PMM - banners transporte para sites e blogs
Thaysa Galvão
Thaysa Galvão
Thaysa Galvão
Holiday

Thaisa Galvão

15 de junho de 2016 às 15:38

Agripino diz que sempre buscou doações para o partido sem intermediários e de acordo com lei eleitoral [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do senador José Agripino Maia (DEM) sobre a citação ao seu nome pelo ex-presidente da Transpetro, em delação premiada.
Nota 
 

Apesar de desconhecer o inteiro teor da delação do ex-senador Sérgio Machado, com quem convivi no período em que fomos senadores, devo esclarecer o seguinte:

 

1- As doações que, como presidente de Partido tenho a obrigação de buscar, obedecendo à legislação vigente, foram obtidas sem intermediação de terceiros, mediante solicitações feitas diretamente aos dirigentes das empresas doadoras.
 2- Presidente de Partido de oposição que sou, não teria nenhuma contrapartida a oferecer a qualquer empresa que se dispusesse a fazer doação em troca de favores de governo.
 3- As doações recebidas – todas de origem lícita – foram objeto de prestação de contas, devidamente aprovadas pela Justiça Eleitoral.

 
 

Senador José Agripino (RN)

Presidente nacional do Democratas

15 de junho de 2016 às 13:54

Missa de 7º dia de morte do ex-prefeito Manoel Pereira será hoje à noite em Natal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Será celebrada logo mais às 19 horas na capela do Instituto Maria Auxiliadora, em Natal, a missa de sétimo dia de morte do ex-prefeito da capital, Manoel Pereira.

Pereira sofria de câncer e morreu na semana passada.

Além de prefeito nomeado de Natal ele foi secretário de Estado, do Município, e reitor da UnP.

15 de junho de 2016 às 13:24

Sérgio Machado diz que ajudou em campanhas de 5 políticos do PMDB e DEM do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha de S. Paulo:
Machado diz ter repassado propina a 18 políticos de PMDB, PT, DEM e PSDB
MÁRCIO FALCÃO

AGUIRRE TALENTO

DE BRASÍLIA
Em sua delação premiada, o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado relatou ter repassado propina a ao menos 18 políticos de diferentes partidos, passando por PMDB, PT, PP, DEM, PSDB e PSB.
O PMDB, fiador político de sua indicação à presidência da Transpetro, foi o que mais arrecadou: cerca de R$ 100 milhões, de acordo com seus depoimentos.
Segundo ele, os políticos o procuravam pedindo doações e, em seguida, Machado solicitava os repasses às empreiteiras que tinham contratos com a Transpetro.
“Embora a palavra propina não fosse dita, esses políticos sabiam ao procurarem o depoente que não obteriam dele doação com recursos do próprio, enquanto pessoa física, nem da Transpetro, e sim de empresas que tinham relacionamento contratual com a Transpetro”, afirmou.
A lista de políticos entregue por Sérgio Machado inclui ferrenhos adversários do PT, como o deputado Heráclito Fortes (PSB-PI), o ex-senador Sérgio Guerra (PSDB-PE, morto em 2014), o senador José Agripino Maia (DEM-RN) e o deputado Felipe Maia (DEM-RN).
Além deles, outros que o procuraram pedindo recursos foram, de acordo com sua delação, além dos caciques do PMDB Renan Calheiros (AL), Romero Jucá (RR) e José Sarney (AP), também os parlamentares e ex-parlamentares Cândido Vaccarezza (PT-SP), Jandira Feghali (PCdoB-RJ), Luiz Sérgio (PT-RJ), Edson Santos (PT-RJ), Francisco Dornelles (PP-RJ), Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), Ideli Salvatti (PT-SC), Jorge Bittar (PT-RJ), Garibaldi Alves (PMDB-RN), Valter Alves (PMDB-RN) e Valdir Raupp (PMDB-RO).
No caso de Renan, Jucá e Sarney, o ex-presidente da Transpetro relatou que eles receberam tanto por meio de doações oficiais como de dinheiro em espécie. Machado detalhou quais doações feitas a ele podem ser consideradas como propina.
Machado também relatou quais empresas aceitavam fazer pagamentos de propina referentes aos contratos com a Transpetro. Segundo ele, foram a Camargo Corrêa, Galvão Engenharia, Queiroz Galvão, NM Engenharia, Estre Ambiental, Polidutos, Essencis Soluções Ambientais, Lumina Resíduos Industriais e Estaleiro Rio Tietê.
“Quando chamava uma empresa para instrui-la a fazer doação oficial a político, ele sabia que isso não era lícito, que a empresa fazia doações em razão de seus contratos com a Transpetro”, disse Sérgio Machado, em um de seus depoimentos.
A reportagem ainda não conseguiu contato com os citados.

