Thaisa Galvão

30 de novembro de 2017 às 18:41

Estudantes da rede pública de Parnamirim ganharão festa de debutantes nesta sexta [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Prefeitura de Parnamirim promoverá neste dia primeiro de dezembro, o 1º Baile de Debutantes com o apoio de mulheres voluntárias da região metropolitana.

A festa irá acontecer no Parque Aristófanes Fernandes e contemplará 50 estudantes da rede municipal, selecionadas pela Prefeitura por meio de edital, considerando méritos como boas notas, bom comportamento e dedicação aos estudos.

As debutantes irão se preparar em 11 salões de beleza da cidade, alguns deles, inclusive, como trabalho voluntariado por parte das profissionais cabeleireiras e maquiadoras.

“Este baile de debutantes é uma forma de incentivar o bom desempenho dessas estudantes, inspirando outras tantas como elas, a buscarem um padrão elevado de comportamento e compromisso com os estudos”, declarou a primeira-dama do município, Alda Leda Taveira.

O baile de debutantes terá decoração, cerimonial, buffet, sonorização, iluminação e ainda mesa individual com 10 lugares, para a debutante e nove convidados.

O prefeito Rosano Taveira lembra que, tradicionalmente, a comemoração dos 15 anos ainda é um dos momentos mais significativos para jovens mulheres e suas famílias.

“A Prefeitura reconhece essa tradição sociocultural e o mérito das alunas criteriosamente selecionadas para este evento”, disse o gestor.

Alda Taveira também foi a responsável pela realização de um bazar beneficente que arrecadou fundos para o custeio de toda a vestimenta das estudantes.

30 de novembro de 2017 às 18:36

MPF do RN pede nova prisão do ex-deputado Henrique Alves [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Estadão

Henrique Alves pediu interferência de Sarney por sua liberdade, diz Procuradoria

LUIZ VASSALLO

Em representação por novo mandado de prisão do peemedebista, já encarcerado desde 6 de junho, Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte cita tratativas entre seus parentes e o ex-presidente da República

A Procuradoria da República no Rio Grande do Norte expediu, nesta quarta-feira, 29, novo pedido de prisão contra o ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), no âmbito da Operação Manus.

Em representação à 14ª Vara Federal do Rio Grande do Norte, procuradores mencionam tratativas entre a filha, a mulher e o tio do peemedebista, senador Garibaldi Alves (PMDB), com o ex-presidente José Sarney (PMDB), pela suposta interferência no Judiciário em favor de Henrique Alves.

‘Interferência e influência’

Henrique Eduardo Alves já está preso desde o dia 6 de junho, alvo de dois mandados de prisão. Um deles relacionado às Operações Sépsis e Cui Bono, em Brasília, que apuram irregularidades na Caixa Econômica Federal; e outro à Operação Manus, no Rio Grande do Norte, que investiga desvios de R$ 77 milhões na construção da Arena das Dunas.

O Ministério Público Federal quer um terceiro decreto de prisão contra o peemedebista.

A peça, assinada pelos procuradores Fernando Rocha e Rodrigo Telles, diz que Henrique Eduardo Lyra Alves, acionando o ex-Presidente, procurou obter sua soltura mediante interferência e influência política perante o Poder Judiciário.

“O ex-Presidente da República José Sarney é um dos principais nomes do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB, mesma agremiação partidária de Henrique Eduardo Lyra Alves, tendo significativo poder de influência inclusive sobre o atual Presidente da República, Michel Temer, sendo todos eles correligionários. José Sarney, de acordo com matérias divulgadas na imprensa (cópias anexas), canalizou a insatisfação de vários membros do partido (alguns deles presos) com os rumos da “Operação Lava Jato” e obteve, perante a Presidência da República, até mesmo, a troca do Diretor-Geral da Polícia Federal”, destacam.

Segundo narra a procuradoria, ’em agosto de 2017, a filha do ex-parlamentar, Andressa Azambuja Alves Steinmann manteve diálogo com seu marido, o qual foi captado em interceptação telefônica, em que ela já destacava que, para obter a soltura de seu pai, seria necessária a atuação “nos bastidores”’.

Os procuradores ainda afirmam que, dois meses depois, a filha e a mulher de Henrique Alves, Laurita Silveira Dias de Arruda Câmara, ‘por intermédio do Senador Garibaldi Alves Filho, tio do ex-parlamentar, procuraram o ex-Presidente da República José Sarney, a fim de que esse último, mediante o uso de sua influência política, intercedesse junto a tribunais para obter a soltura de Henrique Eduardo Lyra Alves’.

Andressa, de acordo com os procuradores, ‘foi a uma reunião com José Sarney, na residência dele em Brasília/DF, para tratar do assunto, tendo sido os contatos acompanhados pela Polícia Federal’.

“Vários diálogos captados em interceptação telefônica evidenciam a marcação e a realização do encontro com José Sarney (tratado como “Presidente”), ao passo que outros demonstram que Henrique Eduardo Lyra Alves, ao ser informado sobre o resultado da reunião, teria ficado “animado” e “otimista”, confiando na iminência da revogação de suas prisões preventivas”

“Os registros da Academia da Polícia Militar Coronel Milton Freire, onde Henrique Eduardo Lyra Alves se encontra preso, apontam que ele foi visitado, nos meses de setembro e outubro de 2017, exatamente, por Andressa Azambuja Alves Steinamnn, por Laurita Silveira Dias de Arruda Câmara e pelo Senador Garibaldi Alves Filho (cópia anexa). Por certo foram tratar, entre outros assuntos, da articulação política para a soltura do ex-parlamentar”, concluem.

