SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio lateral3(240x200)'ORDER BY RAND() LIMIT 0,1;
  • Jimmy Vitara
  • março 2015
    S T Q Q S S D
    « fev    
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  
  • SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio lateral(240x200)'ORDER BY RAND() LIMIT 0,1;
  • @thaisagalvao

    • SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio lateral2(240x200)'ORDER BY RAND() LIMIT 0,1;
      • Grand Vitara

      Será logo mais às 16 horas a assinatura do decreto do Governo que vai desonerar o ICMS sobre querosene de aviação e com isso baratear os preços das passagens aéreas, beneficiando o turismo no Rio Grande do Norte.

      O decreto será assinado pelo governador Robinson Faria.

      Os muitos convidados lotarão o auditório da Governadoria.

      Presença confirmada de representantes do trade turístico.

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 0,1;
      • Proviagens 80 dias
      26
      fev

      PMDB comandará CPI da Petrobras

      26 de fevereiro de 2015 às 13:54 — Comente aqui

      Do portal da Câmara Federal:

      Após instalação, CPI da Petrobras elege Hugo Motta presidente

      A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras foi instalada, nesta quinta-feira (26), com a eleição do deputado Hugo Motta (PMDB-PB) para presidir os trabalhos. O parlamentar recebeu 22 votos, contra 4 de Ivan Valente (Psol-SP) e 1 voto em branco. Motta designou como relator o deputado Luiz Sérgio (RJ), indicado pelo PT.

      A partir da próxima segunda-feira (2), a CPI receberá requerimentos dos deputados, incluindo os pedidos de audiência pública e de convocação para interrogatórios.

      Antes da eleição, a discussão ficou centrada na questão de ordem apresentada pelo deputado Ivan Valente (Psol-SP), que pediu o afastamento dos membros da comissão que receberam doações de campanha das empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato, da Polícia Federal.
      O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que presidiu a sessão por ser o mais velho entre os integrantes, rejeitou o pedido de Valente e argumentou que nenhum dos deputados se apresentou para a CPI por vontade própria, mas foram indicados pelos partidos.

      O Psol recorreu da decisão de Arnaldo Faria de Sá à própria CPI. O recurso será analisado pelo presidente eleito, Hugo Motta.

      Valente defendeu que deputados que receberam recursos dessas empresas se declarassem impedidos de participar das investigações. Ele citou suspeitas do Ministério Público Federal de que doações de campanha possam ter origem em recursos ilícitos.

      Presente na sessão, o líder do Psol, deputado Chico Alencar (RJ), afirmou que o afastamento desses deputados seria necessário para garantir a isenção da CPI. “É evidente que quem recebeu financiamento dessas empresas tende a ficar tolhido na sua independência como parlamentar”, disse.

      A medida foi apoiada pelo líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), mas recebeu críticas de outros partidos. O líder do PMDB, Leonardo Picciani (RJ), afirmou que a questão de ordem era “uma tentativa de tumultuar o começo dos trabalhos”. “Todos aqui tiveram suas campanhas financiadas. Os parlamentares foram diplomados porque tiveram suas contas de campanha aprovadas. Não podemos transformar um ato legal em ilegal”, afirmou.

      O prazo de funcionamento da CPI é de 120 dias, podendo ser prorrogado por mais 60.

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 1,1;
      • Home Angels

      A secretária de Segurança, Kalina Leite, participa neste momento, em Brasília, da 57ª reunião ordinária do Colégio Nacional de Secretários de Segurança Pública (Consesp).
      São 22 secretários de Segurança do país sendo apresentados ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.
      Também participa a secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki.

      A estratégia integrada de segurança entre os estados e a forma de atuação do grupo dividido em câmaras temáticas.

      O secretário de Segurança de Minas Gerais, Bernardo Santana de Vasconcelos, foi eleito o novo presidente do Consesp.

      IMG_5201.PNG

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 2,1;
      • Novo CEI

      Um presente para os deputados de primeira viagem…

      O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) anunciou hoje um pacote de bondades para os 513 deputados.

      Além do reajustes de verbas parlamentares, os deputados aprovaram o pagamento de passagens das mulheres e maridos dos parlamentares a partir de primeiro de abril.