15 de junho de 2016 às 12:03

tvTG: Para Hermano, campanha “renhida” entre ele e Carlos Eduardo não atrapalha reaproximação e até formação de chapa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em entrevista ao Blog, o deputado estadual Hermano Morais, que entrou com força na lista de peemedebistas a serem indicados pelo PMDB para vice do prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT) na chapa de reeleição, declarou que se for convidado analisará junto a seu grupo.

Hermano deixou claro que não pleiteia, citando, inclusive, os nomes que considera viáveis, mas afirmou que, caso venha a acontecer, o fato de ter sido adversário do prefeito na eleição passada não atrapalha.

O deputado Hermano Morais, dos 4 do PMDB na Assembleia Legislativa, foi o único a receber a visita do prefeito na sexta-feira em seu gabinete.

Como combinado na missa de aniversário do prefeito, Carlos atravessou a rua que separa os Palácios Felipe Camarão e José Augusto – sedes do Executivo Municipal e Legislativo Estadual – e entrou direto e exclusivamente no gabinete de Hermano.

15 de junho de 2016 às 11:00

Assembleia Legislativa debate hoje a desconstrução da cultura do estupro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A desconstrução da cultura do estupro.
Esse o tema de uma audiência pública que será realizada hoje na Assembleia Legislativa, numa proposição da deputada Cristiane Dantas (PCdoB) em parceria com a Defensoria Pública.
Nossas entrevistadas no Jornal da Noite, da 95FM, Cristiane e a defensora Ana Lúcia Raymundo conversaram sobre o assunto.

15 de junho de 2016 às 9:40

MP ingressa com ação contra Prefeitura e Caern por desastre em Mãe Luíza ocorrido em 2014 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Como o Blog informou em primeira mão na manhã de ontem, relatório de investigação do Ministério Público apontou a Prefeitura d e Natal e a Caern como responsáveis pelo desastre registrado em Mãe Luíza há dois anos.

E por isso o Ministério Público ingressou com ação contra os governos municipal e estadual.
A ação pede que a Justiça obrigue o Município de Natal e o Estado, através da Caern, a cumprirem medidas que garantam a minimização de novos riscos na área afetada pelo desabamento, que aconteceu na madrugada de 15 de junho de 2014.

ACESSE AQUI a íntegra do que foi apresentado pelo MPRN aos moradores de Mãe Luíza.

A penalidade dada à Caern joga no colo do governador Robinson Faria mais um problema antigo do Rio Grande do Norte.

Quando assumiu o governo em janeiro de 2015, o maior desastre ambiental registrado em Natal já havia acontecido.

15 de junho de 2016 às 9:21

Criança de 2 anos é arrastada por jacaré em complexo da Disney [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1


Polícia procura criança de 2 anos arrastada por jacaré nos EUA


Criança sumiu em lagoa na Flórida na terça-feira. Família estava no complexo Disney’s Grand Floridian Resort & Spa




A polícia de Orange, no estado da Flórida, nos Estados Unidos, está em busca um menino de 2 anos que foi arrastado por um jacaré para uma lagoa do complexo Disney’s Grand Floridian Resort & Spa.
A criança brincava nas margens da lagoa por volta das 21h30 locais (22h30 de Brasília) de terça-feira (14) quando foi atacado pelo animal, segundo o xerife Jerry Demings.

Os pais e irmã mais velha, que estavam no jardim, viram o momento em que o jacaré arrastou a criança. Não há placas no local que alertem para não entrar na água.  
Desesperado, o pai ainda entrou na lagoa e tentou recuperar o filho sem sucesso. Ele sofreu pequenos arranhões nas mãos. O xerife contou à CNN que que a família de Nebraska, que está de férias, chegou no domingo ao resort.
Em comunicado, o escritório do xerife do condado de Orange disse que os policiais isolaram a região e fazem buscas nas águas da lagoa, segundo a agência Efe. “A triste realidade é que há várias horas estamos fazendo buscas e provavelmente não vamos recuperar a criança viva”, disse Deming.

