Thaisa Galvão

28 de novembro de 2019 às 16:39

Vídeo: Carros engavetados na BR-101 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Engavetamento na BR-101, próximo ao viaduto de Ponta Negra, no sentido zona Sul-Centro.

Confira o vídeo de Kennedy Diniz:

28 de novembro de 2019 às 16:23

Vereador Dickson Júnior entrega título de cidadão natalense ao pároco da Redinha Padre Mário [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Titular da recém-criada Paróquia de Nossa Senhora dos Navegantes, na praia da Redinha, o padre Mário Gomes de França recebeu o título de cidadão natalense, por proposição do vereador Dickson Júnior.

Em seu discurso de agradecimento na Câmara, sugeriu ao município mais investimentos na região

E falou em construir um museu para contar história da Redinha.

O pensamento do padre nascido em João Câmara parece afinado com o do prefeito Álvaro Dias, que luta pela liberação de emendas federais para executar o projeto de revitalização da Redinha

28 de novembro de 2019 às 13:53

Corpo de Gugu Liberato está sendo velado na Assembleia Legislativa de São Paulo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O corpo do apresentador Gugu Liberato chegou ao Brasil depois de todo o processo de retirada de órgãos para doação, em São Paulo.

O velório está acontecendo na Assembleia Legislativa e foi iniciado com momento destinado aos familiares: a mãe Maria do Céu, de 90

Anos, a companheira Rose Di Matteo e os filhos João Augusto, Sofia e Marina.

Depos do momento reservado o velório, com caixão aberto, foi liberado para fãs e curiosos.

28 de novembro de 2019 às 9:22

Ranking dos Políticos premia o senador Styvenson com título de melhor parlamentar do RN [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Capitão Styvenson recebeu, do Congresso Nacional, prêmio qur confere a ele o título de melhor parlamentar do Rio Grande do Norte e terceiro melhor do Brasil.

Com base em quais critérios o ‘Ranking dos Políticos’ concede a premiação?

Qualidade legislativa, economia da cota parlamentar, assiduidade e ficha limpa.

Dos 4 itens, só o primeiro atinge diretamente aos potiguares que o elegeram, que independente do ranking onde eles não tem direito a voto, tem que analisar que qualidade legislativa é essa.

O que o senador trouxe para o Rio Grande do Norte nesses 11 meses de mandato?

Alguma emenda liberada para beneficiar algum setor do estado?

Algum contato com órgãos do governo federal para atender algum município do Rio Grande do Norte?

Esse item, julgado pelo ranking, terá que ser traduzido para a linguagem do RN e ser julgado pelo eleitor do Capitão Styvenson.

E esse item, certamente, será muito discutido nas eleições municipais do próximo ano.

Já os demais itens, economia de seu gabinete, ponto batido todos os dias e ficha limpa…enchem de orgulho a ficha pessoal do senador.

E, vamos combinar, não passam de obrigação dele e de qualquer parlamentar.

O problema é que o Congresso ainda fala a linguagem de que é preciso premiar quem sai de casa para trabalhar e quem é honesto.

Confira o prêmio do senador Styvenson:

28 de novembro de 2019 às 7:38

Entenda o julgamento do TRF-4 que condenou e ampliou pena de Lula no processo do sítio de Atibaia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O que foi o julgamento do TRF-4 que condenou o ex-presidente Lula no processo do sítio de Atibaia e aumentou a pena em quase 5 anos.

O G1 fez um resumo e o Blog reproduz:

Os três desembargadores da 8ª turma do TRF-4 votaram contra a anulação da sentença da 1ª instância no caso do sítio em Atibaia. Esse era o principal pedido da defesa do ex-presidente

O TRF-4 manteve a condenação de Lula na 1ª instância por corrupção e lavagem de dinheiro

Os desembargadores aumentaram a pena para 17 anos, 1 mês e 10 dias.

Os desembargadores consideraram em seus votos que:

1) embora o sítio não fosse formalmente de Lula, e, sim, de Fernando Bittar, o ex-presidente usava o local com frequência e levou parte de seu acervo pessoal para as dependências do imóvel;

2) o pagamento ocorreu por meio de reformas custeadas custeadas pelas empreiteiras Odebrecht e pela OAS;

3) o montante da propina seria de 3% de cada contrato firmado entre as empreiteiras e a Petrobras;

4) a Odebrecht firmou quatro contratos com a Petrobras que teriam gerado pagamento de vantagens indevidas por Marcelo Odebrecht;

5) nos sistemas da Odebrecht, é possível encontrar lançamentos de valores, com indicação de codinome direto para a obra no sítio;

6) pegava-se o dinheiro sujo e entregava esse valor de forma branqueada, o que caracteriza o crime de lavagem de dinheiro;

7) não há dúvida de que os valores aportados pela OAS para reforma e compra da cozinha tinham origem na conta geral de propina da construtora e constituem em vantagem indevida caracterizadora da corrupção;

8) houve pagamento e desvio de valores da Odebrecht e da OAS em favor do PT, mediante contratos específicos

Com a condenação mantida na 2ª instância, Lula não voltará a ser preso de imediato, com base na mesma decisão do STF que permitiu que ele fosse solto no caso do triplex. Uma eventual prisão deverá ocorrer só depois que não houver mais possibilidade de recurso

Veja o detalhamento da pena de Lula

Pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, a pena foi fixada em 17 anos, 1 mês e 10 dias + 422 dias-multa (os dias multa sempre 2 salários mínimos cada). A dosimetria é a seguinte:

Corrupção passiva em prol do PT: 9 anos e 4 meses de reclusão + 266 dias-multa de 2 salários mínimos cada

Corrupção passiva pelo recebimento de R$ 700 mil da Odebrecht: 3 anos e 4 meses + 56 dias multa a 2 salários cada dia

Lavagem de capitais pela reforma feita pela Odebrecht: 3 anos e 3 meses de reclusão + 22 dias multa

Corrupção passiva pelo ganho de US$ 170 mil da OAS: 3 anos e 4 meses de reclusão + 56 dias-multa

Lavagem de capitais pela reforma realizada pela OAS: 3 anos e 3 meses de reclusão + 22 dias-multa