Holiday

Thaisa Galvão

27 de março de 2018 às 23:12

Perfil do Netflix nega desejo de fazer série com Bolsonaro e filho do presidenciável posta prints das conversas sobre o assunto [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E parece que rolou barraco entre o deputado Flávio Bolsonaro, filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), e a Netflix Brasil.

Eis o babado no twitter:

Aí a resposta no twitter da Netflix e a reação do Bolsonaro/

A resposta da Netflix bombou nas redes sociais e na imprensa, que repercutiram até aí.

Aí o deputado postou os prints das conversas sobre a possível série com Bolsonaro.

O deputado sugeriu que a resposta teria sido dada por um estagiário da Netflix

E o deputado Bolsonaro ainda curtiu:

E fez meme:

Detalhe: É assim que o deputado Flávio Bolsonaro se define no seu perfil do twitter:

27 de março de 2018 às 22:22

Deputado Nelter Queiroz critica vereadora que chamou o delegado Maurílio Pinto de criminoso [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ainda repercute o ataque da vereadora Natália Bonavides ao delegado aposentado Maurílio Pinto, quando a parlamentar de Natal acusou o policial de ser um dos “maiores criminosos” do Rio Grande do Norte.

Nesta terça-feira, no plenário da Assembleia Legislativa, o deputado Nelter Queiroz foi mais um dos que prestaram solidariedade a Maurílio.

“A vereadora agrediu o delegado aposentado Maurílio Pinto de Medeiros dizendo que ele é um dos maiores criminosos do Estado. É lamentável que uma vereadora chegue a esse ponto com um grande defensor da Segurança Pública. Maurílio, juntamente com outros policiais que trabalharam com ele merecem ser reconhecidos pela coragem e fidelidade à lei em defesa da sociedade”, disse Nelter.

27 de março de 2018 às 21:26

Carro particular em nome de Robinson é roubado e Governo não se pronuncia até que ocorrência seja esclarecida [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da assessoria do governador Robinson Faria, após informação levada a público sobre o roubo de um carro particular de sua propriedade:

NOTA

Sobre as notícias de furto ocorrido com veículo não oficial, de propriedade e uso da família do Governador, o Governo do RN, por questões de segurança institucional, não vai se pronunciar até que sejam esclarecidas todas as circunstâncias do ocorrido.

*

Abaixo o que circulou nas redes sociais:

27 de março de 2018 às 17:58

Filiação de Geraldo Melo e Larissa Rosado ao PSDB será segunda-feira [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Será segunda-feira às 16 horas no Hotel Arituba o ato de filiação do ex-governador Geraldo Melo ao PSDB, partido que já presidiu.

Geraldo, como já havia dito em entrevista ao Blog, vai disputar mandato de senador.

E agora pelo PSDB, partido que o elegeu senador.

Também se filiará ao PSDB a deputada estadual Larissa Rosado, hoje no PSB.

E pelo clima de agora há pouco na sede do PSDB, o empresário Haroldo Azevêdo, que já foi suplente de Gerado senador, também deverá assinar ficha do partido, não para ser suplente, mas para disputar mandato de deputado federal.

Há alguns meses Haroldo declarou ao Blog que estava preparado para contribui com o Brasil.

Então…

27 de março de 2018 às 17:48

Na sede do PSDB, Geraldo Melo confirma filiação ao partido que já presidiu [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Como o Blog informou em primeira mão, o ex-governador Geraldo Melo está de volta ao PSDB.

A informação da notícia postada no começo da manhã foi confirmada agora há pouco na sede do PSDB, onde Geraldo reafirmou ao presidente da legenda, deputado Ezequiel Ferreira de Souza, o seu retorno ao partido que já presidiu.

Na sedo PSDB além de Ezequiel e Geraldo, presença dos ex-deputados Cipriano Correia e Ezequiel Ferreira (pai), dos deputados tucanos Raimundo Fernandes, Márcia Maia e Gustavo Carvalho, da deputada Larissa Rosado, do PSB, mas de passagem para o PSDB, do empresário Haroldo Azevêdo, que tem demonstrado desejo de disputar mandato federal, e do presidente da Femurn e pré-candidato a federal, Benes Leocádio.

27 de março de 2018 às 15:38

Vereadores que iriam para o PMN vão se filiar ao PTC [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O que seria PMN, será PTC.

Este será o partido ao qual irão se filiar os vereadores de Natal, Paulinho Freire, Eudiane Macedo e Ubaldo Fernandes.

Paulinho, que assumirá a Presidência da Câmara no próximo ano, e Eudiane, deixaram o Solidariedade.

Ubaldo deixou o MDB.

27 de março de 2018 às 14:33

Cristiane Dantas será líder de bloco formado por PPL, PCdoB e PR [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Articulação feita hoje na Assembleia Legislativa criou um novo bloco na Casa, reunindo PPL, PCdoB e PR.

O bloco será liderado pela deputada Cristiane Dantas (PPL) e terá como membros os deputados Carlos Augusto Maia (PCdoB) e George Soares (PR).

