Thaisa Galvão

8 de janeiro de 2018 às 14:20

Verão de Pirangi: Desabafo e alerta a pais de jovens [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O caos registrado na praia de Pirangi no final de semana, registrado em um texto, foi espalhado pelas redes sociais.

A intenção é chamar atenção das autoridades e dos pais de jovens e adolescentes que circulam pela praia.

Abaixo o texto de Alberto Maciel:

CAOS NO VERANEIO

Estamos vivendo dias difíceis, onde uma loucura maléfica atinge parte de nossos jovens, num frenesi coletivo, com o consetimento dos pais – devem ser loucos ou irresponsáveis – à revelia de uma sociedade que tem o seu direito de cidadão livre bloqueado por doidivanas e muitos (espero estar errado) futuros zumbis.

Dia o6/01/2018, depois de um dia feliz, junto com amigos e familiares, curtindo uma praia, conversa de alpendre, compartilhando alegrias, resolvo retornar para Natal, e ao chegar em Pirangi do Norte, sou impedido de continuar minha viagem…

Ali na altura do Beleza Bar, o trânsito simplesmente parou, e até os militares do Exército não conseguiam prosseguir.

Resolvemos, eu e mais alguns na mesma situação, inclusive os militares, pegar um desvio e tentar chegar numa rua lateral ao restaurante Comeu Morreu.

Demoramos 1:30h nessa situação, mesmo com a ajuda dos militares que também queriam prosseguir viagem, muito dificil.

O mais difícil e estarrecedor é você constatar que jovens (na maioria adolescentes) eram os protagonistas dessa situação, e que situação, a nossa e a deles: jovens drogados, portando bebidas lícitas e ilícitas, uns gritando, outros brigando, alguns até feridos, passageiros de um trem onde o destino será o inferno e durante este trajeto poucos conseguirão desembarcar, salvo raríssimas exceções.

Precisamos que os pais acordem e consigam fazer esse resgate antes que seja tarde demais. Aqui fica um alerta e um apelo ao mesmo tempo aos pais desses jovens: tomem conta dos seus filhos, vejam onde estão e o que fazem, com quem andam. Tenham juízo e amor por seus filhos antes que seja tarde.

Ontem eu quase vivenciei uma tragédia: jovens soldados armados tentando cumprir seu dever no meio de jovens drogados e inconsequentes.

Felizmente esses jovens armados tinham quem os orientassem, seus comandantes; comando que falta a muitos dos pais daqueles adolescentes, muitos ainda imberbes.

Triste, muito triste!

Alberto Maciel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*