#JornalismoSemFakeNews

21 de setembro de 2007 às 23:19

Wilma: “O RN tem dito que eu devo ser candidata a senadora”

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Foto: Raul Zito

 

O G1, portal de notícias do Sistema Globo (www.g1.com.br) , publicou nesta sexta-feira um entrevista enooorme com a governadora Wilma de Faria.

Onde ela conversa com o repórter André Luís Nery sobre guerra fiscal, direito de greve, machismo, futuro político, reeleição, transposição do rio São Francisco, CPMF, obras, política local, 2010….

Leia alguns trechos da entrevista:

 

Greve – “O Rio Grande do Norte foi o estado que teve menos greves. A gente também foi duro com relação às greves… Eu votei no direito de greve, mas hoje eu repensaria. Não que você não tenha condições de fazer a greve, mas a greve deve ser o último recurso. E hoje não é o último, é o primeiro”.

 

Machismo – “No meu estado, 50% dos juízes são mulheres, 50% dos promotores são mulheres. Temos muitas prefeitas, vice-prefeitas, vereadoras. Na Assembléia, temos quatro mulheres [uma está licenciada] entre os 24 deputados. Dos oito deputados federais, são duas mulheres. Temos a governadora e uma senadora ainda”.

Futuro – “O Rio Grande do Norte tem dito que eu devo ser candidata a senadora, mas eu ainda não me defini”.

 

Reeleição – “Eu acho que nós poderíamos acabar com a reeleição e termos cinco anos de mandato, pois quatro anos é pouco para se consolidar um trabalho mais sólido, mais significativo. Mas também defendo a coincidência de mandatos, porque entendo que uma eleição de dois em dois anos atrapalha a administração”.

 

A entrevista completa você pode ler acessando o link abaixo:

http://g1.globo.com/Noticias/Politica/0,,MUL104713-5601,00.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.