Thaisa Galvão

25 de março de 2019 às 23:50

Vizinho garante que piscinas da Assen são tratadas toda semana e não abrigam focos de mosquito [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Dono de um escritório ao lado da Assen, o administrador de empresas Renato Cunha Lima informou ao Blog que, apesar de não estarem sendo utilizadas, as piscinas do clube não abrigam focos do mosquito transmissor da dengue ou outras doenças.

Segundo Renato, responsável pela Assen, a Associação de Subtenentes e Sargentos do Exército trata, com bastante cloro, a água das piscinas toda semana.

Segundo Renato, é bom esclarecer que há esse cuidado para que a população não fique preocupada.

25 de março de 2019 às 23:48

Projeto para transformar clube Assen em teatro de 800 lugares foi vetado pela Prefeitura de Natal há 3 anos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Diretor de Patrimônio da Associação de Subtenentes e Sargentos, responsável pelo Clube Assen, José Amarildo Dias de Magalhães disse ao Blog que há 3 meses a área de lazer do Clube Assen deixou de ser limpo porque mais uma vez bandidos entraram no local e roubaram os equipamentos.

Mas, apesar da limpeza não ser feita, a água das piscinas vem sendo tratada semanalmente com bastante cloro, na intenção de não se tornar uma criadouro de mosquitos transmissores de doenças.

Segundo Amarildo, há 8 anos as piscinas não vem sendo usada, mas vem sendo mantidas com água, vez que, se ficarem vazias, água de chuva poderá ficar empoçada, e aí sim, sem tratamento, poderão se tornar focos de doenças.

Segundo Amarildo, a Associação responsável pelo Clube, localizado na Prudente de Morais, chegou a fazer parceria com a construtora Colmeia, que fez um projeto, pagou impostos municipais em atraso, porém…quando chegou à Prefeitura, há cerca de 3 anos, teve o projeto de construção de um teatro com 800 lugares, vetado.

A justificativa da Prefeitura de Natal há 3 anos era praticamente a mesma apresentada para manter, sem uso e enfeiando a cidade, o antigo Hotel Reis Magos.

Ou seja, há uma espécie de tombamento no prédio da Assen que…interessa a quem?

Projeto e vontade de transformar em um lugar interessante existem, mas…

Bem que o prefeito Álvaro Dias, que não vetou o projeto da Assen, já que há 3 anos não era prefeito, poderia repensar a situação.

Porque…para que danado serve um resto de Clube em plena Prudente de Morais?

Mas um teatro com 800 lugares, num prédio que faz parte da história afetiva de Natal.

História afetiva, vale salientar, porque história física…do jeito que está…

25 de março de 2019 às 23:12

Vereador Sueldo Medeiros quer que Delegacia investigue se animais presos a carroças nas ruas estão sendo maltratados [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O vereador de Natal Sueldo Medeiros (PHS), que levou uma mordida de um jumento que estava preso a uma carroça na avenida Campos Sales, há cerca de 15 dias, vi apresentar, nesta terça-feira, requerimento à Delegacia Especializada em Proteção ao Meio Ambiente (Deprema).

O vereador quer que a Delegacia observe se esses animais estão sofrendo maus-tratos, sendo obrigados a circular nas vias públicas movimentadas da capital.

Como as ruas movimentadas não são locais próprios a esses animais, eles certamente ficam nervosos e atacam.

“Esse não me parece um comportamento normal desses animais. É possível que seja uma reação a maus-tratos. Eu não me machuquei, mas uma criança ou um idoso poderia ter sofrido graves consequências. A Delegacia precisa observar a questão com atenção, para evitar que problemas dessa natureza aconteçam”, explicou Sueldo, preocupado com o animal.

Apesar de a lei que proíbe a circulação de carroças em Natal entrar em vigor no próximo mês de junho, o vereador afirma que é importante que haja uma ação eficaz da Deprema até a efetivação da nova legislação.

25 de março de 2019 às 22:36

MP vai recorrer da decisão que soltou Michel Temer e amigos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério Público vai recorrer da decisão do TRF2 que soltou o ex-presidente Michel Temer, o ex-ministro Moreira Franco e mais seis pessoas.

“A expectativa é recorrer para que os HCs [habeas corpus] sejam julgados pela 1ª Turma. A decisão de quando pautar os HCs cabe ao presidente da Turma”, disse trecho da nota emitida pelo MPF.

Além de Temer foram soltos o ex-ministro Moreira Franco, o Coronel Lima, a esposa Maria Rita Fratezi, o sócio do Coronel, Carlos Alberto Costa e seu filho Carlos Alberto Costa Filho e ainda  Vanderlei Di Natale e Carlos Alberto Montenegro Gallo.

