Thaisa Galvão

31 de março de 2016 às 8:59

STF repete depoimentos de delações que podem ser as mais graves para o governo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Mônica Bérgamo, na Folha:

Teori manda juiz ouvir delatores da Andrade e saber se sofreram pressão
O ministro Teori Zavascki, do STF (Supremo Tribunal Federal), enviou um juiz para conversar com os 11 delatores da Andrade Gutierrez que assinaram acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal. O magistrado sempre toma a precaução antes de homologar as iniciativas de colaboração.

CONFORTO PESSOAL

A intenção de Zavascki é se certificar de que nenhum colaborador sofreu pressão para delatar, o que é ilegal. De acordo com profissional que acompanha o processo, os executivos da Andrade fizeram acordos espontâneos, ao concluírem que seria a melhor forma de escapar de punições duras na Justiça. Se condenados, eles têm agora chance de cumprir pena em suas próprias casas.

MEMÓRIA

A delação, se homologada, deve ser uma das mais graves contra o governo: como antecipou a coluna, a Andrade decidiu dar à Operação Lava Jato informações sobre pagamentos à campanha de Dilma Rousseff e de Michel Temer por meio de caixa dois em 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*