COM A PALAVRA, O ADVOGADO ANTONIO CARLOS DE ALMEIDA CASTRO, KAKAY, QUE DEFENDE SARNEY

“O presidente Sarney confirmou que recebe o Garibaldi, que tem uma relação pessoal com ele, que o recebeu, inclusive com a presença da filha, mas que foram lá apenas para chorar as mágoas, contar da tristeza [em relação à prisão e aos processos contra Henrique Alves] e que não fizeram um pedido a ele e que ele nem teria condições de fazer nada a respeito se tivessem pedido. Ele apenas os recebeu por solidariedade e por amizade a Garibaldi, que o visita vez ou outra”.

COM A PALAVRA, HENRIQUE ALVES

A reportagem entrou em contato com a defesa de Henrique Alves. O espaço está aberto para manifestação.

COM A PALAVRA, GARIBALDI ALVES FILHO

A reportagem entrou em contato com a defesa de Garibaldi Alves. O espaço está aberto para manifestação.

30 de novembro de 2017 às 17:48

Prefeitura de Mossoró paga amanhã a folha de novembro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Prefeitura de Mossoró dribla a crise e paga a folha de novembro de servidores públicos efetivos e comissionados nesta sexta-feira.

Para a Prefeitura, enquanto diversas cidades estão parcelando ou deixando de pagar os salários, em Mossoró o funcionalismo municipal está tendo seus direitos trabalhistas respeitados.

A gestão da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) declarou como prioridade os salários em dia.

Os adicionais à remuneração como gratificações da saúde, décimo-terceiro salário e diárias operacionais serão pagos no dia 12 de dezembro, uma vez que a data que vinha sendo utilizada, 10, não é dia útil e há necessidade de prazo para a operação bancária.

30 de novembro de 2017 às 13:17

Rodrigo Maia diz que sem votos não vai pautar a reforma da Previdência [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha Online:

 

Governo está longe de ter votos para aprovar Previdência, diz Maia

TAÍS HIRATA

O governo ainda está longe de atingir o número necessário de votos para aprovar a reforma da Previdência, afirmou o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), nesta quinta-feira (30), em São Paulo.

“Se não tiver voto, não vamos marcar a data. Falta muito, mas ainda não fiz a conta, então não vou falar um número. A base não está articulada como deveria.”

 

Maia ressaltou a importância do PSDB para a votação, mas sinalizou que as mudanças sugeridas pelo partido dificilmente serão aceitas. “As três propostas feitas inviabilizam a reforma, seriam mais de R$ 100 bilhões de perda do ajuste fiscal.”

Os tucanos apresentaram três reivindicações de concessões nas áreas de aposentadoria por invalidez, acúmulo de benefícios e nas regras de transição para servidores públicos.

 

A estimativa do governo é que a incorporação das mudanças reduziriam para menos da metade a economia esperada com a reforma, que já está em cerca de 60% da redução de gastos prevista no texto original —de R$ 793 bilhões em dez anos, o valor caiu para R$ 476 bilhões com a proposta enxuta apresentada.

A escolha do governador paulista Geraldo Alckmin para presidir o PSDB deverá unificar o partido e sua posição favorável à reforma pode favorecer a aprovação, disse Maia.

 

“A disputa [dentro do partido] ia acabar influenciando qualquer votação. O governador tem uma liderança forte, isso pode nos ajudar a fazer uma reforma que é urgente.”

 

Maia receberá em sua residência oficial, no domingo (3), uma reunião convocada pelo presidente Temer com líderes e presidentes de partidos. A ideia do encontro é mensurar o número de votos favoráveis à reforma.

Nos bastidores, o Palácio do Planalto calcula contar hoje com cerca de 250 votos, número aquém dos 308 necessários para aprová-la.

 

“É a última oportunidade que o país tem de fazer a reforma sem ter a cortar salários e aposentadorias”, disse.

30 de novembro de 2017 às 7:16

Presidente da Câmara bota a cabeça de fora e assume o papel de salvador da reforma da Previdência [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois do presidente Michel Temer (PMDB), agora é o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), que se propõe a comprar deputado para aprovar a reforma da Previdência.

O governo não tem votos suficientes/

Depois de aprovarem a reforma trabalhista e livrarem Temer de duas investigações, os deputados se conscientizaram que tem que salvar a própria pele se quiserem renovar os mandatos que se encerram no dia 31 de dezembro.

Votando a favor da reforma, os parlamentares sabem que correm o risco de serem execrados em suas bases.

Rodrigo Maia acha que pode convencer a turma.

Que pode até ganhar benesses, mas corre o risco de perder o mandato.

Leia nota do Globo:

30 de novembro de 2017 às 5:26

Depois de Macau, Ezequiel cumpre agenda em Mossoró e Angicos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de cumprir agenda em Macau, o presidente da Assembleia Legislativa do RN, Ezequiel Ferreira de Souza, seguiu para Mossoró onde foi recebido pelo pároco da Catedral de Santa Luzia, padre Flávio Augusto Forte Melo para tratar de apoio à festa da padroeira que começa em dezembro.

O deputado estava acompanhado do vereador João Gentil (PV).

Em Mossoró Ezequiel ainda se reuniu com lideranças e com o presidente da União dos Vereadores do Rio Grande do Norte (Uvern), Bruno Melo, que é vereador no município de Severiano Melo.

Hoje o presidente da Assembleia tem um encontro com o prefeito Deusdete Gomes (PSDB) em Angicos.