Thaisa Galvão

4 de novembro de 2019 às 23:23

Caso Marielle: Líderes da oposição querem nova perícia e acusam presidente Bolsonaro de obstrução de justiça [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e o deputado federal Alessandro Molon (PSB-RJ), líderes da oposição no Senado e na Câmara, pediram ao Ministério Público do Rio de Janeiro uma nova perícia no sistema de gravação da portaria do condomínio onde o presidente Jair Bolsonaro e o filho, vereador Carlos Bolsonaro, além do suspeito de ter atirado na vereadora Marielle Franco, Ronnie Lessa, tem casa.

Os parlamentares querem afastar qualquer possibilidade de manipulação de provas.

O conteúdo dos interfones do condomínio foi resgatado pelo presidente Jair Bolsonaro, que justificou ter tomado a atitude “antes que fosse adulterado”.

Os líderes da oposição consideram a atitude do presidente de crime de obstrução de Justiça e dizem que o próprio presidente confessou a irregularidade ao afirmar que pegou as gravações das ligações da portaria do condomínio Vivendas da Barra, no Rio de Janeiro.

4 de novembro de 2019 às 22:02

Caso Marielle: Polícia aponta fraude no áudio do porteiro apresentado pelo vereador Carlos Bolsonaro [1] Comentários | Deixe seu comentário.

De Lauro Jardim, do Globo:

Porteiro que aparece no áudio de Carlos Bolsonaro não é o mesmo que diz ter falado com ‘seu Jair’

 

A Polícia Civil do Rio de Janeiro já tem algumas novidades nas investigações sobre a portaria do condomínio Vivendas da Barra, onde Jair Bolsonaro morou até 31 de dezembro e onde mora Carlos, um dos filhos do presidente.

A Polícia já sabe que o porteiro que prestou depoimento e anotou no livro o número 58 (o da casa de Jair Bolsonaro) não é o mesmo que fala com o PM reformado Ronnie Lessa (dono da casa 65) no áudio divulgado por Carlos Bolsonaro e periciado em duas horas pelo Ministério Público.

Trata-se de outro porteiro.

O porteiro que prestou os dois depoimentos em outubro — e disse ter ouvido o o.k. do “seu Jair” quando Élcio Queiroz quis entrar no condomínio — ainda está de férias.

Queiroz é acusado pela polícia de ser o motorista do carro usado no assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes. E Lessa é suspeito de ter disparado os tiros.

*

Do Blog, as perguntas que não querem calar:

-O presidente Jair Bolsonaro poderia ter tomado a frente de uma investigação e tomado, pra si, o material da portaria do condomínio, vez que se trata de um condomínio, e não de uma propriedade dele apenas?

-Caberia ao vereador Carlos Bolsonaro, um dos moradores do condomínio, se apropriar do material e exibir em redes sociais sem o aval de um perito?

-Quem pegou o texto e gravou outro áudio editando o material da portaria?

-De quem é a voz do áudio divulgado nas redes sociais particulares da família Bolsonaro?

 

4 de novembro de 2019 às 20:29

Morre aos 96 anos Luizinho G. M. Bezerra e corpo está sendo velado no Morada da Paz da rua São José [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Morreu nesta segunda-feira no hospital São Lucas, em Natal, o pesquisador, considerado lenda da crônica esportiva do Rio Grande do Norte, Luiz G. M. Bezerra.

Natural de Acari, Seu Luizinho, como era conhecido, completou 96 anos no dis 21 de junho e deixa a esposa Zilda Bezerra, com quem era casado há 71 anos, os filhos Manoel, Elizabeth, Ana, Carlos e Cynthia, além de 11 netos e 7 bisnetos.

O corpo de Luiz G. M. Bezerra está sendo velado no Morada da Paz da rua São José, onde será celebrada missa de corpo presente às 10 horas desta terça-feira, seguida do sepultamento no Morada da Paz, em Emaús.

Comerciante que dedicou parte de sua vida ao serviço público, era filho do desembargador Silvino Bezerra Neto e Maria Meira e Sá Bezerra, e sobrinho de José Augusto Bezerra de Medeiros e Francisco de Salles Meira e Sá.

4 de novembro de 2019 às 7:52

Ministério Público e PM cumprem mandados para apurar desvios na Câmara Municipal de Guamaré [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta segunda-feira (4) a operação Penitência.

O objetivo é apurar um esquema de desvio de dinheiro público através de fraudes em licitações na Câmara Municipal de Guamaré.

A operação Penitência é desdobramento da operação 10º Mandamento, deflagrada pelo MPRN em 27 de maio passado, também para apurar crimes contra o patrimônio público.

A ação cumpre cinco mandados de busca e apreensão nas cidades de Natal e Parnamirim. Ao todo, cinco promotores de Justiça, seis servidores do MPRN e 15 policiais militares participam da operação.

4 de novembro de 2019 às 2:32

Presidente Jair Bolsonaro vai criar mais um partido [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente Jair Bolsonaro foi entrevistado do programa Domingo Espetacular, da TV Record.

Falou do caso Marielle, na questão que teve seu nome citado,

E disse que vai sair do PSL e criar um novo partido.

