Thaisa Galvão

29 de junho de 2018 às 20:38

Grupo anglo-suíço compra 78% da ALE e potiguar Marcelo Alecrim, com 22%, assumirá Presidência Executiva do Conselho de Administração [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A Glencore (Global Energy Commodity Resources), empresa anglo-suíça com sede em Baar (Suíça), uma das maiores empresas de recursos naturais do mundo, por meio de sua subsidiária no Brasil, acaba de assinar o contrato para aquisição de 78% da Ale Combustíveis.

Marcelo Alecrim, um dos fundadores da companhia, continuará liderando os negócios, com participação de 22% na empresa e assumirá a posição de Presidente Executivo do Conselho de Administração da Ale.

Fundada na década de 1970 como uma empresa de trading, a Glencore expandiu suas operações para a produção de diversas commodities e hoje emprega 146 mil pessoas em todo o mundo, envolvidas nas atividades de produção e trading de derivados de petróleo.

Em 2015, ficou em décimo lugar na lista Fortune Global 500, das maiores empresas do mundo, e tem um faturamento anual da ordem de U$200 bilhões.

Recentemente, a Glencore iniciou seu processo de atuação no segmento de distribuição de combustíveis e serviços de varejo com a aquisição da empresa mexicana Corporation G500.

A negociação com a ALE representa a consolidação desta estratégia.

A ALE foi escolhida por ser uma empresa séria, ética, reconhecida como uma das melhores no mercado brasileiro de combustíveis, por saber se reinventar e, acima de tudo, por ter um time e uma gestão de excelência que faz acontecer.

O investimento da Glencore fortalecerá a Ale, proporcionando uma plataforma para maior participação no mercado e a oportunidade para a empresa melhorar seus serviços, logística e operações, beneficiando consumidores e revendedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*