Holiday

Thaisa Galvão

12 de novembro de 2017 às 19:46

A convite do Instituto Unibanco, secretária Cláudia Santa Rosa participa de missão da Educação no Canadá [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de participar, a convite do governo americano, de um debate sobre ensino médio em Nova York, a secretária de Educação do Estado, Cláudia Santa Rosa, embarcou hoje para o Canadá.

Sem custos para o governo do RN, como no caso anterior, ela integra uma missão para conhecer e discutir experiências exitosas nas áreas de gestão para resultados de aprendizagem e ensino médio.

Cláudia é convidada do Instituto Unibanco, que há 35 anos faz investimentos na área de Educação.

O instituto é o braço de responsabilidade social do banco e

atua como parceiro no RN, onde investem na qualificação das gestões das escolas de ensino médio para resultados de aprendizagem.

Também sem ônus para o Estado, o técnico da Secretaria de Educação, Edimilson Simplício, acompanha a secretária na missão ao Canadá.

12 de novembro de 2017 às 18:19

Quem se habilita a comprar no bazar de Joesley Batista? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Vem aí o bazar de natal do empresário Joesley Batista…

De Lauro Jardim, no Globo:

12 de novembro de 2017 às 10:24

Ex-prefeito de Caiçara do Rio dos Ventos apresenta filha Priscila Müller como pré-candidata a deputada [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-prefeito de Caiçara do Rio dos Ventos, Felipe Müller, vai lançar a filha Priscila Müller como pré-candidata a deputada estadual.

Felipão, como é conhecido, já elegeu o filho Felipinho que é o atual prefeito de Caiçara.

Felipinho é do PMDB, mas Priscila, que já está andando pelo interior, disputará uma cadeira na Assembleia Legislativa pelo Solidariedade.

Priscila é dona da empresa Águia Piscinas.

12 de novembro de 2017 às 9:35

Tião Couto deverá deixar o PSDB [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ex-candidato a prefeito de Mossoró, o empresário Tião Couto deverá deixar o PSDB, caso o partido mantenha o alinhamento com o governo do Estado.

Apontado como provável candidato a governador, Couto não diz que sim nem que não, e afirma que seguirá a decisão tomada por um grupo de empresários que atua com intenção de mudar as regras do jogo na política do Rio Grande do Norte.

Em entrevista ao Blog, Tião confirmou que pode deixar o PSDB e disputar, ou o Governo do Estado ou uma cadeira na Câmara Federal.

Thaisa Galvão – Você vai deixar o PSDB?

Tião Couto – Se o partido mantiver esse alinhamento com o governador Robinson Faria vou sair sim. Eu integro um grupo que representa as classes produtivas do RN e que deseja construir um modelo novo de gestão. Ora, se nós defendemos uma gestão profissional, eficaz e com metas, não temos como ficar do lado de um governo ineficiente, incapaz e sem direção. Algumas pessoas do PSDB cometem um erro gigantesco fazendo esse alinhamento com o governador que já mostrou que é incapaz de gerenciar um plano e que levou o RN ao fundo do poço.

E qual seria seu destino partidário?

Irei para onde esse grupo que integro decidir. Veja só, o que defendemos hoje é muito mais que partido ou candidatura. O que desejamos é contribuir com o Rio Grande do Norte e com um plano de retomada do desenvolvimento econômico para gerar emprego e renda para a população e de prestação de bons serviços públicos. Para isso precisamos montar um palanque que reúna todos os que pensam desse jeito e querem se comprometer com uma mudança séria, porque do jeito que o RN vem sendo mal administrado nesses últimos anos, estamos todos sendo atraídos para esse fundo do poço.

Você acha que o PSDB perdeu a oportunidade de tocar esse projeto?

O projeto já está delineado, sabemos o que queremos e o caminho para chegar lá. O que atrapalhou foi o fato de uma parte do PSDB, partido que escolhemos como caminho para esse objetivo, ter ficado omisso no Estado. Se você observar bem, verá que estamos no final do ano e sequer o partido está falando em montar um palanque como alternativa para o Rio Grande do Norte. Sequer está se articulando para agregar as forças produtivas, os profissionais liberais e os setores organizados da sociedade para promover as grandes mudanças. O PSDB neste momento era para estar liderando todo o debate político do Estado, mas está omisso e se tornando pequeno pela falta de compreensão do momento político que estamos vivendo.

Tião Couto será candidato a que em 2018?

Meu compromisso é com o projeto de mudar o Estado. Para isso serei candidato ao cargo que os defensores desse projeto definirem. Não tenho vaidade nenhuma de ser candidato a governador ou deputado, mas também não tenho medo de disputar qualquer um desses. Eu entrei na política para me opor às práticas políticas que estão afundando o RN, para colaborar com uma mudança e se acredito que isso é possível, eu estou disposto a ir em frente por esse objetivo.