Thaisa Galvão

11 de outubro de 2019 às 22:58

Bolsonaro conta com apoio dos filhos para investigar o PSL [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente Jair Bolsonaro mais uma vez muda o foco e cria crise política para esconder que sua administração ainda não conseguiu fazer.

Ele agora paga para ver quem vai sair ganhando na queda de braço com seu partido, o PSL, se ele ou o presidente da legenda, Luciano Bivar.

Bolsonaro vai auditar as contas do PSL.

E pediu que o partido lhe fornecesse fontes de receitas e identificação dos doadores; relação de despesas e identificação dos prestadores de serviço; balanço patrimonial; se há procedimentos internos com definição de regras para ocupação de cargos e para aplicação de recursos; lista de fundações ligadas ao partido; lista de funcionários, suas funções e salários; lista discriminada das atividades dos dirigentes partidários custeadas pelo Partido; valor atualizado do montante disponível em caixa…

Bolsonaro contou com o apoio de 21 parlamentares do PSL para requerer as informações.

Entre os autores do pedido estão os dois parlamentares filhos de Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro e o senador Flávio Bolsonaro.

11 de outubro de 2019 às 22:44

Governadora Fátima e prefeitos do RN chegam a consenso em relação ao Proedi [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Fátima Bezerra reuniu prefeitos nesta sexta-feira para discutir sobre o impacto financeiro do Programa de Estímulo à Indústria (Proedi) nos cofres municipais, com a diminuição do repasse de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Governadora e prefeitos chegaram a um acordo.

“Desde o início o governo esteve atento a esta realidade, por isso pedimos um tempo para que pudéssemos avaliar melhor a implantação do Proedi e os seus impactos”, lembrou Fátima.

No modelo atual o governo concede descontos que variam de 80 a 95% no ICMS que as empresas repassam ao estado.

O secretário de planejamento Aldemir Freire explicou que a perda mensal dos municípios está sendo algo em torno de R$ 7,1 milhões e como reconhecimento ao impacto financeiro causado, apresentou uma proposta de compensação financeira através de repasses, que totalizam cerca de R$ 10 milhões a serem pagos de forma parcelada até dezembro, e uma parte em janeiro, direcionados à atenção básica da Saúde e farmácia básica.

Os prefeitos acataram a compensação financeira, mas também apresentaram a sua contraposta, também aceita pelo executivo: de acrescentar mais R$ 10 milhões em 2020 à atenção básica da saúde.

“Numa demonstração de sensibilidade, o governo define esta contribuição para os municípios como um compromisso aqui firmado e reafirmado por todos, que é a defesa do Proedi”, destacou a governadora.

Participaram da reunião os empresários João Lima (Coteminas) e Jairo Amorim (Grupo Guararapes), que defenderam o Proedi.

Como forma de evitar que as indústrias como a Guararapes deixem o Rio Grande do Norte.

“A decisão vai unir a ideia de manter o decreto do Proedi, gerar emprego a partir dos incentivos concedidos às indústrias, conforme planejado, e os municípios receberão uma compensação”, considerou Naldinho, presidente da Federação dos Municípios do RN (Femurn).

Além da governadora e do titulr do Planejamento, psrticiparam da reunião o vice-governador Antenor Roberto, e os secretários Carlos Eduardo Xavier (Tributação), Jaime Calado (Desenvolvimento Econômico), Fernando Mineiro (Gestão de Projetos).

As bancadas estadual e federal foram representadas pelos deputados estaduais Getúlio Rego e Bernardo Amorim; e federal Benes Leocádio.

Integraram a comitiva da Femurn os prefeitos Mara Cavalcanti (Riachuelo) e Babá (São Tomé), Alessandru Alves (Campo Redondo), Luciano Santos (Lagoa Nova), Túlio Lemos (Macau), Alaor Neto (Itajá), Adriano Diógenes (Guamaré), Clécio Azevedo (Bom Jesus), Sérgio Medeiros (Serra Negra do Norte) e Reno Souza (São Rafael).

 

Foto Elisa Elsie

11 de outubro de 2019 às 14:19

Chrystian de Saboya de cara pra lua [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Será neste sábado, a partir das 16 horas, no Hotel Pirâmide, na Via Costeira, a festa ‘De cara para a Lua’, promovida pelo colunista/promoter Chrystian de Saboya.

Festa com pôr do sol, rock, axé, swing e reggae com Robzband, Lene Macedo e Sueldo Soares.