25 de março de 2019 às 21:27

Moreira Franco e Coronel Lima deixam presídio em Niterói [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-ministro e ex-governador do Rio de Janeiro, Moreira Franco, e o Coronel Lima, deixaram a Unidade Prisional Especial da PM do Rio, em Niterói, na noite desta segunda-feira.

Eles foram soltos depois de uma decisão liminar do desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, que também tirou da cadeia o ex-presidente Michel Temer.

Dê Niterói, Moreira foi para sua residência no Rio, e Lima para São Paulo.

25 de março de 2019 às 21:21

Temer deixa sede da PF sob protestos de populares e é levado ao aeroporto onde embarcou para São Paulo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de 4 dias preso na superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, sem tomar sequer um banho de sol, o ex-presidente Michel Temer foi solto.

Ele deixou a sede da PF já agora à noite e foi levado para o Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio, para embarcar para São Paulo.

A decisão de soltar Temer foi do desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

Temer permaneceu preso em uma sala da corregedoria, no terceiro andar do prédio da PF.

O local, com cerca de 20 m², é uma das poucas salas no edifício com banheiro privativo, frigobar e ar-condicionado, além da previsão da instalação de uma TV.

Após fazer exame de corpo de delito, Temer saiu da superintendência por volta das 18h40.

Alguns manifestantes estavam no local e protestaram.

25 de março de 2019 às 15:52

Decisão de desembargador mandando soltar Michel Temer repetiu argumentação do advogado Erick Pereira publicada no Blog neste domingo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Quem leu a decisão do desembargador do TRF2, Antônio Ivan Athiê, mandando soltar o ex-presidente Michel Temer e outros 7 presos na operação ‘Descontaminação’, (CONFIRA AQUI) entendeu que a decisão foi fundamentada nos mesmos argumentos do advogado Potiguar Erick Pereira.

No sábado, no programa .Questão de Justiça’, que apresenta semanalmente na rádio CBN Natal, Erick utilizou a análise que o desembargador só entendeu hoje.

Erick criticou a OAB, que oara ele, perdeu ‘mais uma vez uma grande chance’ de defender o direito de defesa.

Vale lembrar que Athiê havia se negado a julgar monocraticamente o habeas corpus da defesa de Temer, transferindo o julgamento para o Pleno, nesta quarta-feira (27).

Poréém, no fim de semana o desembargador federal entendeu que a prisão do ex-presidente ocorreu sem o acusado apresentar o direito de defesa.

Abaixo a declaração de Erick feita no sábado, e repercutida ontem aqui no Blog.

25 de março de 2019 às 15:26

Michel Temer, Moreira Franco, Coronel Lima e mais 5 deixarão prisão por ordem de decisão de desembargador do TRF2 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Estadão

Naira Trindade

O desembargador Antonio Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, determinou nesta segunda-feira, 25, a soltura do ex-presidente Michel Temer.

Athié é relator do habeas corpus dos advogados de Temer, que contestam o decreto de prisão do juiz Marcelo Bretas,  da 7ª Vara Federal do Rio, responsável pela Operação Lava Jato.

A decisão também inclui a liberdade do ex-ministro Moreira Franco e outras cinco pessoas, entre eles o Coronel Lima, amigo do ex-presidente. 

Athié havia pedido que o caso fosse incluído na pauta de julgamento do tribunal na próxima quarta-feira, para que a decisão sobre o habeas corpus fosse colegiada.

Ao conceder a liberdade, porém, ele se antecipou.

CLIQUE AQUI para ler a decisão na íntegra.

25 de março de 2019 às 14:19

Divulgado calendário do Enem 2019 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Divulgado hoje o calendário do Enem 2019.

Pedido de isenção de inscrição podem ser feitos entre 1º e 10 de abril.

Justificativa de ausência no Enem 2018: entre 1º e 10 de abril.

Resultado da solicitação de isenção: 17 de abril.

Solicitação de recursos caso a isenção seja negada: 22 a 26 de abril.

Pedido de atendimento especial ou de uso de nome social: 6 a 17 de maio.

Pagamento da taxa de inscrição: de 6 a 23 de maio.

Inscrições: 6 a 17 de maio.

Provas: 3 e 10 de novembro.

O cartão de confirmação de inscrição será disponibilizado em outubro.

No primeiro dia de prova, em 3 de novembro, serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

A duração será de 5 horas e meia.

No segundo domingo, dia 10 de novembro, será a vez das questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias.

A duração será de 5 horas.

25 de março de 2019 às 13:37

Presidentes da Assembleia e Tribunal de Contas discutem sobre contas dos municípios [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza, em reunião hoje no Tribunal de Contas do Estado:

25 de março de 2019 às 13:32

Piscinas abandonadas da Assen podem estar abrigando mosquitos transmissores da dengue [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Funcionários do INSS, que trabalham no prédio ao lado do clube Assen, estão desesperados.

