Thaisa Galvão

25 de fevereiro de 2016 às 14:51

Justiça revoga mandado de prisão não efetuado de investigado na operação Acarajé [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Justiça Federal revogou hoje a prisão temporária decretada contra Marcelo Rodrigues, investigado pela 23ª fase da Operação Lava Jato. 

Ele é suspeito de representar uma offshore do Grupo Odebrecht que, de acordo com as investigações, efetuou pagamentos para o marqueteiro do PT João Santana, que está preso em Curitiba.
Rodrigues não chegou a ser detido. Ele deveria ter sido preso na segunda-feira (22), mas não foi localizado pela Polícia Federal (PF). 

O mandado de prisão visava garantir o sucesso dos mandados de busca e apreensão da 23ª fase, conforme a Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*