Thaisa Galvão

24 de março de 2016 às 23:06

Fortune: Revista norte-americana mostra o juiz Sérgio Moro como o 13º principal líder mundial [0] Comentários | Deixe seu comentário.

  

Em lista de 50 nomes, publicação americana coloca o juiz responsável pela Operação Lava Jato à frente de Bono Vox
SÃO PAULO – O juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações da Operação Lava Jato, é considerado pela revista norte-americana Fortune como o 13º principal líder mundial em lista de 50 nomes que inclui também o papa Francisco (4º), a premiê alemã Angela Merkel (2ª) e o fundador da Amazon, Jeff Bezos (1º).

O juiz paranaense aparece logo à frente do vocalista do U2, Bono Vox (14º), e dos astros da NBA Stephen Curry e Steve Kerr (15º). Além disso, Moro está melhor do que o presidente da Argentina, Mauricio Macri (26º), e o apresentador americano John Oliver (30º).
  

Confira abaixo a lista completa da Fortune:
1 – Jeff Bezos

2 – Angela Merkel

3 – Aung San Suu Kyi

4 – Papa Francisco

5 – Tim Cook

6 – John Legend

7 – Christiana Figueres

8 – Paul Ryan

9 – Ruth Bader Gingsburg

10 – Sheikh Hasina

11 – Nick Saban

12 – Huateng ‘Pony’ Ma

13 – Sergio Moro

14 – Bono

15 – Stephen Curry e Steve Kerr

16 – Bryan Stevenson

17 – Nikki Haley

18 – Lin-Manuel Miranda

19 – Marvin Ellison

20 – Reshma Saujani

21 – Larry Fink

22 – Scott Kelly e Mikhail Kornienko

23 – David Miliband

24 – Anna Maria Chávez

25 – Carla Hayden

26 – Mauricio Macri

27 – Alicia Garza, Patrisse Cullors e Opal Tometi

28 – Chai Jing

29 – Moncef Slaoui

30 – John Oliver

31 – Marc Edwards

32 – Arthur Brooks

33 – Rosie Batty

34 – Kristen Griest e Shaye Haver

35 – Denis Mukwege

36 – Christine Lagarde

37 – Marc Benioff

38 – Gina Raimondo

39 – Amina Mohammed

40 – Domenico Lucano

41 – Melinda Gates e Susan Desmond-Hellman

42 – Arvind Kejriwal

43 – Jorge Ramos

44 – Michael Froman

45 – Mina Guli

46 – Ramón Mendéz

47 – Bright Simons

48 – Justin Trudeau

49 – Clarence Rewcastle Brown

50 – Tshering Tobgay

24 de março de 2016 às 22:07

Manifestantes pró-Dilma protestam em frente às sedes da Globo no Rio e São Paulo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Militantes do PT em defesa do governo Wilma fazem manifesto agora à noite no Rio e em São Paulo.

Nas duas capitais, a Rede Globo foi alvo.

No Rio o movimento começou na Cinelândia com shows e gritos de “Não vai ter golpe”.

   
 
Em São Paulo os manifestantes também rumaram para a sede da Globo.

   
 
Em Brasília também teve protesto.

  

24 de março de 2016 às 20:24

Michel Temer desistiu de viajar com os novos aliados do PSDB mas não confirma presença na reunião do PMDB [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O vice-presidente Michel Temer desistiu de ir a Portugal, mas não confirma presença em reunião do PMDB marcada para terça-feira.
Temer cancelou a participação de evento em Lisboa promovido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, e que deverá contar ainda com a presença dos senadores Aécio Neves e José Serra, do PSDB.

Temer, já visto como desembarcado do governo, desistiu de viajar com a oposição – ou seriam novos aliados? – para conversar com o PMDB, o que não significa que participará da reunião de terça-feira.

O vice-presidente já definiu sua posição.

O PMDB está mais rachado do que nunca.

