Thaisa Galvão

20 de fevereiro de 2016 às 7:38

Senador José Agripino critica cortes na área da saúde quando o Brasil vive a tragédia causada pelo vírus zika [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do novo líder da oposição no Senado, José Agripino, sobre o corte de R$ 23,4 bilhões no orçamento anunciado pelo governo federal:
“O governo disse que anunciaria os cortes em abril, mas como percebeu que o anúncio em abril ia agravar a crise, resolveu se antecipar e fazer o corte maior do que o anunciado, cortando na área mais nevrálgica do país, que é a saúde, em meio a uma crise do vírus da zika. O governo perdeu o controle da economia”.
“Estamos diante de uma catástrofe inevitável. O rebaixamento da nota do Brasil pelas agências especializadas aconteceu porque o governo foi impotente para fazer os ajustes necessários, fazer as correções mínimas do ajuste fiscal. Pelo contrário, ao invés de conseguir superávits agravou os déficits”.
Além do corte, o governo prevê uma contração de 2,9% para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano. 

A expectativa é de inflação em torno de 7,10%. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*