Thaisa Galvão

8 de janeiro de 2019 às 9:49

Em posse prestigiada pelo presidente do STF, presidente do TJRN João Rebouças roga a Deus para conseguir acabar com a lentidão da justiça [0] Comentários | Deixe seu comentário.

“Que Deus me ilumine no desejo de impor um xeque-mate no nosso adversário, que é a morosidade jurisdicional”.

O desejo é do novo presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, desembargador João Batista Rebouças, empossado ontem à noite para um mandato de dois anos.

E a morosidade da justiça ele deverá driblar com a tecnologia.

“Sonho e lutarei por um Tribunal 100% digital, porém também 100% humano. Decidir o destino dos seus semelhantes, sendo apenas mais um deles e com todos os defeitos inerentes a esta condição, é tarefa difícil e complexa para o Magistrado. O Juiz precisa de paz para decidir. E não existe paz com prateleiras inundadas de feitos que não tramitam”, afirmou Rebouças, que acredita numa gestão com “apoio vigilante e sereno do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil, da Defensoria Pública Estadual e das diversas Procuradorias, entidades vitais para o funcionamento da Justiça”.

 

A posse de Rebouças foi prestigiada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli.

Na mesa de autoridades, a governadora Fátima Bezerra, o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza, o senador Garibaldi Filho, a senadora eleita Zenaide Maia, o deputado federal Rafael Motta…

Mais o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Marcelo Navarro, o presidente da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB), Jayme Oliveira, o ministro do STJ, Luiz Alberto Gurgel de Faria, o presidente da OAB/RN Aldo Medeiros, o presidente da Associação dos Magistrados do RN (Amarn), juiz Herval Sampaio…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*