Thaisa Galvão

3 de outubro de 2018 às 16:05

Registros policiais e militar que atestou vistoria em avião de empresa de Mossoró mostram que não havia dinheiro na aeronave [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A empresa mossoroense Construtora Luiz Costa (CLC), acusada de transportar dinheiro vivo para campanha política do Maranhão, como citou reportagem da IstoE, enviou ao Blog o registro e boletim das polícias Militar e Civil da cidade cearense de Boa Viagem, onde aconteceu o acidente com o avião que a revista apontou como transportador de dinheiro.

Abaixo entrevista com o policial que estava à frente da vistoria da aeronave, afirmando que não havia dinheiro.

Segundo a publicação, dentro da aeronave havia um volume de dinheiro que somava 6 milhões de reais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*