27 de março de 2018 às 14:31

Deputada Cristiane Dantas vai se filiar ao PPL [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A deputada estadual Cristiane Dantas, ainda no PCdoB, já definiu qual partido que vai assumir: como o Blog informou há algum tempo em primeira mão, ao PPL.

O PPL se coligará com o PSB que tem o vice-governador Fábio Dantas como pré-candidato ao Governo.

27 de março de 2018 às 14:28

Foto: Veja reunião que definiu pela filiação de Flávio Rocha ao PRB [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A decisão do empresário potiguar Flávio Rocha se filiar ao PRB foi tomada nessa reunião (foto) ocorrida hoje.

Presentes dirigentes do partido e parlamentares.

27 de março de 2018 às 14:25

Flávio Rocha vai disputar Presidência da República pelo PRB [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Dono da Riachuelo, que era do PR, deve assinar ficha de filiação ainda nesta terça-feira

Igor Gadelha

O empresário Flávio Rocha, dono da Riachuelo, decidiu se filiar ao PRB para tentar viabilizar uma candidatura pelo partido à Presidência da República.

A decisão foi tomada nesta terça-feira, após reunião entre ele, dirigentes e deputados federais da legenda em Brasília. Rocha, que era filiado ao PR, deve assinar a ficha de filiação ao PRB ainda hoje.

Rocha já vinha conversando com o PRB desde o ano passado.

No último sábado, 24, ele se reuniu com o líder da legenda na Câmara dos Deputados, Celso Russomano (SP), para fechar os detalhes finais da negociação.

O encontro aconteceu na casa do empresário, na capital paulista. Faltava apenas o encontro de hoje para que pudesse bater o martelo.

Nos primeiros encontros com Rocha, o PRB afirmou que o foco da sigla para as eleições deste ano não era eleger presidente da República e, sim, uma grande bancada no Congresso Nacional.

Mas não fechou as portas para a candidatura ao Planalto.

Disse que, se o empresário se viabilizar nas pesquisas de intenção de voto, o partido pode vir a bancar a candidatura dele.

Embora o empresário negue interesse em ser candidato a vice, integrantes da cúpula do PRB dizem que, se ele não se viabilizar nas pesquisas, o partido o oferecerá como candidato a vice-presidente na chapa de algum candidato de direita, entre eles, o senador Álvaro Dias (Podemos), do deputado Jair Bolsonaro (PSL) ou até do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM).

Na última sexta-feira, Flávio Rocha já tinha comunicado ao mercado que deixaria a diretoria da Guararapes Confecções, grupo que administra a Riachuelo, para concorrer à Presidência  nas eleições deste ano.

Ele só exercerá suas funções no cargo que ocupa até o término de seu mandato, no final de abril, informou a empresa em nota nesta sexta-feira.  “Em razão do tempo a ser depreendido no exercício das atividades de candidato à Presidência da República, a companhia informa (…) que Flavio Gurgel Rocha não será indicado para reeleição ao cargo de diretor de Relação com Investidores”, disse a empresa, por meio de comunicado.

Como mostrou o Broadcast na segunda-feira, o mais cotado para substituir Rocha no cargo de diretor de Relações com Investidores da Guararapes é Tulio Queiroz, diretor financeiro do Guararapes Confecções. A eleição oficial dele deve se dar durante reunião do conselho de administração da companhia prevista para 27 de abril.

27 de março de 2018 às 11:30

Rogério Marinho apresenta projeto que prevê aplicação de Lei Antiterror a atos do MST [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) apresentou projeto de lei na Câmara, enquadrando as ações do Movimento Sem Terra (MST), como terroristas.

De acordo com o projeto, invasão a prédios públicos, a propriedade privada urbana ou rural, bloqueio de vias públicas, impedimento ou tentativa de impedimento do direito de ir e vir, depredação ou destruição de máquinas, equipamentos, instalações, prédios ou plantações,  renderão punição com base na Lei Antiterror, de 2016.

O projeto do parlamentar, que já está tramitando nas comissões, não considera atos terroristas as ações que envolvem causas políticas, sociais, sindicais e religiosas.

Rogério justificou que nos últimos meses foram vários os exemplos de integrantes do MST bloqueando ruas com facões em punho, e em um dos casos mais recentes, trabalhadores da fábrica Guararapes, em Natal foram impedidos de entrar na empresa pelo MST.

“Poderosos chefes de milícias paramilitares, eufemisticamente denominados líderes de movimentos sociais, organizam e fazem propaganda aberta em redes sociais de ações que aterrorizam produtores e trabalhadores rurais e a população em geral. Eles chantageiam os Poderes do Estado e a sociedade brasileira sem sofrerem qualquer repressão ou punição. Praticam todos os tipos e modalidades de terror no reino da impunidade. Estão inatingíveis pela Lei, ferindo de morte o preceito constitucional, democrático e republicano de que a Lei vale para todos”, justificou Rogério Marinho.

 

“Ninguém pode estar autorizado a cometer crimes contra a segurança da coletividade. Nenhuma causa política justifica ações planejadas para infligir terror na população. Movimentos sociais e políticos, hoje, estão liberados a cometerem atentados, pois se tornaram inimputáveis. O absurdo deve ser corrigido. Quem comete crimes de terror em nome de causa social? São terroristas que devem ser enquadrados pela Lei”, continuou o deputado em seu projeto de lei.