“Todos aqui do Walt Disney Resort estão devastados por esse trágico acidente”, declarou à CNN Jacquee Wahler, vice-presidente do Walt Disney World Resort. 
Apesar de jacarés e crocodilos serem comuns nos pântanos e lagoas da Flórida, ocorrências como essas são raras, de acordo com a Efe. O xerife afirmou que não há registro de casos semelhante nessa região.

15 de junho de 2016 às 9:07

Visita de Carlos Eduardo a Hermano Morais levanta hipótese de que o ex-adversário agora será o vice do prefeito [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sabe essa imagem que marcou a campanha de 2012?


O deputado Hermano Morais e o prefeito Carlos Eduardo disputavam a Prefeitura de Natal.

Eram adversários e o prefeito – o eleito – em um debate botou o dedo na cara de Hermano.

Mas, como a política é dinâmica, Hermano hoje é nome cogitado para ser o vice do mesmo Carlos Eduardo na disputa pela reeleição.

Os dois se aproximaram e na sexta-feira o prefeito, que não é disso, atravessou a rua que divide a Prefeitura da Assembleia Legislativa e, de surpresa, chegou ao gabinete de Hermano.

Entrou pela lateral, no acesso direto ao gabinete.

Na 96FM, agora, Hermano disse que o prefeito foi pedir seu apoio e não falou sobre convite para ser vice.

E até citou prováveis vices como Marcelo Queiroz, Fred Queiroz, Jaime Mariz, Álvaro Dias…

Mas fica no ar o que Hermano não quis dizer: Carlos Eduardo iria à Assembleia só para pedir o apoio que já tinha, já que Hermano é fiel ao PMDB, hoje o maior aliado de Carlos Eduardo?

Detalhe extra que Hermano falou na entrevista: o prefeito pediu sugestão para incluir no plano de governo da reeleição.

Todo mundo sabe que todo mundo sabe que Carlos Eduardo não é disso.

Ah…

Perguntinha besta:

O prefeito, já que foi à Assembleia Legislativa, também visitou o gabinete do deputado Álvaro Dias, que aposta na escolha pessoal do prefeito para ser o seu vice?

No gabinete de Álvaro agora disseram que sim, mas o deputado não estava.

Huuummm…

Também não foi ao gabinete dos deputados Nelter Queiroz e Gustavo Fernandes, do PMDB.

Na sexta-feira mesmo, depois da visita, Hermano registrou em seu facebook.

15 de junho de 2016 às 7:51

TCU começa a discutir hoje contas de 2015 do governo Dilma [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) se reúnem logo mais às 10h30 para iniciar a discussão sobre as contas do governo Dilma Rousseff de 2015. 

O relator das contas, ministro José Múcio Monteiro, vai apresentar seu parecer, que aponta irregularidades.

Caso o relatório conclua que as contas devem ser rejeitadas, a expectativa é que seja concedido um prazo de 30 dias para que Dilma apresente defesa.
Depois, os ministros têm de votar para concluir se o tribunal recomendará a aprovação, aprovação com ressalvas, ou rejeição das contas de 2015. 

Esse posicionamento é encaminhado ao Congresso Nacional, que é responsável pela palavra final.

14 de junho de 2016 às 23:38

Teori nega pedido de prisão contra Renan Calheiros, Romero Jucá e José Sarney [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro Do STF, Teori Zavascki, não acatou os pedidos de prisão apresentados pela Procuradoria Geral da República contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e o ex-presidente da República José Sarney.
Em relação ao pedido de prisão contra o deputado afastado  Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Teori ainda não decidiu.

 

14 de junho de 2016 às 23:31

Em ação de improbidade, juiz bloqueia bens de Eduardo Cunha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de queda, coice…

Vivendo momentos já de abandono, o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, depois de ser derrotado na Comissão de Ética da Casa, sofreu novo revés.
Juiz federal decreta indisponibilidade de bens de Eduardo Cunha


Decisão desta terça também quebrou sigilo fiscal do deputado afastado. MPF no Paraná apresentou ação de improbidade contra Cunha
O juiz Augusto Cesar Pansini Gonçalves, da 6ª Vara Cível da Justiça Federal do Paraná, decretou nesta terça-feira (14) a indisponibilidade de recursos financeiros e bens do deputado federal afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). 

A decisão ocorre após pedido de liminar do Ministério Público Federal (MPF) feito na segunda (13) em uma ação de improbidade administrativa contra ele e mais quatro pessoas.

Além de Cunha, são citados na ação a mulher dele, Cláudia Cruz, o ex-diretor da Petrobras Jorge Luiz Zelada, o suposto operador João Henriques e o empresário Idalécio de Oliveira. 

Eles também tiveram seus bens indisponibilizados.

Dentre os bens listados pelo juiz estão imóveis, ativos financeiros, veículos, valores mobiliários, ações, cotas e participações societárias.

“Defiro o pedido de liminar (nos termos formulados pelo MPF) e decreto a indisponibilidade de recursos financeiros e bens dos réus, inclusive das empresas C3 PRODUÇÕES ARTÍSTICAS E JORNALÍSTICA LTDA. (…) e C3 ATIVIDADES DE INTERNET LTDA”, diz trecho da decisão. 

Cunha e sua mulher são sócios nas duas empresas.

O juiz ainda decretou a quebra do sigilo fiscal do deputado afastado desde o ano de 2007. 

Os cinco citados na ação devem ser notificados para oferecer manifestações por escrito em até 15 dias. Após esse prazo, o juiz decidirá se recebe a ação e dá início ao processo.

Mais cedo, Cunha havia pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão desta ação de improbidade administrativa.

Eduardo Cunha emitiu nota sobre ação de improbidade:

14 de junho de 2016 às 22:56

Eduardo Cunha diz que se defenderá em plenário [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em nota, o deputado afastado Eduardo Cunha critica resultado da votação na Comissão de Ética, que aprovou parecer favorável à sua cassação, e diz que se defenderá em plenário.

14 de junho de 2016 às 19:45

Jogo vira aos 45 do 2º tempo e com voto de Tia Eron, Comissão de Ética aprova cassação de Eduardo Cunha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Gritos.

Discussões.

Microfones desligados.

Vergonha…ou falta de vergonha.

Finalmente a Comissão de Ética votou o parecer do relator Márcio Rogério que se posicionou pela cassação do deputado afastado Eduardo Cunha.

Surpresas…

O deputado Wladimir Costa (SD) gritou que o PT era formado em grande parte por “ladrões e vagabundos”.

Ouviu que ladrão e vagabundo era ele e…votou pela cassação.

E a deputada Tia Eron, que foi apresentada ao Brasil como a defensora de Cunha…votou pela cassação dele.

E no jogo que foi até quase o final favorável a Cunha…virou o placar e terminou derrotando o presidente afastado da Câmara por 11 a 9.

Agora Cunha tem 5 dias para fazer sua defesa junto à Comissão de Constituição e Justiça, onde deverá ameaçar entregar deputados e empurrar o processo com a barriga como fez na Comissão de Ética.

Passado pela CCJ, o relatório segue para votação em plenário.
SIM: 11 votos

Betinho Gomes (PSDB-PE)

Júlio Delgado (PSB-MG)

Leo de Brito (PT-AC)

Marcos Rogério (DEM-RO), relator do processo

Nelson Marchezan Junior (PSDB-RS)

Paulo Azi (DEM-BA)

Sandro Alex (PPS-PR)

Tia Eron (PRB-BA) – não tinha antecipado o voto

Valmir Prascidelli (PT-SP)

Zé Geraldo (PT-BA)

Wladimir Costa (SD-PA) – a expectativa era que ele votasse não

NÃO: 9 votos

Alberto Filho (PMDB-MA)

André Fufuca (PP-MA)

João Bacelar (PR-BA)

Laerte Bessa (PR-DF)

Mauro Lopes (PMDB-MG)

Nelson Meurer (PP-PR)

Sérgio Moraes (PTB-RS)

Washington Reis (PMDB-RJ)

Wellington Roberto (PR-PB)

14 de junho de 2016 às 17:37

PMDB: STF autoriza investigar Renan Calheiros, Romero Jucá, Valdir Raupp e Jader Barbalho em novo inquérito [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou agora à tarde a abertura de um novo inquérito para investigar o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e os senadores Romero Jucá (PMDB-RR), Valdir Raupp (PMDB-RO) e Jader Barbalho (PMDB-PA).

Os quatro serão investigados por suspeita de desvios na construção da hidrelétrica de Belo Monte. Pelo mesmo motivo, já havia sido aberto no fim de maio um inquérito sobre o senador Edison Lobão (PMDB-MA).

Todos, claro, negam de pés juntinhos que nunca fizeram nadinha disso aí.

14 de junho de 2016 às 14:26

Conselho Nacional do Ministério Público faz ato de apoio a Rodrigo Janot [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Globo:
Lava-Jato: ‘Vou do céu ao inferno em 24 horas’, diz Janot
CNMP faz ato de apoio ao procurador-geral, alvo de críticas na condução das investigações
POR VINICIUS SASSINE
BRASÍLIA — Alvo de críticas de políticos investigados na Lava-Jato, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse que a vida é um “carrossel” e que vai “do céu ao inferno” em 24 horas. As afirmações foram feitas na sessão do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) na manhã desta terça-feira.
O colegiado é presidido por Janot. Os conselheiros fizeram um ato de apoio ao procurador-geral e lembraram que ele conta com o respaldo da população na condução das investigações da Operação Lava-Jato.
“Nesse momento de turbilhão que a gente vive, a vida, de acordo com o encaminhar dos fatos, é um carrossel. Você está do céu ao inferno em 24 horas. Não se agrada ninguém. A atividade de investigação é sempre descobrir. A investigação profissional não tem ideologia, não tem lado”, afirmou Janot.
O procurador-geral pediu a prisão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), do ex-presidente José Sarney (PMDB-AP), do senador Romero Jucá (PMDB-RR) e do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). 

Os três primeiros são suspeitos de orquestrar ações contra a Lava-Jato, como revelou O Globo. 

O ministro Teori Zavascki ainda não decidiu sobre as solicitações.
Os pedidos de prisão são mantidos sob sigilo, e ainda não se sabe se o embasamento extrapola as conversas gravadas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, o mais novo delator da Lava-Jato. 

Janot enviou nesta segunda-feira à noite um ofício à diretoria geral da Polícia Federal (PF) pedindo abertura de inquérito para investigar o vazamento de informações.
Machado delatou principalmente os peemedebistas do Senado. Como prova, gravou conversas mantidas com eles. 

O procurador-geral pediu à Polícia Federal (PF) abertura de inquérito para investigar o vazamento de informações sobre as prisões.
“Deus me livre do local em que o investigador possa escolher previamente a pessoa que quer investigar. Isso aí não é a democracia, isso não é um Estado de Direito. As investigações nos levam para um ou para outro caminho. Temos de ser retos enquanto atividade investigadora, independentemente de quem deva ser, com todo respeito e garantia constitucional, investigado e republicanamente receber o mesmo tratamento. Confesso que em determinado momento não é fácil”, disse Janot.

14 de junho de 2016 às 14:00

Comissão de Ética volta a analisar caso do deputafo afastado Eduardo Cunha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Confirmado para daqui a pouco, às 14h30, o início da votação do parecer do deputado Marcos Rogério, relator do processo referente à representação do PSOL e REDE, em desfavor do deputado Eduardo Cunha.

Os deputados da Comissão de Ética esperam votar, mas não ficarão surpresos se mais uma manobra adiar mais uma vez.

Expectativa em torno da deputada Tia Eron, que poderá salvar Eduardo Cunha na Comissão de Ética.

14 de junho de 2016 às 13:40

TJ absolve ex-presidente da Ceasa, acusado de superfaturamento [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Câmara Criminal do TJRN absolveu o ex-presidente da Ceasa, João Bastos, condenado em primeira instância sob acusação de peculato, em suposto esquema de fraude ocorrido em 2005. 

O órgão TJ ainda reduziu a pena de outros dois acusados, substituindo a prisão por duas penalidades restritivas de direito.

Foram beneficiados o ex-chefe da divisão de compras da Ceasa, Jimmy Cleyson Teófilo da Silva, e o corretor Ricardo Jorge Azevedo Lima, então proprietário da empresa Cabugi Administradora e Corretora de Seguros.

A denúncia do MP apontou que a Ceasa teria celebrado contrato de seguro superfaturado.

14 de junho de 2016 às 11:33

Investigação feita pelo Ministério Público aponta omissão da Prefeitura de Natal e Caern como causa do desastre em Mãe Luíza [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Omissão da Caern e da Prefeitura de Natal.

Foi isso o que motivou o desastre em Mãe Luíza há um ano.

O buraco que se formou com vazamentos virou cratera e após várias idas e vindas dos 2 órgãos, só falando e batendo fotos, nada foi feito preventivamente, sendo necessário agora o corretivo.

Existe desde 2008 um Plano Municipal de Redução de Risco em Mãe Luíza que não foi seguido.

Esse é o resultado do relatório das investigações feitas pelo Ministério Público, desde o maior acidente ambiental registrado em Natal, e apresentado agora no Ginásio Arena do Morro, pelas promotoras de justiça Gilka da Mata e Danielle Simões, e pelo procurador geral adjunto, Jovino Pereira.

14 de junho de 2016 às 10:23

Chanceler tucano José Serra na lava jato (?) [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Mônica Bérgamo, na Folha:

José Serra é citado em negociação de delação premiada da OAS na Lava Jato

A OAS citou o senador e chanceler José Serra (PSDB-SP) nas negociações para firmar acordo de delação premiada na Operação Lava Jato. O tucano integra lista de quase uma centena de políticos sobre os quais a empreiteira promete dar informações detalhadas de contribuições para campanhas eleitorais.

LISTA 2
Serra pode integrar também a delação da Odebrecht. Ele já aparecia na lista de mais de 200 políticos que foi obtida em operação de busca e apreensão feita na casa de um dos executivos da empreiteira.

VIVA VOZ
O chanceler sempre foi admirado na Odebrecht por pessoas do calibre de Pedro Novis, que antecedeu Marcelo Odebrecht na presidência da empreiteira. Novis vai depor na Lava Jato.

NO MUNDO
A coluna procurou Serra mas a assessoria do chanceler diz que não conseguiu encontrá-lo até o fechamento desta edição.

O TRIGO
O PSDB já tinha se posicionado sobre a lista apreendida na Odebrecht em que apareciam, além de Serra, políticos como o senador Aécio Neves (PSDB-MG), presidente do partido. Segundo Aécio, as doações feitas pela empreiteira para campanhas de integrantes da legenda foram legais e é preciso separar “o joio do trigo”.

O TRIGO 2
Outra personalidade que a cada dia ganha destaque nas negociações da delação premiada da Odebrecht é o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega. Ele aparece até mesmo vinculado a contribuições feitas ao PMDB. O advogado de Mantega, José Roberto Batocchio, diz que as delações não passam de ilações sem qualquer fundamento.

14 de junho de 2016 às 8:30

Líder do prefeito na Câmara, vereador Raniere Barbosa disse que não sabia que músicos não tinham recebido cachês do carnaval [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O vereador Raniere Barbosa (PDT), líder do prefeito Carlos Eduardo na Câmara, disse agora na 96FM, que só soube que os músicos que tocaram no carnaval ainda não receberam seus cachês, durante a passagem da tocha olímpica em Natal, quando os músicos abordaram o prefeito e houve um bate boca.

Raniere não sabia ainda…

Mesmo os músicos já tendo tocado duas vezes o frevo “ei, você aí, me dá um dinheiro aí” na frente da Prefeitura, e tendo dado entrevistas à imprensa.

O vereador disse que foi informado que o pagamento não foi feito porque a documentação dos músicos não estava regularizada.

Aí fica a dúvida: mas foi firmado um contrato sem documentação?

Foi permitido que os músicos tocassem sem documentação?

Nos corredores da Funcarte, o que se diz é que a Fundação Capitania das Artes que enfrenta várias dívidas, não tem dinheiro para pagar aos músicos.

Na entrevista ao jornalista Diógenes Dantas, o vereador concordou com o apresentador: que os músicos de Natal tem que ser tratados com o mesmo respeito dispensado aos artistas nacionais.