carcarás e entre milhares de todo o Brasil, foram selecionados a participar.
Os Carcarás, que se apresentarão no outro domingo, mostraram o estilo emocionante pela primeira vez no RN, no nosso Jornal da Noite, na 95Fm na quarta-feira passada, e o Blog mostra o trabalho desses artistas que vai merecer o seu voto.

Foto Erick Nobre

  

20 de fevereiro de 2016 às 12:10

Horário de verão termina à meia noite [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O horário de verão termina logo mais à meia noite.

Em 10 estados e no Distrito Federal, os relógios deverão ser atrasados em uma hora.

No Rio Grande do Norte e outros Estados que não aderiram ao horário de verão, horários de voos, de funcionamento de bancos, e de programação de TV serão normalizadas, de acordo com o horário de Brasília.

20 de fevereiro de 2016 às 11:17

Delcídio do Amaral deixa presídio, cumprirá prisão domiciliar e poderá voltar ao Senado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha:



Alvo da Lava Jato, Delcídio é solto e poderá voltar ao trabalho no Senado




RUBENS VALENTE

MARIANA HAUBERT

MARINA DIAS

De Brasília

MÔNICA BERGAMO

Colunista da Folha

BELA MEGALE

De São Paulo
  

Preso desde 25 de novembro, o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) foi solto nesta sexta-feira (19) por decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki. 

De acordo com a decisão do magistrado, o senador poderá voltar a frequentar o Senado e a trabalhar normalmente a partir da próxima semana.
A defesa do petista informou ainda que o senador não assinou um acordo de delação premiada –a informação de que não houve trato foi confirmada por três advogados e um assessor do petista ouvidos pela Folha.

O pedido de prisão dele havia se baseado em uma gravação feita por Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.
“Agora, com ele solto, é que não há chance nenhuma de assinar acordo de delação”, afirmou Antônio Figueiredo Basto, um de seus advogados. 

“Não tem acordo de colaboração, não fizemos nenhum acordo. Também não houve pré-acordo, não teve nenhum movimento sobre isso.”
“Ele não negociou, não fez acordo nenhum e agora, com a soltura, muito menos fará”, disse Adriano Bretas, especializado em delações premiadas que atuou em vários casos do gênero na Lava Jato.
Outro advogado de Delcídio, Luís Henrique Machado, que subscreveu, ao lado de outros três advogados, o agravo regimental protocolado no STF que levou à soltura do parlamentar, afirmou que “não há absolutamente nenhum acordo” de delação vinculado à ordem de soltura de Delcídio. 

“Tanto assim que a ordem judicial não faz nenhuma referência a acordo”, disse o defensor.
Maurício Silva Leite, que também integra a equipe de defesa, disse que não há iniciativas nesse sentido e que os advogados terão uma reunião com o senador na próxima semana para definir os próximos passos. Ele também destaca que, com Delcídio preso, “seria impossível defendê-lo do processo de cassação”.
A decisão de Teori Zavascki atendeu a um recurso impetrado pela defesa. Segundo Basto, o senador será mantido em prisão domiciliar.
Na conversa, um plano de fuga para a Espanha é proposto pelo senador, além de uma mesada de R$ 50 mil, em troca de Cerveró desistir de fechar um acordo de delação.
Machado informou que Delcídio poderá frequentar o Senado durante os trabalhos da Casa assim que o trâmite burocrático para sua soltura for cumprido.

Durante a noite, porém, a decisão do ministro Teori Zavascki impõe que o senador fique recolhido em casa, assim como nos dias de folga no Legislativo. Essas medidas devem ocorrer enquanto Delcídio estiver em exercício do mandato.
Caso seu mandato seja cassado, pois há um pedido de cassação em andamento no Senado, Delcídio deverá permanecer em prisão domiciliar o tempo todo.
A decisão do ministro impõe ainda a entrega do passaporte ao STF, num prazo de 48 horas, e a proibição da saída do senador do país. 

O senador também deverá comparecer a todos os atos relativos ao processo e está proibido de manter contato com todos os demais investigados no caso.
Antes de ser preso, ele morava em um hotel de luxo em Brasília. De acordo com a assessoria de imprensa do senador, ainda não há uma decisão sobre para onde ele será levado após a sua soltura. Delcídio está preso no Batalhão de Trânsito da Polícia Militar do Distrito Federal.