      A decisão foi tomada pela Mesa Diretora da Casa e estabelece aumento de 18% na verba de gabinete, 8% na verba de custeio do mandato e de 11,92% no auxílio moradia. 

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 3,1;
      • Loja D`Ámis
      25
      fev

      PSD e PROS impedidos de fazerem fusão

      25 de fevereiro de 2015 às 22:34 — Comente aqui

      Do Portal da Câmara dos Deputados:

      Fusão de partidos: PSD e PROS reclamam de projeto que teve apoio da maioria

      Os descontentes alegaram que o texto deveria ser discutido na comissão de reforma política, mas venceu o argumento de que é preciso frear a criação de novos partidos no Brasil

       

      O PSD e o PROS foram os partidos mais descontentes com a aprovação do projeto que pretende barrar a fusão de partidos, com a criação de um prazo mínimo de cinco anos de existência como pré-requisito para a fusão (PL 23/15).

      O líder do PSD, deputado Rogério Rosso (DF), criticou pontos incluídos no texto pelo relator, deputado Sandro Alex (PPS-PR), e denunciou a quebra de acordo feito em Plenário.

      Para o líder do PROS, deputado Domingos Neto (CE), o projeto é um “retrocesso”, já que a Constituição garante liberdade aos partidos políticos. “O Supremo Tribunal Federal já reafirmou a autonomia dos partidos e, sobretudo, dos parlamentares”, disse.

      O vice-líder do PSD, deputado Índio da Costa (PSD-RJ), também criticou a restrição a assinaturas de filiados em novos partidos. “Todos aqueles que fazem política no Brasil terão de pedir apoio daqueles que não fazem política. Não faz sentido”, condenou.

      Esse ponto também foi criticado pelo líder do PSOL, deputado Chico Alencar (RJ). “Eu assinei a iniciativa da ex-senadora Marina Silva de criar o partido dela, mas isso não significa que estou pensando em sair do PSOL, mas apenas a avaliação de que aquela força tem o direito de existir. Isso [a restrição] tolhe direitos”, criticou.

      Reforma política

      Alguns deputados contrários argumentaram que o texto deveria ter sido discutido antes pela comissão especial de reforma política, e não levado diretamente a Plenário. Para o deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB-MA), a recém-criada comissão foi atropelada.

      Fim da farra partidária

      O líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE), disse que o projeto vai acabar com a “farra partidária” existente no País.

      Segundo ele, que é autor do projeto, há uma “indústria” de criação de partidos, com especialistas em novas legendas.

      O deputado Nilson Leitão (PSDB-MT) também defendeu a proposta.

      “Há mais de 30 partidos no Brasil. Se nenhum deles serve para os políticos existentes, então temos de mudar os políticos, e não os partidos. Existe partido e ideologia para atender a todos os anseios do povo”, disse.

      O projeto é uma resposta a boatos de fusão entre o PSD e o PR. Essa nova bancada ampliaria a governabilidade da presidente Dilma Rousseff, retirando poder do PMDB, a maior legenda atual.

      As notícias de criação do novo partido atribuem a manobra ao ministro das Cidades, Gilberto Kassab, que foi o responsável pela criação do PSD em 2011. Além do PSD, foram criados durante a legislatura passada o Solidariedade, o PROS e o PEN.

      O líder do PHS, deputado Marcelo Aro (MG), disse que contrariar o projeto é defender o “indefensável”. “Não faz sentido montar partido para fundir e aumentar uma bancada já existente”, disse.

      Fidelidade partidária

      A proposta também foi elogiada pelo líder do PMDB, deputado Leonardo Picciani (RJ). Segundo ele, trata-se de manter a fidelidade partidária decidida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

      "Hoje vemos a intenção anunciada da criação de partidos políticos cuja única finalidade é permitir a saída de parlamentares do partido pelo qual se elegeram. Não podemos compactuar com essa burla", disse.

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 4,1;
      • L200 Top Car

      O prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato, que está em Brasília, fechou com o deputado Beto Rosado (PP), hoje à tarde, a destinação de uma emenda de 300 mil reais para o município.

      O dinheiro, do Ministério das Cidades, será para obras de pavimentação.

