#JornalismoSemFakeNews

6 de março de 2008 às 9:15

Carlos Castim sente cheiro de podridão em concorrência e sugere que governo anule o processo

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Eita…
Essa é barra…
O secretário de Segurança, Carlos Castim, sentiu um cheirinho de enxofre na licitação para compra de rádios comunicadores, localizadores de viaturas e terminais de acesso remoto (palms)…
Equipamentos necessários para ampliação do sistema de comunicação policial.
E sugeriu que o secretário de Administração, Paulo César Medeiros, anulasse a homologação do Pregão Presencial nº 001/2008, no valor aproximado de R$ 9,5 milhões.
Avaliando o processo de licitação, nº 52291-7-6, Castim encontrou fortes indícios de um acordo prévio entre as empresas participantes…
Propostas contendo equipamentos e documentos semelhantes fizeram o secretário de Segurança suspeitar de “arrumadinho” entre as empresas interessadas…
Coisa que não é raro acontecer no serviço público…
Raro é aparecer quem faça o que o secretário está fazendo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.