Mais um…

Confira trechos da entrevista:

4 de novembro de 2019 às 2:07

Ministro da Educação diz que vai ‘pegar’ aplicador do Enem que vazou a prova: “É uma pessoa vil, baixa, pessoa má, que abusou da confiança dos outros” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1

Ministro da Educação diz que aplicador vazou foto do Enem

Weintraub informou que, nesse primeiro dia do Enem 2019, 376 alunos foram eliminados e que índice de abstenção, de 23%, foi o mais baixo da história. Ele disse ainda que não houve ‘nada polêmico’ no exame

Por Brenda Ortiz e Alexandro Martello, G1 — Brasília

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, informou que um aplicador de provas vazou a foto de uma página do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019 que circulou nas redes sociais na tarde deste domingo (3), primeiro dia de provas.

“A gente supõe que essa pessoa pegou a prova de ausentes e tirou foto da página da redação. Eu mesmo já tinha divulgado o tema, quando ele divulgou essas fotos, e agora ele vai ter que responder na Justiça. Vamos pegar essa pessoa e vamos atrás dela”, declarou o ministro.

Segundo sua avaliação, não houve dano nenhum por conta do vazamento. “Ninguém foi lesado. Mas houve a tentativa de macular, colocar em xeque. Foi um péssimo profissional. Mexe coma vida de cinco milhões e famílias. A gente vai localizar”, acrescentou.

Ele afirmou, ainda, que esse aplicador é uma “pessoa vil, baixa, pessoa má, que abusou da confiança dos outros”. “Estamos muito próximos de chegar à pessoa e ela vai enfrentar toda as consequências legais de seus atos”, disse Weintraub.

Em seguida, o ministro da Educação afirmou que o governo vai buscar “escangalhar o máximo a vida dele [do vazador]”.

“Eu sou uma pessoa que acho que as punições no Brasil são leves. Então a gente vai fazer praticamente tudo o que a gente puder fazer (…) Se der pra fazer criminal, cível, absolutamente tudo o que a gente puder fazer para essa pessoa se arrepender amargamente de um dia vir ao mundo”, disse.

Afirmou, também, que “não estamos no Império Romano” e que, portanto, “não existe mais empalamento nem crucificação”. E concluiu: “mas ele vai pagar por todos os pecados dessa vida”.

Prova sem ‘polêmica’

O ministro também afirmou que não houve “nada polêmico” no Enem deste ano. “Como deveria, ser. Sem doutrinação, sem ‘forçação’ de barra, respeita os indivíduos, pessoas e famílias. Não ficar doutrinando, buscando polêmica. Até o pessoal mais à esquerda não está criticando”, disse.

No ano passado, ainda antes de tomar posse, mas já eleito, Jair Bolsonaro afirmou tomaria conhecimento do conteúdo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) antes da aplicação da prova a partir deste ano, já como presidente da República.

Ele deu a declaração ao falar sobre uma questão no Enem deste ano que abordou o pajubá, conjunto de expressões associadas aos gays e aos travestis.

“Esta prova do Enem – vão falar que eu estou implicando, pelo amor de Deus –, este tema da linguagem particular daquelas pessoas, o que temos a ver com isso, meu Deus do céu? Quando a gente vai ver a tradução daquelas palavras, um absurdo, um absurdo! Vai obrigar a molecada a se interessar por isso agora para o Enem do ano que vem?”, indagou Bolsonaro, naquele momento.

Neste domingo (3), o ministro Weintraub afirmou que tanto ele, quanto o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, tiveram “contato” com a prova somente hoje.

“Nossas orientações eram para que fosse possível fazer uma prova para selecionar as pessoas mais qualificadas. O objetivo do Enem é separar os mais qualificados”, disse o ministro.

4 de novembro de 2019 às 1:55

Sai o gabarito extra-oficial do primeiro domingo de Enem [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Veja o gabarito extra-oficial do primeiro domingo do Enem:

4 de novembro de 2019 às 1:18

Jornalista repercute Meme envolvendo o ex-namorado Eduardo Bolsonaro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ex-namorada do deputado Eduardo Bolsonaro, a jornalista Patrîcia Lelis repercutiu o Meme que rodou nas redes sociaie sobre a defesa do AI-5 por parte do parlamentar.

Eis o Meme com o comentário de Patrícia.

Atacada por um exército depois de ter postado foto pessoal com uma fantasia de ‘gata comunista’, ela não contou conversa.

E botou pra fora seu lado anti-Bolsonaro.

O perfil da jornalista no Twitter:

4 de novembro de 2019 às 0:52

Filha do deputado Bernardo Amorim vai disputar Prefeitura de Almino Afonso [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Filha do deputado estadual Bernardo Amorim (Avante), Jéssica Amorim vai disputar a Prefeitura de Almino Afonso, no Oeste do Rio Grande do Norte.

Cidade em que o parlamentar já foi prefeito.

A chapa apoiada pelo deputado foi lançada neste domingo.

São pré-candidatos a prefeita e vice, Jéssica Amorim e Alvanilson Carlos.