Em plena temporada de dengue, zika, chicungunha…

Olhe a situação das piscinas da Assen:

25 de março de 2019 às 8:40

Em nota, Fátima diz que sempre respeitou e continuará respeitando autonomia do legislativo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da governadora Fátima Bezerra, sobre a autonomia da Assembleia Legislativa:

Sobre o projeto de lei que concede aos deputados o 13º salário e o 1/3 de férias:

A Assembleia Legislativa é formada por representantes da sociedade potiguar que conhecem a realidade do Estado. Eu sempre respeitei e continuarei respeitando a autonomia do Legislativo e os posicionamentos dos nossos parlamentares e deixei a cargo deles a decisão final sobre a instituição ou não de novas remunerações para os seus membros.

Quando comuniquei que não sancionaria a proposta, pedi à Assembleia Legislativa que, diante da calamidade financeira do estado, o benefício somente fosse implantado após regularizada a situação salarial dos servidores e servidoras do Poder Executivo.

À população do Rio Grande do Norte reafirmo aqui o meu compromisso e toda a minha dedicação no sentido de pagarmos os salários em dia dos nossos servidores. Não sossegarei, ao mesmo tempo, enquanto não conseguir os recursos extras necessários ao pagamento dos atrasados. Essa é a prioridade número 1 do meu Governo.

Professora Fátima Bezerra

25 de março de 2019 às 8:22

Assembleia esclarece decisão jurídica sobre décimo terceiro e férias [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Procuradoria Geral da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte emitiu nesta segunda-feira (25), nota esclarecendo a decisão jurídica sobre décimo terceiro e férias.

 

NOTA ASSEMBLEIA DO RN

 

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte torna pública a verdade sobre a percepção dos direitos dos deputados referentes ao décimo terceiro salário e 1/3 de férias:

 

1- Como todos os servidores públicos, os deputados estaduais recebiam, até 2015, os valores correspondentes ao décimo terceiro salário

 

2 – A Presidência da Assembleia Legislativa do RN, em 2016, atendendo recomendação do Ministério Público de Contas do Estado, suspendeu o pagamento e aguardou a decisão judicial definitiva

 

3 – Entendendo que os agentes políticos são assemelhados aos servidores públicos em geral, o Supremo Tribunal Federal consagrou, em regime de  repercussão geral, a isonomia entre todos e garantiu que os agentes políticos têm os mesmos direitos dos servidores públicos, conforme determina a Constituição Federal

 

4 – O pagamento do décimo terceiro salário e de 1/3 de férias aos deputados estaduais é apenas semelhante aos já pagos a todos os membros do Poder Judiciário, do Ministério Público, do Tribunal de Contas e das Casas Legislativas do Brasil, inclusive o Congresso Nacional

 

5 – A Assembleia Legislativa cumpre o que determina a Constituição Federal e a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF)

 

6 – Os pagamentos são feitos com recursos do orçamento da Assembleia Legislativa, sem onerar, de nenhuma forma extraordinária, o Tesouro Estadual

 

7 – Sendo essa a verdade sobre os fatos, a Assembleia Legislativa do RN, norteada pelos princípios da Transparência, entende ter esclarecido à população os fundamentos jurídicos que nortearam as medidas administrativas adotadas quanto a esse tema

 

Dr. Sérgio Freire

Procurador Geral da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

Palácio José Augusto

25 de março de 2019 às 7:57

Baixaria 1: A ‘briga de rua’ de Bolsonaro e Rodrigo Maia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do vice-presidente General Hamilton Mourão (PSL), em entrevista a Andreia Sadi, do G1, sobre a brigalhada pública entre os presidentes da República, Jair Bolsonaro (PSL), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM): “Parece briga de rua”.

Leia a nota do blog de Andreia Sadi:

 

‘Parece briga de rua, precisa acalmar as bases’, diz Mourão sobre Maia x Bolsonaro

 

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse ao blog que o momento é de “colocar a bola no chão”, ter calma e conversar para não prejudicar a reforma da Previdência e outros temas importantes para o país.

O vice respondeu ao blog quando perguntado sobre a crise entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“Parece briga de rua. Precisa acalmar as bases. O momento é de clareza, paciência e determinação”, disse.

Questionado como se resolve a crise, Mourão respondeu: “Conversando, né? Precisa conversar”.

Ele afirmou que tem ajudado a “acalmar as bases”, preocupadas com o impacto da crise política na agenda econômica – e que irá conversar com empresários nesta semana, em encontro promovido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Mourão esteve recentemente com o governador de São Paulo, João Doria, para discutir cenários.

Questionado se vai procurar Rodrigo Maia, ele disse ao blog que “não quer atravessar o presidente”, mas que está “à disposição” para ajudar.

