Thaisa Galvão

20 de julho de 2019 às 14:22

Com o presidente da AL Ezequiel Ferreira, governadora Fátima Bezerra inaugura Central do Cidadão de Currais Novos [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Em Currais Novos, onde acompanha a tradicional festa de Santana, o presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira, recebeu a governadora Fátima Bezerra que foi inaugurar a nova sede da Central do Cidadão.

Obra solicitada pelo deputado

em 2017 através de requerimento, iniciada no governo anterior e concluída pelo governo Fátima.

Os discursos de aliados marcaram a inauguração.

Pela parceria que vem sendo cumprida, governadora e presidente da Assembleia fizeram agradecimentos e elogios um ao outro.

Fátima, inclusive, citou em seu discurso, a presença da família do deputado Ezequiel.

Estiveram presentes além dos chefes do Executivo e do Legislativo, a senadora Zenaide Maia, o prefeito de Currais No os, Odon Júnior, o vice-governador Antenor Roberto, o deputado estadual Ubaldo Fernandes, o secretário Fernando Mineiro…

20 de julho de 2019 às 10:07

Detran reforça ações educativas de trânsito durante a Festa de Sant’Ana [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Detran cumpre agenda intensa de divulgação da nova campanha educativa durante as comemorações da Festa de Sant’Ana em Caicó. As ações focam na máxima “Só Ando na Paz” desenvolvendo o tema “Não Deixe o Trânsito lhe Transformar”.

Entre as ações levadas a Caicó, está o simulador onde a pessoa utiliza um óculo simulador de embriaguez, e passa a ter a sensação de estar dirigindo sob efeito de álcool ou outras substâncias entorpecentes.

Os técnicos do Detran estão distribuindo adesivos com o tema “Só Ando na Paz”, panfletos informativos de segurança no trânsito, além de brindes como lixeirinhas veicular e aromatizante de automóveis, tudo com menções educativas relacionadas ao trânsito.

Os trabalhos educativos acontecem na Ilha de Sant’Ana, no Coreto Municipal, na principal praça pública do município e na Central do Cidadão, e à noite no pavilhão da festa.

O diretor-geral do Detran, Octávio Santiago Filho, ressaltou a importância do trabalho educativo realizado pelo Órgão na Festa de Sant’Ana como uma missão de evitar acidentes e preservar vidas, já que a festividade reúne centenas de pessoas e muitas fazem uso de bebida alcoólica.

“O Detran age para tornar o trânsito seguro e mais humano”, disse o diretor.

As ações educativas de trânsito do Detran seguem durante o dia de hoje na feira de Caicó e na Feirinha de Sant’Ana realizada na cidade de Currais Novos.

20 de julho de 2019 às 10:03

João Maia representa a Câmara em cerimônia da Escola Superior de Guerra [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado federal João Maia (PL), presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, representou a Câmara na solenidade de formatura do Curso Superior de Inteligência Estratégica – CSIE – 2019.

A cerimônia aconteceu no auditório do Edifício Marechal Juarez Távora, na Escola Superior de Guerra, no Rio de Janeiro.

Um canal que pode ser interessante para a Segurança Pública do Rio Grande do Norte.

Almirante Alípio Jorge, Major Brigadeiro Leônidas, e Contra- Almirante Rocha, diretor do Curso Superior de Inteligência Estratégica.

20 de julho de 2019 às 8:53

200 dias de polêmicas e declarações infelizes escondem o que o Governo tentou produzir [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os 200 dias de governo do presidente Jair Bolsonaro foram punks.

Ele produziu tanta declaração pesada e infeliz, que o que foi anunciado como medida de gestão, se perdeu.

O que o governo conseguiu passar para o Brasil nessa data marcante foi que o presidente adora uma confusão…

Ataque, ameaça…é com ele mesmo.

Sim, mas o que foi mesmo que foi programado para anunciar na data especial?

Abaixo, em duas partes, o vídeo sobre os 200 dias…

Com muitas frases e nenhum número.

Muito “fez” ou “faz” sem dizer como…

20 de julho de 2019 às 8:48

TV Globo emite nota de apoio a Míriam Leitão e sugere que o presidente da República mente [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A TV Globo emitiu nota repudiando os ataques do presidente da República Jair Bolsonaro à jornalista Miriam Leitão.

No encontro com jornalistas estrangeiros, alguns profissionais cobraram do presidente uma posição sobre o fato de Miriam ter sido preterida de participar – era convidada confirmada – da 13ª edição da Feira do Livro de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina que acontecerá em agosto com o tema ‘Literatura em Movimento’.

O desconvite foi feito após um abaixo assinado via internet, com mais de 3 mil assinaturas e tom bolsonarista contrário à participação de Miriam e do marido, o sociólogo Sérgio Abranches.

Bolsonaro afirmou que a jornalista foi presa quando estava indo para a Guerrilha do Araguaia e que ela mentiu sobre ter sido torturada durante a ditadura.