 

“Vândalos, baderneiros e desocupados, embalados por palavras de ordem embrutecedoras, depredam o patrimônio público e privado sem pudor em nome das mais diversas reivindicações. Virou comum ver, no país, centenas de pessoas organizadas saírem às ruas para causar tumulto, bagunça e depredação; geram terror na população. Participam de ações planejadas e financiadas com o claro objetivo de espalhar medo intenso e chamar a atenção dos meios de comunicação para fins propagandísticos. Afrontam policiais com violência. Provocam, incendeiam pneus, espalham lixo e quebram o patrimônio de pessoas que levaram uma vida de trabalho e esforço para construir”, relatou Rogério.

“Não são manifestantes: são criminosos terroristas liderados por políticos oportunistas e movimentos ditos sociais nutridos, no passado, com dinheiro dos pagadores de impostos. A paz social e a paz política precisam prevalecer. As manifestações podem e devem ocorrer em clima de normalidade e respeito como é próprio de um regime democrático. O inaceitável é a impunidade dos que impõem seus ideais políticos por meio do terror e da força. A criminalização de movimentos que utilizam métodos terroristas e não respeitam a propriedade privada e a vida das pessoas é ato necessário para haver justiça no país”, concluiu o parlamentar.

27 de março de 2018 às 8:17

Roda Viva: Sérgio Moro elogia ministra Rosa Weber que terá voto crucial sobre habeas corpus de Lula [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha:

O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Lava Jato, mandou um recado sutil, em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, à ministra do STF Rosa Weber, cujo voto é considerado crucial na decisão sobre conceder ou não habeas corpus ao ex-presidente Lula, em sessão marcada para 4 de abril.

Ao citar a qualidade dos ministros do Supremo, ele mencionou apenas dois: o decano, Celso de Mello, e Weber, a quem fez fartos elogios.

“Tenho apreço especial pela ministra Rosa Weber, com quem trabalhei. Pude observar a seriedade da ministra, a qualidade técnica da ministra”, disse Moro, que foi auxiliar dela no caso do mensalão.

“Tenho expectativa de que esse precedente não vai ser alterado”, declarou, em referência à decisão de 2016 da corte, que autorizou a prisão após condenação em segunda instância, caso de Lula.

 

O Supremo está dividido, com cinco ministros defendendo a prisão e cinco a revisão desse procedimento. Weber deve decidir a questão.

Para o juiz, uma revisão da prisão após segunda instância teria “um efeito prático muito ruim”.

“Passaria uma mensagem errada de que não cabe mais avançar. Vamos dar um passo atrás. Seria uma pena.”

 

No programa, Moro criticou ainda o “sistema processual extremamente generoso em relação a recursos” e a utilização indiscriminada de pedidos de habeas corpus.

“No Brasil houve uma certa largueza na utilização do habeas corpus, mesmo quando não há prisão”, disse. “Muitas vezes, quando você não tem prisão, o remédio é o devido processo legal, é esperar o julgamento.”

 

Questionado sobre o foro especial, o juiz disse acreditar que o Supremo “não é preparado para julgar esses casos” e que é preciso eliminar ou reduzir bastante sua aplicação. “Eu não sou censor do Supremo. [Mas] O foro não funciona muito bem”, afirmou. “As coisas vão mais lentamente no STF”, completou.

Moro disse que, como juiz, não pode acreditar na hipótese de que haveria um acordão para frear a Lava Jato.

27 de março de 2018 às 7:59

Durante assalto na zona Norte, casal de PMs de Santa Catarina é baleado e mulher morre [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Um casal de policiais militares do Estado de Santa Catarina que veio passar férias em Natal, foi jantar ontem numa pizzaria do conjunto Parque das Dunas.

Numa tentativa de assalto, o casal foi baleado e a mulher morreu com um tiro no peito.

A soldado Caroline Pletsch tem 32 anos.

O marido, Marcos Paulo, que está internado no Hospital Santa Catarina, tem 43.

Os bandidos chegaram na pizzaria, anunciaram o assalto e pegaram o dinheiro do caixa.

Armado, o policial catarinense travou uma briga com os bandidos que atiraram nele e na mulher.

27 de março de 2018 às 5:45

Geraldo Melo vai se filiar ao PSDB e deverá disputar mandato majoritário [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-governador do Rio Grande do Norte, Geraldo Melo, até pouco tempo presidente de honra do MDB, vai se filiar ao PSDB logo depois da Semana Santa.

Geraldo vai voltar para o partido que já presidiu.

O PSDB quer um nome na chapa majoritária nas eleições do Rio Grande do Norte e não será o empresário Luiz Roberto Barcellos, que após ouvir especialistas em pesquisas qualitativas, optou por buscar outra legenda.

Geraldo Melo já disse ao Blog e Jornal da Noite/95 que pretende disputar o Senado, e que não contou com seu partido, o PMDB, que não lhe acenou com a legenda.

Porém, nos estudos que avaliam nomes, Geraldo vai muito bem, obrigada…para o Governo.