Thaisa Galvão

3 de dezembro de 2018 às 8:12

Manus e Lavat: Depoimento de Fred Queiroz com videoconferência reuniu Henrique, Funaro, Eduardo Cunha, Joesley, Saud e diretor da Odebrecht [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Aconteceu sob o comando do juiz federal do Rio Grande do Norte, Eduardo Guimarães, e do procurador da República Rodrigo Teles, um dos maiores depoimentos da lava-jato.

Numa mesma audiência, ocorrida na última terça-feira, 27 de novembro, prestaram depoimento o empresário Fred Queiroz (como testemunha de acusação) e o policial rodoviário federal que prendeu, na campanha de 2014, o ex-prefeito de São Vicente (RN) Josifran Lins de Medeiros, levando de Natal para seu município, a quantia de R$ 27.500 em dinheiro, e santinhos do então candidato a governador, Henrique Alves.

 

Também na sala da décima quarta Vara Federal, na Justiça Federal em Natal, estavam presentes, como acusados, o ex-deputado Henrique Alves, Aluízio Dutra, José Geraldo, Aquino e Arturo Arruda.

Através de videoconferência, prestaram depoimento o doleiro Lúcio Funaro, o chefe do setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, Fernando Ayres, o sócio e o executivo da Odebrecht, Joesley Batista e Ricardo Saud.

Também acompanharam por videoconferência, como acusados, e na companhia de seus respectivos advogados, o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que está preso em Curitiba, e o ex-assessor de Henrique, Norton Masera, de Brasília.

 

A mega-audiência que durou 5 horas, começando às 9 da manhã e terminando às duas da tarde, se reportou a crimes levantados pelas operações Manus, que apura desvio de recursos das obras da Arena das Dunas, e que prendeu Henrique, e Lavat, desdobramentos da Manus, que prendeu Dutra, Geraldo e Norton.

As duas operações integram a lava-jato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*