Em 2017, na campanha, Bolsonaro já havia se mostrado avesso a Míriam Leitão, com a seguinte postagem em seu twitter:

“Miriam Leitão, a marxista de ontem, continua a mesma. Se eu chegar lá vai querer lamber minhas botas, como fez com todos que chegaram ao Poder”.

A Globo acumulou os ataques e ontem, no final do Jornal Nacional, leu a seguinte nota, sugerindo que ao contrário de Leitão, o presidente mente…

Nota

“O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta sexta-feira (19) um grupo de jornalistas estrangeiros para um café da manhã. Os jornalistas cobraram do presidente um comentário sobre o ato de intolerância de que foi vítima a jornalista Miriam Leitão, no fim de semana.

Miriam e o marido, Sérgio Abranches, participariam de uma feira literária em Jaraguá do Sul, Santa Catarina. Em redes sociais, foi organizado um movimento de ataques e insultos à jornalista, cuja postura de absoluta independência foi tratada como um posicionamento político de esquerda e de oposição ao governo Bolsonaro.

Em resposta aos correspondentes internacionais, o presidente Jair Bolsonaro disse que sempre foi a favor da liberdade de imprensa e que críticas devem ser aceitas numa democracia.

Mas, depois, afirmou que Miriam Leitão foi presa quando estava indo para a Guerrilha do Araguaia para tentar impor uma ditadura no Brasil e repetiu duas vezes que Miriam mentiu sobre ter sido torturada e vítima de abuso em instalações militares durante a ditadura militar que governava o país então.

Essas afirmações do presidente causam profunda indignação e merecem absoluto repúdio. Em defesa da verdade histórica e da honra da jornalista Miriam Leitão, é preciso dizer com todas as letras que não é a jornalista quem mente.

Miriam Leitão nunca participou ou quis participar da luta armada. À época militante do PCdoB, Miriam atuou em atividades de propaganda.

Ela foi presa e torturada, grávida, aos 19 anos, quando estava detida no 38º Batalhão de Infantaria em Vitória. No auge da ditadura de 64, em 1973, Miriam denunciou a tortura perante a 1ª Auditoria da Aeronáutica, no Rio, enfrentando todos os riscos que isso representava na época.

Narrou seu sofrimento aos militares e ao juiz auditor e esse relato consta dos autos para quem quiser pesquisar.

A jornalista foi julgada e absolvida de todas as acusações formuladas contra ela pela ditadura. A absolvição se deu em todas as instâncias.

É importante ressaltar que Miriam Leitão, ao longo dos governos do Partido dos Trabalhadores, foi também alvo constante de ataques. Não questionaram, como agora, o sofrimento por que passou na ditadura, mas a ofenderam em sua honra pessoal e profissional em discursos do ex-presidente Lula em palanques, e até mesmo a bordo de avião de carreira, quando Miriam Leitão ouviu insultos e ofensas por parte de militantes petistas, que então a chamavam de neoliberal e direitista.

Esses insultos, no passado como agora, em sinais trocados, apenas demonstram a maior das virtudes de Miriam como profissional: a independência em relação a governos, sejam de esquerda ou de direita ou de qualquer tipo.

A Globo aplaude essa independência, pedra de toque do jornalismo profissional, e se solidariza com Miriam Leitão”.

Uma solidariedade compartilhada por nós, seus colegas da TV Globo, da rádio CBN e do jornal “O Globo”.

20 de julho de 2019 às 8:24

Presidente tenta remendar frase sobre fome no Brasil e chateado com jornalista perguntador ameaça abandonar a coletiva [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois da repercussão negativa por ter dito que é mentira que tem brasileiro passando fome, mostrando que desconhece o Brasil que governa, o presidente Jair Bolsonaro tentou remendar.

E em outro evento, tentou remendar.

“O brasileiro come mal. Alguns passam fome. Agora, é inaceitável em um tão rico país como o nosso, com terras agricultáveis, água em abundância. Até o semiárido nordestino tem pluviométrico maior que Israel”, declarou o presidente.

E se irritou quando um jornalista quis saber se ele estaria recuando da infeliz declaração de que é mentira quem diz que tem brasileiro passando fome.

“Pelo amor de Deus, se for para entrar em detalhes, em filigrana, eu vou embora”, afirmou o menino mimado que não gosta de ser questionado sobre o que não gosta de responder.

Fonte: G1

20 de julho de 2019 às 8:12

Prefeito Paulinho entrega ruas pavimentadas e assina ordem para novos serviços em São Gonçalo do Amarante [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Seguindo a linha de inaugurar obras toda semana, o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulinho Emídio, inaugurou nesta sexta-feira, a pavimentação de mais três ruas: Lourival Severino e Estrela de Ouro e a Travessa Deorico Alexandre, todas na comunidade de Serrinha de Cima.

Foram mais de 2.500 m², com um investimento de aproximadamente R$ 150 mil reais.

O prefeito também entregou o projeto “Luz Pela Paz”, que substitui lâmpadas comuns por luminárias de LED, melhorando a iluminação.

