Thaisa Galvão

13 de julho de 2019 às 18:56

Aliado da governadora Fátima Bezerra, deputado Ezequiel Ferreira explica como Assembleia tem sido parceira do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A polêmica questão de sobras de recursos nas contas dos Poderes, repassados pelo Estado como duodécimos obrigatórios, foi concluída na sessão de quinta-feira passada na Assembleia Legislativa, quando os deputados derrubaram o projeto que obrigava a devolução de “sobras”.

A posição da Assembleia levantou, na visão de lideranças da oposição ao Governo do Estado, uma possível fragilidade na relação do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira e a governadora Fátima Bezerra.

Quem tem acompanhado tanto o presidente da AL quanto a governadora do RN, conclui que os dois seguem com a mesma relação de parceria firmada desde ainda do segundo turno das eleições, no ano passado.

E isso o presidente, que atravessou o Governo Robinson Faria sem utilizar a Assembleia para botar o Governo no canto da parede, deixou bem claro na sessão da quinta-feira, quando o projeto polêmico foi votado.

Nas explicações que fez questão de dar durante a sessão, ressaltou a parceria da AL com o Rio Grande do Norte, independente de quem esteja governando.

“Não vai ser diferente com este governo”, declarou Ezequiel, referindo-se à governadora Fátima Bezerra.

Para Ezequiel, com o duodécimo congelado desde 2015, não há o que devolver.

Confira as explicações do presidente da Assembleia na sessão de quinta passada:

13 de julho de 2019 às 18:07

Filho do presidente Jair Bolsonaro diz que tem “um certo gabarito” para ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E o deputado federal Eduardo Bolsonaro vai ou não vai fazer intercâmbio nos Estados Unidos?

O fato dele ser filho do presidente, ser deputado e ter o nome cotado para o cargo, sem definir ainda se teria que renunciar ao mandato ou só se licenciar, gerou críticas.

No Itamaraty, diplomatas disseram não se lembrar de um precedente como esse, referindo-se à nomeação de um parente de primeiro grau de um presidente da República para uma embaixada.

Ontem o deputado deu declarações sobre a possibilidade.

Algumas delas infelizes, como o fato de já ter “fritado hambúrguer” nos Estados Unidos como um critério interessante para assumir o posto.

Não bastasse a declaração infeliz do pai presidente Jairo Bolsonaro, ao dizer que seu filho é amigo dos filhos do presidente americano Donald Trump, também como um critério…

Depois do vai e vem de declarações e críticas, Eduardo Bolsonaro gravou um vídeo e divulgou em suas redes, explicando que tem “um certo gabarito” que lhe dá respaldo para representar o Brasil nos Estados Unidos…

Repetiu a amizade com os filhos do presidente americano, e Té levantou uma suspeita para o que por aqui se chama de ‘nepotismo cruzado’.

Eduardo, filho do presidente brasileiro vai ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos, e Eric, filho do presidente americano vem ser embaixador dos Estados Unidos no Brasil…

Confira o vídeo do deputado Eduardo, que em alguns pontos já fala como pessoa do Brasil nos Estados Unidos.