 
Defensora do impeachment e que Temer assuma o comando do País, a ala oposicionista do PMDB aposta numa vitória da tese de rompimento com o governo. Liderados pelo deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ) e pelo senador Renan Calheiros (PMDB-AL), os governistas atuaram em favor do adiamento.
A proposta foi levada a Temer pelo senador Jader Barbalho (PMDB-PA) na terça-feira. O vice, porém, disse que ouviria a ala oposicionista antes de tomar uma decisão. O grupo oposicionista, porém, se negaram a aceitar a proposta e resolveram obter uma definição pelo voto. O diretório do PMDB é composto 119 membros.
Até o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva envolveu-se nas discussões. Ele teme que o rompimento do PMDB provoque uma contaminação no resto dos partidos do Congresso, tornando a estratégia de barrar o impeachment inviável.

24 de março de 2016 às 20:12

Dilma exonera indicado de Michel Temer na presidência da Funasa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A presidente Dilma Rousseff exonerou o presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Antônio Henrique de Carvalho Pires.

Henrique Pires era indicação do vice-presidente Michel Temer que está na cara que já desembarcou do governo.

No Rio Grande do Norte o superintendente da Funasa, Antônio Barbosa, é indicação do ministro Henrique Alves.

24 de março de 2016 às 19:57

Ministro Henrique Alves trabalha para o PMDB não deixar o governo agora [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O vice-presidente Michel Temer e o ministro do Turismo, Henrique Alves, sempre tão próximos, parece que não estão falando a mesma linguagem.

Temer não quer adiar a decisão do PMDB de deixar o governo Dilma.

A tomada de decisão está marcada para terça-feira, dia 29, e é isso o que Temer quer.

Mas não é isso o que quer – ou que precisa – Henrique.

  

24 de março de 2016 às 18:20

Dilma diz a jornalistas estrangeiros que não vai renunciar [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha:
Impeachment deixaria ‘cicatrizes’, diz Dilma à imprensa estrangeira
Em entrevista a seis veículos estrangeiros nesta quinta (24), a presidente Dilma Rousseff voltou a negar a possibilidade de renunciar, falou em golpe, e afirmou que não há base legal para a aprovação de seu impeachment pelo Congresso.
“Não estou comparando o golpe aqui com os golpes militares do passado, mas isso [impeachment] seria uma ruptura da ordem democrática do Brasil”, afirmou a presidente, segundo o jornal britânico “The Guardian”.
Ela disse ainda, de acordo com o jornal, que seu afastamento teria “consequências” e deixaria “cicatrizes profundas” na vida política brasileira.
“Por que querem minha renúncia? Por que sou uma mulher fraca? Não sou”, respondeu Dilma, segundo relato do “Guardian”. Ela frisou que aqueles que pedem sua renúncia querem, na verdade, evitar a dificuldade em remover “ilegalmente” do poder um presidente eleito legitimamente.
A petista afirmou, segundo o americano “The New York Times” que vai apelar de todas as maneiras legais possíveis para barrar o impeachment. Segundo ela, há falta de “bases legais” para o processo no Congresso.
Na entrevista, destacou que o pedido de afastamento tem sido conduzido pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), envolvido em escândalos de propina e lavagem de dinheiro.
A presidente afirmou ainda que não é “agradável” ser vaiada em protestos nas ruas e disse que não é uma pessoa “depressiva”: “Eu durmo bem à noite”.
LULA NA CASA CIVIL
Os jornalistas estrangeiros questionaram Dilma sobre a nomeação do ex-presidente Lula para ser ministro da Casa Civil. “Lula não é apenas um negociador talentoso, mas entende também todos os problemas do Brasil”, disse a petista.
“Um ministro não está imune a investigação, ele enfrenta a investigação do Supremo”, ressaltou, em referência à acusação de que nomeou Lula para livrá-lo do risco de prisão na investigação da Lava Jato em primeira instância, em Curitiba. “O Supremo não é bom o suficiente para investigar Lula?”, indagou a presidente.
Ainda sobre Lula, Dilma declarou, segundo o espanhol “El País”: “Vamos supor que venha ao governo para se proteger: que proteção mais esquisita, na verdade, porque um ministro não está protegido. Ao contrário, é investigado pelo Supremo Tribunal Federal. E os 11 ministros [do Supremo] não são melhores nem piores que um juiz de primeira instância. O que acontece é que Lula iria fortalecer meu governo, e os partidários do ‘quanto pior, melhor’ não querem que isso ocorra”.
“Agora, lhes digo uma coisa: ou ele vem como ministro ou vem como assessor, de uma maneira ou de outra. Vamos trazê-lo para ajudar o governo. Não há como impedir”, disse a presidente aos jornalistas estrangeiros.
Segundo o “Guardian”, Dilma aparentava tranquilidade na conversa, que durou uma hora e meia. O único momento em que mostrou irritação, diz o jornal, foi quando comentou a divulgação da gravação telefônica dela com Lula, gravada pela Polícia Federal com autorização do juiz Sérgio Moro.
A presidente disse que a “violação de privacidade” infringe a democracia porque invade, na avaliação dela, o direito à vida privada de cada cidadão. Sem citar Moro, Dilma afirmou que um juiz deve ser “imparcial”, sem decidir com “paixões políticas”.
Além de “The New York Times” e “The Guardian”, os outros veículos que a entrevistaram foram “Le Monde” (França), “El País” (Espanha), “Página 12” (Argentina) e “Die Zeit” (Alemanha).