Durante a solenidade, Paulinho assinou nova ordem de serviço para pavimentar a Rua da União e o “Beco da Baiúca”.

20 de julho de 2019 às 7:56

Presidente diz que é mentira dizer que se passa fome no Brasil [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente Jair Bolsonaro se superou.

Mostrou que não se preparou para ser presidente e que conhece pouco sobre o Brasil ao afirmar que no país que ele governa, ninguém passa fome.

Oi?

Bolsonaro declarou que é uma “grande mentira” que pessoas passem fome no Brasil.

Segundo ele, não há nas ruas do país pessoas com “físico esquelético”.

O presidente foi questionado por uma jornalista sobre o aumento da pobreza e da fome no país.

“É um discurso populista [falar de fome no Brasil], tentando ganhar simpatia popular, nada mais além disso. O que nós temos que fazer, nós, Poder Executivo e Legislativo, em grande parte um depende do outro, é facilitar a vida do empreendedor, de quem quer produzir”, complementou.

“É só as autoridades políticas, nós do Legislativo e do Executivo, não atrapalharem o nosso povo, e essas franjas de miséria por si só acabam no Brasil, porque nosso solo é muito rico para tudo o que você possa imaginar”, disse o presidente, afirmando que o solo do Brasil é “rico para praticamente qualquer plantio”, numa demonstração de desconhecimento do semi-árido tão próprio da região Nordeste.

Bolsonaro também criticou a legislação ambiental brasileira, classificando-a de “psicose ambiental”.

O presidente mostrou que não sabia nada sobre o relatório da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) divulgado este ano, que indicou que o Brasil tem menos de 2,5% da população em situação de desnutrição (o documento não detalha os índices abaixo de 2,5% para nenhum país) entre 2016 e 2018. A edição anterior do mesmo relatório, divulgado em 2018, estimava o número de pessoas desnutridas no Brasil em “menos de 5,2 milhões” no período 2015-2017.

Mas aí, certamente informado dos dados oficiais, deu um tom menos amargo ao infeliz discurso:

E disse que “alguns” passam fome.

20 de julho de 2019 às 7:42

Depois das frases desarrumadas de Dilma, as frases desarrumadas de Bolsonaro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em 6 anos de Governo, o Brasil colecionou uma série de frases infelizes e mal formuladas da ex-presidente Dilma Rousseff.

Passado a gestão tampão do presidente Michel Temer, onde em vez de frases, se colecionou denúncias, eis que o Brasil começa a colecionar frases infelizes e mal formuladas.

Agora com um agravante: mal intencionadas.

Frases que “pegam mal” para um presidente”, como o próprio presidente-autor Jair Bolsonaro falou.

O filé mignon para o filho também rendeu…

http://www.thaisagalvao.com.br/wp/wp-content/uploads/2019/07/img_0173.trim_.mov

E por aí vai…

Nesse mesmo café, ele ainda produziu a seguinte pérola:

O engraçado é que ele falou que o ‘filé mignon’ vai para o filho dele…

20 de julho de 2019 às 0:09

Irritados com a anunciada retaliação de Bolsonaro ao Maranhão, governadores “paraíba” pedem esclarecimentos ao Palácio do Planalto [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os governadores do Nordeste, “os paraíba” como disse o presidente da República, não gostaram nadica de serem destratados por Jair Bolsonaro, que ameaçou não dar nada para o Maranhão porque não gosta do governador Flávio Dino.

E indignados, assinaram uma carta ressaltando que, constitucionalmente, Bolsonaro não pode retaliar nenhum estado da federação, como ele ameaçou fazer com o Maranhão.

Confira a carta:

Carta dos Governadores do Nordeste

Nós, governadores do Nordeste, em respeito à Constituição e à democracia, sempre buscamos manter produtiva relação institucional com o Governo Federal.

Independentemente de normais diferenças políticas, o princípio federativo exige que os governos mantenham diálogo e convergências, a fim de que metas administrativas sejam concretizadas visando sempre melhorar a vida da população.

Recebemos com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional.

Aguardamos esclarecimentos por parte da presidência da República e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia.

20 de julho de 2019 às 0:02

Irritado com governador “paraíba” do Maranhão, Bolsonaro ameaça não dar nada para o Estado [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Quando o presidente Bolsonaro não gosta de um governador, quem paga é o Estado, o povo, o eleitor do próprio Bolsonaro.

Irritado com o governador do Maranhão, Bolsonaro ameaçou não passar nada “pra ele”.

Não é pra ele….

Assim como o dinheiro da União não é de Bolsonaro, embora ele faça crer que é.

Dos “paraíba”, como o presidente chamou os governadores dos estados nordestinos, “o pior é o do Maranhão”.

E o povo do Maranhão que se prepare para anos à míngua.

Só porque Bolsonaro não suporta Flávio Dino.

Na campanha e também quando se elegeu, o presidente disse que seria presidente de todos…

Não falou a verdade.

Ele mesmo mostrou.

Veja esse vídeo feito durante café com jornalistas estrangeiros, num momento em que ele jurava que não estava sendo filmado.