#JornalismoSemFakeNews

7 de novembro de 2007 às 1:53

Diante de tanta mentira, delegado decide manter presa toda a família Thies

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Por entender que, tanto o sargento Andrei, quanto o pai Amilton Thies, estão mentindo pelos cotovelos, quando prestam depoimentos sobre a morte da gaúcha Andréia Rodrigues, o delegado Raimundo Rolim pediu a prisão preventiva de toda a família.
Como a juíza Daniela Nascimento concedeu, Andrei, Amilton, a mulher Mariana e o outro filho, Rodrigo, ficam presos até, pelo menos, ocorrer o julgamento.
Eu sempre pensei, e até escrevi aqui, que no seio familiar, a mulher é a mola mestra.
Ela tanto é capaz de demover marido e filhos de fazer uma grande besteira.
Como é capaz de planejar uma grande besteira e envolver marido e filhos.
O poder da mulher, no seio familiar, é imensamente maior do que o dos homens.
Daí Mariana Thies passar de prisão temporária para provisória.
O delegado Rolim deve acreditar no envolvimento da mãe de Andrei.
Para ele, ela não apenas ocultou o cadáver da nora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.