25 de março de 2019 às 7:55

Baixaria 2: Deputado federal deixa o hospital depois de levar soco de vereador no interior do Paraná [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E por falar em briga de rua, o deputado federal do Paraná, “Boca Aberta”, (Emerson Petriv (PROS-PR), recebeu alta ontem à noite e deixou o hospital.

Ele estava internado desde sábado depois de levar um soco do vereador Amauri Cardoso (PSDB), em Londrina.

Os dois travaram uma briga na calçada de uma faculdade onde acontecia a 14ª Conferência Municipal de Saúde de Londrina.

Veja a briga:

25 de março de 2019 às 3:38

Conselho de Flávio Rocha para Bolsonaro: “Desligar o Twitter” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Globo:

GUARUJÁ – O empresário Flávio Rocha, do Grupo Guararapes (Riachuelo) e do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), criador do movimento político conservador “Brasil 200”, afirma que o governo de Jair Bolsonaro “precisa desligar o Twitter” para conseguir aprovar a reforma da Previdência.

Presente no Fórum Lide de Varejo, que ocorreu no sábado no litoral paulista, ele, que foi um dos primeiros empresários a aderir à campanha de Jair Bolsonaro, se recusa a criticar o governo, dizendo que há uma “curva de aprendizagem”, mas cobra um posicionamento mais firme em prol da reforma.

Nesta semana o governo viveu uma série de situações que podem colocar em risco a aprovação da reforma…

Eu mudei a minha cabeça no sentido de não me angustiar diante destas mudanças bipolares, espasmódicas de humor. O que me tranquiliza é que a mudança aconteceu na base, na raiz, na cabeça do povo brasileiro. Então eu acho que o gigante despertou. O gigante são os 98% da população brasileira que paga a conta desta farra (da Previdência sem reforma). Esse era um gigante que estava em sono profundo. E a mudança não virá de um protagonista, de um ou outro agente político, a mudança virá da conscientização que aconteceu da população brasileira.

Mas os problemas desta semana não colocam em risco a tramitação da reforma?

Sem dúvida, mas acho que prevalece o bem maior que é o Brasil, que é a salvação do Brasil. Eu acho que estas questões serão colocadas no seu devido lugar, serão colocadas à margem e vai preponderar o que é fundamental e o que é essencial.

O otimismo econômico do começo do ano já está se reduzindo, diante dos problemas da tramitação da reforma?

Eu acho que a questão fundamental é se a reforma da Previdência passa ou não. O marco divisor de águas, principalmente para o investimento externo, é uma demonstração concreta que a reforma da Previdência vai passar. Mas acho que quem decide este investimento está esperando uma demonstração um pouco mais concreta de que a reforma passa.

Mas existe a possibilidade de a reforma não passar?

Não, eu não acho que há a possibilidade da reforma não passar, eu acho que ela vai passar e com efeito fiscal relevante.

A agenda econômica do Paulo Guedes será afetada pelas polêmicas do governo?

Nós temos que estar vacinados contra os que querem manter as coisas do jeito que estão. Os anti-reformistas são estes que querem tumultuar o processo. Mas nós temos que filtrar estas intenções, que são, antes de mais nada, antipatrióticas.

Como o senhor avalia o começo do governo Bolsonaro?

Nós nunca tivemos um pacote de ideias tão boas. Essa eleição foi ganha claramente com ideias que costumavam ser onerosas politicamente no Brasil, que é a ideia do Estado pequeno, de privatização, bandeiras que nunca haviam sido assumidas. Isso dá força a este discurso. Eu acho que finalmente chegaram ao Brasil os ideias que construíram todos os cases de prosperidade no resto do mundo. 

O governo começou bem?

Eu acho que há uma curva de aprendizado, o povo queria renovação e o custo da renovação é esse, pessoas que ainda estão aprendendo o jogo político, mas estão aprendendo muito rapidamente. Eu cito como exemplo o ministro Paulo Guedes, que não tinha os cacoetes do político, mas está aprendendo rapidamente a lidar com o Congresso. As pessoas bem intencionadas aprendem rápido.

A popularidade do governo caiu muito rápido. Isso é um risco?

É que uma das trincheiras dos privilégios de uma visão antagônica desta visão liberal e conservadora deste governo tem muita força de comunicação. Isso realmente traz um efeito de desgaste, há  um verdadeiro “bullying” de comunicação em torno das ideias liberais e das ideias conservadoras que são a espinha dorsal deste governo.

Que conselho o senhor daria ao governo?

Eu acho que tinha que desligar o Twitter. Se o Carlos Bolsonaro quer ajudar, comportamentos típicos de campanha têm de ser deixados para trás e agora tem que ser um comportamento típico de agregação. Agora é hora de construir, de aglutinar, a eleição foi ganha, conscientizando uma grande maioria que não sabia da força que tem, que é o contigente dos liberais na economia e conservadores nos costumes. Mas agora a hora é de alargar este leque.