Thaisa Galvão

25 de março de 2016 às 20:17

Votos do RN na reunião do PMDB para definir posição do partido serão de Henrique, Garibaldi e Hermano [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O PMDB do Rio Grande do Norte tem 3 delegados no diretório nacional do partido, com direito a voto na reunião de terça-feira, em Brasília, para decidir se desembarca ou não do governo Dilma.

Os votos do RN são do ministro Henrique Alves, do senador Garibaldi Filho e do deputado estadual Hermano Morais.

O partido no Rio Grande do Norte ainda não antecipou a posição como fizeram os delegados do Rio de Janeiro, emblemáticos na legenda e que tem como comandante o deputado Jorge Picciani, pai do federal Leonardo Picciani, líder do PMDB na Câmara.

No Rio a ordem é pular fora e seguir o presidente nacional do partido, Michel Temer, que atua nas bases para assumir o lugar de Dilma Rousseff no Planalto.

Em outros 13 estados a ordem também é abandonar o barco.

Levando em consideração que o deputado federal Walter Alves, vice-líder do PMDB na Câmara, já se pronunciou pelo afastamento da presidente, certamente que esta será a posição do pai, senador Garibaldi Filho.

O deputado Hermano Morais foi para Recife passar a Páscoa e, certamente, pensar se segue os seus aliados próximos, e vota pelo desembarque ou se tenta segurar o Ministério de Henrique Alves e vota pela permanência do PMDB no governo.

Henrique tentou, junto a parlamentares do PMDB, empurrar a reunião mais pra frente, mas não conseguiu.

Sem saída, Henrique deverá seguir o eterno aliado Michel Temer e correr risco.

Risco de perder o ministério no governo Dilma, e não conseguir um ministério no governo Temer…caso o impeachment não passe, e Dilma se mantenha na presidência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*