      "O deputado Beto é da nossa região e tem compromisso de trabalhar muito pelo Rio Grande do Norte, especialmente pela região do Alto Oeste. Fiquei bastante feliz com a emenda que ele vai destinar ao nosso município. Os pau-ferrenses só tem a ganhar com isso. Pavimentação é sinônimo de urbanização digna e qualidade de vida", afirmou o prefeito.

      Fabrício Torquato acompanha o governador Robinson Faria em Brasília.

      IMG_5141.PNG

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 5,1;

      O governador Robinson Faria vai assinar nesta quinta-feira, às 16 horas, o decreto que concede benefício fiscal para o querosene de aviação.

      A medida vai baratear o preço do combustível, barateando, consequentemente, os preços de passagens aéreas para Natal, atraindo mais voos e mais turistas.

      O benefício foi solicitado durante quase todo o período do Governo anterior, e virou promessa de campanha do governador, que concretiza a promessa em apenas dois meses de gestão.

      A solenidade de assinatura do decreto deverá contar com a presença de representantes do trade turístico do Rio Grande do Norte.

      IMG_5139.PNG

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 6,1;
      • DNA Center

      O Juiz Cícero Martins de Macedo Filho, da 4ª vara da Fazenda Pública de Natal, rejeitou denúncia contra a ex-prefeita de Natal, Micarla de Sousa, e o ex-secretário de Planejamento, Antônio Luna.
      Os dois foram investigados por suspeita de cometerem improbidade administrativa pela não aplicação do percentual de 30% da arrecadação do Município em Educação nos anos de 2011 e 2012.
      O juiz entendeu que o percentual obrigatório era de 25%, o aplicado na Educação nesse período.

      “Na ausência de evidências suficientes a antever-se a plausibilidade da pretensão deduzida, não há que se chancelar o recebimento da presente ação. Na análise de todos os elementos, documentos e argumentos postos nos autos, não enxergo indícios de comportamento doloso e de deliberada má-fé dos demandados. Por tais razões, e convencido de que não houve, na hipótese narrada na inicial, ato improbo, rejeito a presente ação de improbidade, deixando de recebê-la. Com o trânsito em julgado, arquive-se com baixa na distribuição”, despachou o juiz Cícero Macedo no último dia 20 de fevereiro.

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 7,1;
      25
      fev

      Com a presença do governador Robinson Faria, o diretor geral do Departamento Estadual de Imprensa (DEI), Paulo Araújo, e a secretária de Comunicação, Geórgia Nery, lançarão,
      na sexta-feira, às 10h, o suplemento informativo A República.
      O jornal de quatro páginas em formato tablóide será encartado, a partir desta data, no Diário Oficial do Estadi, e terá uma versão on line no endereço (www.arepublica.rn.gov.br)

      “Será mais um canal de informação para prestação de contas de ações e projetos do Executivo Estadual, além de um espaço para informações educativas e de interesse geral da sociedade potiguar”, explica Paulo Araújo.

      O conteúdo jornalístico d`A República será produzido pela Assessoria de Comunicação, e por todas as assessorias das diversas pastas do Governo do Estado, e editado no DEI. “Vamos apresentar outros canais de comunicação para facilitar o acesso da população à informações relevantes sobre a administração estadual”, disse Geórgia.

      O nome A República é uma homenagem e uma referência ao jornal de mesmo nome que circulou de 1º de julho de 1889 a 15 de março de 1997.

      IMG_5118.PNG

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 8,1;
      25
      fev

      O deputado federal Walter Alves (PMDB) começou o mandato acenando que sair do baixo clero é uma questão de…pouco tempo.
      Já na condição de vice-líder do PMDB, a maior bancada na Câmara, foi convidado para um café da manhã com o vice-presidente da República, Michel Temer.
      Em pauta, a pauta da Câmara e o papel do PMDB.
      Temer tem dito à presidente Dilma que não está fácil segurar o partido.

      IMG_5109.PNG

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 9,1;

      Um funcionário do Tribunal de Justiça identificado por Kennedy morreu atropelado há pouco por um microônibus.
      Ele e um grupo de pessoas atravessavam a avenida Rio Branco, já próximo da Ribeira, quando foram atingidos pelo veículo.
      Kennedy morreu e 6 ficaram feridos.