MOTIVOS




Segundo Machado, a soltura de Delcídio se deu porque o ministro Teori considerou válidos os argumentos contidos no agravo regimental, impetrado pela defesa em 1º de fevereiro.
No agravo, a defesa argumentou que houve uma “radical mudança do quadro” registrado quando da prisão, no final do ano passado. Após mais de três meses de prisão, segundo os defensores, “novos eventos” mostraram que o senador “não possui qualquer maneira de oferecer risco concreto à ordem pública, à instrução criminal ou à aplicação da lei penal”.

Para os advogados, um dos principais argumentos para a prisão do senador –de que ele atrapalhava o acordo de delação premiada que estava sendo negociado entre o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e a Procuradoria Geral da República, perdeu a razão de existir porque, logo depois da prisão de Delcídio, Cerveró de fato assinou o acordo com a PGR.

“O acordo de colaboração premiada que supostamente o agravante [Delcídio] tentou impedir, ademais, já foi realizado e homologado, aós a prisão –justa ou injusta–, o recorrente já não possui mais credibilidade para fazer qualquer promessa ou tentar dissuadir qualquer eventual futuro colaborador”, diz a peça dos advogados.

DELAÇÃO




O Palácio do Planalto estava preocupado com a possibilidade de o senador fazer uma delação porque, nas últimas semanas, ele enviou recados para auxiliares da presidente Dilma Rousseff de que, se não fosse solto em breve, poderia fechar um acordo.
A decisão do ministro Teori também se estendeu ao chefe de gabinete de Delcídio, Diogo Ferreira, que precisará se recolher à noite em seu domicílio. Diogo havia sido preso porque participou da reunião em que o senador ofereceria dinheiro para evitar a delação de Cerveró.

20 de fevereiro de 2016 às 10:09

Internado em hospitais de Natal, São Paulo e Brasília, Garibaldi Filho foi o senador potiguar mais faltoso em 2015 [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Garibaldi Filho (PMDB) foi o senador potiguar mais faltoso no ano passado.

Porém, o senador teve uma justificativa mais do que compreensível.

Garibaldi enfrentou problemas de saúde, chegando a passar vários dias em uma UTI.

Garibaldi se internou em Natal, São Paulo e Brasília.

Foram então, 24 faltas justificadas.

E somente três não justificadas.

20 de fevereiro de 2016 às 10:04

José Agripino Maia foi o senador potiguar mais assíduo em 2015 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador José Agripino Maia foi o senador do Rio Grande do Norte mais presente àsnsessões so Senado no ano passado.

Veja o ranking dos parlamentares potiguares em 2025:
José Agripino (DEM)

Faltas justificadas – 4

Faltas não justificadas – 1
Fátima Bezerra (PT)

Faltas justificadas – 9

Faltas não justificadas – 9
Garibaldi Filho (PMDB)

Faltas justificadas – 24

Faltas não justificadas – 3

20 de fevereiro de 2016 às 10:00

Walter Alves e Zenaide Maia foram os únicos deputados com ‘zero falta’ sem justificativa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os deputados federais Walter Alves (PMDB) e Zenaide Maia (PR) foram os únicos da bancada do Rio Grande do Norte que não tiveram uma falta sequer sem justificativa.

Todas as faltas do dois foram justificadas.

As 9 faltas de Zenaide e as 2 faltas de Walter foram justificadas.

20 de fevereiro de 2016 às 9:57

Assiduidade: Veja lista de chamada dos deputados do RN no ano de 2015  [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Acompanhe o ranking dos deputados do Rio Grande do Norte a partir do portal Congresso em Foco, que aponta os parlamentares mais assíduos e mais faltosos na Câmara no ano passado.
Walter Alves (PMDB)

Faltas justificadas – 2

Faltas não justificadas – 0
Felipe Maia (DEM)

Faltas justificadas – 1

Faltas não justificadas – 3
Rogério Marinho (PSDB)

Faltas justificadas – 2

Faltas não justificadas – 3
Beto Rosado (PP)

Faltas justificadas – 1

Faltas não justificadas – 5
Zenaide Maia (PR)

Faltas justificadas – 9

Faltas não justificadas – 0
Rafael Motta (PSB)

Faltas justificadas – 9

Faltas não justificadas – 5
Antônio Jácome (PMN)

Faltas justificadas – 15

Faltas não justificadas – 1
Fábio Faria (PSD)

Faltas justificadas – 14

Faltas não justificadas – 11

20 de fevereiro de 2016 às 9:33

Deputado Antônio Jácome diz que só teve uma falta não justificada e reclama que levantamento não leva a justificativa em consideração [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado federal Antônio Jácome (PMN) criticou a forma como o site Congresso em Foco publica a assiduidade dos parlamentares.