24 de março de 2016 às 13:37

Em Apodi, governador visita presídio modelo do Estado que nunca registrou fugas nem mortes [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Robinson Faria fez ontem, visita ao presídio de Apodi.

O CDP de Apodi, comandado pelo jornalista Márcio Morais, existe há 6 anos nunca registrou uma fuga.

Também nunca foram registrados homicídios  e suicídios.

O presídio foi construído a partir de doações financeiras, de mão de obra carcerária e recursos de pena pecuniária.

Pelas celas especiais do CDP, para onde quase foi o ex-governador Fernando Freire, já passaram o ex-prefeito de Felipe Guerra, Braz Costa, o ex-prefeito de Umarizal Rogério Fonseca, e está hoje o presidente da Câmara local,  vereador João Evangelista.

Robinson conversou com os presos, e ao diretor peometeu uma viatura

“Achei muito importante e vejo como uma forma de reconhecimento ao nosso trabalho, pois em seis anos fazendo parte do sistema penitenciário, nunca ouvir falar que um governador visitasse uma unidade prisional e conversasse com agentes e presos”, declarou o diretor Márcio Morais.
“O governador Robinson ouviu nossas dificuldades e conquistas. Coisa quase inédita um governador visitar uma unidade prisional”, garantiu o diretor.
 

Em Apodi, o governador, com o prefeito Flaviano Monteiro, assinou ordem de serviço para as obras de esgotamento sanitário da cidade e reativou o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Agricultura Familiar. 

  

24 de março de 2016 às 13:11

Projeto do Governo que garante transporte gratuito para pessoas deficientes e carentes é aprovado na AL [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de aprovado na Comissão de Constituição e Justiça, o projeto ‘Transporte Cidadão’, de iniciativa do Governo do Estado e elaborado pela Secretaria de Assistência Social, foi aprovado pelo plenário da Assembleia Legisativa.

O projeto concede gratuidade no transporte a pessoas com deficiência e famílias com renda per capita de até um quarto do salário mínimo. 

O transporte será gratuito para moradores da região Metropolitana de Natal e contempla ainda pessoas com doenças crônicas, desempregadas, gestantes, idosas e beneficiárias de programas sociais do Governo Federal. 