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 0,1;
      • Proviagens 80 dias
      25
      fev

      PMDB sem controle

      25 de fevereiro de 2015 às 7:52 — Comente aqui

      Da Folha de hoje:

      Vice alerta Dilma do risco de perder maioria no Congresso

      NATUZA NERY
      DE BRASÍLIA
      MARIANA HAUBERT
      MÁRCIO FALCÃO

      O vice-presidente da República, Michel Temer, alertou a presidente Dilma Rousseff que ou o governo inclui o PMDB em suas decisões estratégicas ou não terá como manter a legenda na base aliada.

      Segundo a Folha apurou, o recado foi dado em uma conversa telefônica nesta terça-feira (24), quando o vice afirmou que a sigla está no “limite da governabilidade”

      Temer explicou a Dilma que, se o partido continuar excluído do poder “mais um mês ou dois”, o Planalto corre o risco de perder o controle mínimo da pauta no Congresso –o PMDB preside as duas Casas do Parlamento.

      Sem o apoio do partido, notabilizado por traições, ameaças e apetite por cargos, o governo dificilmente conseguiria viabilizar projetos de seu interesse ou obter grau mínimo de blindagem em CPIs como a da Petrobras.

      É a primeira vez que Temer traça um cenário tão negativo à petista. A insatisfação da sigla aumentou na medida em que os peemedebistas viram novos aliados do Planalto, como o PSD, crescerem na montagem do segundo mandato.

      Dilma garantiu sete pastas ao PMDB, mas a maioria sem grande poder de fogo político ou indicações da cúpula do partido. Além do interesse em emplacar cargos no segundo escalão do governo, uma das exigências da legenda é ter assento nas reuniões da coordenação de governo, hoje composta apenas por petistas.

      O diálogo entre Temer e Dilma ocorreu poucas horas depois de um jantar, na segunda-feira (23), da cúpula do PMDB com a equipe econômica na residência oficial do vice, o Palácio do Jaburu.

      Apesar de a reunião ter sido chamada por Temer para tentar destravar as medidas do ajuste fiscal que tramitam no Legislativo e de ter havido promessas de apoio do partido ao pacote, foram as insatisfações políticas que dominaram o debate.

      Como representantes do Executivo, estavam no jantar Joaquim Levy (Fazenda), Nelson Barbosa (Planejamento), Alexandre Tombini (Banco Central) e Aloizio Mercadante (Casa Civil).

      “O PMDB salvará o ajuste fiscal”, disse Eduardo Cunha no jantar, falando como uma espécie de fiador do pacote de redução de despesas, isso após passar as últimas semanas impondo seguidas derrotas à Dilma na Câmara.

      O pacote, do qual o PMDB reclama de não ter participado de sua concepção, prevê uma economia de R$ 18 bilhões neste ano ao endurecer exigências para a concessão de seguro-desemprego, abono salarial, pensão por morte e seguro-defeso para pescadores artesanais. Apesar do apoio, não estão descartadas mudanças nas propostas.

      No jantar do Jaburu, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), foi bem menos comedido. Afirmou que seu partido só é chamado na hora de votar. A jornalistas, fez questão de dizer que a coalizão de Dilma com seu partido está “capenga”.

      “O PMDB quer dar um fundamento à coalizão, quer participar da definição das políticas públicas. Essa coalizão, ela é capenga porque o PMDB, que é o maior partido do ponto de vista da coalizão, ele não cumpre o seu papel”, afirmou, ao chegar ao Senado.

      Diante das críticas, Mercadante reconheceu que é preciso repensar a relação do governo com sua base congressual. Na semana que vem, Dilma receberá a cúpula peemedebista.

      As dificuldades da presidente não se limitam ao parceiro mais problemático da coalizão. O próprio PT resiste em apoiar iniciativas do pacote fiscal.

      T e PMDB têm juntos 131 deputados do total de 513. Para ser apreciado, um projeto de lei exige quórum mínimo de 257 deputados. Ele será aprovado se tiver maioria simples do número de presentes.

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 1,1;
      • Home Angels

      Foi distribuído, no Supremo Tribunal Federal, para a ministra Carmem Lúcia, o pedido da Procuradoria Geral da República para reabrir as investigações contra o senador José Agripino.

      Na gestão do Procurador Roberto Gurgel, o caso foi arquivado.

      Agora o Procurador Rodrigo Janot decidiu reabrir.

      Espera a autorização do STF.

