Thaisa Galvão

14 de maio de 2018 às 12:57

Testemunhas dos réus na operação Manus começarão a depor na quarta-feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Serão retomados depois de amanhã – quarta – na Justiça Federal, em Natal, os depoimentos das testemunhas de defesa do ex-deputado Henrique Alves e de outros réus no processo da Operação Manus, que apura desvio de dinheiro nas obras da Arena das Dunas.

Serão ouvidas 25 pessoas e o primeiro depoimento, às 9 da manhã, será do ex-presidente da Codern, Carlos Ivan Melo.

Os depoimentos acontecerão nos dias 16, 17 e 18 e nos dias 22, 23 e 24, sempre a partir das 9h.

14 de maio de 2018 às 12:43

Após conversa entre Ezequiel e João Maia, PSDB e PR seguirão juntos na sucessão estadual [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Na festa de 56 anos de emancipação política do município de Passa e Fica, uma conversa política saiu dos bastidores…para o Blog.

Na casa do empresário Danilo Mandu, encontro dos presidentes do PSDB Ezequiel Ferreira de Souza e do PR, João Maia, que conversaram sobre sucessão estadual, a partir de coligações proporcionais.

Acompanhou João a esposa e presidente do PR Mulher, prefeita de Messias Targino, Shirley Targino.

Mandu é do PR e apoia a reeleição de Ezequiel.

Resultado da reunião: PSDB e PR estão afinados, como já havia defendido na Assembleia Legislativa o deputado George Soares, do PR.

Só faltou ser anunciado o palanque majoritário.

Por enquanto, definições em torno de uma coligação com vistas a reeleger deputados e aumentar bancadas.

14 de maio de 2018 às 11:54

Áudio: Sustentação oral do advogado Erick Pereira sobre ‘direito de defesa’ garantiu permanência de domiciliar a Henrique Alves [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Uma aula com o enfoque “direito de defesa” foi a sustentação oral do advogado Erick Pereira, no Tribunal Regional Federal da Quinta Região, em Recife, que garantiu ao ex-deputado Henrique Alves o direito de permanecer em prisão domiciliar.

Em tempos de condenações populares, acabou surgindo um desequilíbrio nos processos criminais entre a acusação e a defesa.

O advogado Erick Pereira, presidente da Comissão Eleitoral da OAB nacional, é apontado como dos poucos advogados com coragem de debater o tema sem perder a elegância, garantindo a contundência em defesa dos advogados.

Em entrevistas à mídia nacional, Erick vem defendendo uma melhor paridade de armas entre a acusação e a defesa: “Garantir o direito de defesa representa acreditar no Judiciário e na certeza da garantia mínima do direito de cidadania”.

No link abaixo, com exclusividade do Blog, a sustentação oral do advogado.