Jácome, segundo mais faltoso do Rio Grande do Norte, compareceu a 109, das 125 sessões na Câmara em 2015.

Porém, das 16 faltas apresentadas, apenas uma não foi justificada e 15 foram justificadas.

Segundo Jácome, sempre para tratar de assuntos do Rio Grande do Norte fora da Câmara, como audiências com ministros, reuniões do governador onde a bancada acompanhou…

Para o deputado, a única falta não justificada que teve era que deveria contar como falta.

20 de fevereiro de 2016 às 9:25

Fábio Faria diz que justificou faltas quando teve que estar presente a eventos do governo do Estado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Fábio Faria apareceu na lista do site Congresso em Foco como o parlamentar do Rio Grande do Norte que mais faltou a sessões na Câmara.

Das 125 sessões, compareceu a 100.

Teve 14 faltas justificadas e 11 não justificadas.

Ontem, em entrevista no Jornal da Noite, Fábio explicou que as faltas justificadas foram referentes a participação dele em audiências e eventos do governo, tanto em Brasília quanto no Rio Grande do Norte.

As não justificadas admitiu que se tratou de viagem com a família ainda no começo do ano.

20 de fevereiro de 2016 às 9:13

Antes de ser preso, Delcídio Amaral se destacava por não faltar às sessões do Senado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Antes de ser preso no ano passado, o senador Delcídio Amaral se destacava como um dos poucos sempre presentes às sessões do Senado Federal.

De primeiro de fevereiro a 17 de julho, período que compreende o semestre legislativo, Delcídio do Amaral (PT-MS) não fatou a uma sessão.

A lista dos sempre presentes também inclui Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Reguffe (PDT-DF), Romário (PSB-RJ) e Waldemir Moka (PMDB-MS).

O levantamento exclusivo do Congresso em Foco, feito com base em dados oficiais do Senado Federal, apontou uma diminuição do número de ausências dos senadores.

Terminado o ano legislativo no Senado, só Romário e Flexa de Lima alcançaram 100% de presenças.

Delcídio teria alcançado o índice se não tivesse sido preso em novembro.

20 de fevereiro de 2016 às 9:08

Tiririca mais uma vez se destaca como deputado que nunca faltou ao trabalho [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Somente 19, dos 513 deputados federais, não tiveram falta nenhuma no ano legislativo de 2015.

O deputado Tiririca mais uma vez se destaca na lista dos não faltosos da Câmara.

  

20 de fevereiro de 2016 às 9:03

Com apenas duas faltas justificadas em 2015, Walter Alves foi o deputado do RN mais presente às sessões ds Câmara [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado federal Walter Alves foi apontado, de acordo com levantamento do site Congresso em Foco, como o parlamentar do Rio Grande do Norte, mais assíduos na Câmara.

Em 2025, das 125 sessões obrigatórias, Walter esteve presente em 123. 

As duas ausências foram justificadas.

De acordo com a publicação, cada deputado faltou, em média, a 11 dos 125 dias em que a presença era obrigatória na Câmara no ano passado.

  

20 de fevereiro de 2016 às 9:02

Assiduidade de Walter reverte números do PMDB potiguar nos levantamentos do Congresso em Foco [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Walter Alves é hoje o único representante do PMDB na Câmara dos Deputados.

O partido ocupou duas cadeiras na legislatura passada, quando o ministro do Turismo, Henrique Alves, também era deputado.

A representação peemedebista, hoje exemplo de assiduidade na Câmara, era sempre apontada pelo site Congresso em Foco, como líder em faltas.

Por alguns anos o deputado Henrique foi apontado como o mais faltoso.

Henrique nunca negou, e sempre justificou que as atividades como líder do partido permitiam sua ausência em sessões na Casa.

As faltas foram sempre justificadas, porém, o levantamento do Congresso em Foco até cita essa questão, mas no resultado final, conta tudo como falta, reunindo as ausências justificadas e as não justificadas.