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 2,1;
      • Novo CEI
      25
      fev

      Nomeados diretores de dois presídios do RN

      25 de fevereiro de 2015 às 1:22 — Comente aqui

      Nomeados dois diretores de presídios.

      Para a Cadeia Pública de Caraúbas, vai Ivna Mara Barreto Benevides Gurgel.

      Para o Presídio de Pau dos Ferros, Jaime de Carvalho Costa Neto.

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 3,1;
      • Loja D`Ámis
      25
      fev

      E o Diário Oficial do Estado desta quarta-feira traz a lista de nomeados para unidades do Detran no interior do Estado.

      Para o Detran em Angicos, Maria Luziene Cado de Macedo Lira.

      Para o Detran em Nova cruz, Cícera de Oliveira Freitas.

      Para o Detran em São Miguel, Waldêncio Pessoa de Aquino.

      Tayrone Batista de Araújo, para Caicó.

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 4,1;
      • L200 Top Car

      O governo do estado indicou os nomes dos auxiliares do Executivo que farão parte do Conema, o Conselho Estadual do Meio Ambiente.

      Para mandato de 2 anos foram nomeados Rondinelle Silva Oliveira, Luís Augusto Santiago Neto e Francisco Josivan do Nascimento.

      O primeiro suplente é Francisco Josivan do Nascimento.

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 5,1;

      A sessão desta terça-feira na Assembleia Legislativa foi reservada ao pronunciamento do presidente da Casa, Ezequiel Ferreira de Souza, denunciado pelo Ministério Público na operação Sinal Fechado por ter sido citado, num depoimento de delação premiada, pelo empresário e advogado George Olímpio.

      Somente 3 deputados não compareceram à sessão: Gustavo Fernandes (PMDB), José Dias (PSD) e Souza Neto (PHS).

      Fora Ezequiel, dos outros 20 deputados presentes, somente Cristiane Dantas não se pronunciou.

      Os outros 19 pediram aparte para se solidarizar com o presidente.

       

      Gustavo Carvalho (PROS)

      “Receba desse amigo, desse colega deputado, não só a solidariedade, mas um abraço apertado, sabedor que eu continuarei com a mesma admiração a Vossa Excelência e certo de que Vossa Excelência está sendo altamente injustiçado nesse momento, e que terá essa injustiça corrigida muito em breve”

      Ricardo Motta (PROS)

      “A amizade fraternal que une as nossas famílias há 70 anos, e dizer que se Vossa Excelência não tivesse o apoio, o respeito, a solidariedade de todos os 23 deputados, Vossa Excelência não teria sido eleito à unanimidade desta Casa, presidente deste Poder”.

      José Adécio (DEM)

      “Prestar solidariedade não é só dever. É acima de tudo um ato de honestidade e de dignidade”…

      “Vossa Excelência é vítima de um delator”…

      Getúlio Rêgo (DEM)

      “É uma atitude cotidiana, rotineira nesta Casa, a dispensa da tramitação dos projetos nas comissões técnicas da Casa, através da reunião de lideranças que, regimentalmente está expressa no Artigo 85 do nosso Regimento Interno. Nunca vi nenhuma proposta de facilidade no colégio de líderes, para alguém concordar com a dispensa da tramitação de projetos”.

      Kelps Lima (SDD)

      “Sou advogado militante; desde 1997 advogo nos Foruns e nos Tribunais do Rio Grande do Norte. Antes de ingressar na vida pública fui advogado nos processos de todas as grandes operações deflagradas no RN, no âmbito político da administração pública. Esse tipo de episódio, e isso me preocupa, tem uma consequência muito grave. Eu desafio alguém da sociedade, jornalistas, cidadãos de bem, a lembrar do nome das pessoas que foram absolvidas na operação Impacto. As que foram condenadas todo mundo sabe”.