Open bar e open food, por Adriana Rocha, Fátima Barros, Bar Service, cerveja, gin, whiski, champanhe, bolo Tereza Vale…

Artistas, mágicos, pernas de pau, cartomantes…

As senhas estão à venda na Cantão em Natal e na Carmem Steffens, em Mossoró.

11 de outubro de 2019 às 14:05

Prefeito de Lagoa Salgada não paga toda a folha de servidores e tenta botar a culpa no governo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito do município de Lagoa Salgada, Osivan Queiroz, não conseguiu pagar a folha integral de seus servidores em setembro…

E jogou a culpa na governadora Fátima Bezerra.

Tudo porque, por causa do decreto do Proedi, o governo do Estado deixou de repassar este mês, 6 mil, 490 reais.

Que qualquer dinheiro que não chega faz falta…ah, faz…

Mas essa redução foi parar no bolso dos servidores, por quê?

Fazendo as contas…

Em setembro do ano passado, a Prefeitura de Lagoa Salgada recebeu de repasses federais e estaduais, 1 milhão e 200 mil reais…

E em setembro agora, 1 milhão e 400 mil reais.

Então por que eecolher os servidores públicos da Prefeitura de Lagoa Salgada para pagar um pato que não é deles?

A explicação do prefeito não convenceu..

A Prefeitura cresceu 200 mil reais em receita, e por causa da redução de menos de 6 mil e 500 reais atrasou os salários de parte dos servidores.

Tá…

Vale lembrar que 2020 tem eleição para Prefeitura e não para o Governo.

11 de outubro de 2019 às 11:43

Líder do PSL no Senado, Major Olímpio critica “mania de príncipes” dos filhos de Bolsonaro e diz que eles desgastam a gestão do pai [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Líder do PSL no Senado, Major Olímpio, disse hoje durante evento militar em São Paulo, que os filhos de Jair Bolsonaro têm “mania de príncipes” e que ele não reconhece essa “monarquia” no Brasil.

O senador voltou a dizer que ele não deixa o PSL mas queria que o senador filho de Jair Bolsonaro deixasse o partido.

“Gostaria que o Flávio saísse? Gostaria. Nunca escondi isso de ninguém. E outra coisa: nós apoiamos o presidente Bolsonaro. Não reconheço no país ainda monarquia, dinastia, filho príncipe, nada disso. Aliás, o que está desgastando muito o presidente são filhos com mania de príncipes”, atacou Olímpio, afirmando que 90% das preocupações do presidente hoje são decorrentes do que provocam os filhos.

11 de outubro de 2019 às 11:27

Enquanto projeto de João Maia que acelera processo de instalação de antenas 5G no Brasil tramita na Câmara, serviço é testado no Rock in Rio [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do jornal Valor Econômico, ressaltando projeto do deputado potiguar João Maia, que acelera a chegada do serviço móvel de 5G, e mostra o reste realizado durante o Rock in Rio:

A tecnologia de quinta geração de serviços móveis (5G) vem avançando em cascata, pressionando reguladores, legisladores, governo e empresas.

Diversos cenários estão dependendo de 5G, enquanto o lançamento da própria tecnologia no país está atrelado ao entendimento entre esses entes.

O adiamento do leilão de frequências para 5G parece ser um ponto pacificado no país. O próprio Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações já reconheceu que o certame só deverá ser realizado no segundo semestre de 2020.

Enquanto o processo de licitação está em “banho-maria” até o início de novembro — quando o relatório do edital poderá ser votado pelo conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações —, diversos agentes correm paralelamente para resolver outros temas ligados a 5G.

Na Câmara dos Deputados, representantes das operadoras passaram a acompanhar de perto a tramitação do Projeto de Lei 4.566/19 que cria o dispositivo legal chamado “silêncio positivo”. Ele permite a instalação de nova antena na cidade caso o Executivo local não se manifeste sobre o pedido da operadora no prazo de 60 dias.

Essa foi a saída que o setor encontrou, por meio do projeto do deputado João Maia (PL-RN), para driblar a “inoperância” de prefeituras que não respondem a pedidos de instalação de antenas de celular em suas cidades, como reclamam as teles. Sem as antenas, elas não podem melhorar a cobertura de sinal nem levar o serviço a novas áreas.

Esse recurso já estava presente na Lei das Antenas, de 2015. A lei foi aprovada, mas o “silêncio positivo” foi vetado pela então presidente Dilma Rousseff. Apesar de a lei ser federal, é preciso regulamentação municipal.