“Os portadores de deficiência com renda per capita de até um salário mínimo tem este direito à gratuidade em transporte interestadual desde 1994 por iniciativa do Governo Federal. E somente agora, 22 anos depois, por iniciativa governamental e apoio total deste colegiado de deputados se corrige este débito com este setor para assegurar a gratuidade, nas mesmas condições, para o transporte intermunicipal”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira, que pediu pressa na tramitação e votação do projeto.
O projeto terá gestão compartilhada entre a Sethas e o DER e será operacionalizado através de linhas circulares de ônibus de grande porte que terão seus itinerários planejados, ligando pontos entre a Região Metropolitana de Natal, com paradas estratégicas em órgãos como a Central do Cidadão, Hospital Walfredo Gurgel, Liga Norte-rio-grandense Contra o Câncer, Hospital Giselda Trigueiro, Maternidade Escola Januário Cicco e outros.

24 de março de 2016 às 11:24

Ezequiel solicita do Governo obras para municípios do Agreste, Mato Grande e Seridó [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), solicitou ao Governo benfeitorias nos municípios de Santo Antônio (Agreste), Taipu (Mato Grande) Florânia e São Vicente (Seridó).

“São ações de extrema importância pois tratam de fornecimento d´água, demandas para a prática esportiva que já estão demonstradas por educadores e profissionais da saúde como medida auxiliar na prevenção das drogas entre jovens e vital para a qualidade de vida das pessoas. E, em especial, a recuperação de estradas porque sem reparos as estradas passam a dificultar o escoamento da produção e a locomoção dos munícipes”, justificou o deputado no requerimento apresentado à AL.
Solicitações para Santo Antônio: perfuração e instalação de poços tubulares e construção de quadra poliesportiva.

Taipu: ginásio poliesportivo na comunidade de Cachoeira.

Seridó: recuperação do trecho da BR-226, entre Florânia e São Vicente.

  

24 de março de 2016 às 9:54

PMDB vai decidir se abandonará o governo que o comandante Michel Temer já abandonou [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O vice-presidente Michel Temer, reeleito presidente do PMDB, já deixou o governo Dilma faz tempo.

Desde bem antes daquela carta desastrosa, ainda quando começou a declarar que em 2018 o PMDB terá candidato próprio.

Semana passada na tal posse do ex-presidente Lula no ministério da Casa Civil do Planalto, o vice-presidente não apareceu.

Terça-feira, na reunião marcada pelo PMDB para definir se vai abandonar ou não o governo, Temer não vai aparecer.

Vai para Portugal…tentar redescobrir o Brasil e dele tomar conta.

Temer não tem que definir se vai abandonar o governo que ele já abandonou.

Instalados no governo, só os detentores de cargos. Sete ministros sem querer ou sem poder largar o osso. 

Uns pensando no salário, outros nas vantagens, outros no poder e prestígio, outros no foro privilegiado.

Temer já debandou.

Mesmo citado na lava jato e sem temer afundar no barco, Temer segue querendo o lugar de Dilma.

E o Brasil segue assistindo a uma campanha para se trocar seis por meia dúzia….

24 de março de 2016 às 8:02

Presidente do Senado que queria afastar Dilma, mudou de ideia após conversa com Lula [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Vergonha…

Presidente do Senado, o senador Renan Calheiros mudou de ideia.

Vivia bradando aos 4 cantos que se passasse na Câmara, o impeachment da presidente Dilma Rousseff não tinha perigo de não passar no Senado.

Agora Renan mudou de discurso. Já diz que impeachment é golpe.

Isso depois de um tête-à-tête com Lula e o colega Sarney.

E quando Lula já atravessou o mensalão e atravessa aos trancos e barrancos o petrolão, já dá pra imaginar como Lula convenceu Renan a mudar de ideia.

E ainda tem quem acredite que a corrupção vai acabar com a lava jato.
Só relembrando: Renan já foi presidente do Senado e renunciou para não ser afastado sob acusação de sustentar uma namorada com dinheiro público.
E agora está atolado na lava jato.

24 de março de 2016 às 7:48

Lista da Odebrecht põe políticos de todos os partidos no mesmo saco [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A lista de doações da Odebrecht, que tem nomes de mais de 300 políticos de 24 partidos, já fez o Brasil entender uma coisa:

Todos os políticos estão no mesmo balaio.

Até o PSOL citado…

O que faria a Odebrecht patricinar campanhas de tantos políticos?

E o que isso pode causar?

Defensores do impeachment da presidente Dilma agora acuados com a lista explosiva poderão mudar de ideia?

E olhe o que mostra a Folha: nada de 200 políticos.

  

24 de março de 2016 às 6:45

tvTG: Padre Francisco Fernandes fala de Páscoa, de redes sociais e de política [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O que é a Páscoa?

Como as pessoas estão usando as redes sociais?

Os arrogantes e prepotentes da política, por exemplo, seguem o Evangelho?

Veja a entrevista do Padre Francisco Fernandes, vice-reitor do Seminário de São Pedro, em Natal, que participou do nosso Jornal da Noite nesta quarta-feira.

24 de março de 2016 às 6:40

A engolida de mosca da Odebrecht [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Como o Blog já postou, o ex-presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht engoliu mosca.

E agora, depois que todo mundo falou, eis que ele resolve fazer delação premiada.

Foi o assunto da terça para a quarta, após declaração de executivo da empresa de que todos iriam falar.

Ainda na terça os procuradores da Lava Jato deram a senha: só acatam a delação da Odebrecht se for para serem contados detalhes de operações, incluindo pessoas, no exterior.

O que foi feito no Brasil, para os procuradores, já foi apurado, tanto com outras delações quanto com material apreendido nas buscas.

Nesta quarta à noite p MP emitiu nota:
NOTA

As avaliações e reflexões levadas a efeito por nossos acionistas e executivos levaram a Odebrecht a decidir por uma colaboração definitiva com as investigações da Operação Lava Jato.
A empresa, que identificou a necessidade de implantar melhorias em suas práticas, vem mantendo contato com as autoridades com o objetivo de colaborar com as investigações, além da iniciativa de leniência já adotada em dezembro junto à Controladoria Geral da União.
Esperamos que os esclarecimentos da colaboração contribuam significativamente com a Justiça brasileira e com a construção de um Brasil melhor.
Na mesma direção, seguimos aperfeiçoando nosso sistema de conformidade e nosso modelo de governança; estamos em processo avançado de adesão ao Pacto Global, da ONU, que visa mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores reconhecidos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção; estabelecemos metas de conformidade para que nossos negócios se enquadrarem como Empresa Pró-Ética (da CGU), iniciativa que incentiva as empresas a implantarem medidas de prevenção e combate à corrupção e outros tipos de fraudes. Vamos, também, adotar novas práticas de relacionamento com a esfera pública.
Apesar de todas as dificuldades e da consciência de não termos responsabilidade dominante sobre os fatos apurados na Operação Lava Jato –que revela na verdade a existência de um sistema ilegal e ilegítimo de financiamento do sistema partidário-eleitoral do país– seguimos acreditando no Brasil.
Ao contribuir com o aprimoramento do contexto institucional, a Odebrecht olha para si e procura evoluir, mirando o futuro. Entendemos nossa responsabilidade social e econômica, e iremos cumprir nossos contratos e manter seus investimentos. Assim, poderemos preservar os empregos diretos e indiretos que geramos e prosseguir no papel de agente econômico relevante, de forma responsável e sustentável.
Em respeito aos nossos mais de 130 mil integrantes, alguns deles tantas vezes injustamente retratados, às suas famílias, aos nossos clientes, às comunidades em que atuamos, aos nossos parceiros e à sociedade em geral, manifestamos nosso compromisso com o país. São 72 anos de história e sabemos que temos que avançar por meio de ações práticas, do diálogo e da transparência.
Nosso compromisso é o de evoluir com o Brasil e para o Brasil.

24 de março de 2016 às 0:17

Robinson Faria inaugura adutora do Alto Oeste [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Robinson Faria foi a Riacho de Santana nesta quarta-feira.

No município ele inaugurou a Adutora do Alto Oeste.