      Agnelo Alves (PDT)

      “Sabem todos das dificuldades que eu tenho hoje em falar. Tô pagando um tributo muito acima das minhas condições para reagir, mas estou reagindo. Já me acostumei com toda sorte de sofrimento. Eu passei 10 anos sem ter direito de dizer que me chamava Agnelo Alves”…

      “Quem mais acusa os políticos, são os próprios políticos”…

      “O que é importante é a consciência pessoal de Vossa Excelência, e nela nós podemos apostar. Vossa Excelência, eu estou aqui há 4 anos, nunca tive conhecimento de qualquer participação de Vossa Excelência, em qualquer ato que denegrisse a sua honra pessoal”…

      (Tosse)… “Peço perdão, mas não vou poder continuar”…

      Raimundo Fernandes (PROS)

      “Durante muitos anos nunca vi Vossa Excelência me pedir um favor”…

      “Vossa Excelência representa o que de melhor existe aqui nesse Parlamento”…

      “Receba minha total solidariedade como amigo, companheiro, deputado”…

      Tomba Farias (PSB)

      “Quero me solidarizar porque conheço você pessoalmente, conheço sua família, seus pais Ezequiel e dona Letícia, que são de origem da minha cidade, a querida cidade de Santa Cruz”.

      “Vossa Excelência coloca com muita propriedade a sua lisura, sua forma de ser”.

      Márcia Maia (PSB)

      “Gostaria de reforçar a minha solidariedade à Vossa Excelência. A dor da injustiça é muito grande. E eu conheço Vossa Excelência muito antes de se tornar deputado. Conheço a história da família de Ezequiel”…

      “Eu não tenho conhecimento algum durante todo o tempo que passei aqui como parlamentar, de ter negociação. Eu sei que isso não existe aqui no poder legislativo”.

      Álvaro Dias (PMDB)

      “Sabemos todos nós que quando resolvemos ingressar na vida pública, sabemos que vamos enfrentar caminhos ásperos e difíceis. Quero me solidarizar pelo momento difícil que está atravessando, mas quero dizer que o tempo é o senhor da razão, e Vossa Excelência vai ter a oportunidade de se defender e esclarecer a verdade dos fatos”.

      George Soares (PR)

      “Acabei de chegar do Hospital São Lucas, acometido de uma infecção, tava hospitalizado desde ontem, mas quando cheguei em casa, vi pela TV o pronunciamento de Vossa Excelência e vim para cá, porque estar aqui, mesmo doente, é uma obrigação na defesa deste Poder ao qual faço parte, mas, principalmente, do gesto, não de lhe defender porque Vossa Excelência se defende muito bem, mas com certeza de defender sua história, sua luta nesse Poder Legislativo”.

      Galeno Torquato (PSD)

      “Voltei ao passado, para falar de seu passado limpo, de quem lhe conhece há mais de 30 anos. Creio na justiça, creio na sua inocência, e dizer que Vossa Excelência é muito maior do que tudo isso”.

      Jacó Jácome (PMN)

      “Quero em público, na minha primeira fala como deputado estadual, dizer a impressão que tive do deputado Ezequiel, conhecido, vitorioso e já admirado pela minha família”…

      “Ao chegar nessa Casa, a imprensa me procurou. Não foi para falar dos meus projetos, foi para falar do deputado Ezequiel. Ao responder, disse que jamais se pode fazer juízo de valor de uma pessoa, de uma família, por causa de uma delação”.

      Albert Dickson (PROS)

      “Gostaria, em nome do meu mandato, de me solidarizar com Vossa Excelência. Me preocupa muito o ato de julgar uma pessoa. O nosso dicionário brasileiro diz que julgar é o ato de supor algo contra alguém, através de um gesto ou de uma atitude, e isso pode gerar algumas consequências”.

      Fernando Mineiro (PT)

      “Todas as denúncias devem ser apuradas”.

      “Depois surgiram outros personagens, como a figura do senador José Agripino, que é, publicamente, que tem usado o mecanismo da delação premiada para ocupar generosos espaços na mídia para julgar, condenar, particularmente membros do Partido dos Trabalhadores. E eu acho a mesma coisa, independente de que está sendo acusado, de ser meu adversário ou não, minha postura é uma só, que as investigações sejam rápidas e os culpados sejam punidos e os inocentes sejam inocentados”.

      Nelter Queiroz (PMDB)

      O deputado Nelter Queiroz foi o discurso diferente no meio dos 19 parlamentares que apartearam o deputado Ezequiel Ferreira, na sessão desta terça-feira na Assembleia Legislativa.

      Nelter mirou no Ministério Público.

      Foi solidário ao deputado Ezequiel, mas focou no MP, com quem o deputado trava uma queda de braço desde um entrave entre o órgão e a Prefeitura de Jucurutu, administrada pelo seu filho, George Queiroz.