E é esse resultado que o povo leva em consideração.

Pelo resultado final do Congresso em Foco, Henrique sempre foi o mais faltoso.

O deputado Walter hoje reverteu os números do PMDB do Rio Grande do Norte para o levantamento do site Congresso em Foco.

20 de fevereiro de 2016 às 8:00

PT faz reunião com representantes de Natal e do interior neste sábado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Começa daqui a pouco no Sinpol, em Natal, uma reunião ampliada do PT no Rio Grande do Norte.

O diretório estadual do partido reunirá prefeitos, vice-prefeitos e vereadores de todo estado para discutir eleições.

Ontem em entrevista à TV Ponta Negra a senadora Fátima Bezerra, que tem sido vista coladinha no prefeito candidato à reeleição, Carlos Eduardo, deixou clara sua posição.

“O PT tem candidato e o nome dele é Fernando Mineiro. É com esse competente deputado que eu vou para as ruas”.
Maaasss….se num provável segundo turno Mineiro não estiver presente…

20 de fevereiro de 2016 às 7:49

Projeto que reajusta salários de professores do Estado já está na Assembleia para ser votado [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Já está na Assembleia Legislativa o Projeto de Lei Complementar que reajusta em 11,36% os salários básicos de professores e especialistas em Educação do Rio Grande do Norte. 

O projeto segue o reajuste estabelecido pelo Governo Federal para o piso salarial nacional dos profissionais do Magistério Público da educação básica. 

O salário base passa de R$ 1.917,78 para R$ 2.135,64, com efeito financeiro a partir de janeiro de 2016.

20 de fevereiro de 2016 às 7:43

Governo esclarece polêmica sobre verba do Fundeb [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da assessoria do Governo do Estado, esclarecendo sobre polêmica da verba do Fundeb:
Nota 

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte vai entrar com a uma ação judicial no Supremo Tribunal Federal para que o pedido de devolução dos recursos de complementação para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) seja suspenso ou, no mínimo, suavizado em prestações, como acontece com outros débitos.

No final de 2014, seguindo um processo rotineiro, a União fez as contas para identificar se o estado precisava de complementação para o Fundeb com os números obtidos pelo Governo Federal junto ao Governo Estadual e entidades financeiras, e atestou que o Rio Grande do Norte teria direito a receber o complemento no ano de 2015. 

As fontes de coletas de dados são determinadas pela própria União.

Em janeiro de 2015, entretanto, a atual gestão informou a consolidação de receita do ano anterior, o que comprovou que a União havia, em razão de alguma falha na coleta dos dados, subestimado a receita do estado. Dessa forma, o RN não teria direito a complementação.

Mesmo em posse das informações repassadas pelo Governo do Estado em 31 de janeiro de 2015, a União permaneceu fazendo o repasse da complementação até o mês de setembro. 

De acordo com a Secretaria do Estado da Educação e da Cultura (SEEC), somam-se R$ 78 milhões em repasses que, agora, a União quer que sejam devolvidos integralmente até 30 de abril.

O governador Robinson Faria já esteve no Ministério da Educação em Brasília para discutir o tema e buscar uma solução para o impasse, sem prejuízo para o Estado.

20 de fevereiro de 2016 às 7:38

Senador José Agripino critica cortes na área da saúde quando o Brasil vive a tragédia causada pelo vírus zika [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do novo líder da oposição no Senado, José Agripino, sobre o corte de R$ 23,4 bilhões no orçamento anunciado pelo governo federal:
“O governo disse que anunciaria os cortes em abril, mas como percebeu que o anúncio em abril ia agravar a crise, resolveu se antecipar e fazer o corte maior do que o anunciado, cortando na área mais nevrálgica do país, que é a saúde, em meio a uma crise do vírus da zika. O governo perdeu o controle da economia”.
“Estamos diante de uma catástrofe inevitável. O rebaixamento da nota do Brasil pelas agências especializadas aconteceu porque o governo foi impotente para fazer os ajustes necessários, fazer as correções mínimas do ajuste fiscal. Pelo contrário, ao invés de conseguir superávits agravou os déficits”.
Além do corte, o governo prevê uma contração de 2,9% para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. 

A expectativa é de inflação em torno de 7,10%.