Thaisa Galvão

5 de janeiro de 2018 às 9:37

Governador Robinson Faria pediu apoio da bancada federal para equilibrar as contas do Estado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de reuniões com as áreas econômica e jurídica do Governo, e com os representantes dos Poderes, o governador Robinson Faria discutiu a crise do Estado e apresentou possíveis soluções aos deputados e senadores da bancada federal do Rio Grande do Norte.

Robinson solicitou o apoio dos parlamentares para que seja cumprida uma agenda conjunta de ações junto ao governo federal em busca do reequilíbrio financeiro do Estado e da regularização, o mais rápido possível, do pagamento do servidor público Estadual.

O governador solicitou ainda que a bancada apoie, junto aos deputados estaduais, a aprovação das medidas de austeridade que precisam ser votadas na Assembleia Legislativa.

Ele fez um histórico do trabalho realizado em Brasília para a captação de recursos federais e lembrou que o Rio Grande do Norte não foi beneficiado pela renegociação da dívida dos Estados com a União porque é uma das unidades da federação com menor dívida.

Por outro lado, busca apoio federal para reestabelecer o fluxo de caixa.

“Só salvaremos o Rio Grande do Norte juntos. Não quero ser o protagonista, acredito que todos nós temos um papel a cumprir”, afirmou o governador, ao agradecer a presença dos senadores José Agripino Maia (DEM), Garibaldi Filho (PMDB) e Fátima Bezerra (PT), e dos deputados Antônio Jácome (Podemos), Beto Rosado (PP), Fábio Faria (PSD), Rafael Motta (PSB), Rogério Marinho (PSDB), Walter Alves (PMDB) e Zenaide Maia (PR).

“Essa união é muito importante para que o governo alcance nosso maior objetivo que é colocar o pagamento dos servidores em dia”.

O governador pediu o apoio da bancada ao pleito feito à União de que o Rio Grande do Norte possa aplicar um montante do Fundeb que o Estado ganhou em ação judicial, no valor de R$ 1,7 bilhão, no pagamento de inativos da Educação. O uso em salários precisaria de uma liberação federal.

Fotos Demis Roussos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*