      Para Nelter, o MP que questiona, em alguns casos, a dispensa de tramitação nas comissões por parte da Assembleia, também solicita à Casa que dispense tramitação para tratar de votações de seu interesse.

      Carlos Augusto Maia (PTdoB)

      “Quero me solidarizar com Vossa Excelência. Em pouco mais de 30 dias pude constatar a honestidade, honradez, da intimidade que Vossa Excelência abriu a sua Casa, e tenho plena convicção que Vossa Excelência sairá dessa situação como inocente”.

      Disson Lisboa (PSD)

      “Eu disse a Vossa Excelência que ia chegar para sua família, e muitas vezes iria passar força, em vez de receber. Mas Vossa Excelência é um homem forte, um homem altivo, um homem de cabeça erguida. É um homem que teve nesta Casa o depoimento de todos os seus pares”…

      “Com relação à dispensa de tramitação, eu mesmo, novo aqui, mas já tive oportunidade de ver a a dispensa aqui quando foi votado o projeto dos professores”…

      Hermano Morais (PMDB)

      “Queremos esclarecimento, apuração dos fatos, e que a justiça prevaleça. Eu sou mais um a me somar com essas palavras de solidariedade e também de transparência que Vossa Excelência demonstrou ao longo do seu pronunciamento”.

      “Quem não deve, não teme e o tempo é o senhor da verdade. Só espero que essa verdade ela não demore a vir à tona”.

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 6,1;
      • DNA Center
      24
      fev

      Do deputado Agnelo Alves (PDT), do alto dos seus 82 anos, com experiência de quem já foi prefeito de Natal e Parnamirim, senador, deputado, e durante todo esse período esteve do lado da vidraça, como político, e da pedra, como jornalista atuante em jornal e televisão:

      “Quem denuncia político, é político”.

      A frase mais perfeita do dia.

      E a pergunta ficou no ar…

      Quem, então, estaria denunciando quem?

      Foto Cláudio Abdon

      IMG_5083.PNG

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 7,1;

      Acompanhado do filho-deputado Fábio Faria, o governador Robinson Faria fez, agora à noite, visita de cortesia ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

      E depois de audiência no Ministério das Cidades na companhia da senadora Fátima Bezerra, governador e deputado foram ao gabinete de Fátima.

      Visita de cortesia também. 

      IMG_5062.PNG

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 8,1;

      O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, prometeu hoje ao governador Robinson Faria, liberar mais de 500 milhões para obras de esgotamento sanitário na capital.

      Robinson foi ao gabinete de Kassab, presidente do seu partido, o PSD, acompanhado da senadora Fátima Bezerra, do deputado federal Fábio Faria, do presidente da Caern, Marcelo Toscano, e dos prefeitos de Mossoró, Francisco José Júnior de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato e de Serra Caiada, Socorro Furtado.

      “Recebemos a confirmação da liberação de R$ 504 milhões. Esse montante será suficiente para ultrapassarmos o percentual de 36% de esgotamento sanitário da capital para os 98% de cobertura que há muito tempo se sabe da necessidade”, disse Robinson Faria.

      Na reunião, Kassab atendeu convite do governador e do presidente da Femurn, Francisco José, para vir ao Rio Grande do Norte.

      Já agendou para 20 de março uma reunião com o secretariado do governo.

      Kassab voltará a falar sobre problemas do Estado apresentados ao Ministério na audiência de hoje, como abastecimento de água – 10 cidades já decretaram colapso e outras 9 estão em sistema de rodízio.

      Além dos problemas, o governador apresentou projetos das adutoras de Umari, Expressa de Pau dos Ferros e Piquiri, e ainda da construção de uma terceira ponte sobre o Rio Potengi e do Parque da Cidade de Mossoró.

      IMG_5057.PNG

      SELECT * FROM `wp_bannerize_b` WHERE `trash` = '0' AND (`maximpressions` = 0 OR `impressions` < `maximpressions`) AND ( (`start_date` < NOW() OR `start_date` = '0000-00-00 00:00:00' ) AND (`end_date` > NOW() OR `end_date` = '0000-00-00 00:00:00') ) AND `group` = 'anuncio meio(630x90)' ORDER BY `sorter` ASC LIMIT 9,1;
      Carregar mais...