Já existe um déficit de antenas no país causado pelas dificuldades em obter licença municipal para instalação dos equipamentos, segundo as empresas.

As teles vêm alertando que a tecnologia 5G vai requerer de três a cinco vezes mais antenas para cobrir a mesma área que a geração tecnológica atual, a 4G. Significa que o país precisará ter cerca de 450 mil antenas 5G porque o tráfego de dados será multiplicado devido aos serviços que serão viabilizados pela alta velocidade. Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), carro autônomo e casas conectadas estão entre as inovações.

Como ressalva à instalação da antena diante do “silêncio positivo”, o atual projeto prevê que essa licença seria temporária, podendo ser revogada pelo município se a instalação infringir padrões técnicos, normas ambientais ou plano urbanístico da cidade.

Já os pequenos provedores, reunidos sob a Associação Brasileira de Internet (Abranet), também estão preocupados com os serviços futuros de 5G para os negócios de menor porte. Esses provedores argumentam que a nova Lei Geral de Telecomunicações não faz qualquer proposta para o próximo mercado de telecomunicações em relação aos serviços multimídia (SCM — internet e voz fixa) e móvel (SMP — banda larga e voz).

Esses serviços são autorizados, e não concessões. Assim, a Abranet chama a atenção para que não só os grandes grupos econômicos sejam contemplados pela lei, mas todas as empresas de portes menores. Reivindica a equiparação do serviço SCM ao SMP, de modo que o uso de voz, dados e acesso à internet se dê da mesma forma por ambos os serviços, complementando essa equiparação com a regulamentação da atividade de revenda desses serviços.

Segundo a Abranet, mudanças podem consagrar um futuro com duas modalidades de serviços similares, uma fixa e outra móvel, o que tornaria o ambiente compatível com a rede 5G. Voz poderia chegar por meio dos 31 milhões de acessos SCM distribuídos por cerca de 46,7% dos domicílios no país. A proposta é de apenas uma numeração para SCM e SMP, diferenciando o serviço multimídia com um dígito adicional.

“Essa abordagem, se considerada para a licitação de frequências para 5G, altera completamente os modelos de negócio possíveis e, consequentemente, o interesse de investidores”, afirma a entidade.

Do lado prático, enquanto não sai o leilão, fabricantes e operadoras fazem testes da nova tecnologia. Durante o Rock in Rio, encerrado no domingo, por exemplo, uma rede 5G foi testada pela Oi na Cidade do Rock.

Segundo a operadora, em recuperação judicial, a 5G foi usada pela equipe de conteúdo do evento para a cobertura em suas redes sociais, com “lives” e postagens diárias que mostraram os bastidores do que aconteceu durante as 14 horas diárias do festival de música.

A Oi informou que registrou 173,24 terabytes de dados durante toda a sua operação no evento. A título de comparação, a companhia disse que o volume equivale a mais de 46,8 milhões de fotos em alta definição e é 2,34 vezes superior ao tráfego de dados que registrou em toda a Copa do Mundo da Fifa de 2014 no Brasil. É de se imaginar a extensão do tráfego em 5G por todas as prestadoras, em nível nacional.

11 de outubro de 2019 às 8:05

Mãe denuncia que filho com autismo não é aceito em escola de Parelhas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

No município de Parelhas, Maria Íris Rafael da Silva gravou um vídeo para denunciar que o filho que tem autismo não é aceito na Escola Municipal Ínacio Miranda, no bairro São Sebastião.

11 de outubro de 2019 às 7:49

Morre a prefeita de Pedro Velho [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Morreu nesta madrugada aos 59 anos, no Hospital do Cotação, em Natal, a prefeita do município de Pedro Velho, Patrícia Targino.

Ela vinha enfrentando problemas cardiovasculares.

Patrícia venceu eleição em 2016, com 58,52% dos votos, e estava na sua primeira gestão.

Ela é filha dos ex-prefeitos Gilberto e Lilita Targino.

A vice Dejerlane Macedo (PSDB) assumirá a Prefeitira de Pedro Velho.

O corpo da prefeita será velado no Ginásio de Esportes de Pedro Velho, onde uma missa será celebrada às 16 horas e em seguida será sepultado.

11 de outubro de 2019 às 1:08

Mata volta a queimar em Portalegre [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E o fogo que estava sendo debelado, voltou a se expandir pela mata do município de Portalegre, no Oeste do Rio Grande do Norte.

Eis a postagem do instagram da Serra: